Caracteristica das cordas

Autor Mensagem
crsilva
Veterano
# mai/08


Pessoal tava tentando entender e pesquisando sobre os tipos de cordas e marcas e o que diferencia uma das outras, entre som, durabilidade, conforto e etc...

Gostaria entao que os experts no assunto ou quem quiser opinar pudesse opinar sobre as mais variadas marcas e o que caracteriza elas.......

A Elixir por exemplo tem uma cobertura nas cordas que chama de ultra-thin... o que isso vai implicar na corda? E no som muda?

O que significa Flatwound, Roundwound????

QUal a caracteristica principal das principais marcas?

O que muda alem de conforto eu usar por exemplo um set assim 45-65-85-105 ao inves de 45-65-80-100?

BOm gente eu pesquisei antes nos topicos mas nao encontrei o que queria, talvez a gente possa trazer um bom debate nesse topico e esclarecer muitas duvidas...

ABraco.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# mai/08
· votar


crsilva
Cara, o essencial é o seguinte:
Roundwound: Corda com enrolamento cilíndrico, proporciona timbre "aberto" e "brilhante". É o mais comumente usado.
Flatwound: Encordoamento com enrolamento liso, proporciona som "macio" e com pouco "ataque", "acústico", tem som grave e "velado".
Halfwound: Meio-termo entre os dois acima.
Calibres: 0.40: Extra-leve. 0.45: Leve. 0.50: regular.
Quanto mais espesso, mais grave.
Quanto a marcas, aí as opiniões são bem pessoais.
Abç

ClaudioBass
Veterano
# mai/08
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Quanto a marcas, aí as opiniões são bem pessoais.

Mas Bertola, você como Luthier, conhecedor dos materiais e suas respectivas características e qualidades... quais seriam suas opiniões e recomendações?

(não é uma pergunta capciosa não, é apenas para aprender com quem conhece)

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

TugaBass
Veterano
# mai/08 · Editado por: TugaBass
· votar


crsilva
Além de tudo o que o Bertola disse que está muito correcto, no caso ...A Elixir por exemplo tem uma cobertura nas cordas que chama de ultra-thin... o que isso vai implicar na corda? E no som muda?... essa cobertura faz com que as cordas mantenham por mais tempo a sua durabilidade e timbre respectivamente... embora por si só, esta marca tenha por princípio apresentar um timbre muito mais brilhante que todas as outras! No meu caso, só uso Elixir... exactamente por estas razões!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# mai/08
· votar


ClaudioBass
Elixir é muito boa, Thomastik-Enfield, alemã, é top, Rotosound e GHS são boas também. essas são, no meu entender, as melhores. A D'Addario é boa e a Giannini é "pau pra toda obra". Essas são as que conheço.
Abç

jkdias
Veterano
# mai/08
· votar


gosto do timbre da GHS, mas não entendo porque até hoje as cordas GHS vêm em embalagens abertas. Por vezes as cordas já tem até pontos de ferrujem, e talvez por isso perdem o timbre rápido.
D'addário é a corda que mais usei, teve uma queda na qualidade nos últimos anos, mas ainda é boa opção.
Giannini eu uso no fretless, aquela melhor série (capa preta), mas o preço tá subindo muito!

denismonteiro
Veterano
# mai/08
· votar


sempre usei daddario, mas no fender veio um corda fender que eu gostei muito! troquei por daddario pro-steels e me arrependi, tem um ótimo brilho, mas perde peso... próxima troca vou voltar pra fender!

Maurício_Expressão
Veterano
# mai/08
· votar


Sempre fui chato para escolher cordas.
Só uso Roundwound de 0,40-0,95
Usava D'Adário XL ou GHS Bass Boomer. O brilho da D'Adário para minha pegada no início é melhor, porém a GHS mostra-se mais constante ao longo da sua vida útil.
Porém passei a usar cordas Giannini GEEBRL - Super Leve .040-.095 já a uns 2 anos e meio de está me surpreendendo.
Está bem mais barata que GHS/D'Adário e para minha pegada tem vida útil similar, além de ter um timbre bem parecido à GHS Boomer e um pouco mais velado que a D'Adário XL.

O novo modelo Giannini mais profissional "G Séries", da caixa preta ainda não experimentei.

jkdias
Veterano
# mai/08
· votar


denismonteiro
troquei por daddario pro-steels e me arrependi, tem um ótimo brilho, mas perde peso...

a pro-steels é muito ruim, ela é super-brilho, mas não define bem no médio-grave, por isso vc sentiu tanta diferença. Boa é a d'addario XL nickel wound.

denismonteiro
Veterano
# mai/08
· votar


jkdias

eu dou um boost no grave pra compensar!!! mas qto fica em passivo fica ruim...
aí acabo deixando o baixo sempre em ativo!

fabricio 12
Veterano
# mai/08
· votar


jkdias

Boa é a d'addario XL nickel wound (2)

É o brabo é que na configuração que eu quero (045-065-085-105-130) não tem pra o set de 5 cordas, aí eu tenho que comprar o set de 6 e descartar a "Dozinha".

crsilva
Veterano
# mai/08
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Thomastik-Enfield, alemã, é top
Oi Mauricio, fiquei curioso a respeito dessa corda.... o que vc sabe mais dela?

Eu tava vendo as especificacoes dela, e ela tem as numeracoes todas diferentes.... ela nao segue o padrao....

makumbator
Veterano
# mai/08
· votar


Mauricio Luiz Bertola

A Thomastik na verdade é austríaca, e não alemã. É realmente muito boa, no meu contrabaixo acústico eu as uso. Já vi na internet sites do exterior vendendo as cordas dessa marca para elétrico também, mas nunca as experimentei, no entanto, se seguirem a qualidade do encordoamento para acústico, serão excelentes!

Rafael do Baixo
Veterano
# mai/08 · Editado por: Rafael do Baixo
· votar


makumbator
se seguirem a qualidade do encordoamento para acústico, serão excelentes!


E elas seguem!!!!

São cordas maravilhosas,já tive a oportunidade de tocar em um baixo com essas cordas e elas tinham uma pegada e um timbre excelente.

Mas mesmo mesmo assim eu ainda prefiro as GHS.

Senão me engano a MeShell Ndegeocello usa cordas da Thomastik.

toka-baixo
Veterano
# mai/08
· votar


d'addario EXP170 é boa? parece que são as tops da d'addario, ou pelo menos as que duram mais, acho que o felipe andreoli usa elas, alguem sabe?

eu usei elixir no meu condor, mas o ruim é que quando a corda começa a perder o timbre ela começa a descascar a nanoweb (um plastico bemmmm fino em volta da corda, para evitar a penetração de suor e sujeiras)... fora isso é ótima, acho que vo fazer uma coctel com ela no alcool 100% pra dar uma limpada, me falaram que isso funciona, nunca testei

xD

allexcosta
Veterano
# mai/08
· votar


Esse topico eh muito importante. Muita gente se importa tanto com madeira, captador, eletronica e esquece do elemento q inicia o som do instrumento, a corda. Eu gostava da D'Addario Prism, q ao virar ProSteels perdeu um pouco do som... DR's sao legais. Fodera Diamonds e Sadowsky tambem... A propria D'addario XL. A Carvin tah com cordas muito boas tambem por 11 dolares nos EUA, feitas pela LaBella...

THE BASSMAN
Veterano
# mai/08
· votar


denismonteiro

Cara, senti a mesma coisa q vc, qdo troquei as fender do meu precision pelas prosteels!! nossa parecia q eu estava sem peso!
mas no final com a banda ate q nao ficou ruim, ams em materia de timbre HOJE, eu estou gostando muito das cordas fender, elas nao sao taaaaaao duraveis mas o timbre me agrada muito.
Já usei rotosound, em diversas configurações inclusive uma signature do Billy Sheehan, q era 0.43 se nao me engano. GHS Bass boomers, essas foram as boas, mas ja usei Olimpia, giannini, warwick. e se marcar ate rouxinol.....

asch
Veterano
# mai/08
· votar


To usando Daddario Pro Steel também, tem MUITO brilho, até excessivo, mas claro vai se perdendo com o tempo, e não tem muito peso, gravão mesmo.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# mai/08
· votar


makumbator
Tem razão, obrigado por me corrigir.
Abç

ClaudioBass
Veterano
# mai/08
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Thomastik-Enfield

No acústico e no Upright eu uso a Thomastik Spirocore, apesar do preço ser enormemente salgado, você tem razão quanto a ser top. No Upright cheguei a usar um jogo de Mauro Calixto, mas com menos de 6 meses acabei trocando, achei bem ruinzinho!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

ClaudioBass
Veterano
# mai/08
· votar


makumbator

Eu nunca usei, mas já tive opiniões desfavoráveis sobre a Thomastik pra baixo elétrico. Quem me deu a dica, disse que pelo preço, valia mais a pena pegar um jogo de GHS.

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Tarracha
Veterano
# mai/08
· votar


Sempre usei ddario ou fender..vou experimentar a Elixir 0.45, sempre ouvi o pessoal falar mto bem dessa corda.

Aproveitando o tópico, existe alguma média para se trocar as cordas do instrumento? Eu uso as minhas d'dario a quase 1 ano hehe

crsilva
Veterano
# mai/08
· votar


Pessoal fiz uma experiencia aqui e fiquei impressionado...

Como alguns sabem eu comprei a pouquissimo tempo um Lakland Darryl Jones, pois bem, as cordas que vem nele nao faco a minima ideia quais sao... mas nao sei porque nao levava muita fe no timbre das cordas... achava que se eutrocasse por outra eu ainda teria um som melhor...

Eu tinha aqui em casa um pacotinho da GHS Boomers Roundwound... as especificacoes da original do lakland e da GHS sao 0.45...

Entao, fiz a troca pra ver a diferenca de som.... rapaz eu nao imaginava o quanto uma corda podia fazer diferenca no som.... mas é diferenca demais, é como o Alex falou, a gente as vezes se preocupa com tantas coisas e esquece a coisa que pode mudar tudo que é a corda...

Pus a GHS zerada aqui e o som do baixo foi completamente diferente, mas pra pior.... a corda original do Lakland me dava um som muito mais roncado, mais quente, vivo... ja a GHS um som mais plastico e um pouco mais brilhante...

Minha pergunta é, existe diferenca de materiasis entre as cordas? Por exemplo uma pode ser de aco puro e a outra de outro material?

A aparencia da corda do Lakland é bem mais escura, fosca.... ja a GHS é bem mais brilhante, como se fosse uma liga mais limpa....

Rapaz eu quero achar dessa mesma corda do Lakland pra vender.... Alex tem ideia?????

allexcosta
Veterano
# mai/08
· votar


crsilva

Engracado q quem faz as cordas Lakland eh a GHS. Os caras da Lakland tem muito cuidado com o produto final e ateh as cordas sao de primeira qualidade. A diferenca entre seu baixo e um Lakland USA eh disprezivel, mas vc pagou menos da metade.

allexcosta
Veterano
# mai/08
· votar


crsilva

Eu tinha aqui em casa um pacotinho da GHS Boomers Roundwound...

Tinha aih ha quanto tempo? Vai ver elas estao velhas.

crsilva
Veterano
# mai/08
· votar



Tinha aih ha quanto tempo? Vai ver elas estao velhas.

Zerada mesmo, tinha 1 mes...........

crsilva
Veterano
# mai/08
· votar


E aí pessoal existe diferenca ou nao entre materiais? Tipo uma é de aco a outra é de nickel? Uma faz um som mais assim e a outra um som mais assado.............

allexcosta
Veterano
# mai/08
· votar


crsilva

Zerada mesmo, tinha 1 mes...........

Mesmo assim, ela poderia estar na prateleira da loja ha bastante tempo, por essa razao no Brasil eu soh comprava D'addario, q vem selada.

E aí pessoal existe diferenca ou nao entre materiais?

http://www.talkbass.com/forum/showthread.php?s=&threadid=2559

http://www.tunemybass.com/strings/bass_strings_1.html

crsilva
Veterano
# mai/08
· votar


Rapaz eu confesso que estou bem confuso com essa historia das cordas, principalmente depois do que ouvi aqui com elas....

Tipo, lendo esse texto que vc postou Alex deixa a entender que a corda que eu tenho original aqui do Lakland é Nickel puro, pelas caracteristicas de som que o pessoal da talkbass falam a respeito das caracteristicas do som delas... e que foram as minhas impressoes ao comparar aqui com a GHS...

Lendo aqui as caracteristicas da GHS ela diz: Featuring a nickel plated steel wrap.

Entendo entao que a GHS é feita de nickel mas é meio que enrolada em aco... é isso mesmo?

Quais seriam as cordas feitas de Nickel 100%???

A corda que eu tenho aqui no lakland é da cor de chumbo... as de nickel puro tem essa caracteristica?

allexcosta
Veterano
# mai/08
· votar


crsilva

Nao sei te responder bem, vou pesquisar e postar. O q sei eh o seguinte. Nao eh soh o material q define o som da corda, existem outras variaveis na jogada.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Caracteristica das cordas