Não existe valvulado de R$ 1000 feito à mão que preste.

Autor Mensagem
Del-Rei
Veterano
# abr/11
· votar


Drive30
parem de comprar aqui no Brasil produto importados novos em lojas e vamos falir esses fdps, é um absurdo.

Concordo plenamente.
A merda é que o Governo quer fud** a gente antes.
Vide aumento de IOF, pra evitar que continuemos a comprar lá fora.


Vai chegar a hora em que vai acabar essa exclusividade

Creio que chegará sim. Hoje em dia todo mundo compra pela internet, e quase todos têm cartão internacional, e que não tem, arruma alguém que tenha.
A facilidade hoje é grande pra compras internacionais.

Prefiro esperar 2 meses pra chegar do que comprar aqui.
Nem cordas mais eu compro aqui.


MMI
MauricioBahia
Não creio que seja "apenas" mil Reais que o Dodô ganhe em cima.

De 3 mil Dólares pra 12 mil Reais é uma diferença bizarra demais, considerando tanto os tributos quanto frete.

Um aceno de longe!!!

Drive30
Veterano
# abr/11 · Editado por: Drive30
· votar


Del-Rei

A merda é que o Governo quer fud** a gente antes.
Vide aumento de IOF, pra evitar que continuemos a comprar lá fora.


Sim, mas o Governo tambem nao pode aumentar muito o IOF, pois isso tambem pesa muito mais ainda no bolso dos bancos, o Governo tem mais rabo preso com esse setor do que com importadoras (apesar de tambem ter), entao eu quero ver, nao tem por onde ir, tao fudidos. Um dia essa máfia das importadoras vai acabar.

Drive30
Veterano
# abr/11
· votar


De 3 mil Dólares pra 12 mil Reais

Cara mas é isso mesmo. Não se esqueça nao é somente II (imposto importacao) não, tem ICMS tambem, Frete, seguro as vezes, se voce for fazer a conta, o valor em reais é aprox 4X o valor em US$. O Dodo , nao querendo defender, pois nem nunca comprei nada la, tá até razoável. O inéxplicavel é quando atinge a faixa de 5X ou até 6X mais o valor em US$, o que eu vejo em muita loja aqui. ai é foda de aturar

MauricioBahia
Moderador
# abr/11
· votar


Eu não me incomodo se a loja cobra X ou Y. Simplesmente EU escolho comprar ou não. O que me incomoda é não poder comprar onde EU quiser.

Acho que proteger nossa economia é algo importantíssimo, agora, vetar a liberdade de compra, "retirando produtos das prateleiras", como foi o caso da Guitar Center, não me parece democrático. Mas, deve haver muita coisa rolando que eu nem sei...

Abs

Drive30
Veterano
# abr/11 · Editado por: Drive30
· votar


Vou fazer a conta aqui, por curiosidade.

3.000,00 US$ + frete internacional que para um ampli de 10 ou 15 kgs é (acreditem) no mínimo uns 400 US$ = 3.400 US$, nego cobra aprox 3 US$ por kg de frete nas transportadoras mais merdas hein.

60% de II sobre o valor do produto + frete (sim caro amigos, temos que incluir o frete no valor do produto, o governo é escroto mesmo, e é essa a conta que devemos fazer)

3.400 x 1.6 (II) x 1.6 (taxa dolar)= 8.704 R$

18% de ICMS (depende do estado, peguei o de Sao Paulo para esses tipos de produtos, tambem so) = 18% x 3.400 = 612 US$ = 980 R$

Coloca ai mais uns 15% pelo menos daqueles taxes malucos americanos, pois o preço em US$ normalmente é sempre retail sem impostos, as famosas taxas de desembaraço e seguro e outros.

= 450 US$ = 720 R$.

Somando tudo isso chegamos a incrivel quantia de 10.404,00 R$!

O resto é lucro da empresa, que claro, há de existir tambem. Obviamente isso é um calculo aproximado, mas nao foge muito disso nao.


É claro que o mais vantajoso é sempre tentar trazer de fora, voce nao paga ICMS nem frete, apenas imposto importacao, mas ai corre o risco da empresa aérea 'destruir' o seu produto no meio do caminho durante o transporte, o que já praticamente já aconteceu comigo , nesse caso as vezes pode caber processo.

JetDean
Veterano
# abr/11
· votar


Drive30
mas ai corre o risco da empresa aérea 'destruir' o seu produto no meio do caminho durante o transporte, o que já praticamente já aconteceu comigo , nesse caso as vezes pode caber processo.

Talvez esse risco de ´´destruição´´ seja até maior pelos correios!! euhieuhe

Drive30
Veterano
# abr/11
· votar


LondrinaBittar

Em transportadoras mais difícil, mas falando em correios e se for o Brasileiro , ai a chance é grande, hehehe.

Del-Rei
Veterano
# abr/11 · Editado por: Del-Rei
· votar


Pois é.. Pagar 12 mil, só se tiver muita grana sobrando, porque é muito melhor fazer como o Bahia falou: Vai no Tio Sam, dá um passeio maneiro, compra o que quer e volta.

Ainda dá pra conhecer as muchachas de lá, hehe. E as aeromoças!


LondrinaBittar
Drive30
mas ai corre o risco da empresa aérea 'destruir' o seu produto no meio do caminho


Hehehe... Caso clássico do United Breaks Guitar:



Um aceno de longe!!!

MMI
Veterano
# abr/11
· votar


Drive30

Pois é, como eu disse a margem de lucro nesse preço não é absurda nem "o Dodô ficou com olho grande".
Nas suas contas, que por aproximação é por aí mesmo, precisa lembrar que em um produto desse se paga seguro no frete para se evitar imprevistos. Esse valor de seguro do frete entra na conta do imposto, ou seja 60 % do (preço pago + frete + seguro). Mas desconfio que a alíquota não é 60% para pessoa jurídica, é menor. Mas tem 5 a 10 de taxa de cartão de crédito sobre o preço final, tem os custos da nota fiscal da importadora do Dodô, como IRPF, COFINS, que serão repassados ao preço final. Como eu disse, a mordida e o "olho grande" do governo é muito maior do que da importadora. Outra questão é que a importadora é obrigada a dar garantia de uma semana para devolução, assim se no transporte uma válvula estragar, se a caixa cair e quebrar algo ou sei lá o que, é problema da importadora, o que necessariamente implica num preço agregado.
Concordo que por esse preço fica melhor pegar um fim de semana em Miami e comprar por lá. Particularmente eu acho que não vale esse preço.

Drive30
Veterano
# abr/11 · Editado por: Drive30
· votar


MMI

É verdade, ainda esqueci do PIS COFINS, mas coloquei uns 15% para 'outros' pois sabia que deveriam ter outros impostos, o frete eu joguei mais lá pra cima tambem, mas tambem nao coloquei seguro, enfim no final é mais ou menos isso.

A conta que faço é pegar o valor em US$ e multiplicar por 4 para chegar no valor final em R$, para ver se o preço é justo, se for maior, ai tem mutreta.

Die Kunst der Kleinen Schwanz
Veterano
Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

out/11

zefonseca e -king, seus boçais que falaram que amp de menos de 2 contos não prestam:

http://forum.cifraclub.com.br/forum/10/271399/

O meu, eu tenho faz pouco tempo, mas um amigo meu tem o dele a mais de 1 ano, e não deu nada do que vocês falaram. Eu tenho provas de que o meu amp soa bem e é durável, agora qual prova vocês tem para difamar os handmakers e seus produtos?

Palhaços.

pOkiz
Veterano
# out/11
· votar


Qm escreveu esse tópico nao sabe o que fala, minha opinião...

Vai conhecer o Acedo ou o Ronaldo da Alien que voce ve se algo abaixo dos 2000 nao presta...

ogner
Veterano
# out/11 · Editado por: ogner
· votar


pOkiz
ve se algo abaixo dos 2000 nao presta...

Mas o topico é sobre R$ 1.000 FILHAO!!!!!!!???

¬¬

pOkiz
Veterano
# out/11
· votar


ogner

O FILHAOOO!? ¬¬

Lê o primeiro post do criador do tópico, vo colar aqui...

"Um valvulado hand made de 15 Watts por qualquer valor abaixo de R$ 2000 é uma torradeira chinesa, e digo R$ 2000 sendo conservador.

O cara que faz um amp por menos de R$ 2000 não vai ganhar nada(ou seja, trabalha amarrado, fazendo serviço porco), as peças devem ser uma belezura também.
"


FILHAAAAAO!? rs

Rock Knight
Veterano
# out/11
· votar


Pois é. Não sei se ele errou na digitação ao escrever R$2000, mas o Vira Lata da Gato Preto Classics está saindo por R$1482,80, head+1x12, 10w com EL34 no power; o Acedo 288 head está R$1450,00, de 15w. O head Rocket de 30w da Alien está R$1800,00. E aí?

nichendrix
Veterano
# out/11 · Editado por: nichendrix
· votar


Rock Knight

Acho que tu não entendeu que o zefonseca tá dizendo que esses amps pra sairem a esse preço tem que ser feitos com componentes de qualidade duvidosa.

Aliás em nenhum momento ele fala do som que sai desses amps, mas da diferença de preço entre eles e os componentes de melhor qualidade, já que só os componentes sairiam mais caros que eles.

Konrad
Veterano
# out/11 · Editado por: Konrad
· votar


Drive30
MauricioBahia
Del-Rei
MMI

Esse livro aqui trata do assunto "quem é culpado pelos altos preços no Brasil" de forma bem ousada e inovadora. (Apesar de ser de 1990 e de tar havido mudanças tributárias, a ideia central se mantém intacta).

Sucintamente, não importa quanto de reforma fiscal/tributária venha a acontecer na Bananolândia. Nós consumidores continuaresmos tendo produtos caros cujo preço está fora da realidade brasileira e da realidade mundial.

O problema é muitomais de mind-set doque de reformas de sistema.

rocknroll1234
Veterano
# out/11
· votar



zefonseca e -king, seus boçais que falaram que amp de menos de 2 contos não prestam:



O meu, eu tenho faz pouco tempo, mas um amigo meu tem o dele a mais de 1 ano, e não deu nada do que vocês falaram. Eu tenho provas de que o meu amp soa bem e é durável, agora qual prova vocês tem para difamar os handmakers e seus produtos?

Palhaços.


não entendi porque este post foi reportado.

Die Kunst der Kleinen Schwanz
Veterano
# out/11
· votar


"Um valvulado hand made de 15 Watts por qualquer valor abaixo de R$ 2000 é uma torradeira chinesa, e digo R$ 2000 sendo conservador.

O cara que faz um amp por menos de R$ 2000 não vai ganhar nada(ou seja, trabalha amarrado, fazendo serviço porco), as peças devem ser uma belezura também.
"


FILHAAAAAO!? rs

ogner
Aprende a ler o tópico direito que você acha as coisas!

Binohendrix
Veterano
# out/11
· votar


Konrad
O problema é muitomais de mind-set doque de reformas de sistema.

Já falei isso no fórum e neguinho me jogou pedra...hahahaha..Brasileiro aceita tudo. É bobo. Engole as coisas fácil demais. O presidente tá Toyota já falou isso uma vez. Os carros não vão abaixar de preço porque o brasileiro continua comprando cada vez mais. Não faz sentido eles abaixarem o preço.Não é só imposto. É uma questão de que o mercado está disposto a pagar. Um exemplo que se encaixa aqui no forum é a tal da SX SST. Era o mesmo preço das outras até uma bondosa alma falar que era uma guita legalzinha. Daí o preço dobrou, a galera contunua comprando e a qualidade caiu. Típico. Nem tudo é imposto.

Die Kunst der Kleinen Schwanz
Veterano
# out/11
· votar


renato aprova este tópico

ogner
Veterano
# out/11
· votar


Die Kunst der Kleinen Schwanz
ogner
Aprende a ler o tópico direito que você acha as coisas!

ui ui ui! Ok mamae!!

pOkiz
FILHAAAAAO!? rs
é meu jeitinho carinhoso!! hehehe!
o/

MauricioBahia
Moderador
# out/11 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Konrad: Esse livro aqui trata do assunto "quem é culpado pelos altos preços no Brasil" de forma bem ousada e

Sobre preços, saiu uma matéria legal na revista Super Interessante recentemente.

Chamada: "Nossos preços estão entre os mais altos do mundo. Pagamos 3, 4 vezes mais por qualquer coisa. Mas o maior problema é outro: muita gente adora isso"

Por que tudo custa mais caro no Brasil
http://super.abril.com.br/cotidiano/tudo-custa-mais-caro-brasil-614244 .shtml

Abs

tatus
Veterano
# out/11
· votar


Só para acrescentar um detalhe à especificação dos tributos na importação feita pelo drive30.
O ICMS é cobrado sobre o valor do produto já tributado pelo imposto de importação.
Isso quer dizer que se custa 1000 vai para 1600 com o imposto de importação e calcula-se 18% sobre os 1600, não sobre 1000.
Foda né!
Isso é barreira política, pois apesar do STF ter decidido a favor da cobrança; ela é inconstitucional. Não poderia cobrar nem sobre o valor total nem sobre o valor já tributado.
Para falar a verdade, não poderiam cobrar imposto de importação nem do frete, mas cobram.
Para exportar mais, a prática é diferente. Se postar um produto para a Argentina por exemplo, na declaração dos correios vai declarado só o valor do conteúdo. Do frete não!

Binohendrix
Veterano
# out/11
· votar


Uma coisa é fato...Só compra aqui, quem quer...Olha este exemplo:
Gibson Les Paul Studio - 5000 reais no Brasil
2261 reais lá nos EUA
Diferença------------------- 2739 reais. Com essa grana vc paga a passagem, hotel e comida. Ou seja, vc compra uma Gibson e ainda ganha uma viagem pros Estados Unidos. E não vem falar de imposto não porque só azarado, macumbado, que é taxado por instrumento. Pra garantir é só pedir pra loja colocar "refurbished", "warehouse resealed", "blemished" na notinha e colocar o preço lá em baixo.

Calime
Veterano
# out/11
· votar


ogner
Die Kunst der Kleinen Schwanz
ogner
Aprende a ler o tópico direito que você acha as coisas!

ui ui ui! Ok mamae!!



OAHOUhaouahoauhoUhOuhauo...rílitros, kkkk...vlw

Tycoon
Veterano
# out/11
· votar


A minha experiência prática quanto a isso são as seguintes:
Mexo com eletrônica como hobby há uns 5 anos e montei diversos projetinhos de áudio, de preamps e potências de 5W transistorizadas até pedais e amps valvulados.
Sempre usei os componentes que encontro no mercado local e, no caso dos valvulados, comprei muita coisa pelo eBay (válvulas, potenciômetros, etc).
Ocorreram dois problemas quanto a componentes nesse período:
- 1 potenciômetro, comprado aqui na cidade, não estava operando direito;
- um capacitor de fonte explodiu porque ele era de voltagem inferior à voltagem da fonte (fonte de 25V e capacitor de 10V) (falha minha na montagem).
Os projetos que eu mantive estão funcionando bem até hoje.

Nenhum projeto que montei deixou de funcionar por falha do componente em si. Quando falhou foi porque ele estava trabalhando em condição a qual ele não foi projetado para suportar. O que me faz acreditar que a qualidade dos componentes que temos no Brasil é aceitável. (Lembrando que não sou profissional da áera; apenas hobbista)

Nos valvulados sempre tomei as precauções citadas nas páginas anteriores e aparentemente está tudo bem até agora! hehehe

Agora quanto a valores.
Montei um valvulado baseado no Fender Princeton (que tem 12W) com falante Eminence de 12", componentes parte comprados no eBay parte aqui mesmo e terceirizando o mínimo de trabalho possível, gastei cerca de R$1300 EM PEÇAS.
Usei valvulas JJ, potenciômetros Alpha, placa de fibra de vidro, jóia igual as Fender.
Sem contar tempo gasto no projeto de layout de placa, projeto de caixa e montagem, energia elétrica da solda, furadeira, lixadeira e etc., valores que tem que ser calculados de alguma forma e agregados ao valor final do produto.

Agora quanto ao valor citado como referência, R$2000, acho realmente dificil, pois, ou o Handmaker conseguiu comprar os componentes a um preço muito abaixo do praticado no mercado ou ele está trabalhando de graça.

tatus
Veterano
# out/11
· votar


Tycoon, as vezes o handmade já tem CNPJ, que é dado também para empresários individuais. Assim conseguem comprar peças no valor que os lojistas compram, e por isso gastam metade do que você gastou.
A quantidade comprada também influencia no preço final.

davidevh
Veterano
# mai/12
· votar


eu ja li qze q o tópico inteiro, mas em relaçao a esse Amp
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-236727204-amplificador-valvulad o-guitarra-galaxytiny-terror-marshall-_JM?redirectedFromParent=MLB2345 82443

??? tem alguma falha visivel no projeto ??

obrigado

kem69
Veterano
# mai/12 · Editado por: kem69
· votar


Como estou entrando (devagar - bem devagar) nesse mundo handmade, quero deixar minha opinião.
Apesar de OTIMAS dicas nesse topico, a ideia inicial é exagerada.
Todos os preços aqui cotados foram pra quem compra apenas 1 peça numa loja de varejo.
Capacitores... R$20,00 cada? R$50,00 cada? Ja ouviram falar em Nichicon? Panasonic? São excelentes... e vocês os compra por uma fração desse preço. Mas claro, tem que comprar quantidade. Se comprar 1 só, sai isso mesmo.
Não é porque o handmaker comprou 100 capacitores que virou uma industria. Eles não vai usar todos ao mesmo tempo... :)
Transformadores.... falantes... todo handmaker no Brasil que queira sobreviver, tem que faze-los. Claro... Tomando todos os cuidados, isolação entre camadas, etc. Mas isso não encarece o produto, só da um pouco mais de trabalho. Uma fita de mylar custa menos de R$20,00 (da 3M) e da pra fazer um monte de transformadores. Mas tem que saber o que esta fazendo. Mas comprar 50grs de fio??? Eu compro rolo fechado, e nucleo em caixa fechada.
Valvulas na mult? Fala sério. Quem vai abrir uma empresa com a intenção de lucro e comprar peças que já tem um lucro enorme imbutido?
Eu compro de lojas especializadas nos EUA, e tem muita valvulas NOS ainda no Brasil. E MUITAS, mas muitas valvulas que podem ser utilizadas em audio, mas ninguém quer saber. A maioria só quer saber de EL84, 6V6, EL34 e 6L6 no power. Pré??? Só 12A*7.
A meteoro foi experta... comprou um lote de 10.000 6BQ7A por ninharia, e usou pra audio, com sucesso (os dados de aplicação da 6BQ7A e similares para audio esta no manual da RCA desde pelo menos 1964). O problema é que, como já foi citado, a maioria só copia os esquemas das marcas famosas, nada de inovação.
Eu mesmo ja fiz um "pequeno" estoque de 5.000 valvulas diversas (NENHUMA USADA - todas comprovadamente novas ou NOS).
O problema do custo esta na qualidade do handmaker. Se ele for um curioso, que não se preparou para o negocio, ele só vai conseguir um custo baixo fazendo economia. Um handmaker de qualidade vai conseguir um custo baixo com planejamento, e incorporando manufaturas (trasnformadores, falantes, chassis, etc) que a maioria dos iniciantes delegam.
Resumindo, é possivel sim ter um amplificador valvulado por menos de R$1.000,00, com ALTISSIMA qualidade. Depende só da capacidade de quem fez.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Não existe valvulado de R$ 1000 feito à mão que preste.