Não existe valvulado de R$ 1000 feito à mão que preste.

Autor Mensagem
tatus
Veterano
# nov/10
· votar


MauricioBahia,

Para mim o ponto central da questão é a falta de segurança e confiabilidade em comprar amplis valvuládos muito baratos.
Pelo menos acho que o tópico é sobre isso, não?

Ramsay
Veterano
# nov/10
· votar


Keefchards

Eu nao pedi se ele vinha exatamente como nas fotos, mas vi neste link: http://www.handmades.com.br/index.php?option=com_joomlaboard&Itemid=26 &func=view&id=14832&catid=14
uma foto dele pronto, só o que mudou foi a cor do chassis para o preto.


Mas, esse link que vc passou é de 2007.
E estou me referindo a montagem da parte interna, se ela vem como aparece nas fotos do site da Tubeamps, ou seja, montagem bem feita com turrets e componentes de qualidade, sacou?
Quando o seu kit chegar eu sugiro que tire uma foto da parte interna e poste aqui para sabermos se eles continuam fazendo aquela montagem de qualidade.
Abç.

Casper
Veterano
# nov/10
· votar


Eu trabalho com eletrônica no dia a dia.
Outro dia, eu tive que mandar fazer um
transformador isolador, realmente isolador, e
o cara que fez usou kapton, como elemento
isolador entre o primário e o secundário.

Para quem não conhece:

http://en.wikipedia.org/wiki/Kapton

Uma camada fina está isolando 2500 volts,
e esse isolante aguenta mais de 400 graus sem
perder as características. Os transformadores
de saída e da fonte, se feitos com kapton,
apesar de mais caros, teriam uma isolação
muito mais segura. Quem sabe esse não é o caminho...

Zedosal
Veterano
# nov/10
· votar


Acho legal agora que os ânimos se acalmaram que nossos amigos aí que tem grande conhecimento sobre a eletronica de valvulados e outros afins possam fazer um esquemático sintetizando tudo o que é relevante e importante para a segurança de um amp HandMade, pois tem muita coisa escrita nas entrelinhas desse tópico e fica complicado pra quem caiu de paraquedas aqui ler tudo (eu li)...


E vai um salve ai pros participantes da discucao

o/

Pepe Le P
Veterano
# nov/10
· votar


Esta discussão toda me remeteu a um comentário feito pelo colega Vinícius Nogueira num antigo tópico meu:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/10/240078/

Ao que exatamente poderia estar ele se referindo?

Seria ele endorser da ALien Amps? Teria ele uma richa pessoal contra o hand maker citado? Ou talvez não teria nada a ver com o assunto?

Deixem suas opiniões (pode ser lçá no tópico mesmo).

mvmarquezini
Veterano
# nov/10
· votar


Ramsay
Membro Novato # Enviado: 18/nov/10 10:03
Citar Votar Denunciar

Keefchards

Eu nao pedi se ele vinha exatamente como nas fotos, mas vi neste link: http://www.handmades.com.br/index.php?option=com_joomlaboard&Itemid=26 &func=view&id=14832&catid=14
uma foto dele pronto, só o que mudou foi a cor do chassis para o preto.


Mas, esse link que vc passou é de 2007.
E estou me referindo a montagem da parte interna, se ela vem como aparece nas fotos do site da Tubeamps, ou seja, montagem bem feita com turrets e componentes de qualidade, sacou?
Quando o seu kit chegar eu sugiro que tire uma foto da parte interna e poste aqui para sabermos se eles continuam fazendo aquela montagem de qualidade.
Abç.



Pelo que entendi o Kit da Tube amps e para quem comprar montar em casa!! e não vem montado, Ou seja, a mão de obra dele não está inclusa!!

Ramsay
Veterano
# nov/10 · Editado por: Ramsay
· votar


mvmarquezini

É, vc tem razão é pra montar mesmo e eu nem tinha reparado nisso.
Valeu pelo toque!!

MauricioBahia
Moderador
# nov/10
· votar


tatus: Para mim o ponto central da questão é a falta de segurança e confiabilidade em comprar amplis valvuládos muito baratos.
Pelo menos acho que o tópico é sobre isso, não?


Isso!

Abs

rafael_cpu
Veterano
# nov/10
· votar


tatus
Deve ter sido um erro achar que só apareceriam pessoas bem intencionadas aqui, quando na verdade, pessoas que não tinham nada para falar se apegaram a literalidades da língua portuguesa para destacar divergências de opiniões e deixaram de lado o mais importante do tópico.
(...)
Me desculpem aos que não tiveram a intenção mas quando se tem um tópico sério, principalmente na questão da segurança, acho que devíamos aproveitar para discutir coisas mais produtivas do que o quanto se vai gastar, mas sim aproveitar o conhecimento e a boa vontade dos que sabem mais e não tem a obrigação de ensinar ninguém para aprender sobre os cuidados, as técnica de montagens, teoria, etc...
(...).


Concordo, Tatus.

Pena que a oportunidade para discutirmos o assunto tenha se perdido. Mas ficou o alerta geral aí para o pessoal.

T+

ogner
Veterano
# nov/10
· votar


Estragaram o tópico.

Parabéns a todos os chatos do FCC!!!!

Apesar da entrada de sola do Zé ( Titulo e primeiros posts ). Nas primeiras paginas conseguimos contornar "sensacionalismo" e estavamos partindo pra um debate tecnico sobre segurança, aproveitando o conhecimento do proprio Zé e de outros tantos aqui gabaritados pra esclarecer pontos técnicos, pra dividir o conhecimento deles...Mas infelizmente a coisa desandou...Triste!!!

Del-Rei
Veterano
# nov/10
· votar


É, a partir da 4ª página fica difícil filtar informações úteis. Foi desviado.
E já está na 13ª.



Um aceno de longe!!!

ogaitnas
Veterano
# nov/10
· votar


Sinceramente, poderiam (os que entendem mesmo do assunto) escrever aqui só umas sugestões de coisas a se checar qdo pegar um valvulado handmade, para sabermos se estaremos seguros usando o dito ampli...

Sem sensacionalismo, sem esculachar para o lado de ninguém aqui... e sem avacalhar com o tópico que começou com bons comentários.

Zedosal
Veterano
# nov/10
· votar


Quais itens de segurança são caros???
isso afeta muito no preço final de um amp???
um amp de 5w é tão perigoso quanto um de 50w?

tatus
Veterano
# nov/10 · Editado por: tatus
· votar


Galera, pelo que andei pesquisando o ideal seria um ampli com o neutro separado do terra, mas como já foi dito aqui, não são todas as casas que tem terceiro pino verdadeiro, ou seja, não tem terra!
O ideal seria colocar um fio para fazer o terra em todo lugar que vocês forem tocar com qualquer ampli que tenha o terra e o neutro juntos.
Alguém já viu aqueles cabeçotes da Ciclotron, rsrs, eles tem um parafuso atrás que é o terra, então você pode pegar um fio, ligar lá e levar para alguma coisa aterrada, pode ser uma barra de ferro grande na grama.
Agora imaginem uma banda de baile que cada dia esta num lugar!!!!!
Essa dica é de um engenheiro elétrico.
Do mais temos as coisas que foram ditas aqui inclusive pelo Zé com toda sua boa vontade. (Todos em coro: Volta Zé!!!).
Dentre elas as chaves de boa qualidade, não usar chave ground e muito menos o capacitor ground(já houvi história de handmaker que colocou o capacitor sem a chave).
Ainda tem aquela velha saga repetida milhões de vezes aqui: não mexer no ampli com ele na tomada, usar uma resistência para descarregar os capacitores da fonte toda vez que ligar o ampli e desligar para mexer nele; sempre que for fazer medição manter uma mão junto ao corpo, no bolso... pô, olhem lá na primeira página que eu já estou começando a repetir.
Sou um novato ainda então provavelmente esqueci ou não sei outras dicas de segurança, logo alguém inclui mais alguma coisa.

banhaz
Veterano
# nov/10
· votar


eita que o topico ta rendendo!

Casper
Veterano
# nov/10
· votar


Olhe a figura abaixo:

http://tinypic.com/r/2dllzxt/7

http://i52.tinypic.com/2dllzxt.jpg

PONTO A

A grade pode entrar em curto com a placa (anodo), e
se C10 falhar, uma tensão perigosa aparece na entrada
do amplificador.


PONTO B

Isolação do transformador da fonte, se falhar, a
fase da rede elétrica pode entrar em contato com
o terra do amplificador. Se esse não estiver
devidademente aterrado, o terra será vc.
E pode ser enviado para baixo da terra.


Ponto C

Isolação do trafo do falante, se falhar, pode colocar
uma tensão perigosa na bobina do alto falante, o
que pode ser perigoso, caso vc acople algum sinal
direto dos terminais do mesmo.


Ponto D

Uma falha no retificador pode causar dano
nas duas válvulas, com resultados diversos.

beu
Veterano
# nov/10
· votar


Zedosal
um amp de 5w é tão perigoso quanto um de 50w?

a questão não é potencia, mas a tensão q as valvulas precisam pra trabalhar.

Se tiver 1 válvula de pré, vc vai ter q lidar com tensão de 250V Dc.
Se tiver 1 válvula de potência, vc vai ter q lidar com tensão acima de 350V chegando a 600V DC

Keefchards
Veterano
# nov/10
· votar


Ramsay

Mas, esse link que vc passou é de 2007.
E estou me referindo a montagem da parte interna, se ela vem como aparece nas fotos do site da Tubeamps, ou seja, montagem bem feita com turrets e componentes de qualidade, sacou?
Quando o seu kit chegar eu sugiro que tire uma foto da parte interna e poste aqui para sabermos se eles continuam fazendo aquela montagem de qualidade.
Abç.


Segundo o site e emails trocados com ele, vem a placa com turret lugs e todos os componentes e o chassis e tal..
vlw

Curly
Veterano
# nov/10
· votar


ogner
Estragaram o tópico.

Parabéns a todos os chatos do FCC!!!!


obrigado mano ! a gente se esforça !

rsf
Veterano
# nov/10 · Editado por: rsf
· votar


zefonseca

é velho...aqui é dificil...pelo jeito a dificuldade de intelecção de alguns no FCC continua a mesma..nem esquenta..
vc fez a sua parte..

caso vc não tenha vazado de vez e não seja algo muito trabalhoso, teria como vc enviar em MP quais foram as mudanças que seu amigo fez no hot rod, aquele que vc citou lá atras ? pelo menos o que for mais importante para ser mudado..
gostei dessa possibilidade...se for possivel vou pedir para o Carlos Adolphs fazer no meu..hehehehehe...

Ah, antes que eu esqueça..

velho, parabens....li as treze páginas desse tópico e cheguei a duas conclusoes...

1) não existe valvulado de 1000 reais feito à mão que preste (isso concluí já na primeira pagina);

2) vc tem uma paciência de monge tibetano...(isso concluí nas outras doze....)

um abraço.

Grimc
Veterano
# nov/10
· votar


Pois eu digo que eu achei os argumentos desse tópico realmente relevantes, não participei dele porque os meus conhecimentos em eletrônica são realmente baixos (sei arrumar radinho de pilha no máximo), mas enfim, eu estava pra comprar um Basic Blues da electrontubes, mas decidi aguardar mesmo até poder pagar por um Orange Tiny Terror.


É o preço que se paga por usar uma tecnologia de mais de meio século... Eu realmente acho que já é a hora para começar a procurar algo que substitua os valvulados sem perder o timbre característico.

kaskudo
Veterano
# nov/10
· votar


Casper
A) supondo que a grade entre em curto com a placa e o capacitor entre em curto também (muito azar):
a corrente vai circular entre a grade, o captador da guitarra e o terra. antes da grade há um resistor de 100k, ele formaria um divisor de tensão com o captador (cerca de 10K, em média), resultando numa tensão de uns 30V(inofensiva), isso com a guitarra plugada. se não houver nada plugado ao amp, a tensão vai a zero, porque o jack de entrada fecha curto com o terra. se, no pior dos casos, o cabo estiver conectado, e o infeliz encostar na ponta do plug, vai levar um pequeno susto, mas nada fatal, pois a corrente sera de cerca de 3mA. mas seria muito azar, mesmo.

B)isso pode acontecer em QUALQUER aparelho que usa uma fonte de alimentação ligada à tomada, desde um playstation até seu PC.




C) a bobina do falante tem impedancia baix[issima em relação a fonte do amp. a tensão ali, no caso, vai a quase zero.


D) o mesmo de B)


zefonseca

existem, sim amps bons por R$1000,00 ou até menos. só não são amps de boutique, com capacitores "Louis Vuitton". basta que o handmaker tenha conhecimento técnico verdadeiro, e siga as normas de segurança exigidas na confecção de qualquer dispositivo eletro-eletronico e respeitem as classes de isolação dos materiais usados.
um capacitor Sprague não é mais seguro que um Epcos, pode ser mais preciso e até gerar alguns harmonicos "espirituais", como gostam os puristas e audiófilos. (já vi Sprague com valor alterado e em curto)
existem muitas maneiras de baratear um projeto sem comprometer a segurança. pode até não ter o mesmo "mojo" de um amp de boutique, mas com certeza agradará seu proprietário, e não vai deixar de ter o belo e único timbre de um valvulado.

a todos

existem várias propostas ao se oferecer um produto ao mercado. tem produtos para consumidores de alto poder aquisitivo, que valorizam a griffe do produto, acabamento luxuoso, componentes hi-tec e por aí afora. existem também os produtos destinados ao consumidor mediano, que quer um produto que cumpra o que promete, nem mais, nem menos. e tem o consumidor "camelódromo" que quer um produto principalmente barato, com a qualidade em segundo plano. esse sim, é o que quase sempre compra gato por lebre.

vi muita generalização e alarmismo desnecessário nesse tópico, e muito achismo sem nenhum embasamento técnico. sou Handmaker, e produzo SIM bons amplificadores a menos de R$1500,00.

pedrojob
Veterano
# nov/10
· votar


Sera que amplificadores Alien, sao bons e de confiança?

janick
Veterano
# nov/10
· votar


Sensacionalismo demais na minha opinião minha gente.

Vou explorar alguns pontos aqui:

Foi feita uma generalização. Assim como eu não conheço todos os handmakers e os seus trabalhos, sei que o zefonseca também não conhece. Então podem estar sendo lesados agora por este tópico vários bons handmakers que ganham seu sustento honestamente, construindo produtos de boa qualidade.

Foram constatados aqui apenas possíveis problemas, e não casos reais de pessoas que foram eletrocutadas ou tiveram acidentes graves aqui. Foram trabalhadas apenas hipóteses. Acho louvável a intenção de advertir os usuários acerca dos perigos, mas não acho interessante passar do ponto e chegar a denegrir o trabalho de outros profissionais.

Olha, e outra coisa. O nivelamento dos preços dos handmakers se dão muito pelos preços praticados no mercado nacional; tantos das marcas internacionais quanto nacionais. E pelo motivo dos profissionais autônomos não pagarem tantos impostos ou terem tantos custos quanto as grandes marcas - sem falar no preço do nome - é possível ter um amplificador mais barato com componentes de qualidade equivalente ou superiores do que os concorrentes em sua mesma margem de preço no mercado.

Então, não vejo porque amplificadores de pouco menos ou mais de R$1000,00 terem uma boa qualidade para o músico de nivel médio/profissional que necessita de uma boa opção de amplificador. E em matéria de timbre, é como sempre falamos aqui, além do amplificador em si, importante mesmo é saber regular e tocar!

Aí equipamento vira o coadjuvante, e o guitarrista volta para a posição que é dele, que é de protagonista desse filme ;)

tatus
Veterano
# nov/10
· votar


Então a gente podia começar a parar de julgar a opinião dos outros né?
Então, se jogarmos fora tudo que é opinião, e opinião sobre outras opiniões quem sabe a coisa volte a ser interessante!
Vamos começar a levantar o preços.
Na minha cidade para eu mesmo enrolar um transformador de força para um bassman 50W como estou fazendo tenho que comprar 4 tipos de fio, aqui consigo pagar 15 reais em média para cada 1/2 kilo, ou seja, são 60 reais, é claro que vai sobrar fio para outras aventuras mas não muita coisa porque não é bom emendar.
Então colocamos 50 reais + 30 de ferro 12000 gauss(38x45), dá 80 reais, mas esse preço é no varejo. Se eu comprar em quantidade vai sair a baixo de 60 reais o custo do transformador de saída já contando também com o isolamento, fios, fita de cobre, carretel e protetor térmico para os fios dos enrolamentos não se tocarem.
Vou chutar 100 reais os dois transformadores por baixo sem contar mão de obra que seria colocada no final para especular um preço de venda do ampli.
Vamos colocar que eu use:
2 x 12ax7; 20 dólares
1 x 12ay7; 10 dólares
2 x 6L6. 30 dólares
São 60 dólares + envio se comprar em pequena quantidade.
Vamos supor que o envio saia barato então são +/- 140 reais + 60% se vier por USPS. Vamos colocar por baixo 200 reais. A não ser que o cara esteja disposto a gastar quase 5 mil em válvulas descentes não vai conseguir pagar muito mais barato que isso.
Até agora temos 300 reais de custo.
Agora vamos supor que use MDF(eu não usaria), então vão ter 50 reais de custo de madeira. Temos também as ferragens como pé, alça, cantoneira, etc... Vamos colocar que isso + o chassis saia barato em 100 reais.
Vamos colocar agora os soquetes, os knbos, os potenciômetros(meia boca), as chaves, porta fusível, fios internos, porcas, parafusos, o painel dianteiro e quem sabe o traseiro + qualquer trabalho de serigrafia ou coisa parecida e vamos colocar também as ferramentas(não o custo total mas o equivalente a uma parcela de uma parcelamento de 24 meses, como se tivesse sido feito um empréstimo para comprar as ferramentas), furadeira de bancada, serra de disco, tupia, osciloscópio de pc rsrs, solda, computador, gerador de sinal, só coisas básicas e fáceis de obter, vamos colocar o curvin também, pode colocar nisso uns 200 reais no mínimo para os entusiastas porque sai bem mais que isso.
Ao todo até agora só deu 600 reais.
Agora vamos para os componentes
Não importa se você gaste 100 ou 200 reais, pode muito bem fazer uma fonte que suporte 800V em regime permanente de trabalho com qualidade se fizer associação de capacitores, e nem precisam ser dos caros. Então vou colocar no mínimo 50 reais, para uma coisa razoável em termos de eletrolíticos.
Para fazer um cálculo geral e colocar as coisinhas que falta como placa de fenolite, turrets, resistores, outros capacitores, fuzíveis, etc... coloca 150 reais de cuso.
Então temos ao todo +/- 750 reais de custo para fazer uma coisa sem muito luxo.
Agora se quiser comercializar isso seriamente vai ter que levar em consideração a bocada do leão que não sei ao certo mas não foge muito de 20% de IR, então 20% + 750 reais = 900 reais.
Já estava me esquecendo do falante (nesse caso 1 só).
Vou colocar o preço muito por baixo para arredondar!! 100 reais
1000 reais de custo todo o ampli
Vou supor que o cara faz tudo sozinho e vende ilegalmente para tirar IPI, ICMS, PIS, COFINS, encargos trabalhistas e outros tributos.
Então temos que com muito capricho o cara consiga na minha cidade fazer artesanalmente algo com o custo de 1000 reais, sem contar energia elétrica. Se ele cobrar menos de 2000 mil é um troxa!
Se esse processo passar a ser industrial as coisas mudam de conversa.
E nem tem grande diferença desse para um SE de 20W.
A diferença é que vai usar duas válvulas a menos, uma de pré e outra de power, ou seja, 50 reais a menos, alguns componentes, e o falante pode ser de 10 polegadas. Não vai ter tanta diferença no resto, só a caixa vai ser um pouquinho menor.

MMI
Veterano
# nov/10
· votar


tatus

Só para clarear suas contas... Fazendo sozinho, alguém com certa habilidade... Quantas horas de trabalho?

Grimc
Veterano
# nov/10
· votar


MDF(eu não usaria
Pq não?


Alias, já vi caixa de OSB, e soou bem, huehue

MMI
Esse ponto é relevante, já que muitas vezes o ampli sai ruim não por causa dos componentes, mas da mão de obra "enjambrada". Já fiz um ampli SS pra mim uma vez, e me lembro de ter usado tanta fita isolante e crepe que com uma semana de uso deu mal contato e estourou o falante, HEUHAUHEUHAEUH

tatus
Veterano
# nov/10 · Editado por: tatus
· votar


MMI, isso só vai importar se a demanda for grande. Muitos procedimentos serão em série mesmo se for uma pessoa só, ninguém vai fazer placa por placa, vão fazer 100 de uma vêz e deixar lá saca. Minha hora dura menos porque gosto de fazer as coisas com certa paciência, sou enjoado e repito um mesmo procedimento até ficar bom quando quero fazer alguma coisa definitiva. Mas para uma pessoa que tem a capacidade de fazer as coisas rápidas e com eficiência, levando em consideração que ele faça tudo isso em casa vai depender de alguns fatores. Principalmente enrolar os transformadores que demora horas manualmente, algumas a menos se tiver uma bobinadeira profissional. Tem também o chassis, se for padrão e fazer o mesmo esquema da placa, ou se terceiriza a feitura do chassis.
Não vira agente ficar especulando porque cada um faria de um jeito dependendo da região do Brasil que faz sim grande diferença.
Grimc,
MDF é uma porcaria tanto acusticamente(minha opinião) quanto na resistência, qualquer batidinha ele já marca(fato).
OSB é bem melhor acusticamente e mais resistente até que o compensado, mas só verticalmente, horizontalmente empata. O grande problema é que para trabalhar com OSB de qualidade na espessura desejada tem que comprar 80 placas de uma só vez já que esses não tem comércio. Sai uns 7 mil reais; Você encontra no varejo a qualidade tapume e multiuso, de no máximo 15mm que são os mais usados. Realmente é difícil encontrar outros tipos.
Se for fazer com curvin legal, mas se quiser acabar na madeira vai ter que pegar um modelo próprio para a industria moveleira e de uma espessura maior como 22mm e 25mm.
Só que se vc for fazer combo ou gabinete para valvulado com OSB deve haver um bom sistema de refrigeração já que ele é isolante térmico também.

Elvenfoot
Veterano
# nov/10
· votar


Bom. Relembrando aquele primeiro tópico inicial...

Eu discordo com o Zé, o amplificador não precisa ter as melhores peças do mercado para ser um amp bem legal para o seu preço. Eu mesmo possuo um valvulado handmade que foi barato, e acho muito bom.

Seria a mesma coisa que você pegar um carro popular, e dizer que como ele não tem um motor 7.0, Freios ABS, 4 air-bags por passageiro e cinto de segurança inteligente, ele não seja nem bom, nem seguro. É um carro simples, não tão seguro nem confiável como um de luxo, mas pelo preço é ótimo.

Mas de fato valvulados são perigosos caso sejam feitos por pessoas sem muita noção de eletrônica, mas o fato é que pela complexidade do circuito em sí, é difícil aparecer um handmaker completamente picareta por aí.

nichendrix
Veterano
# nov/10 · Editado por: nichendrix
· votar


Elvenfoot
o amplificador não precisa ter as melhores peças do mercado para ser um amp bem legal para o seu preço.

Isso pode ou não ser verdade, tudo depende de parâmetros, do referencial usado. Querendo ou não a qualidade dos componentes, via de regra, aumenta a qualidade e a confiabilidade do produto final. Consequentemente, quanto maior a qualidade dos componentes, a tendência é ser melhor a qualidade e a confiabilidade do produto.

Só que a montagem também influência a qualidade do produto, logo componentes ruins se montados por um técnico muito competente, podem dar uma qualidade razoável, mas a confiabilidade não vai ser a mesma de um produto montado com componentes de alta qualidade.

Outro fator é a qualidade percebida, pra quem tem pouca prática com um determinado produto, qualquer um serve, ele não tem parâmetros para avaliar a qualidade daquilo, pois ainda não tem prática com este produto, entretanto, a medida que a pessoa adquire mais conhecimento, ela vai mudando seu padrão de avaliação, alguém como o zefonseca que tem conhecimento técnico de como construir a coisa, vai ter um nível de exigência bem superior ao menino de 14 anos do FCC que vai comprar o primeiro amp.

Seria a mesma coisa que você pegar um carro popular, e dizer que como ele não tem um motor 7.0, Freios ABS, 4 air-bags por passageiro e cinto de segurança inteligente, ele não seja nem bom, nem seguro. É um carro simples, não tão seguro nem confiável como um de luxo, mas pelo preço é ótimo.

Novamente depende do referencial, por exemplo para a Lei de Trânsito Brasileira Gol, Palio, Celta, Corsa, são todos carros seguros e adequados. Porém do jeito que são vendidos no Brasil, nenhum deles entraria nos EUA, Europa, Japão ou afins, pois pela lei de trânsito, eles não são seguros, justamente porque não tem os airbags, ABS, sinto de segurança com pré-tensionador e por aí vai. Eu já vi um Palio modelo exportação, os que a Fiat manda pra Europa, o carro sai pela metade do preço no Brasil e tem tudo que o Palio brasileiro não tem nem como opcional, se muito você encontra como opicionais no Siena HLX ou Palio Weekend HLX.

Então se não há parâmetros para análise, tudo pode ser bom e tudo pode ser ruim, acho que o problema dessa discussão é que cada um usa o seu parâmetro para análise, o zefonseca usa a expertise técnica dele, os usuários de handmades usam o seu gosto pessoal e o preço atrativo, os trolls usam a falta de bom senso e por aí vai, logo nunca vai se chegar uma discussão coerente.

o fato é que pela complexidade do circuito em sí, é difícil aparecer um handmaker completamente picareta por aí.

Cara, circuito de valvulado pode ser tudo, menos complexo!

Qualquer técnico de video-cassete trabalha no dia a dia com circuitos muito mais complexos. A diferença mesmo é que hoje em dia é difícil ter acesso a esse conhecimento, mas ele é bem básico e um técnico competente de eletrônica saca a lógica de construir um valvulado rapidinho, pois o circuito é bem arcaico se comparado ao padrão atual de eletrônicos.

Um dos motivos de você ver tanto handmaker fazendo cópias de Bassman, Twin Reverb, Marshall Plexi e afins é porque são circuitos ridiculamente simples, agora procura ver quantos conseguiriam copiar um Mesa/Boogie, Soldano SLO, Bogner, Egnater, etc... Nenhum desses amps tem circuitos ultra-complexos, mas são circuitos bem mais sofisticados que um ponto a ponto de 50 anos atrás, exigem mais precisão e mais conhecimento e recursos, algo que muitos dos tais handmakers não tem.

Enfim, eu acho válido alguém levantar a questão da segurança, dos custos, da qualidade desses produtos. Isso não denigre a imagem dos handmakers, só mostra que pelo menos alguns estão atentos ao trabalho deles e que de certa forma eles tem que ficar espertos para isso, caso contrário correm o risco de perder clientes, ou pelo menos aqueles que entendem o suficiente para avaliar o trabalho deles com mais profundidade.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Não existe valvulado de R$ 1000 feito à mão que preste.