【FIXO】 Lutheria e Equipamentos - Tópico Oficial de Perguntas ao Bertola e Seiji

Autor Mensagem
Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 11/ago/19 20:10
· votar


Fugitivo
Não porque o "ataque" das notas é bem distinto. Mas a resposta sonora não será boa mesmo não...
Edson_Silva_01
Não muda quase nada...Apenas certifique-se com um multímetro da resposta de corte dos pots.
Pots logarítmicos usam-se para o controle de tonalidade.
Abçs

Edson_Silva_01
Membro Novato
# 12/ago/19 22:42
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Obrigado!
Vou instalar os 3 pots 250K Log + .22µF

Aproveitando, a Fender, desde os anos 50 utilizou dezenas de configurações para potenciômetro e capacitor nos circuitos da Sratocaster. Tudo está disponível no site https://support.fender.com/hc/en-us/articles/115000820386-Stratocaster -Service-Diagrams

Tem circuitos que eu nem imaginava como uma strato com 4 single coil (Jeff Back) ou uma Strato com um único Humbucker (Tom Delonge).

Uma coisa eu não realizei: Qual a vantagem de pot logarítmico para tonalidade? os circuitos do Jazz Bass usam, a maioria das Stratos mais antigas usam. Pode ser que fizeram isso por conta de preço, ou por alguma característica que agradava os músicos . Não entendi..

Edson_Silva_01
Membro Novato
# 12/ago/19 22:58
· votar


Acabei de achar a explicação num fórum americano, log para tom é (foi) muito utilizado porque no início do curso ele é menos sensível então o músico tem maior sensibilidade, mas tem músico que odiava (odeia), girar o pot e não mudar quase nada, O participante do forum encerra dizendo que se a pessoa é "linear" vai se atrapalhar com o pot logaritmo e vice - versa. E que como é uma coisa barata ele incentiva a testar os dois tipos de pot (A/B) para tonalidade, e ver qual você se sente mais confortável. me pareceu fazer sentido esta explicação.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/ago/19 08:18
· votar


undefinedEdson_Silva_01
Pots logarítmicos são e continuam sendo usados.
Nunca ouví essa história que vc contou acima...
Quando construo instrumentos uso tanto uns quanto outros, mas o fato de preferir os logarítmicos para o tone (e para o volume também), é que a curva de resposta do mesmo é mais consistente ao longo do curso de giro, permitindo um ajuste mais acurado. No caso dos lineares, muita gente os prefere no volume pois usa o recurso de reduzir um pouco o volume para base e aumenta-o para o solo, o que num pot linear é um procedimento "curto" e rápido - no logarítmico ele é mais "longo".
Abç

Wagnerkill-1978
Membro Novato
# 13/ago/19 20:47
· votar


Boa noite galera

Tenho uma Ibanez G10 e o jack do P10 dá uns mal contato as vezes, já abri e refiz a solda algumas vezes, mas o problema volta.

Como a G10 é modelo de entrada creio que o jack é de baixa qualidade.

Qual marca vcs recomendam?

Uma outra dúvida é sobre o fio que vai no jack, compensa trocar por um de boa qualidade ?

Abraços

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/ago/19 23:52
· votar


Wagnerkill-1978
Qual marca vcs recomendam?
Qualquer uma de boa qualidade. Compre estereo (e ligue em mono).
Uma outra dúvida é sobre o fio que vai no jack, compensa trocar por um de boa qualidade ?
Não.
Abç

Felipe Stathopoulos
Membro Novato
# 14/ago/19 08:59
· votar


Bertola, bom dia, se puder me ajudar:

Tenho uma Fender Strato CIJ HSS Photoflame (1 botão de tone e 1 de volume). A chave dela (Schaller "comum") é de 5 posições, e atualmente está ligada da forma tradicional:

1 - Humbucker (ponte);
2 - Humbucker e single do meio;
3 - Single do meio;
4 - Meio e braço;
5 - Braço.

Ocorre que eu não uso para absolutamente nada a posição 3 (single do meio sozinho), embora use bastante as posições 2 e 4 (single do meio + pontas).

Bom, ouvi falar de uma forma de ligação que utilizaria a posição 3 (que não uso) para ligar os captadores da ponte (humbucker) e braço (single) juntos. Segundo quem me falou (e eu tenho motivos para acreditar na pessoa) essa ligação dá um som bastante peculiar e bem mais útil que o cap do meio sozinho. Segundo também entendi, seria apenas uma questão de refazer as conexões na chave seletora.

No entanto, ao questionar meu luthier sobre isso ele me disse que seria necessário comprar uma chave Schaller Megaswitch, que tem num sei quantas mil possibilidades de ligação. Só que a mais barata custa 140 contos...

Aí fiquei bolado se meu luthier não está tentando me empurrar um trampo (e gasto) maior que o necessário.

Será encanação minha? Ou meu luthier realmente está dando um "migué" comigo?

Desde já agradeço imensamente.

Wagnerkill-1978
Membro Novato
# 14/ago/19 12:03
· votar


Boa tarde


Obrigado pela orientação Bertola

Qualquer uma de boa qualidade. Compre estereo (e ligue em mono).

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 14/ago/19 21:15
· votar


Felipe Stathopoulos
Não precisa comprar a (cara) Megaswitch.
Para usar essa ligação que vc está pensando pode-se usar uma chavinha por exemplo (que é a forma mais comum) ou um potenciômetro "push pull". Isso vai funcionar nas posições 1 e 2 (ou 4 e 5 conforme a ligação)
Para, na posição 3 ligar os capts do braço + ponte juntos (posição 2 do esquema telecaster), não será possível com uma chave comum, pois se vc usar "jumpers" para conectar nessa posição os capts do braço e da ponte, o que vc terá (na posição 3) serão TODOS os captadores ligados (Pepeu Gomes e Celso Blues Boy usavam muito esse som). Isso ocorre porque, além dos "jumpers", vc terá também a trilha da própria chave (que não dá para mexer).
http://www.guitar-mod.com/strat.html
Abç

pequenogafanhoto
Veterano
# 15/ago/19 00:25 · Editado por: pequenogafanhoto
· votar


Tenho essa CLP2S há 6 anos. Ela sempre teve esse problema de trastejar nos bordões, com a corda solta e no primeiros trastes, a não ser que palhete fraco.
Levei numa loja e o luthier falou que é a minha palhetada, mas isso não acontece com outras guitarras. O som dessas cordas também parece estar meio xoxo (são Daddario 10).
Recentemente troquei a ponte dela e levei num luthier pra fazer os espaços pras cordas, mas percebi que ela está dando um som de trastejo na ponte. O parafuso da altura do tailpiece está apertado até em baixo. A corda lá está desafinando ainda mais do que o de costume.
Segue áudio demonstrando o problema.
https://vocaroo.com/i/s1e2kErf5hv8
Grato.

Felipe Stathopoulos
Membro Novato
# 15/ago/19 11:32
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Entendi, valeu pela força!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 15/ago/19 17:32
· votar


pequenogafanhoto
Cara, não dá para fazer qualquer diagnóstico assim.
Isso só pode ser feito "in loco"...
Retorne a seu luthier e explique o problema...
Em tempo... Trastejamento nas 1ªs casas é a altura da pestana...
Felipe Stathopoulos
OK!
Abçs

caduzera
Membro Novato
# 17/ago/19 21:24
· votar


Opa, tudo bem pessoal? COmprei uma guitarra no Aliexpress e ela chegou hoje, achei ela bacana demais, muito bonita e com um ótimo timbre o problema é que eu percebi um espaço de +/- 1mm entre o tróculo e o braço. Isso é fácil de um luthier corrigir ? Segue abaixo as fotos

Foto1Foto1
Foto2
foto3
foto4
foto5

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/ago/19 22:40
· votar


caduzera
Isso é fácil de um luthier corrigir ?
Facílimo.
Leve-a a seu luthier para a IMPRESCINDÍVEL REGULAGEM GERAL INICIAL, já de posse de um encordoamento novo e de qualidade, e mostre isso à ele.
Abç

caduzera
Membro Novato
# 20/ago/19 00:09
· votar


obrigado pelas informações, vou fazer isso. Vlw

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a 【FIXO】 Lutheria e Equipamentos - Tópico Oficial de Perguntas ao Bertola e Seiji