Vique, rolo com minha gibson que tentei trazer dos EUA ( + Extravio, + Imposto )

Autor Mensagem
felipegoffi
Veterano
# out/10


Pessoal. Vou contar como sou azarado!

Bom vamos lá.

Vim de orlando, sai de lá na Quinta feira 12:40 horário dos EUA, com uma GIBSON LES PAUL STUDIO DELUXE na mão, comprada por $1399 na guitar center. Imposto americano de $80,00 dollares. Até ai tudo bem...

Ao embarcar nos EUA a mulher disse que eu não poderia levar na mão a guitarra, e teria que despachar, sem problemas. Despachei.

Viajem foi feita pela compania TACA. Ótima compania, não tenho nada a reclamar.

Cheguei Sexta feira, 5:40 da manha ( horario de brasil ), e a guitarra não apareceu na esteira, havia sido extraviada. Abri a ocorrencia no aeroporto, peguei o contato da compania, e vim para Bauru.

No sábado, recebi uma ligação da TACA, dizendo que a guitarra foi encontrada, porém a receita federal reteve ela para cobrar impostos.

Agora começa o maior problema. No termo de retenção está:
---------------------------
Isenção = ZERO, o passageiro não apresentou IPR comprovando a perda da bagagem junto a receita federal, não tem comprovação do uso ou não dos $500,00 da cota de isenção.

Valor da mercadoria: A comprovar
OBS: Conforme consulta no musiciansfriend.com o valor é 1399USD
--------

Realmente não apresentei esse tal de IPR comprovando a perda de bagagem, mas não fui informado no setor de perda de bagegens no aerporto que deveria ser feito isso, então foi uma puta sacanagem...

Pelo que eu entendi, irão cobrar 50% do valor da guitarra, então é 699 dollares, algo em torno de 1200 reais...

Alguem sabe como faço para efetuar o pagamento dos impostos? No termo de retenção o cara não colocou o valor nem nada.

Que rolo em...

Só para raciocinar:

Imposto dos EUA, cujo foi o país de fabricação da guitarra, tem total direito de cobrar impostos sobre ela: $80,00

Imposto Brasileiro, que não faz porra nenhuma alem de roubar dinheiro: $700,00

O brasil simplesmente cobrou um imposto 9x maior que dos EUA. Agora vai para os EUA para você ver o que eles não fazem com seus $80,00 de imposto e vem para o brasil para você ver onde eles enfiam os $700,00

Alguem já teve problema com impostos? como faço para pagar tal?

Jeremiass
Veterano
# out/10
· votar


Caramba manolo... Problema dos grandes!

O Brasil não tem direito algum de cobrar imposto sobre sua guitarra. Pois ela já foi comprada legalmente e está Usada, não é produto para comercialização para ser cobrado imposto. O Problema foi no despachante, era bom você entrar em contato e dizer que foi retida e está sendo cobrado imposto para vendê-la no Brasil...

Outro erro foi da companhia, que declararam sua bagagem como produto para venda. Imagina se todo o músico que vir para o Brasil ter seu instrumento retido e ser obrigado a pagar imposto ? não dá né...

Te recomendo a entrar em contato com a receita federal e saber por que você tem de pagar imposto numa guitarra que é para uso próprio, e já está usada, ai você pergunta também se todo o músico que vem dos Estados Unidos tem que pagar imposto sobre seus instrumentos agora... Quero ver o que eles te responderão :P

Um erro de comunicação grande, acho que você deveria brigar com a TACA e também com a receita, pois eles estão mais que errados. Um por extraviar uma bagagem, não declarar que é bagagem pessoal de passageiro e deixar a receita reter para cobrar ICMS a maiores das sacanagens.

Respondendo sua pergunta, ligando na receita eles lhe darão instruções para você imprimir um boleto que está no site deles, ai você efetua o pagamento em qualquer banco/lotérica etc. Se eu fosse você não faria isso, eu processaria a companhia aérea se eles não derem um jeito de recuperar sua guita.

Flw

daniel_guitar
Veterano
# out/10
· votar


felipegoffi
tem que ir na receita federal (provavelmente a que aprendeu sua guitarra) e efetuar o pagamento se não me engano só aceitam em dinheiro vivo, todo na hora, boa sorte para recuperar essa beleza de gibson

Arimoxinga
Veterano
# out/10
· votar


caramba!! uma das coisas que dá raiva de ser brasileiro o cara pagar uma coisa que já é sua foda!! fiquei com raiva como se tivesse sido comigo!


Peace!!!

Prometherion
Veterano
# out/10
· votar


Jeremiass
O Brasil não tem direito algum de cobrar imposto sobre sua guitarra. Pois ela já foi comprada legalmente e está Usada, não é produto para comercialização para ser cobrado imposto.

Wrong!

Havok
Veterano
# out/10
· votar


esses bando de b@it0l@ só sabem roubar,por isso que nesse país a gente tem que ser é malandro pra se dar bem.

Havok
Veterano
# out/10
· votar


Se eu fosse você não faria isso, eu processaria a companhia aérea se eles não derem um jeito de recuperar sua guita.

Jeremiass
o que me da mais raiva é que a justiça nesse pais n existe se vc for pagar um advogado vc paga quase o mesmo da guitarra,eu acho q o jeito e pagar mesmo e fechar os zoi

Bomber Man
Veterano
# out/10
· votar


Cara o erro foi da compania aérea, com o valor de 1399 nao tem nem oq ver, paga imposto sim, 50% + icms sem taxa e como a compania declaro como produto pra venda pago ainda imposto de importação, Isso acontece com a maioria da galera, e ja trouxe uma fender deluxe por 1300 doleta, tmb paguei o imposto, mas mesmo assim saiu 4000 mais barato q aqui no brasil.

Heitor_SYN
Veterano
# out/10
· votar


Felipego! Para de ficar abrindo o mesmo topico em outros foruns! :p

Jeremiass
Veterano
# out/10
· votar


Prometherion

Apreensão da receita assim é sempre falta de ICMS, pelo menos em 99% das vezes... E como ele disse ali:
Valor da mercadoria: A comprovar


É certeza que é cobrança de ICMS. E eles estimarão a guitarra em em torno dos 3500 reais para mais, quando comprei uma coisa nada haver da internet sem nota (hehe) de uns 280 reais, eles estimaram o preço do produto em 560 reais, pra ferrar mesmo. E isso não tem como questionar com eles, depois de fazer isso ou vc paga o que eles querem, ou processa, ou deixa lá apreendido :S depois de 30 ou 60 dias eles fazem leilão com a guita.

A não ser que exista alguma coisa que eu não saiba, tem ?

Bomber Man
Imagina se todos os músicos que vierem pra cá tivessem que pagar impostos brasileiros... ia ser meio tenso. A sua fender vc comprou lá quando estava de passeio, tipo visto 30 dias ou algo assim ? Todo exemplo que eu dei, não tem nada haver se você não tem passagem livre ou/e reside nos EUA. Se vc só foi a passeio e voltou com produto, sim.. terá de pagar imposto :X retiro tudo que disse se o caso for esse com nosso amigo felipegoffi

felipegoffi
Veterano
# out/10
· votar


Heitor_SYN
é nois aqui rsrs...

---------------

Segue para o pessoal o documento da receita que o cara da taca me mandou

obs: manchei alguns campos.

http://img294.imageshack.us/img294/6796/pirfelipe23102010212205.jpg

Jeremiass
Veterano
# out/10
· votar


felipegoffi

Isso é bom!, não é um termo de apreensão, é um termo de retenção. De acordo com a receita o produto entrou no Brasil sem dono, sem passageiro. Isso você vê ali no motivos de retenção.

Olhe, entre em contato com a receita federal por 0800 urgente, e diga que quer falar com Eberson Ramos de Carvalho sobre uma retenção que foi feita por erro do despachante da companhia aérea. É o carinha que tá responsável por sua Les Paul :P Ai vc diz o que precisa para poder pegar ela. Como já houve declaração, com está escrito ali... creio que você estará insento do imposto. Qualquer taxa que cobrem fora imposto, você conversa com a TACA, eles são obrigados a arcar com o extravio da sua guita ;)

Falou.

Andagraunda
Veterano
# out/10
· votar


Jeremiass

Então eu fui pra estudar la, mais não musica, não sou musico proficional, então no caso vale como passeio certo, pq fiquei 1 ano e 3 messes fora, sobre o imposto paguei de boa, ja tinha calculado que isso ia acontece, o bom é que mesmo pagando sai bem mais barato que compra aqui, isso no mesmo ano que viajei quando o $ tava em alta......

Breno_Azevedo
Veterano
# out/10
· votar


Felipe,
Vou perguntar a vc, oq perguntei nesse tópico:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/4/243549/p2#7107978

Será q com essa mudança na legislaçao. As Companhias q voam para o Brasil estão orientadas a produtos supostamente tributaveis, enviar direto para a receita em vez de cair pela esteira com as outras malas? Pq eu nunca vi isso, em minhas viagens de ir pegar seus produtos direto na receita. outra coisa, O q a companhia alegou para nao deixar o violao ir como mala de mão? Sempre viajei pela american airlines, pude viajar com a case como mala de mão.

Felipe,
Será q a sua guitarra não ficou lá, pq vc nao foi avisado q seu produto estava na receita, diferente desse rapaz q soube q o violao estava na alfandega na hora do desembarque?
Agora se mudou essa regra de receber na esteira seus produtos, ferrou tudo...

Abraços,
Breno

felipegoffi
Veterano
# out/10
· votar


Breno_Azevedo

O extravio foi por não ter chego a guitarra. Porém acredito que a guitarra chegou no vôo no dia seguinte, alguem da compania pegou e na hora de passar pela alfandega alguem parou o cara.

Quanto a não poder viajar, alegaram que era muito grande e não caberia na bagagem, pois ultrapassava os 115cm lineares.

edalko
Veterano
# out/10
· votar


felipegoffi
Balela esse negocio de case muito grande.
Fui pro Chile a pouco tempo e deveria ter uns 20 musicos a bordo, todos (eu disse TODOS!) entraram com as guitarras (violão e guitarra) a bordo, e colocaram os equipos nos porta-bagagem.

MMI
Veterano
# out/10
· votar


edalko

Então... É desculpa isso. Mas tem cia aérea que não deixa, porque de fato é maior do que permite a norma. Algumas permitem, mas em vôos lotados não pode. Muitas só deixam por saberem se tratar de objetos delicados e que pode valer facilmente de 100 a 100.000 dólares com facilidade, mas quase impossível do balconista do check-in saber.
Lembra do rolo que a United se meteu com uma história dessas? Quebraram um violão Taylor de um cara e falaram que era problema dele, daí ele disse que faria 3 videos para o Youtube. Fez o maior sucesso, sujou a reputação da United e pagaram um Vviolão Taylor para o cara. Segue o video para quem não conhece a história.



Jeremiass
Veterano
# out/10
· votar


MMI

hahaha, Massa o vídeo :P

makumbator
Veterano
# out/10
· votar


edalko

Isso varia de cada empresa, além das regras do local de embarque(que variam). O que em certas empresas e ou locais é permitido, em outras é proibido. Lembre-se que em virtude da histeria mundial de terrorismo foram criadas muitas regras e leis(algumas ridículas) para regular tudo que envolve o trânsito internacional de pessoas e cargas.

Já viajei com orquestra pela Air France, e até me ofereceram para levar meu contrabaixo acústico na cabine, em um assento ao meu lado(e por um valor menor do que outra passagem). Só não aceitei porque era mais barato alugar um na Europa(100 euros por 15 dias). Mas os outros músicos levaram os violinos e violas na cabine(os cellos também foram alugados).
Por outro lado, um amigo teve que desmontar a guitarra dele e colocar em uma mala, aose mudar para o Canadá, pois a Air Canada não permitia ela na cabine(apesar de permitir violão).

_deep_
Veterano
# out/10
· votar


trouxe uma fender americam standard no case retangular comigo, so tive problemas aqui no brasil, mas consegui embarcar com a guitarra.....
frescura da cia aerea, um case de guitarra cabe em qualquer compartimento de bagagem de mao, eu bati o pe dizendo q vim com ela no aviao e voltaria com ela...deu certo ;)

eu acho q vc ira pagar 100% de imposto, nao conseguira a isencao dos 500 USD ja que como diz o doc "isenção nao comprovada" afinal vc ja entrou no pais e nao declarou a guitarra.

boa sorte

MMI
Veterano
# out/10
· votar


De qualquer forma, vale ler este artigo

http://www.premierguitar.com/Magazine/Issue/2010/Oct/Tech_Tales_Packin g_Your_Guitar_for_Air_Travel.aspx

rcagliari
Veterano
# out/10
· votar


Eis aí um enorme motivo de preocupação pra mim. Estou indo pra Miami agora em novembro. Vou trazer DUAS guitas e um ampli (head). As guitas vêm com case rígido e dentro da caixa de papelão original, e a GC já me disse que faz um embrulho bem legal e seguro. O amp estou vendo a questão com a samash, mas também acho que vão conseguir embrulhar legal. Botar essa tralha toda pra dentro do avião acho que nem pensar, não?

rcagliari
Veterano
# out/10
· votar


Havok
que me da mais raiva é que a justiça nesse pais n existe se vc for pagar um advogado vc paga quase o mesmo da guitarra,eu acho q o jeito e pagar mesmo e fechar os zoi

Errado. Como o valor é inferior a 40 salários mínimos, você pode entrar com um processo no juizado especial cível SEM PRECISAR DE ADVOGADO. E o troço é resolvido rapidinho.

BlaCk LaBeL
Veterano
# out/10
· votar


rcagliari
Botar essa tralha toda pra dentro do avião acho que nem pensar, não?

Acho pouco provável no caso das guitas (uma até iria na boa) e sem chance no caso do ampli. Sem contar que vai pagar excesso de bagagem, pois tem que levar em conta as malas com roupas e tal... :p

_deep_
Veterano
# out/10
· votar


rcagliari
se vc nao estiver sozinho, traga as guitarras na mao e apenas no hard case, nao precisa de embalagem adicional.
ja trouxe duas do exterior, uma num soft bag e outra fender no hard case retangular e ambas embarcaram na minha mao sem nenhum problema e ou questionamento.
O amp vai ter q despachar mesmo.

so aqui no brasil que começa a putaria....hehehe

nichendrix
Veterano
# out/10
· votar


felipegoffi

Cara, na boa... boa parte disso é culpa sua e não da RF.

Quando você chega tem que entregar a declaração se passou ou não da quota, quando extravia bagagem também tem que notificar a Receita Federal, isso está lá no papelzinho que você recebe da companhia aérea no embarque, também no site da RF.

O imposto americano não tem nada haver com o brasileiro, o que vc pagou lá foi o equivalente ao ICMS aqui, que lá é cobrado a parte (porque algumas coisas podem ser deduzidas no imposto de renda de lá).

No caso, se você tivesse feito o procedimento correto, você pagaria o imposto apenas sobre 899 dólares, ou seja 449,5 dólares de imposto.

Logo, você tem até o direito de ficar puto e reclamar, mas no fim, quem deu o tiro no pé foi você mesmo.

rcagliari
Veterano
# out/10
· votar


_deep_
BlaCk LaBeL

É que o amp é um HEAD (um marshall 1987x), então o volume é até menor que a guitarra, embora o peso seja maior. Será que nem assim dá pra embarcar?

se vc nao estiver sozinho, traga as guitarras na mao e apenas no hard case, nao precisa de embalagem adicional.
ja trouxe duas do exterior, uma num soft bag e outra fender no hard case retangular e ambas embarcaram na minha mao sem nenhum problema e ou questionamento.


Você se recorda qual era a cia. aérea?

nichendrix
Veterano
# out/10
· votar


Jeremiass
O Brasil não tem direito algum de cobrar imposto sobre sua guitarra. Pois ela já foi comprada legalmente e está Usada, não é produto para comercialização para ser cobrado imposto. O Problema foi no despachante, era bom você entrar em contato e dizer que foi retida e está sendo cobrado imposto para vendê-la no Brasil...

O Brasil, e todos países por sinal, tem direito de cobrar por qualquer produto estrangeiro que entre no país, tente entrar nos EUA com uma Tagima e vai pagar impostos do mesmo jeito.

Mesmo sobre produtos usados há direito à cobrança dos impostos, sendo que no caso de produtos usados, a maioria dos produtos usados tem importação proibida, outros são permitidos apenas para uso pessoal e alguns para comercio de antiguidades.

Nilo Dantas
Veterano
# out/10
· votar


Estou importando um Fender Strato Amer. Std pelo correio mesmo, mandei pra um amigo e ele mandou pela USPS em 2/9. Resumindo, 999$ na Sweetwater, 91$ de frete = R$ 1870 de imposto + taxa aduaneira (importa facil)! Quem quiser detalhes:
http://forum.hardmob.com.br/showpost.php?p=7963648&postcount=24500

_deep_
Veterano
# out/10 · Editado por: _deep_
· votar


rcagliari

nessa ultima viagem q trouxe a fender vim de TAM sem problemas.
ninguem questionou nada em miami, ja qdo cheguei em manaus e tive q pegar outro voo (GOL) p sao paulo os problemas começaram....
diziam q nao cabia no aviao, eu disse q cabia sim pois tinha vindo no mesmo aviao, entao diziam q a chefe de cabine nao iria aceitar, disse q me acertaria com ela ja q se tratava de um instrumento musical fragil, entao resolveram reclamar do jogo de 5 chaves alen que acompanham a guitarra dizendo q nao podia ter ferramentas como bagagem de mao...tive q despachar as chaves junto com minha mala q por sorte ainda estava na esteira...depois disso embarquei e ninguem nem olhou p o case.

cara, uma guitarra com case cabe e sobra mto espaço em qualquer aviao que temos por ai (boing e airbus) pode ate passar do peso, mas q cabe nao ha duvida.

ja numa viagem anterior qdo comprei uma epi les paul, a trouxe num soft bag pela Aeromexico, ninguem nem olhou p a bagaem.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Vique, rolo com minha gibson que tentei trazer dos EUA ( + Extravio, + Imposto )