Tecladista técnico e sem feeling x Tecladista com feeling e sem técnica

Autor Mensagem
Zara
Veterano
# abr/05


Hey all!
Sei que tem muita gente no fórum que se enquadra em um dos dois estilos de tecladistas do título do tópico, ou até nos dois (ou em nehum ehaiuha). Hoje em dia, pra se ter um espacinho no cenário musical, o que conta mais (levando em consideração o estilo musical no qual se queira tocar): um tecladista técnico, que manja muito de teoria e escalas e o diabo a 4, mas amarela na hora do feeling ou um Zé-Arroela que arrebenta no feeling e nos improvisos, mas é um tapado em técnicas??

Quero ver a opinião da galera, valeu ae!

sarpa
Veterano
# abr/05
· votar


Pequena Zara, acho que não há um "extremismo" neste caso para os padrões de hoje.

Mas eu aposto mais no Sr. José Arroela Parafuso das Buchas. Vou citar um exemplo:
O guitarrista da minha banda estudou violão MPB/JAZZ no conservatório de Tatuí/SP (muito conceituado no Brasil). E, eu disse à ele que tinha vontade de estudar lá também, mas como todos sabe, não entendo nada de partituras, nem nada...

Mas, pra minha surpresa, ele disse que eu consigo entrar sim, pois, se eu mostrar pro cara que eu tenho o tal "feeling" e que eu toco mesmo, eu estou lá dentro... O pianista que faz avaliação para os candidatos à piano, tocava com Elis Regina.

Em minha opinião, creio que se o músico for 100% técnica, a música dele ficará meio "travada", meio mecânica... Já o "feelingzeiro", trará um sentimento a mais à música.
Se bem que, por exemplo, o Sr. José Arroela Parafuso das Buchas, não é por que ele está do lado do feeling que ele não executa técnicas.
Muitas vezes, nós "feelingZeiros" executamos as tecnicas sem ao menos saber que elas existem, e assim, vamos criando nossa próprias "técnicas".

Um abraço,
Juninho Sarpa.
www.bandaapice.com.br
www.bandaapice.com.br/juninhosarpa/fotolog

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


e quando é um cara que nem eu que não tem técnica nem feeling ? hehehe

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


mas geralmente tecladista com bastate técnica sempre tem um espacinho, nem que seja tocando músicas covers, já o feeling-man talvez demore um pouco a ser reconhecido, mas depois é mais valorizado, ou não ?

Tiago Pasinato
Veterano
# abr/05
· votar


elementar

Bico
Veterano
# abr/05
· votar


Zara
Regras do fórum:
NUNCA crie tópicos do tipo "Fulano vs. Ciclano" ou do tipo "Quem é o Melhor (ou o pior)".
;)

Zueira, hehe.


EEEU ACHO... q o ideal seria ter os dois, pois há situações em q o feeling depende da técnica para ser expresso (oq às vezes acontece comigo por exemplo, é q crio na cabeça algo q parece ficar muito bão, mas pra executar apanho por falta de técnica) =/.
Mas se for pra indicar minha preferência entre um tecladista "tosco" com altos feelings ou um "robô" cheio das cabulosidades, eu ainda prefiro o primeiro.

Mas se for pra começar a discutir feeling... Hehe.
No tópico sobre o Jordan Rudes, por exemplo, deu pra ver como a questão é pessoal.

E falando nisso...
Jaum_Paulo
Hj eu vou ver se escuto as músicas direito e comento lá. Só pra vc não achar q foi em vão seu trabalho de colocar as mp3, hehe.
É q elas ficam numa pasta de difícil alcance aqui no pc. Aí, nem escutei direito, ainda...

Mr_Mojo_Rising
Veterano
# abr/05
· votar


Eu prefiro o da técnica cheio de teoria.

Jonathas Lacerda
Veterano
# abr/05
· votar


eu prefiro o Fellingzeition!!!!! com certeza... mas sempre é bom estudar...

FDG
Veterano
# abr/05
· votar


pessoa sem feeling não é pessoa é robô
feeling é sentimento,até Hitler tinha feeling
o pessoal assemelha feeling a tocar coisas lentas,sem velocidade e tal

Theo22
Veterano
# abr/05 · Editado por: Theo22
· votar


Editado - não há mais dúvidas!

Paul Miander
Veterano
# abr/05
· votar


técnica qualquer um desenvolve com o tempo e com treino, feeling e pegada já é mais delicado!

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


o ideal seria ter os dois, pois há situações em q o feeling depende da técnica para ser expresso
(2)

Zara
Veterano
# abr/05
· votar


Mr_Mojo_Rising
É. Da mesma forma q vc prefere strings a wurlies.


Acho que o tecladista com feeling acaba desenvolvendo suas próprias técnicas, como falaram ali em cima. Já o tecladista com técnicas, custa a desenvolver seu próprio feeling...
Né não?

Mr_Mojo_Rising
Veterano
# abr/05
· votar


hauehuihhuehe... Zara, Zara, zara...

Mas serio, acho que sim. De certa forma, o cara fica bitolado a "putz, essa é uma improvisação no modo eólio em D" e fica com medo de tentar coisas diferentes que soem legal. Mas lógico, tem que ter noção de alguma coisa, referências musicais (ouvir coisas legais) e um bom ouvido tbem.

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


Acho que o tecladista com feeling acaba desenvolvendo suas próprias técnicas, como falaram ali em cima. Já o tecladista com técnicas, custa a desenvolver seu próprio feeling...
Né não?


PROCEDE

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


impressão minha ou vocês estão confundindo técnica com teoria musical?

Jonathas Lacerda
Veterano
# abr/05
· votar


boua... mas qdo disse q era bom estudar, estava falando de técnica mesmo... teoria músical é a primeira coisa a se aprender antes d aprender a tocar qualquer coisa...

Theo22
Veterano
# abr/05 · Editado por: Theo22
· votar


Ok!
Como não sou de esperar muito uma resposta, tratei de procurar saber do feeling em outro fórum, que li que tem haver com um sentimento que o músico passa ao tocar.

Então agora posso forma uma melhor opinião relacionada ao tópico:Tecladista técnico e sem feeling x Tecladista com feeling e sem técnica

Tocar em sentimento, mas com técnica acho que deve ser como comer de barriga cheia, que é uma pena, nada melhor está com fome pra depois comer.

Tocar com emoção, mas sem técnica, é a pessoa está faminta, está com vontade mesmo, pronta pra comer.

Falei de comida, mas poderia ser algo mais vital, como a água.
Beber com sede e beber sem sede, acho que isso tem haver com isso.

Juliano de Oliveira
Veterano
# abr/05
· votar


Acho q uma coisa completa a outra. O ideal é ter os dois.
Um cara com muito feeling automáticamente terá algo de técnico, señ ñ saberá passar nenhum sentimento pra ninguém( disse alguém com muito feeling)...E vice-versa.

dayse_sousa
Veterano
# abr/05
· votar


eu prefiro o feeling (pq sou uma hehhehe, tenho uma noçãozinha de tecnica...). Conheço um cara q toca violão, guitarra, e como precisou trabalhar na minha igreja como tecladista, pegou tudo sozinho, sem professor, sem escola e toca super bem teclado e é muito agil nas teclas, toca em uns estilos e ritmos muito legais a faz arranjos muito criativos, fico babando mesmo, é dom de Deus! Isso que eu chamo de um verdadeiro feeling. Claro q n dispenso a tecnica (estou em busca dela), acho que se o musico tiver os dois (tecnica+feeling) iria ser uma mistura perfeita.

ROTTA
Veterano
# abr/05
· votar


Zara
Quero ver a opinião da galera

Excelente provocação. :-)

Acho que, novamente, depende da situação. Imaginem um candidato a pianista clássico sem técnica? Creio que não seja possível. A execução da maioria das peças exigiria dele um domínio impossível de ser alcançado apenas com feeling.

Por outro lado, os recursos de acompanhamento de vários teclados de hoje facilitam o aprendizado e a execução de arranjos bem interessantes, mesmo com o mínimo de técnica. Quero dizer que hoje se aprende a tocar com acompanhamento muito facilmente, e isto é bom por desmistificar o mundo do teclado e facilitar a adesão de novos músicos.

Por fim, acho que mesmo quem inicia tocando de forma simples (e muitos de nós iniciaram assim) acaba por desejar mais conhecimento técnico. E neste ponto os dois "personagens" que você propõe se fundem em um só. :-)

Que fique bem claro: não estou considerando um tipo melhor que o outro. Alguém mais pensa assim?

Abraços.

fathertime
Veterano
# abr/05
· votar


Assim como o Sarpa falou, não podemos tb achar que só existe 8 ou 80.

Técnica e feeling tem de coexistir num bom tecladista.

Só com o feeling não é muito fácil fazer um bom solo...acho necessário ter uma certa base teórica. E, só com técnica tb não adianta, se não a música não passará o sentimento e não será agradável.


Mas respondendo diretamente à pergunta inicial: Eu fico com o tecladista com feeling e sem técnica.

Paul Miander
Veterano
# abr/05
· votar


Um exemplo claro disso é ouvir o Jordan Rudess e o Kevin Moore, ou o Derek Sherinian!
Parece que o KM e o DS têm todo um controle de bend, têm uns solos mto expressivos! E JR por ter mto mais técnicas que eles, só se preocupa em mostrar tudo que sabe em cada solo, aí fica chato e repetitivo!
Alguém já ouviu "Another Day" ao vivo tocada pelos 3?
Eu tenho 3 versões diferentes!
a do KM é sem comentários, ele faz o solo de sax com uma perfeição incrível, bends, vibratos, expressão dinâmica perfeita! E o mais importante, com aquele tecladinho vagabundo ( em comparação com o Trinity e o K2660 do JR... )
a do DS é mto boa tb, mas vc não v toda aquela expressividade, e perfeição como na KM, porém DS faz um solo em outro estilo, que eu acho bem legal... e q não compromete a idéia da música
a do JR... bem... parece q a sensibilidade ao toque estava desligada :P todas notas na mesma altura, pouquíssimo vibrato e expressão, MTO linear o som, o que me faz pensar ( como sempre ) q o JR é um midi humana!

Enfim, creio q o KM conseguiria tocar qualquer coisa que o JR toca, lógico que treinando, mas o JR mostrou por esse exemplo que não consegue ser expressivo nem em um solo já feito!

Isso é apenas um exemplo, por favor não comecem aquela KM X DS X JR!

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


Paul Miander
essas versões são dos cds ao vivo deles?

V. Augusto
Veterano
# abr/05
· votar


Eu consigo ser os dois. Só depende do meu humor...

Durval Dellê
Veterano
# abr/05
· votar


Eu não estudei muita música e as vezes me complico na improvisação com algumas escalas.....

Para se ter um Felling digamos "não dissonante" é necessário ter técnica.

Digamos que o cara do felling é um auto-ditata, mas com certeza ele andou experimentando o que é bom e o que não é (adquirindo tecnica sem saber)


O problema se encontra em alguem que pode estudar uma vida inteira e ser travado....

Mas o cara que tem Felling estuda com muito mais facilidade na minha opinião.. é só querer...

Por isso sempre vou apostar no Felling

V. Augusto
Veterano
# abr/05
· votar


Durval Dellê
Para se ter um exemplo de música com feeling (não querendo aparecer) mas procure na busca:

Duelo - Baixem as MP3s.

Procure a minha música. Não usei técninca nenhuma, mas tem um bom sentimento.

adnz
Veterano
# abr/05
· votar


o bom é sabe as duas coisas :)

Jaum_Paulo
Veterano
# abr/05
· votar


N Ã O   C O N F U N D A M   T É C N I C A   C O M   T E O R I A   M U S I C A L ! ! !


adnz
Veterano
# abr/05
· votar


prefiro dream theater

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Tecladista técnico e sem feeling x Tecladista com feeling e sem técnica