Por que no Brasil algumas bandas estrangeiras o pessoal conhece só uma música?

Autor Mensagem
Peter_MusicoIniciante
Membro Novato
# jun/16 · Editado por: Peter_MusicoIniciante


Eu estou escutando a discografia do The Eagles, percebi que aqui no Brasil, o pessoal só conhece Hotel California, mas eles são cheio de hits.

O Guns N Roses, o pessoal já conhece mais músicas, mas algumas bandas só fica com uma.

Ismah
Veterano
# jun/16
· votar


Popularidade de uma banda não vem com um sucesso só...

Acho foda pra caralho Rocket Queen. Inclusive procurei conhecer a Adriana Smith e a Barbi von Greif, e são duas pessoas fascinantes, que de fato acreditavam na arte dos caras, a ponto de fazer tudo que estivesse ao alcance, pra ajudar. Mas... muita gente nem sabe/lembra que é uma música do G'n'R, sequer sabe qual é.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jun/16
· votar


Peter_MusicoIniciante
Até a algum tempo atrás, poucos conheciam ZZ Top no Brasil...
E mesmo na época em que colaborei com a mitológica Fluminense FM, A Maldita!, nos anos 80 (era do auge do Rock'n Roll no Brasil), ela pouco tocava na programação da rádio... Tem muitos fatores envolvidos nisso...
Abç

Julia Hardy
Veterano
# jun/16 · Editado por: Julia Hardy
· votar


The Eagles fez muito sucesso nos EUA. Mas, no resto do mundo são mais lembrados por Hotel California mesmo. É o maior hit deles. Não sei se tem relação, mas, após o sucesso dessa música, eles só lançaram mais um album (que não fez tanto sucesso) e se separaram.

O Guns'n'Roses foi, pelo menos no Brasil, muito mais massificado que The Eagles. Logo, é natural que as pessoas conheçam mais músicas deles.

A banda japonesa Loudness é praticamente lembrada somente por Crazy Nights. Mas, no Japão, eles emplacaram vários hits.

Nos EUA, o A-Ha só é conhecido por Take On Me. No Brasil, eles emplacaram várias músicas. Então, isso varia de país para país.

Infelizmente, isso não acontece só com artistas internacionais. Pegue como exemplo o Cauby Peixoto que gravou trocentos albuns durante a vida, de diferentes estilos, diferentes idiomas, mas, fizeram parecer que a única coisa que ele fez na vida foi Conceição.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jun/16
· votar


Julia Hardy
Pegue como exemplo o Cauby Peixoto que gravou trocentos albuns durante a vida de diferentes estilos, diferentes idiomas, mas, fizeram parecer que a única coisa que ele fez na vida foi Conceição.
Pódiscrê!
Na época de Conceição ele estava esquecido... E olha que ele já tinha gravado essa música em 1956!
Camarim, foi também importante nesse "resgate" no início dos anos 80.
Abç

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Julia Hardy
Mauricio Luiz Bertola
Pegue como exemplo o Cauby Peixoto que gravou trocentos albuns durante a vida de diferentes estilos, diferentes idiomas, mas, fizeram parecer que a única coisa que ele fez na vida foi Conceição.

E o cara tem inclusive um disco de rock.

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Steppenwolf tem muitas músicas legais e alguns clássicos, mas o pessoal só conhece Born To Be Wild; que por sinal eu prefiro a versão do The Cult, e que por sua vez não é de longe uma banda que eu goste - curto umas 3 músicas dos caras.

Eu imagino que você fale no sentido comercial. Porque muitas bandas tem aquele som de trabalho, pra tocar em FM, e que na verdade não é de longe a preferida entre os fãs, pelo contrário.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jun/16
· votar


LeandroP
Sim, ele foi considerado um dos 1ºs, senão o 1º, a gravar rock no Brasil...
Abç

Julia Hardy
Veterano
# jun/16
· votar


Steppenwolf tem muitas músicas legais e alguns clássicos, mas o pessoal só conhece Born To Be Wild

Perdoe a ignorância, mas, eles tem outros clássicos?

JJJ
Veterano
# jun/16
· votar


Tem muitos que, do Led Zep, só conhecem Stairway to Heaven.
Ou, do Deep Purple, só Smoke on the Water (alguns só o riff...).
Ou, do Pink Floyd, só Another Brick in the Wall (só a parte 2 - e nem desconfiam disso).
E por aí vai. Normal. Só quem "segue" as bandas conhece mais.
O mainstream só conhece as estouradas (que são as que normalmente os músicos não suportam mais tocar! rs).

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Julia Hardy

Esses são relativamente conhecidos:


https://www.youtube.com/watch?v=oCHXHVEFwIc


https://www.youtube.com/watch?v=OMxCi3ljWEg


https://www.youtube.com/watch?v=rpoEmlxUPeQ

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jun/16
· votar


LeandroP
The Pusher eu tocava numa banda antigamente... Somzão!
Abç

gpeddino
Veterano
# jun/16
· votar


Outro exemplo: todo mundo acha que Midnight Oil é só Beds Are Burning, mas a discografia dos caras é enorme e cheia de pérolas (bem melhores que essa música, aliás). Vide os discos "10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1" (de 1982, mega experimental e bem produzido) e "Earth & Sun & Moon" (de 1993, rock alternativo de primeira).



LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Puta som mesmo! Acho legal quando a banda é ousada e toca outras coisas da banda, que nem chega a ser um "lado B", mas já sai da mesmice. Vejo em eventos onde sai uma banda e a outra toca basicamente o repertório da anterior. Dá uma impressão de competição, tipo qual das 5 bandas tocou melhor Born To Be Wild rsrsrs

Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Peter_MusicoIniciante

"percebi que aqui no Brasil..."

Um conselho... apenas comece a excluir este termo "no Brasil", "aqui no Brasil", e coisas do gênero. Isso além de pedante (eu conheço as culturas do mundo todo) é de um complexo de vira latas gigantesco.

Uma vez, conversando com um alemão, me entristeceu saber que 70% das bandas alemãs que eu curto, ele nunca tinha ouvido sequer falar. Não conhecia nada além do "Roupa Nova alemão", também conhecido como Scorpions.

Este "vício de expressão" foi cunhado ainda no início do império Brasileiro, por um bando de vagabundas, filhas de nobres covardes e fanfarrões que vieram fugidas, para o Brasil, de um "paísinho" de merda com a arrogância de brancos europeus. Infelizmente a ralé, querendo pagar de nobre, eternizou essa frase, "só no Brasil"... e suas variações.

Ignorância, de qualquer tipo, não é exclusividade do Brasil, ainda que sejamos um País com muitos problemas.

Abraço!

BrotherCrow
Membro Novato
# jun/16
· votar


Bom, aqui no Brasil (desculpa Lelo hehe) tem um fenômeno interessante que é o da trilha sonora de novela. Hoje em dia não é mais tanto, mas nos anos 80 e 90 trilha sonora de novela era hit garantido. Assim, tínhamos bandas que eram quase desconhecidas por aqui mas tinham uma música que era hit por ter aparecido na novela. Acho que o exemplo mais emblemático é Stay do Oingo Boingo, que nem é das músicas mais famosas deles no resto do mundo, mas aqui no Brasil era a única que o público em geral conhecia, só porque apareceu na novela.

Falando num âmbito mais geral (e não das peculiaridades brasileiras), pensa num caso como o do Meat Loaf. Vendeu mais de 40 milhões de cópias do Bat Out of Hell, acho que está entre os 5 discos mais vendidos de todos os tempos. Nos EUA o cara é uma grande celebridade. Fora dos EUA é relativamente pouco conhecido. A explicação que eu vejo pra isso é que as músicas dele lidam com temas que são muito americanos: o estilo de vida do "high school", jogos de beisebol, etc.

Mas especificamente sobre o tema do tópico, em qualquer lugar do mundo o normal é a música de trabalho ser conhecida e as demais serem "coisa de fã". Ou você acha que o americano médio conhece todas as músicas do Thriller do Michael Jackson? Não, ele conhece os singles e olhe lá!

Julia Hardy
Veterano
# jun/16
· votar


Tem o Survivor que é conhecido no Brasil só por Eye of the Tiger, praticamente. Mas, lá fora, emplacaram uma quantidade razoável de hits.

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Julia Hardy

Essa também emplacou


https://www.youtube.com/watch?v=Kc71KZG87X4

Culpa do Stallone

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Essa é graças ao comercial do cigarro Hollywood... Só conheço essa música da banda.


https://www.youtube.com/watch?v=JMKPQKU61QI

Winger - Miles Away

renatocaster
Moderador
# jun/16
· votar


Tem o caso do Journey também, uma baita de uma banda que ficou muito conhecida por uma música só.



Até mesmo o Kansas sofreu desse "mal":



JJJ
Veterano
# jun/16
· votar


LeandroP
Winger - Miles Away

Cara, eu nem sei exatamente de que ano é essa música (pode até ser do início dos 90), mas ela é muito insuportavelmente demais "anos 80"... pqp

Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


JJJ

Sem contar que não podemos confundir o tema do tópico, com bandas como o Winger e tantas outras, que são bandas de um hit, as chamadas "One Hit Bands"..... Algumas eu até gosto, mas sejamos sinceros, o Winger, Survivor e uma centenas de outras bandas não têm a miníma relevância musical, não têm a miníma importância para o cenário e se não tivessem existido não teriam feito falta alguma.

Principalmente o farofa metal, vulgo Hair Metal ou Gay Metal.....dos anos 80... caras, sejamos honestos, era tudo banda formada por excelentes músicos fazendo posers, viadagens e música muito ruim. De boa, não existe nada mais ridículo no Rock do que esta safra.

Buja
Veterano
# jun/16
· votar


renatocaster
É a pouco tempo que venho ouvindo mais o Journey só porque escutei nas sei aonde o hit "Separate Ways (Words Apart)", e que na verdade eu nunca sequer havia escutado antes.
Depois , seguindo sugestões de ninguem menos que o __Spotify__, comecei a ouvir tambem o Saxon, que segue uma linha parecida 80tista. Coisa que gosto, esse metal antigo like a Iron.
É muita musica que mesmo nós, ouvidores mais frequentes de musica, sobretudo o rock, sequer conhecemos.
E nao tenho vergonha de dizer que nao conheco nem 1% direito de Led, nem de Queen, nem de Sabbath e uma grandiosa infinidade de bandas que tem hits emplacados já, que nao conheco. Do ramones mesmo so conheco a Havana Affair. Do grande Mark Knopfler, so a basicona mesmo que nem preciso citar o nome. As outras estou comecando a conhecer por causa de uns reviews de fender 62' que o povo faz no youtube e toca uns outros rifs do cara.
ps: Ouvi pela primeira na vida a Rock You Like a Hurricane, e foi hoje.

Isso porque somos musicos, instrumentistas, aficionados e nao passamos um dia sequer sem ouvir musica. Agora imagina as pessoas mais comuns que ouvem o que passa no radio, hits novos só os da novela da globo, e os sucessos são os que modinha do sertanejo universitario e do axe bahia.
Qualquer coisa alem de U2, será rock pesado.

JJJ
Veterano
# jun/16 · Editado por: JJJ
· votar


Lelo Mig

É, eu acho que concordo com você. Mas nem me refiro aos "posers", cabelos esvoaçantes e tal. A "roupagem" é característica também, claro, mas me refiro principalmente à sonoridade em si.

É impressionante como essas músicas me soam datadas!!!

Eu ouço um blues dos anos 50 ou um rock pesado dos 70 e - não fosse pela qualidade da gravação - sinto como algo meio "atemporal", entende? Poderia ser uma banda qualquer de qualquer ano...

Mas esse tipo de coisa oitentista me soa insuportavelmente datada... sei lá... chega a ser algo depressivo...

renatocaster
Moderador
# jun/16
· votar


Principalmente o farofa metal, vulgo Hair Metal ou Gay Metal.....dos anos 80... caras, sejamos honestos, era tudo banda formada por excelentes músicos fazendo posers, viadagens e música muito ruim. De boa, não existe nada mais ridículo no Rock do que esta safra.


Eu gosto (do estilo musical). Aliás, é um dos nichos específicos do rock que eu mais curto. Acho que tem coisa boa sim.

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


Lelo Mig
caras, sejamos honestos, era tudo banda formada por excelentes músicos fazendo posers, viadagens e música muito ruim. De boa, não existe nada mais ridículo no Rock do que esta safra.

Você acabou com os meus sonhos. Vou jogar fora meu kit maquiagem, minhas perucas puddle style, todas as minhas calças cocotas e meus coletes de garçon.

LeandroP
Moderador
# jun/16
· votar


JJJ

Dá pra fazer uma versão tecnobrega dessa música, como vem fazendo essa turminha do forró moderninho.

entamoeba
Membro Novato
# jun/16
· votar


Conheci essa do Journey assistindo Glee. (aguardo pedradas)

E Africa, do Toto, assistindo Family Guy.

Lelo Mig
Membro
# jun/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


renatocaster

Cara, tem até uma ou outra coisa que eu curto. Mas no geral, mesmo bandas "consagradas" como Kiss, Poison, Motley Crue, Skid Row, Extreme e etc, eu acho uma merda e sem relevância alguma no rock. Tanto é que a maioria não faz a miníma diferença ter existido ou não.

JJJ

Acho que os 80 foram muito melhor representados pelas bandas pop, punk, alternativos e New Wave. Smiths, The Cure, The Police, Talking Heads, The Clash... etc, foram muito mais significativos que o Hair Metal. Mas, concordo, mesmo essas soam extremamente datadas.

Não estou falando em "gosto x não gosto" e sim em relevância. Hair Metal é nada... o que uma banda como Cinderella fez pelo rock?

Quanto a sonoridade, mesmo na questão gravação os 70 foram melhores. Um "Machine Head" ou um "Dark Side", são atemporais, musicalmente e tecnicamente.

LeandroP

Tu tá velho prás estas baitolagens de camiseta de renda rasgada e echarpe "mamãe quero ser Barbie".

Se não deu na época, nem tenta mais......quanto mais velho mais dói...kkkk

makumbator
Veterano
# jun/16
· votar


Lelo Mig
Mas no geral, mesmo bandas "consagradas" como Kiss, Poison, Motley Crue, Skid Row, Extreme e etc, eu acho uma merda e sem relevância alguma no rock

Tenho que discordar quanto ao Kiss (que é uma banda que definitivamente não gosto), pois ela me parece relevante pra história do rock.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Por que no Brasil algumas bandas estrangeiras o pessoal conhece só uma música?