A guitarra está morrendo lentamente?

Autor Mensagem
JJJ
Veterano
# 13/set/18 09:07 · Editado por: JJJ
· votar


Casper

Ah, véio Casper...

Pra tocar essa bosta de guitarrice atual, dá conta, sim, concordo com você. Até porque boa parte é só "loop" e, se bobear, já originado de samples.

Agora... "manda" um sampler tocar um Hendrix...

https://vimeo.com/244514890

Felipe Stathopoulos
Membro Novato
# 13/set/18 12:37
· votar


Pelamordideus, alguém com um mínimo de sanidade fecha e exclui este tópico...

JJJ
Veterano
# 13/set/18 12:44
· votar


Felipe Stathopoulos

Quê isso, colega? Tem boas discussões aí no meio e o artigo inicial é bem legal.

Tá certo que de vez em quando o assunto entra em loop, mas tudo bem...

Casper
Veterano
# 13/set/18 20:20
· votar


Caro JJJ:

Agora... "manda" um sampler tocar um Hendrix...

Que seja feita sua vontade:




JJJ
Veterano
# 13/set/18 22:02 · Editado por: JJJ
· votar


Casper

Já tinha visto. O cara é muito fera no brinquedinho (tirando umas semitonadas lá... rs), o teclado é from hell, mas ainda assim, não é a mesma coisa... sorry...

The Real Thing:



makumbator
Veterano
# 13/set/18 22:02
· votar


JJJ
Que seja feita sua vontade:

O Casper te jantou agora JJJ! Hahaha!

JJJ
Veterano
# 13/set/18 22:03
· votar


makumbator

Nahhhh, compara com o que eu coloquei e tire sua conclusão.

makumbator
Veterano
# 13/set/18 22:10
· votar


JJJ

Mas o "real thing" já morreu e não consegue tocar mais ao vivo.

SteveRayMorse
Veterano
# 13/set/18 22:59
· votar


makumbator

Mas ainda tem muito cara fera por aí...só temos que pesquisar um pouco mais.

Concordo com o JJJ. É muito legal o que esse cara faz com o Seaboard, mas não é a mesma coisa não.

Rochaff
Membro Novato
# 14/set/18 13:16
· votar


Casper
pqp esse cara tocando pianinho de brinquedo e tirando esse som!
como eu nao sabia que os samplers já estão entregando esse nível de emulação, facilmente esse som passaria em minha cabeça como uma guitarra se eu ouvisse só o audio e nao visse o video. Talvez eu reclamaria do "pedal", do timbre, ou sei lá o que, mas pra mim isso se passaria por guitarra facil!
concordo com o JJJ que não está no nível do próprio Hendrix tocando, mas só por termos que recorrer a um video do proprio Hendrix tocando pra comparar já é sinal que esse tipo de emulação já estão num nível alto.
Com o tempo, com mais gente dominando uns pianinhos escrotos como esse, com a evolução das coisas em geral, não vai demorar muito até termos bandas fazendo sons rocky sem guitarristas, artistas contratando esses caras pra fazer a "guitarra" daquela única faixa em especial, de um artista pop (e daí contratam um guitarrista pica old school pra fazer a turne e fazer uma graça pra plateia, como Nuno Bittencourt que foi no Rock in Rio tocar com a banda dele...digo, com a banda dela, Rihanna)

Casper
Veterano
# 18/set/18 09:12
· votar


Caro Rochaff:

O Guitarrista típico daqui do fórum não faz ideia de
quanto o sampler está presente nas produções
atuais. Até aquele riff "perfeito", que se repete
"perfeitamente", e o Zerruéla ainda acha que é a mão
mágica do guitarrista...

Sabe de nada, Jon Snow...

JJJ
Veterano
# 18/set/18 09:28 · Editado por: JJJ
· votar


Casper

Ah, isso aí sim. Até eu faço isso, volta e meia... Pra que tocar dez vezes o mesmo trecho, né? hehehe

Mas não preciso de um sampler pra isso, só copiar e colar.

Casper
Veterano
# 18/set/18 11:54
· votar


Caro JJJ:

E copiar e colar não é a mesma coisa?
Aceite o sampler em sua vida.
Vai doer menos.

JJJ
Veterano
# 18/set/18 12:15 · Editado por: JJJ
· votar


Casper
E copiar e colar não é a mesma coisa?

V.Sa. sabe que um sampler é bem mais do que "copiar e colar".

Eu aceito o sampler, mas onde ele é usável. Onde é mais fácil usar um sampler do que outra coisa e quando só ele faz o que se deseja.

Casper
Veterano
# 18/set/18 12:26
· votar


Caro JJJ:

V.Sa. sabe que um sampler é bem mais do que "copiar e colar".

Claro, por isso mesmo ele é o último
dos instrumentos, o elemento perfeito
que substitui todos os outros.

sonicsbr
Veterano
# 18/set/18 12:53
· votar


Casper, óóóóóóó grande guro e mestre dos magos: me veio a cabeça...

Looper ou sampler? Não seriam coisas análogas?
Mas guitarristas puristas têm usado Loopers.. Mas sampler não pode...

É ideológico ou patológico?

JJJ
Veterano
# 18/set/18 16:41
· votar


sonicsbr
Mas sampler não pode...

De onde você tirou essa ideia? Claro que pode. Quando é adequado e/ou necessário.

Agora, querer que todas as bandas sejam compostas apenas por "tocadores" de samplers é dose pra jacaré... Além de musicalmente chato e visualmente pobre, diga-se de passagem (só minha opinião aqui, claro).

Buja
Veterano
# 18/set/18 17:35
· votar


Nao critiquem o Sr. Sampler.

Sampler é vida. Sampler é o estágio mór. Sampler é tudo.
Nossos filhos são samplers de nós. Nós somos samplers de Deus.

Portanto, vida longa ao sampler! Hail Sampler! Repito, Hail Sampler!

silvG8
Veterano
# 18/set/18 18:59
· votar


Guitarra nem existe mais direito... só nesse buraco de terceiro mundo que vende. Nos EUA estão largadas às traças.

Casper
Veterano
# 18/set/18 19:02
· votar


Caro silvG8:

Claro que existe! Mas agora em formato de bits:

https://www.loopmasters.com/products/1441-Ultimate-Guitars

silvG8
Veterano
# 18/set/18 19:05
· votar


Casper
Com uma biblioteca dessas pra que aprender a tocar guitarra? Não precisa ser melhor que isso... é só encher de reverb e pronto.

sonicsbr
Veterano
# 18/set/18 19:06
· votar


"tocadores" de samplers é dose pra jacaré

Mas cara... eles são muito mais baratos que os tocadores de guitarra, é uma tendência global de redução e custos.

Pq não os guitarristas se tornarem operadores de sampler, nos moldes da evolução dos datilógrafos?

#PAZ

Casper
Veterano
# 18/set/18 19:41
· votar


Guitarra é um troço barato.
Qualquer pedacinho de madeira,
garrafa e corda resolvem a parada:



lamas92
Membro Novato
# 09/abr/19 15:18
· votar


https://noticias.uol.com.br/tecnologia/noticias/redacao/2018/05/09/as- guitarras-estao-em-baixa-e-isso-pode-ser-culpa-da-pirataria-de-softwar e.htm

T-Rodman
Veterano
# 09/abr/19 15:59 · Editado por: T-Rodman
· votar


a Gibson particularmente se afundou porque quis partir para outros rumos, tipo eletrodomésticos, e não soube cuidar dessas novas frentes. Daí pediu falência, vendeu esses outros segmentos, contratou um ex CEO da Levis e parece que agora voltou ao foco que é música.
tem vários artigos sobre Gibson na net, uns só mostrando ela descendo a ladeira abaixo, outras olhando com melhores dias vindo pra ela, só procurar na net, tipo esse
https://www.youtube.com/watch?v=f3MgqYvKzPc
que tem um update depois do novo CEO
https://www.youtube.com/watch?v=JMXRAzsOszU

Sobre as outras, esse video explica rapidinho os conglomerados como funcionam


sobre compradores de guitarras, basicamente a opinião lá fora fala assim:
https://youtu.be/Yn5KLs0p2Q4?t=1594

amplexos

T.

Strato_Gab
Membro Novato
# 11/abr/19 08:50
· votar


https://guitarload.com.br/2019/01/16/mercado-de-instrumentos-musicais- volta-a-crescer/

Crises vem e vão. Com o país passando por uma puta crise, é natural que o mercado da música não seja prioridade pra quem está com o orçamento apertado. Ano passado a coisa já voltou a normalizar, segundo a matéria.
A guitarra não vai morrer tão cedo, dos maiores nomes da guitarra muitos ainda estão vivos e na ativa, angariando fãs mundo a fora.

braddock
Veterano
# 12/abr/19 15:09
· votar


Já viram a tristeza da Teodoro Sampaio aqui em SP? o lugar está sendo abandonado aos poucos, as lojas estão fechando. Cada vez que passo lá eu vejo mais lojas fechando e abrindo botecos.

O último que vi fechar é o Flávio da Soulshine, agora tem um cara lá da galeria, mas percebemos que está agonizando. Bichão, o cara tá triste.

TwoTone? o dono da loja me falou que se tentar vender pela metade do preço, mesmo assim não vende.

Antigamente só existia música ao vivo, não existia rádio, era tudo ao vivo. Era entretenimento. Ou música ou teatro, ou bordel. A galera aprendia a tocar instrumentos musicais.

Depois inventaram o rádio e a música se espalhou. A música era grande fonte de entretenimento. A musica poderia ser gravada e reproduzida para todos.

Aí, inventaram o cinema e a TV, agora além de áudio, tem vídeo. Muito mais entretenimento, grande tecnologia, revolucionou tudo, assistir um futebol, videogame. Imagina que antes a fonte era um piano e um violão tocado por alguém da família. A TV ocupa muito espaço e diminui o rádio. Muitos pensaram que o rádio acabaria com a chegada da TV, mas o rádio existe até hoje e ainda toca música.

Bom, depois chegou a internet. Agora tem áudio, vídeo e interatividade. Muitos pensaram que a TV iria acabar, mas ainda continua. Os salário de radialista e TV não são mais os mesmos, o público está migrando para internet, muitos jovem nem assistem mais TV.

Estamos na era da internet e a quantidade de conteúdo de entretenimento é muito maior que na época que só existam instrumentos musicais. Quanto custa para ter um instrumento musical? aprender a tocar, ter uma banda, gravar em estúdio, se apresentar, se deslocar. vale a pena esse custo? tem algum retorno? tem público que paga ?

Uma banda nova vai ter publico para se apresentar? sabemos que bandas antigas tem publico para grandes e médios eventos. Por que novas bandas não surgem na era da internet e se divulgam com grandes públicos?

sabemos que a internet acabou com as gravadoras, mas a internet divulga músicas gratuitamente como na era do rádio, mas mesmo assim, não há mais o mesmo interesse.

A música está perdendo a cada dia mais espaço para outras coisas mais interessantes, e isso indica uma simplicidade da música, redução de custo. Quem sabe veremos somente playback no futuro? Quem sabe a música ao vivo será tocada apenas em eventos de campeonatos de games online. O público quer assistir um jogo online e alguém contrata uma banda para tocar. Tipo aquele barzinho que todo mundo vai para beber cerveja comer petisco e tem uma música de fundo ao vivo.

braddock
Veterano
# 12/abr/19 15:09
· votar


Já viram a tristeza da Teodoro Sampaio aqui em SP? o lugar está sendo abandonado aos poucos, as lojas estão fechando. Cada vez que passo lá eu vejo mais lojas fechando e abrindo botecos.

O último que vi fechar é o Flávio da Soulshine, agora tem um cara lá da galeria, mas percebemos que está agonizando. Bichão, o cara tá triste.

TwoTone? o dono da loja me falou que se tentar vender pela metade do preço, mesmo assim não vende.

Antigamente só existia música ao vivo, não existia rádio, era tudo ao vivo. Era entretenimento. Ou música ou teatro, ou bordel. A galera aprendia a tocar instrumentos musicais.

Depois inventaram o rádio e a música se espalhou. A música era grande fonte de entretenimento. A musica poderia ser gravada e reproduzida para todos.

Aí, inventaram o cinema e a TV, agora além de áudio, tem vídeo. Muito mais entretenimento, grande tecnologia, revolucionou tudo, assistir um futebol, videogame. Imagina que antes a fonte era um piano e um violão tocado por alguém da família. A TV ocupa muito espaço e diminui o rádio. Muitos pensaram que o rádio acabaria com a chegada da TV, mas o rádio existe até hoje e ainda toca música.

Bom, depois chegou a internet. Agora tem áudio, vídeo e interatividade. Muitos pensaram que a TV iria acabar, mas ainda continua. Os salário de radialista e TV não são mais os mesmos, o público está migrando para internet, muitos jovem nem assistem mais TV.

Estamos na era da internet e a quantidade de conteúdo de entretenimento é muito maior que na época que só existam instrumentos musicais. Quanto custa para ter um instrumento musical? aprender a tocar, ter uma banda, gravar em estúdio, se apresentar, se deslocar. vale a pena esse custo? tem algum retorno? tem público que paga ?

Uma banda nova vai ter publico para se apresentar? sabemos que bandas antigas tem publico para grandes e médios eventos. Por que novas bandas não surgem na era da internet e se divulgam com grandes públicos?

sabemos que a internet acabou com as gravadoras, mas a internet divulga músicas gratuitamente como na era do rádio, mas mesmo assim, não há mais o mesmo interesse.

A música está perdendo a cada dia mais espaço para outras coisas mais interessantes, e isso indica uma simplicidade da música, redução de custo. Quem sabe veremos somente playback no futuro? Quem sabe a música ao vivo será tocada apenas em eventos de campeonatos de games online. O público quer assistir um jogo online e alguém contrata uma banda para tocar. Tipo aquele barzinho que todo mundo vai para beber cerveja comer petisco e tem uma música de fundo ao vivo.

braddock
Veterano
# 12/abr/19 15:10
· votar


Já viram a tristeza da Teodoro Sampaio aqui em SP? o lugar está sendo abandonado aos poucos, as lojas estão fechando. Cada vez que passo lá eu vejo mais lojas fechando e abrindo botecos.

O último que vi fechar é o Flávio da Soulshine, agora tem um cara lá da galeria, mas percebemos que está agonizando. Bichão, o cara tá triste.

TwoTone? o dono da loja me falou que se tentar vender pela metade do preço, mesmo assim não vende.

Antigamente só existia música ao vivo, não existia rádio, era tudo ao vivo. Era entretenimento. Ou música ou teatro, ou bordel. A galera aprendia a tocar instrumentos musicais.

Depois inventaram o rádio e a música se espalhou. A música era grande fonte de entretenimento. A musica poderia ser gravada e reproduzida para todos.

Aí, inventaram o cinema e a TV, agora além de áudio, tem vídeo. Muito mais entretenimento, grande tecnologia, revolucionou tudo, assistir um futebol, videogame. Imagina que antes a fonte era um piano e um violão tocado por alguém da família. A TV ocupa muito espaço e diminui o rádio. Muitos pensaram que o rádio acabaria com a chegada da TV, mas o rádio existe até hoje e ainda toca música.

Bom, depois chegou a internet. Agora tem áudio, vídeo e interatividade. Muitos pensaram que a TV iria acabar, mas ainda continua. Os salário de radialista e TV não são mais os mesmos, o público está migrando para internet, muitos jovem nem assistem mais TV.

Estamos na era da internet e a quantidade de conteúdo de entretenimento é muito maior que na época que só existam instrumentos musicais. Quanto custa para ter um instrumento musical? aprender a tocar, ter uma banda, gravar em estúdio, se apresentar, se deslocar. vale a pena esse custo? tem algum retorno? tem público que paga ?

Uma banda nova vai ter publico para se apresentar? sabemos que bandas antigas tem publico para grandes e médios eventos. Por que novas bandas não surgem na era da internet e se divulgam com grandes públicos?

sabemos que a internet acabou com as gravadoras, mas a internet divulga músicas gratuitamente como na era do rádio, mas mesmo assim, não há mais o mesmo interesse.

A música está perdendo a cada dia mais espaço para outras coisas mais interessantes, e isso indica uma simplicidade da música, redução de custo. Quem sabe veremos somente playback no futuro? Quem sabe a música ao vivo será tocada apenas em eventos de campeonatos de games online. O público quer assistir um jogo online e alguém contrata uma banda para tocar. Tipo aquele barzinho que todo mundo vai para beber cerveja comer petisco e tem uma música de fundo ao vivo.

braddock
Veterano
# 12/abr/19 15:15
· votar


Sobre a teodoro Sampaio, é claro que podemos dizer que as vendas online estão acabando com as lojas físicas, o cliente importa direto, reduz custo. Isso mostra a falência das lojas físicas de instrumentos no Brasil. acho que isso já foi falado aqui

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a A guitarra está morrendo lentamente?