Babymetal - De 1 Tudo! De Ros

Autor Mensagem
JJJ
Veterano
# jun/16 · Editado por: JJJ
· votar


De Ros

Cara, muita coisa pra falar...

Primeiro, não curto muito o estilo (nem se fosse gente grande cantando...), mas isso é questão de gosto e não vem ao caso. Contudo, com essas vozes japonesinhas bonitinhas, acaba sendo ainda mais difícil.

Essa relação Japão e metal (genericamente, desde simplesmente um rock pesado até essas coisas mais from hell) é antiga. Os caras realmente curtem rock!

"Made in Japan" do Deep Purple, lembra? (fica de sugestão pra quem não conhece - um dos melhores álbuns de rock ao vivo).

Se você ouvir as trilhas dos seriados infantis japoneses (pokémon e todos os derivados), a trilha é rock de cabo a rabo. Meu filho até pouco tempo atrás via essas porras o dia todo e eu era "obrigado" a ouvir. Só rock pesado. Alguns eu até passei a curtir... experimenta a trilha de Teen Titans.

Mas esse lado "pre-fabricado" eu já acho complicado. Concordo com o que o Lelo Mig falou. Muito robotizado demais (não duvido inclusive que essa "precisão" na levada seja por conta de excesso de "programação" e não de músicos "metrônomos-humanos"... a propósito: MIDI tem tudo a ver com a indústria musical japonesa). Alem disso, é boy-band (ou girl-band) demais pro meu gosto! rs

Quanto à pureza do som (quando você fala que tem o metal "sujo" e esse outro, quase imaculado e perfeito): sabe quando eu comecei a perceber isso?

Curiosamente, muuuuuuuuuuuuuuito tempo atrás, num álbum do KISS! É isso mesmo: KISS.

A música era "Hotter Than Hell" (versão de estúdio, claro), conhece? Apesar do nível de gravação de então (anos 70), a coisa era perfeitinha. Compressão pesada. Batera precisa. Erro zero. Os caras tocavam (tocam) direito? Sim... mas aquele nível de precisão me chamou atenção. Hoje, "Hotter Than Hell" não parece mais tão certinha assim, depois dos anos 80 e seus sequencers, mas naquela época eu estranhei, acostumado que era com os desleixos de Zeppelin e Stones, os barulhos de Hendrix e Blackmore, enfim... aquele jeitão mais "rock and roll" de tocar.

Aliás, seria mera coincidência a cara pintada de teatro kabuki japonês? E o fato do KISS ter sido, de alguma forma, pre-fabricado também? Coisas de sincronicidade...

Abraço!

Xeper
Veterano
# jun/16
· votar


Lelo Mig

Não posso expressar minha opinião? Não devo tê-la?

Não é isso cara, vc sempre bate nessa tecla e sempre posta o msm papo de rock bunda mole, chuif, nao é artistico suficiente, bua, meus rocks são mto mais arte que isso ae.
Ja entendemos que vc acha ruim uns 10.000 topicos atras... o video toca nesse assunto de forma leve, só ter dois neuronios para perceber que, sim, Babymetal é uma banda rasteira, pensada no sucesso como o Kiss, AC/DC, Guns and Roses, Bon Jovi e outros bastiões da era em que o rock era relacionado a contracultura e rebeldia jovem, por exemplo... mas e dai?
Não adiciona nada a discussão ficar fazendo textão de facebook (nem o meu textão adiciona alguma coisa... dsclp).
O JJJ e outros não gostam e deram seu contraponto sem precisar ir para esse lado do "meu rock arte é melhor que seu rock comercial"...

entamoeba
Membro Novato
# jun/16
· votar


Xeper escrevendo as merdas de sempre... que novidade!

mimimi "você não pode dizer que é ruim".

Quem relativiza tudo não pode dizer NADA, camarada! Para de falar merda!

Calime
Veterano
# jun/16
· votar


JJJ

Bela reflexão!

Xeper
Veterano
# jun/16
· votar


entamoeba


e-0-0-0------------------------------------------------
B------------------------------------------------------
G------------------------------------------------------
D------------------------------------------------------
A------------------------------------------------------
E------------------------------------------------------


Calime
Veterano
# jun/16
· votar


entamoeba
Xeper

Parem de "rasgar as calcinhas", kkkkkkkkk.....

Na boa, isso se resume ao gostar ou não, simples assim...aceitem que dói menos, rs....

Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Xeper

Cara, na boa, não vou me estender e morre aqui minha parte. Só entenda uma coisa:

Eu digo que não gosto e explico o porque não gosto. Dizer simplesmente não gosto, sem explicações, é uma opção. Não é uma regra que você definiu e devemos seguir.

Eu comentei o Baby Metal, o porque não gostar dele e depois fui perguntado/questionado e interagi com meus colegas.

Você comentou a "minha opinião".....esqueça ela cara. Não preciso nem pretendo ser relevante prá você. Se não gosta, me ignore.

Comente o tópico e me despreze...

Adler3x3
Veterano
# jun/16 · Editado por: Adler3x3
· votar


post duplo, baby metal

Adler3x3
Veterano
# jun/16
· votar


Deixem a meninada se divertirem.
Eles é que mandam no seu som.

entamoeba
Membro Novato
# jun/16 · Editado por: entamoeba
· votar


Japonês é esquisito...



Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


entamoeba

"Japonês é esquisito..."

Séculos de isolamento e regime império feudal severo!

Agora, que liberou, o que não falta é neguinho (amarelinho) querendo "soltar a arruela" de qualquer jeito...kkkkk

Calime
Veterano
# jun/16 · Editado por: Calime
· votar


De fato os japinhas são meio loucos as vezes...mas tenho certeza que eles tbm acham isso de nós em muitos aspectos.

Olha o que postaram lá no tópico de novas bandas:



Ri bagaray, tinha muito tempo que não dava tanta risada qto ontem qdo ouvi essa pérola, kkkkkkkkkkkkkkkkk......

Uma coisa interessantissima é que os instrumentos típicos são do Br mesmo, tipo Contemporânea e afins...se foi por frete, devem ter gastado uma grana. A letra tbm é é um samba do criolo doido: "QUE COR É SEU SANGUE, PORRA?"


Com certeza morrerei sem ver tudo, rs....

Ismah
Veterano
# jun/16
· votar


Xeper

Tá dodói porque eu disse que pra mim, Beatles não fez nada para a sociedade dos seres comuns, que apenas existes, não vivem...? Se puder citar onde eu disse que meu metal farofa fez algo social (tá o Bon Jovi tem um restaurante para mendigos), me conte... Mas já adianto desculpas que se aconteceu, foi equivocado.

O metal farofa, só serviu para evoluir o espetáculo. Saiu-se de uma apresentação de banda para um show - vide Woodstock, Beatles, Ramones, Sex Pistols, contra o qu'é o show do ACDC, Kiss, Alice Cooper (tanto banda e solo) etc nos anos 80... É o que eu gosto, é com que eu trabalho, não auge cultural ou contra-cultural do rock...

Babymetal é uma banda rasteira, pensada no sucesso como o Kiss, AC/DC, Guns and Roses, Bon Jovi e outros bastiões da era em que o rock era relacionado a contracultura e rebeldia jovem, por exemplo... mas e dai?

Ia me abrir a conversa, mas os teus exemplos de bandas e "bastiões da era em que o rock era relacionado a contracultura e rebeldia jovem" me fez desistir... Depois eu que gosto de metal farofa e o considero auge da revolução cultural...

Adler3x3
Eles é que mandam no seu som.

Elas no caso, mas não sei se mandam não... Será mesmo que alguém de 16~18 anos, tá afim de fazer tour atrás de tour? No contexto dos anos 50, Elvis de 19 anos estava entrando na Sun Records, mas era 60 anos atrás, outra cultura, outros valores... Temos o exemplo nacional da MC Melody, Maísa etc...

Ismah
Veterano
# jun/16
· votar


De Ros

Tentei não entrar aqui, nem entrar em conflito lá no u2b, mas... Esse lance quantizado, não me convenceu... Eu to a 15 anos nas teclas, já gravava a anos atrás guitarra com teclado + sampler, que convencia muito guitarrista velho...

A pegada é bem dubstep com heavy metal, o metal step - se quiser saber mais, conheço só remixagens de bandas alemães Rammstein, Megaherz, Eisbrecher... Até da Doro já ouvi... Enfim, de qualquer maneira, eu acho muito legal esse estilo (maldito tecladista eu sei), deu uma digitalizada no metal...

renatocaster
Moderador
# jun/16
· votar


De Ros

Só para constar, movi esse tópico para o fórum de Música em Geral pq ele aborda um tema sobre um estilo musical específico, e não apenas de guitarras.

Blz? ;)

-Dan
Veterano
# jun/16
· votar


Postando só para ver o post do Lelo Mig se apropriando do que é o "rock de verdade" e como deve ser, como se música tivesse algum tipo de amarra.

Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


-Dan

Caras, eu não me aproprio do que é ou deixa de ser rock de verdade, eu tenho uma opinião pessoal, conceito racional, com relação a Música, Arte e entretenimento, somente isso.

Agora se vocês fazem a linha Hipster Cuzão, onde o valor de Tiririca é o mesmo de Mozart, onde Mona Lisa vale tanto quanto uma caixa de papelão, porque tudo é relativizado pela preguiça de pensar e filosofar, pela incapacidade de racionalizar e pela conveniente covardia em defender opinião... problema de vocês.

O que me surpreende é que vocês não comentam o tópico, vocês vêm comentar a minha opinião..... ahh caras, por favor, larguem do meu pau!

Xeper
Veterano
# jun/16
· votar


Calime

Olha o que postaram lá no tópico de novas bandas:
A letra tbm é é um samba do criolo doido:

Essa é sensacional tbm:



---------------------------------------------------------------------- ----------

Babymetal é uma banda rasteira, pensada no sucesso como o Kiss, AC/DC, Guns and Roses, Bon Jovi e outros bastiões da era em que o rock era relacionado a contracultura e rebeldia jovem, por exemplo... mas e dai?

Ia me abrir a conversa, mas os teus exemplos de bandas e "bastiões da era em que o rock era relacionado a contracultura e rebeldia jovem" me fez desistir


Uai, mudaram os exemplos supremos de rock arte ai no Musica em Geral? Só falta me dizer agora que o pessoal não baba mais ovo pro Zeppelin e Purple?
Me atualizem gente!

Ismah
Veterano
# jun/16
· votar


Foi mal De Ros, acabei somando pra desvirtuar teu tópico...

-Dan
Veterano
# jun/16
· votar


Lelo Mig
Caras, eu não me aproprio do que é ou deixa de ser rock de verdade, eu tenho uma opinião pessoal, conceito racional, com relação a Música, Arte e entretenimento, somente isso.

Agora se vocês fazem a linha Hipster Cuzão, onde o valor de Tiririca é o mesmo de Mozart, onde Mona Lisa vale tanto quanto uma caixa de papelão, porque tudo é relativizado pela preguiça de pensar e filosofar, pela incapacidade de racionalizar e pela conveniente covardia em defender opinião... problema de vocês.

O que me surpreende é que vocês não comentam o tópico, vocês vêm comentar a minha opinião..... ahh caras, por favor, larguem do meu pau!


Hahudhudahuadh

É que já virou tradição. Nesse mesmo texto você deixa transparecer que seu gosto pessoal equivale a Mozarts, Mona Lisa, e aquilo que vc critica, como o caso do BabyMetal, é um Tiririca da vida.

É perfeitamente possível que alguem ache exatamente o contrário de você, classifique seu Mozart como tiririca e vice versa, e as duas argumentações seriam igualmente tidas como piada por mim.

É como fazer textão e escovar o português para defender que a cor azul é mais bonita que é a verde. Não vejo mérito algum em ter uma opinião super forte e fundamentada sobre... gosto pessoal.

E todo tópico sobre essas bandas novas isso acontece. Acho cômico e justifica bem o conceito de tiozão do rock, não só seu, mas que se multiplica em vários lugares.

Sobre o tópico, ainda não consegui ver o vídeo do De Ros, mas quase fui num show dessa banda uma vez em Chicago, por pura curiosidade. Valorizo coisas quem inova em qualquer área, mesmo que não me agrade musicalmente. É simples. Não tem necessidade de quilos de racionalização para isso não.

Calime
Veterano
# jun/16
· votar


Xeper

Na verdade foi essa que postaram lá, mas eu achei a que eu postei ainda mais hilária, kkkkkk....

Xeper
Veterano
# jun/16
· votar


Calime

Na verdade foi essa que postaram lá, mas eu achei a que eu postei ainda mais hilária

Todos os clipes deles são o topshow da zuera!

Christhian
Moderador
Prêmio FCC 2007
# jun/16
· votar


O mais estranho é que eu nunca vi ou ouvi isso no Japão, só fora. Na verdade, o momento fonográfico do Japão está basicamente tomado por Boy/Girl bands, mas com bases eletrônicas e melodias bem fáceis, que qualquer um consegue cantar. Parece uma 'fórmula' que deu certo, comercialmente.

entamoeba
Japonês é esquisito...

O Shingo é um ator consagrado de novelas no Japão, além de membro do SMAP, uma das bandas de 'male idols' mais famosas dos últimos 20 anos. Nesse período, ele interpretava um papel numa novela mais ou menos como o da 'Babá quase perfeita' e fazia bastante sucesso com crianças.

Na verdade, isso pra mim é muito mais bizarro e estranho: https://www.youtube.com/watch?v=FQlIj2i7tRQ

makumbator
Veterano
# jun/16
· votar


Eu confesso que até curto o Babymetal. Fazer o quê? Hahahah!

-Dan
É como fazer textão e escovar o português para defender que a cor azul é mais bonita que é a verde.

Nem precisa. É óbvio que o azul é muito mais bonito que o verde.


É perfeitamente possível que alguem ache exatamente o contrário de você, classifique seu Mozart como tiririca e vice versa

Esse ponto é realmente verdade. Já contei aqui no FCC do antigo maestro que eu tive e que achava rock (que é colocado como música superior em alguns lugares) tão ruim quanto o funkzão carioca mais rasteiro. E conversando com ele e ouvindo suas alegações fundamentadas até que fazia sentido. Eu adorava conversar com ele sobre isso (até por ele saber que eu gosto de rock assim como gosto de Wagner, Bach, Beethoven, Dvórak, etc...)

JJJ
Veterano
# jun/16 · Editado por: JJJ
· votar


makumbator
Já contei aqui no FCC do antigo maestro que eu tive e que achava rock (que é colocado como música superior em alguns lugares) tão ruim quanto o funkzão carioca mais rasteiro.

Isso é mimimi do seu professor metido a erudito. O dia que ele descobrir UM pancadão tão "ruim" ou "rasteiro" quanto "Close to the Edge" ou "La Villa Strangiato" ou "Bohemian Rhapsody" ou "Lazy" ou "Kashmir" ou "Echoes" ou... ah, entendeu, né?... me avisa que eu mudarei de ideia!

Tem rock simplório? Tem, uma porrada. E eu gosto também de vários! E, realmente, nesse caso é questão de gosto. Então quem gosta de pancadão, beleza...

Mas generalizar todo rock como "ruim" e "rasteiro" é puro desconhecimento (e preconceito).

"Ah, Jota, mas tu tá sendo preconceituoso também, com o pancadão".

Sim, assumo. Até que me provem em contrário, como eu estou sugerindo acima.

makumbator
Veterano
# jun/16 · Editado por: makumbator
· votar


JJJ
Isso é mimimi do seu professor metido a erudito.

Ele não era professor metido a erudito. Era maestro mesmo, que regeu na Europa e tudo mais, foi dos maestros mais importantes em regência de jovens do Brasil. Era uma pessoa muito culta e sem nenhum pingo de arrogância (apesar de ter tocado com Villa-Lobos, Radamés, Mignone, e muitos outros).

Close to the Edge" ou "La Villa Strangiato" ou "Bohemian Rhapsody

Ele tinha especial desprezo por música pretensamente intelectual mas sem substância (nas palavras dele). Ele via mais verdade na música popular simples do que em material que segundo ele forçava uma profundidade vazia (mais uma vez, na opinião dele). Mas dizia tudo isso com fundamentação e sem nenhuma raiva nas palavras. Tanto que eu adorava conversar sobre isso com ele.


Sim, assumo. Até que me provem em contrário, como eu estou sugerindo acima.


Pois é. Quando generalizam contra o rock não pode, mas generalizar sertanejo e pancadão tudo bem!

JJJ
Veterano
# jun/16 · Editado por: JJJ
· votar


makumbator
Ele tinha especial desprezo por música pretensamente intelectual mas sem substância

Sem substância pra ele, né? rs

generalizar sertanejo e pancadão tudo bem!

Opa, pera lá! Sertanejo, não. Eu reconheço qualidade em algumas coisas nessa área. Não gosto de sertanejo universitário ou outros tipos atuais, mas tem coisas boas.

Quanto ao pancadão, aí sim: nunca vi, nem ouvi, algo que tivesse alguma preocupação com harmonia, melodia ou seja lá o que for que me passe um mínimo de qualidade musical. É quase sempre só uma batida porrada, repetida ad nauseam, com alguém "cantando" em cima, geralmente em uma melodia de uma nota só (e ainda assim, semitonando o tempo todo). Então, daí o preconceito confesso. Mas note que deixei um "espaço" para convencimento na minha frase: "até que me provem em contrário". Então, fico no aguardo...

... e devolvo sua provocação, meu caro makumba: seu professor pode ter preconceito, eu não??? uahuahuahuah

makumbator
Veterano
# jun/16
· votar


JJJ

Sem substância pra ele, né? rs


Mas não é esse o ponto? Pra ele, acostumado com a complexidade de um Wagner, uma música do Yes soa "falsa" (é o que ele dizia). Pra mim e pra você não ressoa da mesma forma. Eu me sentia um funkeiro ao conversar com ele esses assuntos, pois ele olhava essas músicas (tipo Yes, metal sinfônico, rock em geral, pop) com os mesmos olhos que olhamos estilos que consideramos não musicais.

Quanto ao pancadão, aí sim: nunca vi, nem ouvi, algo que tivesse alguma preocupação com harmonia, melodia ou seja lá o que for que me passe um mínimo de qualidade musical.

Naqueles pancadões bem rasteiros (tipo aqueles feitos porcamente pra enaltecer criminosos) também nunca ouvi nada que prestasse minimamente (mas realmente não fico procurando pra sabe se tem algum mais elaborado...hahaha). Vai ver tem né? Vai saber...

:) Mas note que deixei um "espaço" para convencimento na minha frase: "até que me provem em contrário". Então, fico no aguardo...

Também estou aguardando!

... e devolvo sua provocação, meu caro makumba: seu professor pode ter preconceito, eu não??? uahuahuahuah

Claro que pode! Se tem uma coisa que todo mundo pode ter é preconceito! Hahahah!

entamoeba
Membro Novato
# jun/16 · Editado por: entamoeba
· votar


makumbator
Se tem uma coisa que todo mundo pode ter é preconceito!

Ainda bem! Imagine o que seria adotar um nível de ceticismo em que nada pode ser considerado verdadeiro!

Assim como você, estou certo que adoraria ouvir um maestro erudito falando mal de rock, sem raiva, mas justificando suas impressões. Não para concordar com ele, evidentemente, mas para conhecer a maneira que ele percebe a música.

Eu tendo a acreditar que o rock pode ser (e eventualmente é) mais complexo - semanticamente, naquilo que não cabe em notações - justamente por ser mais livre de regras do que a música erudita.

Christhian
Falo como um ocidental alienado da cultura japonesa. Ela é "estranha" para mim, como para boa parte dos ocidentais, porque ela contém muitos signos que não são claros no ocidente. Shingo Mama me causa muito estranhamento, não apenas pela música ou pela figura esquisita dançando, mas por todos os gestos, o uso de cores, pela narrativa do vídeo etc.

É estranho porque eu não compreendo, não porque é ruim. Para você, que tem afinidade com a cultura japonesa, certamente fará mais sentido.

Já o do Wagner Moura é apenas ruim! Estranho é darem espaço para ele!


Sobre o Baby Metal

O que sinto sobre o Baby Metal é estranhamento, o que acaba me provocando algumas risadas misturadas com uma certa inquietação acerca da salada semântica que eles fizeram. É doce e perverso ao mesmo tempo, as vezes parece que há até algum teor sexual, apesar de se tratar de crianças. Sei lá... sei lá, mesmo!

Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


makumbator
JJJ
entamoeba

Não é achar isso melhor que aquilo... que me incomoda.

Achar Bach melhor que Led Zeppelin ou Anita melhor que Bach.

Não são os comparativos e comparações, o pessoal gosto subjetivo... não é julgar o que é True Metal ou Farofa... que me incomodam.

Me incomoda a falta de julgamento. A relativização geral pelo medo da polêmica ou pela vergonha da falta de argumentação...me incomoda essa doença da opinião dentro do "politicamente correto". Nada é ruim ou nada é bom, dependendo do ângulo e situação e blá, blá, blá....o cacete!

Prá mim se discute, se polemiza, se explica e entende explicações e por final se concorda ou não.

Não acho que minha opinião seja certa ou errada, verdade ou mentira, ela é apenas minha opinião, somente isso.

Agora esse papo tipo: "Veja bem, não é porque o cara beija outro na boca, faz chupeta e da o toba, que ele é gay...".

A mano, pára com isso.... é claro que é gay! Não tenho preconceito, nada contra, não vou matar...mas é viado! Qual o problema?

Sou de um tempo onde a "rua de cima saia na porrada com a rua debaixo"... Não tô falando em certo ou errado. Apenas que "bunda mole" não saia de casa... ou ia morar com a vovó...rs!
Abraços!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Babymetal - De 1 Tudo! De Ros