Aluno de medicina terá de trabalhar dois anos no SUS para se formar

Autor Mensagem
Black Fire
Gato OT 2011
# jul/13
· votar


O assistencialismo deve existir como plano paralelo a uma política reparativa focada na causa, não na consequência.

Nacional-desenvolvimentista reclamando de assistencialismo. Vão estudar gurizada, vocês não tem o mínimo necessário de conhecimento pra discutir alguma coisa, ficam boçalizando um monte de coisas contraditórias aí e nem percebem, porque nunca leram nada.

Paz.

wild.man
Veterano
# jul/13
· votar


leo2505

Então você acha que o correto é controlar até mesmo a vida profissional de um cidadão e não atacar o problema de fato?
Não vou ficar batendo na mesma tecla, o problema da não ida de médicos para locais remotos já foi exposto.

O sacerdote dos templos de Syrinx
Veterano
# jul/13
· votar


à favor

A favor, sem crase.

wild.man
Veterano
# jul/13 · Editado por: wild.man
· votar


Black Fire
Vão estudar gurizada, vocês não tem o mínimo necessário de conhecimento pra discutir alguma coisa, ficam boçalizando um monte de coisas contraditórias aí e nem percebem, porque nunca leram nada.

Obrigado, Teruel! Isso explica tudo.

edit:
você tem
vocês têm

O sacerdote dos templos de Syrinx
Veterano
# jul/13
· votar


Nacional-desenvolvimentista

Nossa, por uma frase (e uma que não tem, necessariamente, nada a ver) o cara presume em mim discurso nacional-desenvolvimentista. Ler deveria evitar esse tipo de coisa.

Black Fire
Gato OT 2011
# jul/13
· votar


wild.man
Não seja ridículo.

O sacerdote dos templos de Syrinx
É muito óbvio, se você entendesse alguma coisa dos assuntos que se propõe a debater, concordaria comigo.

Black Fire
Gato OT 2011
# jul/13
· votar



É por isso que esse país de merda está no buraco que está. Essa síndrome de auto-piedade leva à necessidade súbita da mão do governo ser passada na cabecinha. É o óleo do motor populista e tapa-buraco desse governo nojento e estúpido.


""There is increasing evidence
that, certainly in the case of public higher education, the
coerced subsidy is largely in the direction of forcing poorer citizens
to subsidize the education of the wealthier! There are
three basic reasons: the tax structure for schools is not particularly
“progressive,” i.e., does not tax the wealthier in greater
proportion; the kids going to college generally have wealthier
parents than the kids who do not; and the kids going to college
will, as a result, acquire a higher lifetime working income
than those who do not go. Hence a net redistribution of
income from the poorer to the richer via the public college!
Where is the ethical justification here?""

Nada como ser coitadista a la Rothbard.

Mensonstratosx
Veterano
# jul/13
· votar


Tópico patrocinado por: Nescau cereal, o achocolatado q te deixa radical.

O sacerdote dos templos de Syrinx
Veterano
# jul/13
· votar


Esse apoio incondicional em ideologias prontas e não-aplicadas é tão ridículo que dá pena. O esforço para adentrar as entranhas do pedantismo, ao mesmo tempo em que se recorre incessantemente a esse ad hominem camuflado são, por si só, motivo de riso e uma negação a qualquer vontade que seja de clicar na caixinha de texto pra digitar uma resposta.

paulinho pc
Veterano
# jul/13
· votar


Eu aplaudo de pé essa medida.
(2)

amador_ssa
Veterano
# jul/13 · Editado por: amador_ssa
· votar


Eu acho boa a idéia de médicos após 6 anos trabalharem no SUS por 2 anos, mesmo sabendo que é uma esquiva de contratação fixa, mas em tese ajudará tanto pacientes quanto médicos, pois estes teriam além da remuneração/ ajuda de custo, teriam a oportunidade de ter um diploma de pós graduação/ residência e experiência. Se por acaso não tiver material e condições de trabalhar faz manifestação? Não é isso que o Brasil ta fazendo? Sou contra a vinda de médicos estrangeiros porque penso qye um médico que deixará de ganhar bem em sua terra pra trabalhar em zona de risco estrangeira provavelmente não é bom profissional.

DrZaius

Muitos colegas seus são soberbos, se acham. Você mesmo disse ser o único a trabalhar no SUS. Nem conhece todo mundo e ja se diz o único. Na verdade queria dizer sou o único médico, mas enfatizou o SUS pq tal sistema tem suas dificuldades. Talvez se muitos de seus colegas fossem pra um município distante, perdesse um pouco da prepotência. Não a toa dizem que advogado se acha Deus e médico tem certeza que é.

Você acha que é errado "forçar" médicos a trabalharem em zona distante, então o que sugere? Deixa o povo morrer, dotô? A não, o governo teria que criar num passe de mágicas atrativos de vida social num passe de mágicas. Enquanto estamos aqui falando, tem muitos médicos generalistas e clínicos estudando para disputar uma vaga de residência médica (estudar e trabalhar no SUS em troca de uma ajuda de custo e especialização) Se tem mais concorrente do que vagas em residências o que é que tem fixa-las de vez? Num quer ir pro mato não? Vai tentar uma vaga de medicina na Rússia. O governo te da essa possibilidade, vai estudar

makumbator
Veterano
# jul/13
· votar


Mas não é exatamente assim em alguns países? E não estou falando de nações "socialistas". Se não me engano essa proposta do governo é baseado no sistema britânico, em que os formandos são obrigados a trabalhar por 2 anos para o sistema público de saúde.

Em que pese a óbvia diferença de condições de trabalho entre as duas realidades, mas não considero a medida assim tão injusta ou desprovida de nexo como muita gente pensa.

wild.man
Veterano
# jul/13
· votar


Fica feio falar, mas é visível que muitos não ligam para as consequências, só estão felizes pelo desgaste da profissão.

landlord
Veterano
# jul/13 · Editado por: landlord
· votar


Não pode trazer de cuba, não querem trabalhar no SUS.... está para nascer uma classe mais favorecida que esses médicos vagabundos.

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


Tópico com selo mamãe gastou muito para eu virar médico e acabar no plantão do SUS.

Gansinho
Veterano
# jul/13 · Editado por: Gansinho
· votar


Lasanha

Os mesmos que criticam essa medida criticam as cotas, criticam o bolsa-família, criticam o pró-uni (bolsas para pobres com dinheiro dos meus impostos?), criticam empregada doméstica ter direito ao Fundo de Garantia, criticam a CLT, enfim criticam tudo que beneficia a classe pobre.

O problema não é o assistencialismo, o problema é focar nele e não tentar resolver a raiz do problema.

Black Fire
É muito óbvio, se você entendesse alguma coisa dos assuntos que se propõe a debater, concordaria comigo.

AHUUHAUHAUHAUHA
"Se não concorda comigo, é porque não sabe do que tá falando!"

Esse cara cada tá dia pior, puta que pariu.

_Excelion
Veterano
# jul/13
· votar


É assistencialismo sim e tem que ser muito boçal pra negar. Mas o problema não está aí. O país está afundando em uma mazela social não é de hoje e exigir que um governo reverta essa mazela, mesmo que em 8 anos, é um pouco demais. O assistencialismo deve existir como plano paralelo a uma política reparativa focada na causa, não na consequência. Esse tapa-buraco petista (bolsa-tudo) deveria ser apenas uma forma de sustentação social enquanto a real política está sendo implementada. O problema é a cara de pau dessa administração pública esdrúxula em deixar claro que o que deveria ser o plano de sustentação, na verdade, é o plano primeiro. Ouvir a presidente bradar categoricamente que o bolsa-família vai continuar para sempre nos mostra qual a real intenção desse governo de merda.


mimimi estou no aguardo de um governo centralizado autoritário e bem coordenado para fazer reformas estruturais impossíveis de serem feitas em um modelo de estado moderno democrático mimimi

crianças, reformas macro só com um giga-estado sem compromisso com as urnas

_Excelion
Veterano
# jul/13
· votar


Nacional-desenvolvimentista reclamando de assistencialismo. Vão estudar gurizada, vocês não tem o mínimo necessário de conhecimento pra discutir alguma coisa, ficam boçalizando um monte de coisas contraditórias aí e nem percebem, porque nunca leram nada.

amén

_Excelion
Veterano
# jul/13
· votar


o brazil é um patchwork de micro medidas, se quer fazer algo coordenado, tem que ter uma cabeça

o último que fez algo que preste no sentido que vocês querem foi o getúlio

no governo pós-revolução de 64 tentaram também, mas excetuando o costa e silva e o médici, eram todos paspalhos e o médici teve o azar de pegar o fim da bonança e o começo da era de crises estruturais (sim, usei essa palavra) do capital após a virada pra década de 70

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


o último que fez algo que preste no sentido que vocês querem foi o getúlio

pff, parem com isso, fora da fflch vcs só passam vergonha.

_Excelion
Veterano
# jul/13 · Editado por: _Excelion
· votar


landlord

ok, mas quem foi o último a fazer reformas estruturais centralizadas, macro (no sentido de alcance) e de grande porte?

não estou falando de reforma econômica.

o PND do médici foi baseado em capital estrangeiro, logo, era uma bonança temporária pois era pouco independente economicamente, então quando a economia começou a ficar hardcore, veio a tempestade e não reformou a estrutura, apenas deu um boost econômico temporário.

na real, a PND seria uma boa se tivesse vindo uns 20 anos antes, teria dado para aproveitar legal aquela fase boa de mais ou menos 1950~1970

Jack Kerouac...
Veterano
# jul/13 · Editado por: Jack Kerouac...
· votar


tudo bem que a galera que quer fazer medicina são babaquinhas e tal, mas ainda priorizo a escolha (editado para evitar rotulações).

não quero sair do meu curso (numa federal), tendo que trabalhar compulsoriamente pra ninguém. e por isso não acho que ninguém o tenha.

btw, este será o vestibular pra medicina mais hardcore de todos os tempos. todo mundo correndo pra entrar antes de 2015.

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


_Excelion

A questão não é essa.
É achar a medida simplesmente populismo. Babaquice, este tipo de medida tem total valor, não resolverá o problema da saúde obviamente mas garantirá pelo menos um pouco do juramento médico.

fernando tecladista
Veterano
# jul/13
· votar


ninguém mais saber o que quer, acho que só trabalhar mesmo ninguém quer

em outros cursos, pessoas dariam graças a deus de terminar a faculdade e ter garantido dois anos de emprego com salario de no minimo 3 pila

----------------------------------------------------
em música poderiam fazer isso: termine sua faculdade de violino e toque ganhando por dois anos na OSESP, na OSB....

_Excelion
Veterano
# jul/13 · Editado por: _Excelion
· votar


landlord

não falei em nenhum momento ser simplesmente populismo

essa palavra por sinal não faz parte do meu vocabulário

Insufferable Bear
Membro
# jul/13
· votar


essa palavra por sinal não faz parte do meu vocabulário
Se você lesse mais ela faria. Vai ler um livro, aí você vira da direita e vai usar o tempo todo. humpf

quaresma2
Veterano
# jul/13
· votar


Legal, nego acha que uma medida exclui a outra, ainda chegaram ao absurdo de dizer que é pra jogar a culpa em cima dos médicos, quero ver quando pipocar um monte de médico reclamando que não tem estrutura já que o problema da falta de profissionais será "solucionado".

Enquanto existe um déficit de profissionais da área fica mais fácil colocar a culpa nos médicos por não quererem trabalhar no SUS, tirando o foco da questão estrutural.

_Excelion
Veterano
# jul/13
· votar


Insufferable Bear

to precisando ler uns clássicos do mainardi mesmo :/

cao fofo
Veterano
# jul/13
· votar


Se todos que formarem trabalharem obrigados no SUS por 2 anos sabe o que vai acontecer no BRASIL?????????



Não vai faltar mais medicos

mvrasseli
Veterano
# jul/13
· votar


cao fofo
Pode acontecer até de faltar pacientes, ai eles vão ter que brincar de médicos entre si.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Aluno de medicina terá de trabalhar dois anos no SUS para se formar