Ricos e idiotas

Autor Mensagem
entamoeba
Membro Novato
# 04/jun/20 22:31
· votar


Não tenho timing de ladrão, mas a casa desse Ivan Storel ficou bem vulnerável naquele dia! Fica a dica para quem estiver planejando assaltar um cara que ganha 300 mil por mês!

Casper
Veterano
# 05/jun/20 16:36
· votar




makumbator
Veterano
# 05/jun/20 19:03
· votar


Casper

Hahaha! Esse tipo de vídeo é hilário. Claro que as desculpas foram TOTALMENTE espontâneas e sem nenhum tipo de pressão externa. Bom saber que a opinião dele sinceramente mudou após um momento de reflexão.

Mas fiquei curioso pra saber o naipe da letra do artista em questão.

entamoeba
Membro Novato
# 03/jul/20 21:16
· votar


https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/07/03/bia-doria-diz-que -nao-se-deve-doar-marmitas-para-moradores-de-rua-porque-eles-gostam-de -ficar-nas-ruas-e-um-atrativo.ghtml

Super atrativo! Bia Dória é tentada todos os dias pelo desejo de se tornar sem-teto, ela só resiste e continua uma dondoca inútil porque é uma mulher de fibra!

entamoeba
Membro Novato
# 19/jul/20 16:19
· votar


Tecnicamente, não é rico! Mas tem o mesmo espírito!

O pior é que é servidor público!

https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2020/07/19/desembargador -humilha-guarda-apos-multa-por-nao-usar-mascara-em-sp-analfabeto.ghtml

entamoeba
Membro Novato
# 19/jul/20 17:10 · Editado por: entamoeba
· votar


Cartum do Quinho: babaca da semana

Não confunda com Drinho, que não sabe desenhar nem boneco de palito.

Silspiders
Membro Novato
# 19/jul/20 20:44
· votar


Esse é o do século, né.

brunohardrocker
Veterano
# 19/jul/20 22:31
· votar


Com umas atitudes como essas, não quero imaginar quais decisões toma como desembargador.

Silspiders
Membro Novato
# 19/jul/20 23:16
· votar


Deve seguir a linha eugenista do seu Presidente.

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 20/jul/20 19:15
· votar


entamoeba
O pior é que é servidor público!

Esse tipo não se acha servidor público, na verdade, com tanta tramóia que deve rolar até alguém se tornar desembargador, eu nem considero. O tempo vai, o tempo vem e vai permanecendo tudo em família.

Lelo Mig
Membro
# 20/jul/20 20:03
· votar


Pigeonsslayer

"na verdade, com tanta tramóia que deve rolar até alguém se tornar desembargador, eu nem considero. O tempo vai, o tempo vem e vai permanecendo tudo em família."

Desembargador é um cargo implantado pela corte portuguesa no Brasil para dar o que fazer a alguns parasitas comensais que a nobreza devia algum favor.

A ideia, continua a mesma até hoje.

brunohardrocker
Veterano
# 20/jul/20 20:58
· votar


Servidor público dando carteirada? Novidade.

Drinho
Veterano
# 21/jul/20 02:04 · Editado por: Drinho
· votar


O pior é que é servidor público!

Pior pq? Alguma novidade? Parasita se acha dono do mundo mesmo...
Muita preguiça, muitas garantias e muita soberba para pouco exemplo...

para dar o que fazer a alguns parasitas

Isso não vale só para o cargo de desembargador.
Cargo inútil é o que não falta.

Servidor público dando carteirada? Novidade.

Deve existir outro parasita para colocar no rabo desse aí...

Silspiders
Membro Novato
# 21/jul/20 08:07
· votar


Você já prestou concurso, Podrinho?

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 21/jul/20 11:31
· votar


brunohardrocker
Servidor público dando carteirada? Novidade.

Engenheiro civil formado, "adevogado", "dotor", "fazendêro", também gostam de dar carteirada (pelo menos tentam). Não existe só servidor público crápula. Também tem empresário e profissional liberal crápula, period.

Drinho
Isso não vale só para o cargo de desembargador.
Cargo inútil é o que não falta.


Não se limita ao cargo de desembargador, assim como não dá pra generalizar para todos os cargos.

Sou servidor público, e acho esta atitude deplorável. No meu local de trabalho, quando alguém me pergunta se pode usar o "meu telefone" eu sempre digo: esse telefone não é meu, essa mesa não é minha, esta sala não é minha.

A diferença entre algumas classes de servidores públicos, ou até mesmo entre servidores pertencentes a uma mesma classe, é em bom grau o quanto misturam ou separam o público e o privado. Eu, por exemplo, não misturo minha vida pessoal com trabalho, não sinto que nada no meu local de trabalho é de minha propriedade, e a grande maioria dos meus colegas, gente que entrou por um processo seletivo e não pela janelinha, tem um comportamento na média similar ao meu.

Agora, tem uma galerinha remanescente das antigas aqui, que não se aposentou ainda, da época em que não precisava de concurso que se acha dono da mesa, do computador, da sala, do telefone, do veículo funcional, etc... Isto está mudando, para o bem do serviço público e desespero do Drinho, que acha que tudo é 8 ou 80.

Lelo Mig
A ideia, continua a mesma até hoje.

Té hoje. Claro que deve ter alguns desembargadores que não fariam esse papelão, mas acredito que a maioria sim.

Lelo Mig
Membro
# 21/jul/20 12:08 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Pigeonsslayer

"Claro que deve ter alguns desembargadores que não fariam esse papelão, mas acredito que a maioria sim."

Eu não tenho problemas com o funcionarismo público. Não sou contra o Estado (de tamanho correto, o que é meio pessoal e subjetivo) e dentro deste Estado deverá haver trabalhadores como em qualquer setor.

Mas, existem muitos "ramos, métodos, normas e costumes" do funcionarismo público que são heranças do tempo do Império e Colônia, ligada diretamente a vantagens e favores, e que já nasceram corruptas ou favorecidas por natureza.

Desembargadores, ao meu ver, são uma delas. Talvez se eu fosse advogado, sonhasse em ser desembargador. Ser nomeado desembargador pode ser considerado o auge da carreira de quem se forma em Direito. É um cargo para poucos: existem menos de dois mil desembargadores em todo o Brasil. O cargo existe, não fui eu que inventei, poderia ambicioná-lo.

Mas, vendo como um cidadão, de fora, prá que serve essa porra?

É um juiz de segunda instância. Isso quer dizer que o que não foi solucionado pelos juízes de primeira instância vai parar nas mãos do desembargador, para que ele resolva a questão.

Ou seja, dada a complexidade, responsabilidade e importância do cargo, deveriam haver zilhões de exigências e um concurso mais difícil que ir prá Lua, mas...

Mano, na boa, é cargo nomeado, e sabemos como funciona estas nomeações no Brasil.

brunohardrocker
Veterano
# 21/jul/20 12:30
· votar


Pigeonsslayer
Engenheiro civil formado, "adevogado", "dotor", "fazendêro", também gostam de dar carteirada (pelo menos tentam). Não existe só servidor público crápula. Também tem empresário e profissional liberal crápula, period.


É que anteriormente foi dito isso:
https://forum.cifraclub.com.br/forum/11/337736/p3#9408333

E isso:
https://forum.cifraclub.com.br/forum/11/337736/p3#9408409

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 21/jul/20 16:02 · Editado por: Pigeonsslayer
· votar


brunohardrocker

Eu sei o contexto, e sei que vc não disse, mas geralmente esses argumentos vem atrelados à ideia de que esse é um comportamento típico e/ou exclusivo do servidor público. Não é, na verdade nem é típico, porque a própria nomenclatura "servidor público" é uma ideia muito abstrata, já que engloba desde o Presidente da República, parlamentares, ministros e secretários de estado, desembargadores, diplomatas e até o seu Marcolino motorista do sistema de verificação de óbitos. Então, o cidadão não dá carteirada por ser servidor público, mas sim por apelar ao seu posicionamento de destaque na estrutura social. Por isto eu fiz as citações anteriores de individuos da iniciativa privada que também, sabe-se, costumam apelar a carteiradas.

Só quis ilustrar isso, não esquenta.

Lelo Mig

Leia este meu comentário acima para o nosso amigo Bruninho. Do ponto de vista classista, "servidor público" é um conceito tão genérico e abrangente que não basta per si para gerar identificação e não cola. Tanto que eu e inúmeros outros servidores públicos, digamos, do "chão de fábrica" não nos identificamos e temos asco desses amiguinhos do rei.

Já do ponto de vista utilitarista, como foi questionado no seu último comentário e no do Drinho, tem sim muita coisa que não faz sentido, que muitas vezes só serve para garantir regalias aos amigos do rei e privilegiados da alta sociedade. Um exemplo, os TCM e TCE brasileiros que costumam servir de um encosto de luxo para ex políticos e secretários à custa do dinheiro público.

Eu só faço questão de pontuar sempre nestas discussões que servidor público não é tudo a mesma coisa, assim como no serviço público há várias realidades. E é essa a retórica reducionista presente hoje na agenda liberal brasileira. Daí se propõem a destruir a flora intestinal para eliminar a lombriga, parafraseando o Drinho que acha que todo servidor público é um parasita.

Mano, na boa, é cargo nomeado, e sabemos como funciona estas nomeações no Brasil.

É a maneira que há de infiltrar agentes políticos na máquina. Bem aí que mora a crítica dos concurseiros, já que o concurso público se presta exatamente a eliminar (ou pelo menos a evitar) essas ingerências políticas e apadrinhamentos no aparato público. Daí os mesmos liberais que criticam esse mecanismo querem acabar com o concurso público e com a estabilidade do servidor público, indistintamente. E não lhes parece nada paradoxal.

Lelo Mig
Membro
# 21/jul/20 17:45
· votar


Pigeonsslayer

"Eu só faço questão de pontuar sempre nestas discussões que servidor público não é tudo a mesma coisa..."

Concordo com você e, de minha parte, não generalizo o funcionalismo, costumo ter respeito por ele.

Já fui mal atendido milhares de vezes, mesmo número que fui mal atendido na farmácia, na padaria e no shopping. O ser humano não é público ou privado.

Também não sou contra o concurso como forma de acesso, mas acho que, para o bem da Nação, as leis que regem o trabalhador deveria se equalizar ao longo dos anos e se tornar uma só para todo trabalhador brasileiro, com as mesmas regras, deveres, obrigações e ganhos.

O que os liberais fingem não ver é que isso irá ou aumentar o salário da grande maioria dos funcionários públicos da base, que ganham muito mal, ou arroxar o salário dos funcionários de empresas privadas.

O pessoal trata o funcionalismo de forma leviana, em cima de falácias liberais utópicas e que não se sustentam, não conhecem o sistema a fundo e sua complexidade, e alguns, não possuem maturidade e vivência suficiente para algumas avaliações.

Silspiders
Membro Novato
# 21/jul/20 18:59
· votar


Acho impressionante não entenderem a estabilidade do servidor público. Essa sanha pela demissão casual de funcionário público é indescritível para mim. Não sei avaliar se é ingenuidade, burrice, falta de caráter, inveja, ou tudo isso junto e misturado.

Mas existem inúmeros pareceres que podem elucidar o ignorante. Está também na Constituição, basta ler.

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 21/jul/20 23:04
· votar


Silspiders
Está também na Constituição, basta ler.

Se um ignorante custa ler uma simples bula de medicamento, imagina a constituição.

Pigeonsslayer
Membro Novato
# 21/jul/20 23:23
· votar




Silspiders
Membro Novato
# 22/jul/20 07:03
· votar


Pigeonsslayer

É, meu caro, fora que existe sim demissão de funcionário público, né. A diferença é que o trabalhador tem direito a ampla defesa, quer dizer, por exemplo, que nenhum político eleito poderá demitir sem razão qualquer para barganhar determinado cargo.

Se isso já acontece com os cargos comissionados, imagina você se não houvesse estabilidade de emprego para o funcionário público...

entamoeba
Membro Novato
# 07/ago/20 12:50
· votar


O espírito de rico baixa em qualquer um, mesmo!



entamoeba
Membro Novato
# 07/ago/20 14:00
· votar


Local, no Street View:

https://www.google.com/maps/@-22.9739697,-47.0229147,3a,75y,313.95h,83 .19t/data=!3m6!1e1!3m4!1smvVq3BpwJ1684HrbGnIgiw!2e0!7i13312!8i6656

Silspiders
Membro Novato
# 07/ago/20 14:09
· votar


Deve ser eleitor do PT.

brunohardrocker
Veterano
# 07/ago/20 15:42
· votar


Saiu alguma materia sobre isso?

makumbator
Veterano
# 07/ago/20 15:55
· votar


entamoeba

Qual o contexto dessa pendenga? Não jogue vídeos assim e nos deixe sem mais informações! O senhor nos deve explicações!

brunohardrocker
Veterano
# 07/ago/20 16:30
· votar


Apoiado! Exigimos maiores informações.

-Dan
Veterano
# 07/ago/20 19:00
· votar


https://www.youtube.com/watch?v=kACbEERWHN8

Luciano ja pegando um frag.

Nao parece dificil de entender. Um motoboy sofrendo racismo e humilhação. O contexto: estava trabalhando e o racista queria que ele entrasse dentor do condominio pra entrega e ele se recusou.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Ricos e idiotas