Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Boss GT-100: Finalmente Boss lança pedaleira top pra bater a POD HD 500

      Autor Mensagem
      Bog
      Veterano
      # jan/12 · Editado por: Bog
      · votar


      Ramsay

      Eu acho que vi este assunto faz pouco tempo em outro tópico. Vou até copiar o que disse lá:

      Existe um mal que ataca muitas empresas grandes. É uma espécie de "mamutização". Eles ficam presos nos processos e inovações que eles mesmos criaram e que foram bem sucedidos em algum momento. Exatamente por terem sido bem sucedidos, o que eles já faziam, continuam fazendo muito bem (MESMO), mas a inovação demora mais para se espalhar, e eles podem acabar sendo atropelados por algum concorrente mais ágil.

      Não acho que a Roland tenha chegado neste ponto ainda. Ela ainda está em um estágio anterior à Sony (que se "salvou" com o Playstation no final dos anos 90, e agora está travada de novo) e à Nokia (que foi atropelada pelo iPhone e agora travou). Depois disso, ainda tem o nível da IBM (que mudou de negócio para sobreviver) e da Motorola (que não faz mais celulares). E mais adiante, finalmente, chegamos no mesmo lugar da Kodak (à beira da falência) e da Olivetti (lembra dela?).

      Enfim, a Roland ainda tem um longo caminho até a irrelevância total, ehehe. Não chega a ser um mamute ainda, mas anda precisando de um regime...


      Ramsay
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      ricardocezario

      O importante é o som!!
      O fato dela ter 2 telas não significa nada.
      E te digo que depois da Pod HD 500 (que ficou bem aquém das expectativas) eu nunca mais vou comprar uma pedaleira, seja de que marca fôr.

      MauricioBahia
      Moderador
      # jan/12
      · votar


      igor.schecter: nossa cara mais na 25 de março voc compra um cabo usb por 5 reais imagina o que eles devem gastar, apenas centavos de dolar.

      É cara, mas quando eu vejo uma empresa com a Boss, que é "rato" de tecnologia e pioneira optar por esse tipo de padrão, é pq algo está envolvido no projeto. Quem sabe algum fator de risco, como compatibilidade? Ou ainda, pra gravação, USB, 1.1 já basta? Enfim, estou imaginando que essa não foi uma decisão tomada de forma impensada. Sei lá, quem sabe isso não pode ser implementado numa atualização do firmware?

      Abs

      MauricioBahia
      Moderador
      # jan/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Ramsay: E te digo que depois da Pod HD 500 (que ficou bem aquém das expectativas) eu nunca mais vou comprar uma pedaleira, seja de que marca fôr.

      É pq criaram um enoooorme expectativa com o produto. Então colocaram-na numa patamar tão alto que o tombo foi forte. Eu teno a impressão que aas POD HD formam as maiores frustrações que eu vi por aí. Foi um tufão que passou e se calou. O próprio alexromachado que colocava a POD HD 500 nas alturas e fez muitos vídeos demos deste equipo, acabou mudando um pouco de opinição (principalmente após a queima do display e falta de SAC da Line 6 no Brasil) e vendo que sua substituta, uma Tonelab pode dar conta do recado ou até superar em alguns aspéctos, com ele mesmo cita em seu canal no Youtube.

      Sabe qual é cara?

      "E a novidade que seria um sonho, O milagre risonho da sereia, Virava um pesadelo tão medonho, Ali naquela praia, ali na areia".

      A novidade é o máximo, mas depois que não é mais novidade, é que a gente enxerga um monte de defeitos ou coisas que poderiam melhorar. Isso pode levar meses.

      Abs

      Ramsay
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Eu acho que vi este assunto faz pouco tempo em outro tópico. Vou até copiar o que disse lá:

      Existe um mal que ataca muitas empresas grandes. É uma espécie de "mamutização". Eles ficam presos nos processos e inovações que eles mesmos criaram e que foram bem sucedidos em algum momento. Exatamente por terem sido bem sucedidos, o que eles já faziam, continuam fazendo muito bem (MESMO), mas a inovação demora mais para se espalhar, e eles podem acabar sendo atropelados por algum concorrente mais ágil.

      Não acho que a Roland tenha chegado neste ponto ainda. Ela ainda está em um estágio anterior à Sony (que se "salvou" com o Playstation no final dos anos 90, e agora está travada de novo) e à Nokia (que foi atropelada pelo iPhone e agora travou). Depois disso, ainda tem o nível da IBM (que mudou de negócio para sobreviver) e da Motorola (que não faz mais celulares). E mais adiante, finalmente, chegamos no mesmo lugar da Kodak (à beira da falência) e da Olivetti (lembra dela?).

      Enfim, a Roland ainda tem um longo caminho até a irrelevância total, ehehe. Não chega a ser um mamute ainda, mas anda precisando de um regime...


      Bog, o problema é justamente esse, a Roland/Boss evolui a nível cosmético, mas, a tecnogia em sí, pouco evolui ficando atrelada a conceitos de 10 anos atrás ou mais.

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Ramsay
      Bog, o problema é justamente esse, a Roland/Boss evolui a nível cosmético, mas, a tecnogia em sí, pouco evolui ficando atrelada a conceitos de 10 anos atrás ou mais.

      Sim... é como eu disse, a minha impressão é que ela está em processo de "mamutização". Não acho que tenha chegado lá, mas já começa a se arrastar devagar, sob o peso do próprio sucesso. Mesmo que a GT-100 seja de fato uma melhora sobre o que havia antes, a valer o histórico da empresa, outro salto levará vários anos para acontecer.

      Pense em quantas empresas gigantes você conheceu quando era criança e que sumiram. Agora pense em quantas delas inventaram algo inovador (produto, processo, modelo de negócios) mas que ficaram presas àquilo até virarem fósseis. Seria muito triste se acontecesse isso com a Roland, mas acontece... Até a Vox precisou ser salva uns anos atrás. Até a Fender!!!

      PS - Uma coisa que eu vejo como um mal sinal é que até algumas das demonstrações da Boss parecem saídas direto dos anos 80.

      MauricioBahia
      Moderador
      # jan/12 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Não sei, mas tenho a ligeira impressão que essa nova Boss deve ter herdado muita coisa do Roland GR-55. Tomara que sim pois os feedbacks positivos pra essa multiFX foram muito bons!

      Drinho
      Veterano
      # jan/12 · Editado por: Drinho
      · votar


      Vamos torcer pra que esse produto soe menos eletrônico como o restante da linha inteira.

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      MauricioBahia

      A GR-55 é MUITO legal, mas a parte de efeitos de guitarra é na imensa maioria tirada da GT-10. O que a GR-55 tem de legal é a gama de possibilidades que o captador hexafônico traz. Eu estou finalizando uma gravação aqui onde uma LP faz papel de guitarra hollowbody e baixo, e eu não consigo dizer que é uma simulação só ouvindo.

      Eu vou pedir para a minha esposa trazer a GT-100 do Japão (vai ser minha última oportunidade de conseguir esses "brinquedos"), espero que ela seja BEM melhor que a GR-55, senão vou ter que vender, heeheh.

      Agora, sejamos justos, apesar dos pesares a Roland ainda teve em anos recentes algumas inovações incrementais que foram seguidas por outros. Por exemplo, eles que começaram com essa história de cadeias parlelas e loopers.

      MauricioBahia
      Moderador
      # jan/12
      · votar


      Bog

      Quem sabe essa GT-100 não é a GR-55 sem as funcionalidades do captador hexafônico? compra aí! ehhe

      Abs

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      MauricioBahia
      Quem sabe essa GT-100 não é a GR-55 sem as funcionalidades do captador hexafônico? compra aí! ehhe

      Ué cara, mas aí ela seria somente um sub-conjunto da GT-10. Não faria sentido.

      GuitarRockMan
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      A GR-55 é MUITO legal, mas a parte de efeitos de guitarra é na imensa maioria tirada da GT-10

      como ate vc ja falou pra mim soou mais do mesmo

      Ué cara, mas aí ela seria somente um sub-conjunto da GT-10. Não faria sentido.

      exatamente!!

      Kevlar
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Tô vendo outra surra que a Line6 vai dar na Boss... mesmo lançando um produto com mais de um ano de antecedência ao seu concorrente;

      A pod hd está se superando (novo firmware com modelação de amp p/ baixo tá vindo aí), logo sai p/ voz tb, novamente os estúdios estarão bem servidos...

      Com certeza para simulações a line 6 sempre estará na frente em relação à boss; é o mercado principal dela, ao contrário da boss que quer pipocar em vários segmentos.

      Não tô dizendo que a GT100 será ruim, provavelmente será bem melhor pra tocar ao vivo num amp (como a gt 10), utilizando apenas os efeitos sem simulação, mas se tratando de simular, vai tomar surra, pois a line 6 melhora seu produto a cada dia, com upgrades frequentes, esse é o coração da line 6, já p/ boss é apenas um pequeno orgão não vital.

      Agora que COSM é um nome fraco isso, sem sombra de dúvida é vero... acho que a boss deveria reestruturar seu departamento de marketing, bem como mandar mantar todos os designers responsáveis por essa cagada visual que é a GT100... sinto muito, mas é feia demais.!!!.. impossível fazer uma pedaleira mais feia que essa...

      idéia para hype: "É FEIA, MAS TOCA MUITO!!!"

      Dudu Filho
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Eu só gostaria de saber quando ela será vendida lá nos EUA. Já prepararei a grana.

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Dudu Filho

      Está prevista já para Fevereiro.

      Kevlar
      impossível fazer uma pedaleira mais feia que essa...

      Ela não é feia. Só é fora de moda, haahhah. Ela tem cara de anos 80, as demos da Boss têm cara de anos 80, os demonstradores da Boss na maioria têm cara de anos 80, e até os presets que vêm nas pedaleiras da Boss têm cara de anos 80!!! O.o

      Com certeza para simulações a line 6 sempre estará na frente em relação à boss; é o mercado principal dela, ao contrário da boss que quer pipocar em vários segmentos.

      Acho difícil fazer tal afirmação usando como base este argumento. A Digitech também é parte de uma empresa que atua em vários segmentos (a Harman), e eu sinceramente acho as simulações dela melhores que as da Line 6. Aliás, a Line 6 está também diversificando: depois dos sistemas wireless ela agora vai para o segmento de PAs.

      Ou seja, o fato de a Line 6 ter simulações como o seu principal foco (fato) não significa que nada que a Roland lançar poderá superar jamais o Pod equivalente. Não diria que já aconteceu, mas pode vir a acontecer.

      Aliás, eu nem achei o Pod HD tão grande coisa assim. Fiquei horas e horas futricando e não achei nenhum som que eu não conseguisse com mais facilidade de um Amplitube, e nem a tão anunciada dinâmica era melhor que a da Tonelab. E, principalmente, com uma Digitech RP355 consegui em 10 minutos vários timbres que me agradaram MAIS do que os que eu consegui com horas de Pod HD300 e 500, bem mais caras. Eu tenho até vontade de trocar umas coisas que eu não ando usando aqui por um Pod HD300 (que tem as mesmíssimas simulações de amps que o 500) só para ver se encontro essa maravilha toda que o pessoal jura que ouve.

      GabrielVaneli
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Novo videozinho do brinquedo



      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      GabrielVaneli

      Aí ó... guitarrista com cara de anos 80, tocando músicas com cara de anos 80, com um timbre com cara de anos 80... Tô falando... =P

      GabrielVaneli
      Veterano
      # jan/12 · Editado por: GabrielVaneli
      · votar


      Bog
      Aí ó... guitarrista com cara de anos 80, tocando músicas com cara de anos 80, com um timbre com cara de anos 80... Tô falando... =P


      Já "mumifico" até os endorses ?

      kkkkkkkkkkkkk

      Mais falando serio, acho que o som ta bem parecido com a GT10, apesar que estas demonstrações os caras nunca mostram o verdadeiro som do equipo, mais acredito que o que deve ser melhorado e a pegada-dinâmica, tenho apostado nisto ...

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      http://www.boss.info/sound/GT-100/

      Delson
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Ainda não dá pra diferenciar a qualidade dos timbres da GT-10 pra GT-100. Pelo audio do youtube fica bem dificil, como disse o Bog anteriormente. O que nos resta é esperar...

      Rick Martinez
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Como todos dizem ainda não é possível fazer uma avaliação, mas algumas coisas já tem como reparar.

      Primeiro esse duplo display, poderia ser um só e ocorrer a divisão na tela quando necessário, a propósito em plena na era do touch não sei porque ainda não existe uma pedaleira com display de toque na tela. Se eu estiver falando besteira desconsidere, por favor.

      Entrada Aux in, acredito que seja para algum player ou coisa parecida.

      Disposições dos pedais, para mim que já estou acostumado com a gt-10 me pareceu meio confuso.

      Quanto aos sons, do link que o Bog postou, alguma coisa soou melhor do que eu já vi na gt-10, principalmente os sons de lead na parte de hard rock.
      Quanto ao som de metal, o Metal Corn, me pareceu muito com os sons modernos, não vi nada parecido na gt-10, não com esse ganho.

      No mais, os efeitos me pareceram bons, porém não muito diferentes da GT-10.

      Aconselho a vocês darem uma olhada nesse link que o Bog postou : http://www.boss.info/sound/GT-100/

      Abraços!!

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Minha impressão sobre os sons que eu ouvi: as demos ainda soam Boss. Aliás, algumas me são estranhamente familiares, porque várias usam as bases de baixo e bateria do JS-8, heheheh. Mas não consegui mais notar a coisa mais incômoda da geração atual que é o tal do efeito "cocked wah" nos sons high gain.

      Acho que conclusões mesmo só quando eu botar as mãos em uma. Mas isso demora...

      Calime
      Veterano
      # jan/12 · Editado por: Calime
      · votar


      Rick Martinez

      ...a propósito em plena na era do touch não sei porque ainda não existe uma pedaleira com display de toque na tela. Se eu estiver falando besteira desconsidere, por favor.

      Dá uma olhada nessa então...

      Rick Martinez
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Calime
      E o Ipad vem junto? Me parece mais um acessório para Ipad, do que uma pedaleira propriamente dita, mas mesmo assim vou pesquisar valeu a dica!

      Abraços!!

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Rick Martinez

      Essa Digitech obviamente não vem com o iPad. Ela tem o hardware melhor que o da RP1000, mas para explorar ela completamente precisa ter um iPad. Muita gente reclamou disso nos fóruns da vida, é um produto de nicho, porque ninguém vai comprar um iPad só para usar a pedaleira, né!

      Agora, eu pessoalmente não ligo para o display monocromático de celular de 1999. Para quem ainda se vê às voltas com uns displays de 2 dígitos, é super-novidade, hehahaha. Eu só vi pedaleira com display colorido de um fabricante chinês, a nuX.

      Calime
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Rick Martinez
      Bog

      De fato, não vem com Ipad. Mas concordo com o que o Rick Martinez
      disse, nos dias de hoje já passou do tempo dos fabricantes lançarem pedaleiras com displays melhores. Outra queixa que tenho é sobre as modelações....acho que poderiam criar algumas que ao inves de vc usar amps já consagrados, que vc msm pudesse criar amps personalizados. Outro lance legal de se fazer é ao invés de colocar imagens de pedaizinhos, aparecerem gráficos de equalização no display, ou ao menos colocar como opção(juntamente com as imagens de pedais e amps, que pra mim é mais um lance de feitiche que outra coisa).

      Bog
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Calime

      Concordo quanto aos displays. Não gosto de touch screen, mas até o meu tocador de MP3 vagabundo chinês (e que já tem uns bons 4 anos) tem uma telinha colorida!

      Agora:

      Outra queixa que tenho é sobre as modelações....acho que poderiam criar algumas que ao inves de vc usar amps já consagrados, que vc msm pudesse criar amps personalizados.

      Todas as pedaleiras que eu testei nos últimos anos têm simulações de amps que não são realmente simulações de amps consagrados, mas sons idealizados pelas próprias marcas.

      E algumas delas permitem sim um grau maior de flexibilidade. A Digitech tinha na GNX4 e na GNX3000 uma função "warp" que permitia misturar as características de dois modelos. Não era uma mistura dos sons, e sim das próprias características. E dava para misturar warp models também, arbitrariamente. Um sujeito inclusive lançou um pacote só com simulações de amps que ele montou usando esta função, e incluia uma caralhada de amps que não tem na original. É uma pena que as RP não têm esta função, a Digitech precisa botar ela de volta nos produtos novos. A GT-10 também tem uma opção para, a partir de algumas simulações básicas, criar um "custom amp". Não é tão flexível quanto a da Digitech, mas está lá.

      Ou seja, já existe a possibilidade de criar amps personalizados em algumas circunstâncias e em alguns produtos. Talvez o problema seja só que você não conhece eles. ;)

      gráficos de equalização

      Isso já existe, também. A GT-10 (e o JS-8, que é baseado na GT-10) tem um equalizador paramétrico de várias bandas que mostra o desenho da curva de eq:

      http://1.bp.blogspot.com/_4-rxBjbQPvU/SXYEl6W5TJI/AAAAAAAAAC4/rWaYWDyg uuM/s1600-h/PICT0003...JPG

      O que eu queria mesmo é que eles mostrassem junto com a curva de equalização o espectro da frequência em tempo real. Isso permite enxergar claramente certas frequências xaropes.

      imagens de pedais e amps, que pra mim é mais um lance de feitiche que outra coisa

      Aqui eu concordo contigo. Esse negócio de mostrar deseinho para mim só faz sentido ou para adolescente que quer se imaginar tendo amps e pedais, ou para alguém muito old school que precisa ver as coisas do jeito que ele conhece. Para mim, o que importa é ser funcional, então essas interfaces felizes e coloridas são dispensáveis. Coisas que realmente agregam são, por exemplo, diagramas com o caminho do sinal e o já mencionado gráfico com a curva de equalização.

      Calime
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      Bog

      A Digitech tinha na GNX4 e na GNX3000 uma função "warp" que permitia misturar as características de dois modelos. Não era uma mistura dos sons, e sim das próprias características.

      pois é, j´sabia das digitech sim(já tive a gn4 ), porém ainda acho mto limitada qto a isso, acho que isso podia ser mais priorizado. Sei que existem mercado pra todo mundo, inclusive pra galera que se satisfaz com as modelações básicas e desenhos de pedais e ampas, mas pra mim o ideal seria ir mais pro lado funcional a coisa msm, na qual vc se guiaria mais pela questão do som, e não visual.

      Sobre a gt10 eu desconhecia que ela tinha isso tbm. Apesar de durante qse um ano ter usado a gt8 e gostado até do som que tirava dela, nunca consegui me habituar a programação dela...acabei indo pro lado da POD, que é onde estou atualmente.

      Brunoas
      Veterano
      # jan/12 · Editado por: Brunoas
      · votar


      achei mais bonita minha gt-10...
      mas será que realmente evoluiu tanto assim?

      espman
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      rapaz....eu acho essas pedaleiras com mts parametros um saco...vendi minha gt 10 e comprei uma me-50...é ultrapassada,mas me atende melhor..nao preciso de simulacao de ampli ja q toco metal e tenho um marshall jcm 2000 dsl 401

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Boss GT-100: Finalmente Boss lança pedaleira top pra bater a POD HD 500

      306.420 tópicos 7.907.440 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital