G.A.S dos 500 talkeis liberados para saque das contas do FGTS

Autor Mensagem
LeandroP
Moderador
# 01/ago/19 15:02
· votar


Buja

Só pra você ter uma ideia, eu moro em SBC.

Aonde você mora, o apê pode custar um terço do valor daqui também.

Aliás, o valor do aluguel, via de regra, é em torno de 0,5% do valor do imóvel.

LeandroP
Moderador
# 01/ago/19 15:02
· votar


E agora?
Compro uma casa ou compro um pedal?

rs

Buja
Veterano
# 01/ago/19 15:07
· votar


LeandroP

Eu moro em Contagem/MG, 23km do centro da capital.

Aqui nao sei, se em todos os lugares e imobiliarias é assim, mas meio porcento é muito alto. Os apes aqui da MRV estão pra venda na faixa de 180-200 mil.
0,5% seriam 1000 reais, fora condominio. Te juro, valor impagavel de aluguel pra um apto 38m². Isso se paga somente mais proximo do centro de BH, faculdades, etc.

Quando sai do apto, tinha outro mrv que o prop. estava pedindo 450/mes (os aptos sao todos iguais rsrs). A diferença é que no dele, estava mais stock, enquanto no que eu morava está mais mexidinho (pia melhor e piso melhorzinho)

Buja
Veterano
# 01/ago/19 15:07
· votar


E agora?
Compro uma casa ou compro um pedal?



Bota ordem na casa, modera!

LeandroP
Moderador
# 01/ago/19 15:19
· votar


Buja
valor impagavel de aluguel pra um apto 38m²

Se o cara tiver uma ereção, tem que abrir a janela rs

felipe bento pereira
Membro Novato
# 01/ago/19 15:20 · Editado por: felipe bento pereira
· votar


estou pasmo com uns comentários aqui!!!
melhor eu ficar na minha porque a coisa vai render demais aqui!!!... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

tem um curso online de educação financeira que vão abrir as vagas na segunda feira!!! hahahahahahaha
e eu já dei essa ideia de incluir a educação financeira na grade escolar, não obtive resposta, enfim!...
mas é certo, e todos concordam (quase todos...) que a corrupção em geral prejudica e muito no desenvolvimento do país, independentemente se o que foi roubado foi um pedaço de picanha no supermercado ou o desvio de bilhões, isso é um efeito cascata, borboleta, dominó o que seja, todos saem perdendo!!
Reflitam!

Buja
Veterano
# 01/ago/19 15:23
· votar


O apto é tao pequeno que minha esposa quase emgravidava quando eu passava na cozinha pra ir na geladeira e ela tava lavando louça na pia...
ehhh detalhes a parte, temos crianças no recinto haha.

As paredes parecem de isopor. Tanto que cheguei a desafabar aqui no forum, que eu tinha um violão e tive que vender. Nao dava pra tocar sem o vizinho interfonar em casa. Fora liquidificador ligado, realmente nao da.
Salto alto andando pela casa, dava briga de condominio. Latido de cachorro reverberava mais do que um Hall of Fame conseguiria fazer.
Se fritar peixe, o bloco todo sente o cheiro.

Pagar 200 mil naqulo? Ou 1000 de aluguel? rsrsrs.

renatocaster
Moderador
# 01/ago/19 15:28
· votar


Del-Rei

É por isso que eu fico puto quando o governo inventa

É aquilo, né...o governo muito ajudaria se não atrapalhasse a vida das pessoas. Mas para atender as demandas de grupelhos influentes, castas, feudos, tudo em troca de favor/dinheiro, eles fodem a população sem a menor cerimônia.

E a gente, daqui de baixo, fica igual gado discutindo qual ideologia é melhor, escolhendo político de estimação, virando torcedor de partido A ou B...ou seja, comportamento complacente de quem não leva política a sério e depois quer ficar só reclamando. Se a gente não leva a sério, não cobra, não bota o pau na mesa, escolhe mal seus representantes...pq eles vão se importar? Vão é ficar usando a máquina pública em benefício próprio mesmo.

MMI
Veterano
# 01/ago/19 17:25 · Editado por: MMI
· votar


Estou num dia ruim, péssimo. Deixa destilar minha raiva...

FGTS... Isso aí é uma grana que se deixasse de existir, uma fração mínima iria para o trabalhador, na minha opinião. Também penso que uma fração viraria lucro para o empregador, talvez por uma questão de pressão do mercado iria baixar preços finais. Complicado saber o que é melhor, mas existe a possibilidade de que seja continuar a existir, mas o problema é a ineficiência da coisa pública, má gestão e corrupção. Por incrível que pareça, hoje pode ser que o melhor seja o trabalhador continuar a ter esse dinheiro mal gerido, indo para um ralo de ineficiência e corrupção, sobrando umas migalhas - isso vale para o INSS, que cada vez vai ser mais difícil de pagar uma aposentadoria, cada vez menor.

Educação financeira de fato seria uma excelente saída. Só que não só financeira, mas educação de modo geral. Sobre Educação financeira, no último sábado fui convidado a uma palestra de uma pessoa famosa e achei muito fraco, mas se fosse resumir em uma palavra seria: poupar. Vale uma breve história da minha "poupança". Quando era jovem, veio um presidente legitimamente eleito e levou tudo, inclusive com um "imposto compulsório" que tive que entrar com processo para receber de volta e perdi o dinheiro e a custa processual. Mais tarde tomei um golpe, depois outro golpe, hoje perdi o dia correndo atrás de um novo golpe. Muito dinheiro eu perdi, se não me cuido o "muito" vira "tudo".

O sistema financeiro e bancário é confiável? Para mim não. Alguém pode retrucar, mas existem leis. Mas dá para confiar no Legislativo e Judiciário nacional? Para mim não, menos ainda. Já põe no mesmo saco o Executivo, que os últimos presidentes andam fazendo fila para ir para cadeia por roubarem bilhões. Aqui e acolá existem pessoas de boa vontade, gente de bem, que vale a pena trabalhar, investir tempo, que talvez faça a vida render e o esforço valer a pena. Só que como sempre falam: o Brasil não é um país para amadores. Tem que cuidar porque numa hora vem uma naba grande, por mais educação financeira que se tenha.

Leandro, amigo... Compra o pedal e pega o troco e vai se divertir (na raiva ia falar para ir para a casa das donzelas, mas achei que era melhor não).

Buja
Veterano
# 01/ago/19 17:35 · Editado por: Buja
· votar


MMI
Estou num dia ruim, péssimo.
Desejo que melhore algo ainda hoje.


O sistema financeiro e bancário é confiável? Para mim não.

E nao é mesmo. O governo tambem tem algum controle sobre eles.
Meu pai me contou a historia do Collor, nao sei nem estudei sobre, mas realmente da fatos de que o governo manda na parada toda.

Na verdade, a nota nao vale nada sem a legislação do governo.
Se todo mundo resolvesse guardar dinheiro no travesseiro, e todo mundo resolvesse cavar um poço artesiano no quintal, e começassem a arar o terreiro pra plantar arroz e feijão, e começassem a produzir seus proprios fios e fazer seus tecidos e costurar suas roupas....subsistir...o governo simplesmente tiraria o valor da moeda e pronto....aquele dinheirão em moeda..nao vale merda. (Até rimou!)

Dinheiro na verdade é uma propriedade do estado, esteja ele onde for.
A verdade nua e crua é essa.

HortaRates
Membro
# 01/ago/19 17:58
· votar


Buja
Dinheiro na verdade é uma propriedade do estado, esteja ele onde for.
A verdade nua e crua é essa.


Eu acho que você está errado. Dinheiro é uma entidade imaginária do qual o valor depende da crença das pessoas. O governo pode até tentar forçar alguém a aceitar ou não aceitar alguma mudança, mas se isso vai ser efetivo ou não depende da aceitação das pessoas.
Desse jeito, qualquer coisa pode ser, e provavelmente já foi dinheiro: papel, ouro, sal, sementes, pedras, bitcoin, etc.

Del-Rei
Veterano
# 01/ago/19 18:41
· votar


HortaRates
Dinheiro é uma entidade imaginária do qual o valor depende da crença das pessoas.

Caramba... depende da crença das pessoas...... Se superou, cara! O.o

Dinheiro (utilizado no nosso sistema financeiro) representa a riqueza de uma sociedade, tem relação direta com o que se tem de valor no país. Tanto é que não se pode simplesmente imprimir mais dinheiro pra resolver problemas.

renatocaster
Vão é ficar usando a máquina pública em benefício próprio mesmo.

Verdade. E detesto ser o pessimista, mas não vejo perspectiva de melhora....


Buja
Dinheiro na verdade é uma propriedade do estado, esteja ele onde for.

E digo mais. As propriedades "privadas" que compramos com o dinheiro, não são exatamente propriedades absolutas. Você compra um apartamento ou um carro e fica feliz da vida. Experimenta não pagar o IPVA ou o IPTU pra ver se suas propriedades não estarão em risco... Tem gente que quando escuta o termo "penhora" até treme.


MMI
hoje perdi o dia correndo atrás de um novo golpe. Muito dinheiro eu perdi, se não me cuido o "muito" vira "tudo".

Que brabeira, heim cara. Espero que tudo se resolva aí...
:/

Um aceno de longe!!!

LeandroP
Moderador
# 01/ago/19 18:46
· votar


MMI

Eu não tenho mais saldo de FGTS, mano rs

LeandroP
Moderador
# 01/ago/19 18:47
· votar


Buja
Bota ordem na casa, modera!


rs

HortaRates
Membro
# 01/ago/19 19:25 · Editado por: HortaRates
· votar


Del-Rei
Depende sim da crença das pessoas. O dinheiro não tem nenhum valor implícito. É só um pedaço de papel.
Você dá uns pedaços de papel pra alguém e essa pessoa te dá algo que, de fato, possui valor, em troca. Pode ser comida, um carro, um apartamento, uma guitarra.
Se essa pessoa não acreditar mais que o papel vale algo, ela não vai te dar algo em troca.

No fim das contas, as pessoas acreditam nas leis que o governo aprova. Mas mesmo assim, depende da crença das pessoas no seu governo.

Dinheiro, empresas, governo... Essas são todas entidades imaginárias. Elas não existem fisicamente, não são indivíduos. Elas dependem todas da crença popular.

Se você acha isso muito viagem, leia o livro "Homo Deus", sequência do "Sapiens", do professor Yuval Hahari. Ele, obviamente, explica essas questões de forma muito melhor.
É um antropólogo e autor respeitado, te garanto que não é um Olavo de Carvalho da vida.

renatocaster
Moderador
# 01/ago/19 21:37 · Editado por: renatocaster
· votar


MMI

Estou num dia ruim, péssimo. Deixa destilar minha raiva...

Pô, Maurição...Não sei exatamente do que se trata e nem o tamanho do problema que fez te deixar assim, mas espero que fique tudo bem por aí...

MMI
Veterano
# 02/ago/19 09:39
· votar


renatocaster
Del-Rei

Poxa, amigos... Não falei nesse sentido não. :)

Só mais um tombo, a gente vive levando esses golpes. O balanço final é que isso aqui é uma terra de fortes, a gente toma porrada de tudo que é lado e eventualmente vem uma de onde não se espera. Educação financeira, dinheiro, isso aqui é assunto para lá de complexo. Isso aqui é faroeste, a gente toma pancada, cai, mas cai de pé e sai distribuindo porrada também. Chuck Norris é mocinha aqui. kkkkkkkk

lamas92
Membro Novato
# 02/ago/19 10:03
· votar


MMI
Estou num dia ruim, péssimo. Deixa destilar minha raiva...

O sistema financeiro e bancário é confiável?

Espero que esses problemas passem logo... Tudo é fase, sejam boas ou ruins... Mantenha a fé. Aqui, quando o bicho pega durante o dia, faço uma caipirinha pra espairecer...

Eu parto do princípio que o dinheiro tem 3 finalidades:
- sobreviver - pagar conta, comer, vestir, etc.
- viver - um escape, seja um jantar fora de vez em quando, um chopp, uma viagem, uma compra... ou seja, algo que valha o sacrifício das horas trabalhadas e que te dê prazer. Todos temos que ter um tipo de escape e isso sempre custa dinheiro.
- reserva - dor de barriga não dá uma vez só e quando dá, vc precisa estar preparado tendo de onde tirar. Vale pra quem ganha 500 tanto para quem ganha 500 mil. A diferença é a proporção do quanto vc pode disponibiliza dentro da realidade.
O princípio básico é viver com menos do que eu ganho. Lógico, tem meses em que isso falha... (Agora mesmo estourou o aquecedor de gás e também a pia... Show... #SQN)

Também passei pelo Plano Collor e o empréstimo compulsório da Zélia... Naquela época meu pai ia trocar de carro e dias antes da eleição ele tirou tu-do dos bancos e deixou literalmente debaixo do colchão. Meus tios riram, porque o dinheiro perdia valor diariamente... Até o dia em que não riram mais. E depois meu velho comprou um Passat TS c/ 4 anos de uso só pra não ter que "emprestar" (pra sempre) pro Governo...

Justo por isso não guardo tudo em banco, nem em casa, mas diversificando e nunca colocando tudo no mesmo pote, caso a "casa caia". Comprei um imóvel (mesmo sabendo que é mais prático e rentável alugar do que comprar - mas o comprado está ali, palpável), comprei carro (é pra uso também vai desvalorizar), compro coisas que eu goste (dentro das possibilidades e sem peso na consciência) e tenho reservas em vários locais, inclusive fora...

Aí eu olho para R$ 500 e penso nele sempre repartido nesses pedaços. Como disse, não é pouco, não é muito...

T-Rodman
Veterano
# 02/ago/19 10:37 · Editado por: T-Rodman
· votar


ultimamente a vontade é de comprar uma chácara ou sítio, comprar um rifle, cercar de arame farpado o lugar e viver lá num bunker - aprendendo hidroponia em subsolo rs.

lamas92
Membro Novato
# 02/ago/19 10:50 · Editado por: lamas92
· votar


ultimamente a vontade é de comprar uma chácara ou sítio, comprar um rifle, cercar de arame farpado o lugar e viver lá num bunker - aprendendo hidroponia em subsolo rs.

T-Rodman
Vejo muito vídeo de gente que vive uma realidade paralela a que vivemos hoje... Gente que vendeu tudo, desapegou, comprou um barco e foi pro mar ser feliz.
Vivem com menos, gastam menos, tem menos preocupações e mais tempo de qualidade... Praticam no cotidiano o desapego.

Não é pra mim, mas penso todo dia em morar em uma cidade menor que tenha boa praia... (por lá 500 táoqueis valem mais, não?)

felipe bento pereira
Membro Novato
# 02/ago/19 11:59
· votar


mas será que com esses quinhentão da pra comprar um trio malagoli?? hahahahaha (sei que dá)

Buja
Veterano
# 02/ago/19 15:58
· votar


felipe bento pereira

Acho que nem rola hein. O trio ja beira 700 mangos.

Ramsay
Veterano
# 02/ago/19 22:39
· votar


Como eu já tirei tudo do meu FGTS, anos atrás, eu não tenho direito a esses 500 merreis.
Mas, se tivesse eu doaria esse dinheiro para causas nobres (será mesmo?) como evitar o desmatamento da Amazônia.

Ken Himura
Veterano
# 10/ago/19 13:30
· votar


Buja
Nao creio nessa de gente endividada sem ter se endividado mano. Nao creio mesmo.
Tava conversando o mesmo com a minha esposa esses dias. Chegamos à conclusão que quem é criado por funcionários públicos, pensionistas (mesmo que recebendo mixaria) e afins com maior estabilidade financeira em relação a receber certo todo mês (no máximo com um atraso de uns dias) tem graves problemas em relação a dinheiro. E temos que levar em conta que ser "funcionário público" e "concursado" é meta de vida de uma parcela relevante da população desde os anos 70. É só ver como é concorrido qualquer concurso que garanta melhor estabilidade, independentemente da remuneração. Concursos tipo PF, ABIN, Itamaraty, analista do Senado e afins, então, tem gente que fica tentando mais de 10 anos sonhando com um cargo (de merda) que permita ganhar seus mais de 10 mil talkeis iniciais.

Geralmente só faz escolhas mais acertadas quem passa perrengue e sabe que não tem como garantir o dia de amanhã - escolhas como guardar dinheiro todo mês pra eventualidades e não estourar cartões de crédito. Ou quem já tem muito dinheiro desde sempre - esses têm educação financeira de berço, vários livros exemplificam isso.

A discussão surgiu quando comentei que não entendia como via tanta gente na rua com carros novos em versões desse ano ( VW T-Cross, Audi S4 e Q3, BMW X5 e X3, várias Mercedes, várias Range Rover Evoke etc - nego comprando carro de mais de 200 mil talkeis aí a torto e a direito) seja aqui no nosso bairro (Freguesia) seja no Centro do Rio ou em Botafogo (onde costumamos andar pela faculdade e assuntos profissionais). Até no Centro de Nova Iguaçu tô vendo carrão desfilando pra cima e pra baixo. O ponto era que eu não conseguia entender como e de onde nego tira dinheiro pra isso, enquanto nós dois estamos sofrendo pra caralho pra conseguir uns pingados por mês. Nossa conclusão é que o pessoal tem acesso a crédito e tá fazendo dívidas e foda-se, sem pensar no amanhã, principalmente porque sabe que o salário é certo no início do mês.

Enquanto isso, nós dois, universitários, sem achar emprego formal nas nossas áreas de atuação, tendo que fazer engenharia financeira pra poder sair pra tomar cerveja no boteco numa hora de lazer. E sem ter acesso a crédito pra fazer dívida que nem o pessoal aí.

HortaRates
Não dá pra trabalhar com o que "deveria ser", fazer leis sobre "como as pessoas deveriam se comportar" e governar baseado no "como eu acho que tem que ser".
Constituição de 1988 manda um aceno! o/

Enquanto se tivesse morado de aluguel num AP de mesmo padrão, e investido a diferença entre a parcela do financiamento e o aluguel, poderia ter o dinheiro pra compraram o mesmo AP a vista em 20 anos.
Na média do Brasil, isso funciona. Mas não mais no Rio de Janeiro, principalmente por causa desses últimos 15 anos, com valorização imobiliária pelo panamericano, copa e olimpíada. Um apartamento bom (leia-se que não seja um cubículo) até anda custando relativamente o mesmo independente do lugar (exceção: Leblon, óbvio). O problema é o aluguel. Não existe aluguel barato na cidade. É difícil achar um aluguel por valor inferior do parcelamento de um apartamento decente. Tem apartamento de 750mil ~ 1 milhão com aluguel na casa dos 5 mil. Um financiamento que eu vi simulado de um apartamento desses era 6 mil por mês por anos a perder de vista. Investindo a diferença entre o financiamento e o aluguel, você aplica mais ou menos mil talkeis por mês.

Em 20 anos, você teria um montade bruto, sem juros, de pouco mais de 200 mil. Você teria que ser um mago dos investimentos pra transformar esses 200 mil em 1 milhão.

E, a menos que você não se importe com localização, transporte público, trânsito, qualidade de vida etc, 200 mil não vai servir pra comprar nada no Rio. Nem um Range Rover Evoke, hahaha.

Mas aí a galera pode pensar "mas esse aluguel aí é muito alto! Deve ter algo por volta dos 500 ou 600 reais". E tem, se você procurar quitinete em favela ou quarto em apartamento dividido com outros (acho que o quarto é mais caro ainda). Aluguel mais barato que eu vi de um apartamento ok era 900 reais sem contas nem condomínio. E você moraria num lugar com poucas linhas de ônibus que param de rodar meia noite (a imensa maioria da frota sem ar condicionado), sem metrô nem trem perto (quase 1h de ônibus pra chegar em qualquer estação mais próxima de trem ou metrô), com comércio mais perto a 2km de distância.

No Rio de Janeiro, nada faz sentido.

Eu não acho que é falta de vontade, é falta de dinheiro.
Uma das maiores cargas tributárias do mundo, quase nada do arrecadado é revertido à população e você ainda acredita em falta de dinheiro?

HortaRates
Membro
# 10/ago/19 14:30 · Editado por: HortaRates
· votar


Ken Himura
Um financiamento que eu vi simulado de um apartamento desses era 6 mil por mês por anos a perder de vista. Investindo a diferença entre o financiamento e o aluguel, você aplica mais ou menos mil talkeis por mês.

Jogando no simulador imobiliário do Itaú, as parcelas começam em mais de 8 mil reais. E você precisaria dar uma entrada de 180 mil reais, no mínimo, porque o máximo valor que pode financiar é de 82% do apartamento. Eu acho que é necessário fazer uma conta aí pra ver qual vale mais a pena. Eu ainda aposto no que eu falei.
Mas pensa só: o banco tem dinheiro "infinito". Ele poderia comprar todos os apartamentos e alugá-los, se fosse o que valesse mais a pena pro banco. Mas ao invés disso, o banco financia o apartamento pra você comprar. Obviamente, se conclui que o banco ganha mais dinheiro (leia-se: tira mais dinheiro de você) com o financiamento.

Uma das maiores cargas tributárias do mundo, quase nada do arrecadado é revertido à população e você ainda acredita em falta de dinheiro?
Ok, a nossa alíquota tributária é alta. Mas e daí? Uma alta porcentagem em cima de um baixo valor é resulta em um baixo valor.
NÃO ADIANTA socar o brasileiro de imposto porque o brasileiro simplesmente não tem dinheiro. A arrecadação vai ser baixa porque simplesmente não tem de onde arrecadar.
Então sim, falta dinheiro! É óbvio, ululante! O Brasil não tem dinheiro pra ter uma boa infraestrutura, pra ter boas escolas, boa saúde, boa segurança... NÃO HÁ DINHEIRO.

É impressionante como todo mundo caiu no conto de que a "corrupção roubou o dinheiro do Brasil" e a "corrupção quebrou o Brasil."
NÃO P*RRA, NÃO!
Corrupção é horrível e deveríamos fazer os maiores esforços possíveis pra acabar com ela.
Mas falar que a corrupção quebrou o país é a mesma coisa que alguém estar com uma dívida de R$50 mil no cartão de crédito, e falar que quebrou porque um vagabundo roubou a carteira dele com R$50 reais dentro.

Não tem como nem começar a tratar o problema se a grande maioria das pessoas, mesmo as cultas, letradas e estudadas, como a galera do fórum aqui, não consegue nem entender qual é o problema.
Por isso tô saindo fora...

Ken Himura
Veterano
# 10/ago/19 19:21
· votar


HortaRates
A arrecadação vai ser baixa porque simplesmente não tem de onde arrecadar.
Arrecadação baixa? Aí você tá de sacanagem já. https://impostometro.com.br/

1,505 trilhão de Reais arrecadado em impostos de 01/01/19 até hoje de manhã.

O Brasil não tem dinheiro pra ter uma boa infraestrutura, pra ter boas escolas, boa saúde, boa segurança... NÃO HÁ DINHEIRO.
Claro que há, o que não há é eficiência no gasto desse dinheiro, em nenhuma esfera pública.

Eu acho que é necessário fazer uma conta aí pra ver qual vale mais a pena. Eu ainda aposto no que eu falei.
Como disse, ainda dá pra fazer, menos no Rio. Pelo menos não nas partes que é possível morar com um mínimo de dignidade.

Vamos lá, um pequeno exemplo. Aluguel por 20 anos x financiamento de 25. Apartamento de 2 quartos em Botafogo com média de 80 m², prédio não muito velho nem muito novo - 1.150.000$ à vista, no Zap Imóveis. O aluguel de um apartamento parecido nessa quadra é em torno de 4500 ~ 5200 + 1200 ~ 1500 de condomínio, fora outras contas, que vamos ignorar. No cenário de menor gasto 5700, no outro extremo 6700/mês. Vamos pegar a média, 6200.

O simulador online do Itaú em 25 anos a 80% do valor dá uma parcela inicial de 9800$ e a final de 3110$. Como os primeiros 10 anos são onde o banco entuba os juros, vamos supor que não caia de 9 mil nesse período e só depois comece a cair vertiginosamente o valor da prestação.

Se você não pagar nenhuma outra conta fora alguel + condomínio nesse período, a diferencia inicial entre prestação e aluguel vai ser 3600$ pra investir. Em 10 anos, devendo luz, telefone, internet e gás (muitas vezes água tá no condomínio embutida), você guardou 432 mil e tem ainda mais 10 anos pra guardar mais 670 mil no mínimo - sendo que agora os valores da diferença vão começar a cair a cada ano. Ou tem que arrumar um investimento que garanta 150% de retorno em 10 anos.

Simplesmente é inviável fazer isso nesse cenário do Rio. A estratégia aqui tem que ser diferente, mas partindo desse mesmo pensamento aí.

HortaRates
Membro
# 10/ago/19 19:40 · Editado por: HortaRates
· votar


Ken Himura
1,505 trilhão de Reais arrecadado em impostos de 01/01/19 até hoje de manhã.
Grandes bosta.

Vamos por em perspectiva. O Brasil possuía no fim de 2018, 208 milhões de pessoas.
fonte:
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-08/populacao-brasil eira-passa-de-2084-milhoes-de-pessoas-mostra-ibge

Ao mesmo, em 2018, o Brasil arrecadou cerca de R$2,388 TRILHÕES em impostos.
fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2018/11/21/brasileiros-ja-pagara m-r-21-trilhoes-em-impostos-em-2018-diz-associacao-comercial.ghtml

É grana pra caramba né? Mais ou menos. Dividindo a arrecadação pela população, o Brasil arrecadou cerca de
R$11.480,77 per capta em 2018.

Vamos por em perspectiva. Os EUA tinham uma população de 327 milhões de pessoas em 2018.
fonte: https://www.google.com/search?q=us+population+2018&oq=us+popul&aqs=chr ome.2.0j69i57j0l4.2495j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

No mesmo ano, o governo federal americano arrecadou US$3,33 trilhões. O equivalente a US$10.183,48 por habitante. Com o valor do dólar no fim de 2018, isso equivale a R$39.511,93 por habitante.

Veja bem. Os EUA, o país liberalzão da p*rra toda, sonho de todo empresário e de todo brasileiro médio que odeia pagar impostos, arrecadou quase TRÊS VEZES mais imposto POR HABITANTE que o Brasil no ano passado.

Aí você coloca na conta que, no Brasil, há muito mais gente em situação de risco e que precisa de ajuda do governo pra sobreviver que nos EUA.

Arrecadamos um trilhão no Brasil, mas temos quase 210 bilhões de pessoas. Você ainda acha que não falta dinheiro?


Vamos lá, um pequeno exemplo. Aluguel por 20 anos x financiamento de 25. Apartamento de 2 quartos em Botafogo com média de 80 m², prédio não muito velho nem muito novo - 1.150.000$ à vista, no Zap Imóveis. O aluguel de um apartamento parecido nessa quadra é em torno de 4500 ~ 5200 + 1200 ~ 1500 de condomínio, fora outras contas, que vamos ignorar. No cenário de menor gasto 5700, no outro extremo 6700/mês. Vamos pegar a média, 6200.

Você se esqueceu que quem comprou o apartamento também paga condomínio. Logo, o valor médio a se considerar é R$4850. Isso faz que a diferença inicial suba para R$4950.

Faça as contas na ponta do lápis meu caro. Você vai ver que essas regras valem até pro Rio.

Ken Himura
Veterano
# 10/ago/19 21:13
· votar


HortaRates
Você se esqueceu que quem comprou o apartamento também paga condomínio. Logo, o valor médio a se considerar é R$4850. Isso faz que a diferença inicial suba para R$4950.
Verdade, mas não faz diferença a longo prazo por motivos que veremos abaixo.


Faça as contas na ponta do lápis meu caro. Você vai ver que essas regras valem até pro Rio.

Você vai juntar 500 a 600 mil em 10 anos, pode bater no valor do imóvel após esses 20 anos sim - a menos que aconteça outro fator comum: valorização com índices tirados do cu por donos de imóveis do Rio. 10 anos atrás, esse mesmo apartamento era 850 mil em média.

Sempre vai dar menos que o pedido, e você tem que corrigir com alguma engenharia financeira ou manjar de negociação. Só poupar na estratégia do aluguel não rola.

Aliás, off topic. Alguém tá sabendo de vagas pagando 16-20 mil por mês?

É grana pra caramba né? Mais ou menos. Dividindo a arrecadação pela população, o Brasil arrecadou cerca de
R$11.480,77 per capta em 2018.

11 mil reais de quem não ganha isso em salário num ano?

Porra bicho, olha a manipulação estatística. O país arrecada de impostos em 7 meses quase 1/4 do pib e você diz que isso é grandes merdas?

Fala sério, bicho. Na moral, não existe desculpa que justifique isso sem manipulação.

HortaRates
Membro
# 10/ago/19 21:46 · Editado por: HortaRates
· votar


Ken Himura
Porra bicho, olha a manipulação estatística. O país arrecada de impostos em 7 meses quase 1/4 do pib e você diz que isso é grandes merdas?

Fala sério, bicho. Na moral, não existe desculpa que justifique isso sem manipulação


Que manipulação mano. As idéias...
Eu usei dados do ano passado por causa disso. Pra ver o resultado do ano inteiro.
Olha pra você ver: a nossa arrecadação é uma porcentagem enorme do nosso PIB, e ainda assim é uma fração da arrecadação dos EUA por exemplo.
Os EUA arrecadam em impostos o equivalente a nosso PIB!

É o ponto que eu quero provar: nós somos pobres. Nós não temos dinheiro. Somos quebrados porque não produzimos valor.
E o pior: isso é óbvio e ninguém vê.

felipe bento pereira
Membro Novato
# 12/ago/19 09:35
· votar


Qual seria a solução meus dignissimos debatedores?

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a G.A.S dos 500 talkeis liberados para saque das contas do FGTS