Transformando um Squier em Fretless (Tutorial com fotos)

Autor Mensagem
FindanS
Veterano
# mar/08
· votar


Nesse link também tem um tutorial onde um cara transformou em fretless um condor. Bem legal os passos dele, praticamente iguais ao seus!

http://www.4shared.com/file/32050998/50c2133b/Converso_para_Fretless.h tml

ClaudioBass
Veterano
# mar/08
· votar


FindanS
Nesse link também tem um tutorial onde um cara transformou em fretless um condor.

Sim, esse tutorial é das antigas, foi baseado nele que fiz o meu. Com algumas pequenas diferenças. Por exemplo, eu não utilizei ferro de solda pra soltar os trastes, e usei uma microretífica pra dar acabamento nos contornos dos veios, e por fim, fiz a hidratação da escala com óleo de peroba. Basicamente foram essas as diferenças!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Saito
Veterano
# mar/08
· votar


ClaudioBass
Cara, faz quanto tempo que seu filho tinha esse Squier?

ClaudioBass
Veterano
# mar/08
· votar


Saito
Cara, faz quanto tempo que seu filho tinha esse Squier?

Falou bem... TINHA... agora já era, é meu :-)

Dei esse baixo pra ele tem +ou- 1 ano e meio, mas pra me deixar transformá-lo em fretless, ele me fez dar pra ele em troca um baixo que tenho há 18 anos (ficou pronto na mesma semana que meu filho nasceu), é um modelo Alembic que fiz com o Luthier Cássio aqui do Rio, com captação ativa/passiva chaveada Bartolini, das antigas... daqueles que o circuito parece uma placa mãe de computador de tão grande. Mas, filho sabe como é né? pelo menos ele não é guitarrista :-)

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Saito
Veterano
# mar/08
· votar


ClaudioBass
Um ano e meio, é? Comprou usado? Ele tem uma mancha verde atrás do braço?
heheheh
São milhares de baixos iguais, mas é que esse é tão idêntico ao que eu vendi que não custa perguntar.
Abraço

ClaudioBass
Veterano
# mar/08
· votar


Saito
Um ano e meio, é? Comprou usado?

Não... comprei esse zerado na Disconildo!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Saito
Veterano
# mar/08
· votar


ClaudioBass
Hmm..
Valeu
hhehhe

ClaudioBass
Veterano
# mar/08
· votar


Fiquei devendo o áudio pra vocês poderem ouvir como ficou a transformação do Squier em fretless. Eu queria esperar pra fazer uma gravação decente, em 24bits, com banda, etc...

Meu filho, que não se importa nem um pouco com isso, pegou o baixo e foi pro computador dele fazer uma gravação demo, com placa 16bits on-board mesmo... ele programou bateria, gravou, mixou, fez tudo... honestamente, não achei que tenha ficado bom, mas ele insistiu pra colcoar o link aqui pra vocês... de qualquer forma, quem quiser ouvir, segue o link pra download:

http://www.4shared.com/file/41589785/d38e7ac1/TheChicken.html

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Gui
Veterano
# mar/08
· votar


ClaudioBass
curti o timbre, vei!!

ficou até com qualidade legal a gravação!!!

agora toque tu, claudião!=D

ClaudioBass
Veterano
# mar/08
· votar


Gui
agora toque tu, claudião!=D

Tá bão, tá bão... clica no link, chato :-) http://www.4shared.com/file/41840384/a7e653de/levada1.html

Mas ó... vou avisando logo... tá com aquela qualidade de placa de som on-board 16bits... não vale reclamar... nesse MP3 tentei extrair mais o som característico do fretless.

Quero aproveitar esse MP3, e dar a dica pro amigo duca tambasco que no outro tópico "Técnicas de Baixo" disse:

"...ai galera sei todas as tecnicas de baixo (do slap ao arpegio) mas ñ sei como implantalas em uma musica..."

Então duca, é o seguinte: esse trecho de levada está dividido em duas partes. A primeira utiliza tétrades e a segunda tríades, seguindo o desenho básico do Blues em (MI, LA, SI). Toque junto só as cabeças das notas, e perceberá que todo o resto não passa de simples arpejos que você já conhece.

Quem diria que eu, um rélis mortal iria ensinar o emprego de técnicas pro Duca Tambasco (rs) :-))) Surreal!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Gui
Veterano
# mar/08
· votar


ClaudioBass
esse tá bem carregado de médios..curti bastante!

Rafaew
Veterano
# mar/08
· votar


Aproveitando o Tópico!

Alguem sabe a média de preços pra contruir um braço 4 cordas Fretless? Sem bolinhas totalmente liso e preto!

E um corpo?

Preço médio usando madiras boas!

Valeu pessoal!

ClaudioBass
Veterano
# mar/08
· votar


Rafaew
Alguem sabe a média de preços pra contruir um braço 4 cordas Fretless

Fiz consultas a 2 amigos que são Luthier, um do Rio e outro de Sampa, e o preço gira em torno de 300 Reais, não foge muito disso não!

Já o corpo... os dois me disseram que um braço sai mais caro do que um corpo, e as pesquisas que fiz numa época no Mercado Livre comprovaram isso!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

zegotinha
Veterano
# mar/08
· votar


tinha alguns dias que eu não entrava aqui no forum, entrei e vi esse tópico no topo, pensei comigo " será que o claudio gravou o lance do fretless que agente pediu? "

haha que surpresa massa!!

da hora mesmo, da vontade d ter um fretless no set..

abraço.

Rafaew
Veterano
# mar/08
· votar


O ClaudioBass sempre ajundando!

Valeu mais uma Vez!

Baixei seu .mp3, mas tho sem fone aqui!

Depois vejo!

Abraços!

zegotinha
Veterano
# mar/08 · Editado por: zegotinha
· votar


editado

jholanda
Veterano
# mar/08
· votar


valeu, claudio: muito bom!

Loko_Bass
Veterano
# mai/08
· votar


Galera, é o seguinte.
Tenho um Ibanez GSR200 que tá meio de lado. Tava afim de transformá-lo em fretless, porém tenho muito receio do resultado. Pelo que o ClaudioBass fala, seu Squier ficou mt bom transformado pra fretless, mas me pergunto. Será que esse meu Ibanez ficaria bom??? Precisaria trocar captação??? As cordas, acho que terei, mas qual a mais indicada? Quem conhece o baixo, acha que ficaria bom ele desfretado???
Desde já agradeço quem puder ajudar!
Abç.

ClaudioBass
Veterano
# mai/08
· votar


Loko_Bass

Se você tiver paciência e seguir direitinho o tutorial, não tem como dar errado. Tente saber qual é a madeira da escala e compre a massa da mesma madeira, dessa forma as linhas ficam praticamente invisíveis.

Quando transformei o Squier não foi necessário trocar captadores. O som fica bem diferente do baixo com os trastes, muda bastante, pra muito melhor é claro :-)

Quanto as cordas, usei um jogo Daddario Chromes Flat Wounds .045 (ECB81). Essa corda tem um som bem roncado.

Cara, já que teu Ibanez tá meio encostado, aproveita a oportunidade e agregue um fretless ao teu set. No final, aproveite esse mesmo tópico e comente aqui a experiência!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

renato_nog
Veterano
# mai/08 · Editado por: renato_nog
· votar


Olá!

Interessante demais a "aventura" em transformar um Squier em fretless, e o resultado ficou excelente (tanto visualmente, como também o som e o acabamento).
Parabéns pelo ótimo trabalho!

Eu tenho um Giannini 4 cordas (Thunder Bass - tipo Precision) aqui, encostadão. Gosto muito do braço e do corpo dele (tem um baita peso de madeira).
É exatamente igual a esse, que acabou sendo vendido no Mercado Livre por R$30,00 (rs!):
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-64833427-giannini-thunder-bass- _JM

Quero transformá-lo em fretless e alterar a captação passiva dele, que é muito fraca (do tipo 1 Jazz e 1 Precision, mas "genéricos"). E provavalmente, junto com o "pacote", altero também a ponte, as tarrachas e a cor. Daria uma reformada legal nele.

Queria saber se é possível realizar esse processo nesse meu baixo, que tem escala em maple.

Penso em colocar uma captação ativa nele. É possível, sem danificar demais o corpo dele? É recomendável?

Em tempo: já tenho um Fender Precision original aqui, feliz pra caramba com ele. Queria uma outra opção, já que o Giannini está encostado.

Muito obrigado, desde já!
Renato

makumbator
Veterano
# mai/08 · Editado por: makumbator
· votar


ClaudioBass

Ficou bem legal a sua gravação, ficou aquele timbre nasal e "gorduroso" que mais aprecio no fretless. Parabéns!!!!

EDIT:

Agora escutei a gravação do seu filho, ficou bem legal também! Seu filhote parece ter talento!
Mas entre as duas, o timbre que vc gravou para mim é mais legal, pois é mais "sujo" se é que me entende...

Bico
Veterano
# jun/08
· votar


ClaudioBass
Cara.. uma dúvida sobre o processo:
como lixar?

Digo, em relação à curvatura da escala. Lixa-se retão mesmo, desconsiderando a curvatura?
Se não, como fazer pra mantê-la? Alguma ferramenta especial que é fácil de encontrar?
Sei q escalas mais retas funcionam bem para esse tipo de fretless. mas não sei se reto totalmente achatado oui se é com curvatura mínima.

Bico
Veterano
# jun/08
· votar


Lembrei a palavra: abaulamento.
Já lí e ouvi falar muito sobre conversão para fretless, mas quase nenhuma informação sobre isso.

Loko_Bass
Veterano
# jun/08 · Editado por: Loko_Bass
· votar


Tente saber qual é a madeira da escala e compre a massa da mesma madeira, dessa forma as linhas ficam praticamente invisíveis.


Essa é a config do bass.
Corpo - Agathis • Braço - Maple • Escala - Rosewood • Ponte - B10 • Captador Braço - PSND P • Captador Ponte - PSND J • Equalização - PHAT EQ Preamp • Marcação - Ponto pérola • Ferragem - cromada (ch) • Cor - Jewel Blue

Que pasta pegar? To receoso em meter a mão no bixo. acho q vou passar esse serviço prum luthier aqui perto, concerteza ele vai fazer melhor q eu...Hehehe. Ele me pediu R$100 pra fazer o serviço. Mas vou ter q trocar as cordas, já q o bass tá com cordas leves... Qto pagaste dessas Daddario Chromes Flat Wounds .045 (ECB81) Claudiobass?
Seria essa?
Quero um som bem roncado!!!
Abraço.

ClaudioBass
Veterano
# jun/08
· votar


Desculpem a demora nas respostas, mas ainda estou em trânsito e quase não tenho acessado o fórum nesses dias. Mas, vamos lá:

Bico
como lixar?

Eu usei uma lixa bem fina em todo o processo. A escala do Squier é reta, então não tive problemas... mas mesmo assim, segui umas dicas do livro do Edmar Luidgi, e fiz o trabalho com lixa da maneira mais uniforme possível, percorrendo toda a extensão da escala, sempre partindo do centro para as laterais. Além disso, antes de começar a lixar e durante o processo, usei uma régua de alumínio pra garantir que todo o espelho estivesse no mesmo nível.

É importante que a lixa seja bem fina para evitar o desgaste acentuado da escala e a consequente perda do nivelamento, independente da escala ser reta ou não. Lembre-se que ao lixar, a idéia não é desgastar a escala, e sim retirar o excesso de massa e nivelar o preenchimento das cavidades dos trastes.

Loko_Bass
Que pasta pegar?

A escala do meu também é Rosewood, por isso acabei preferindo uma massa a base de Ipê. Depois da hidratação da escala e da secagem, as linhas praticamente desapareceram, tem que chegar muito perto pra poder ver as linhas.

Num instrumento, tudo aquilo que não seja relativo a plugar e tocar, deve ser feito por um Luthier. Mas, se você quer começar a dar os primeiros passos neste ramo, então sugiro que comece a correr riscos. Só mesmo "metendo as caras" e fazendo é que você vai saber se é capaz ou não. Se você tem receio de fazer no seu baixo "de fé", então compre um daqueles bem fajutinhos e baratos que vendem no Mercado Livre, e faça todos os "testes" que gostaria de fazer. Eu resolvi arriscar no baixo do meu filho, mas já sabendo que se não desse certo teria que dar outro instrumento pra ele. O resultado final ficou tão bom que fiquei com o instrumento pra mim e dei outro pra ele :-)

Qto pagaste dessas Daddario Chromes Flat Wounds

Paguei R$ 90,00 num jogo de 4 cordas, e pra minha surpresa, essas cordas são maravilhosas, produzem exatamente o som que eu estava procurando num fretless. Recomendo!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Bico
Veterano
# jun/08
· votar


ClaudioBass
Valeu, Cláudio!
Já fiz a conversão para fretless uma vez (só q com um baixo podre de ruim.. que paguei 40 conto, haha!). Foi bom pra treinar.

Agora tô com um jazz bass Michael e quero transformá-lo em um fretless mais legalzinho. Mas acho que o baixo não é bom o suficiente pra investir em luthier (oq sem dúvidas seria o mais adequado), por isso devo eu mesmo fazer.
Olhando no final da escala (na parte que se encontra com o corpo), dá pra ver q o braço tem um abalaumento considerável, por isso fiquei preocupado.

Vou seguir as dicas e depois falo no q deu. :)

Bico
Veterano
# jun/08 · Editado por: Bico
· votar


Ah!.. Alguém sabe o processo de retirada das marcações (bolinhas sobre a escala)?

ClaudioBass
Veterano
# jun/08
· votar


Bico
Alguém sabe o processo de retirada das marcações (bolinhas sobre a escala)?

Em geral, as bolinhas de marcação são feitas de peças inteiras ao longo de toda a profundidade da escala. Se você tirar, vai ficar um buraco... vazado ou fundo demais... preferi deixar como estava mesmo!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

Bico
Veterano
# jun/08
· votar


ClaudioBass
É q do último baixo q transformei em fretless, lixando a escala, se soltou uma.. e a expessura da marcação era de algo em torno de 2mm no máximo (se bem q era um baixo vagabundo, né.. pq pra marcação se soltar assim... hahah).

Mas pensei q talvez compensase em retirá-las e tampar com massa de madeira de cor próxima à da escala. Mas pensando bem, é melhor não complicar mesmo não.

Doug_bass27
Veterano
# jun/08
· votar


Legal a idéia... acabei de fazer num condor q tenho aqui.... Apenas 2 perguntas: Não é preciso passar algum produto para proteger a escala? Selante ou coisa do tipo? So hidratar ela com óleo de peróba ja basta?

E outra, tava olhando as cordas half e flat wound, mas elas são muito caras!! Será que existe algum acabamento que possa ser dado p deixar a escala rosewood mais forte para que as roundwound danifiquem "menos" a escala?

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Transformando um Squier em Fretless (Tutorial com fotos)