Aluno de medicina terá de trabalhar dois anos no SUS para se formar

Autor Mensagem
wild.man
Veterano
# jul/13
· votar


http://www.estadao.com.br/noticias/geral,medicos-espanhois-alertam-sob re-meta-eleitoral-no-brasil,1052325,0.htm

_Excelion
Veterano
# jul/13 · Editado por: _Excelion
· votar


wild.man

ué, mas eleições em 2014 você queria o que?

com eleições fatalmente é assim que funciona o rolê



por isso pretendo me tornar o generalíssimo disso aqui e já começar pela reforma agrária, depois sentar com os tecnocratas da economia da saúde e alguns médicos e ver o que fazer a respeito da saúde e fazer o que for melhor pra essa budega. é muito bom não ter compromisso com as urnas

agradeço apoio.

makumbator
Veterano
# jul/13
· votar


_Excelion

Posso ser o chefe da polícia secreta de seu governo? Chamaria uns amigos do vodoo haitiano para me assessorar na nobre tarefa do uso correto e humanista da tortura, terror aplicado, e tudo o mais!

Drowned Man
Veterano
# jul/13
· votar


_Excelion

Posso me encarregar do controle das comunicações.

_Excelion
Veterano
# jul/13 · Editado por: _Excelion
· votar


makumbator

não terá polícia secreta, mas fico feliz em ter uma comissão de voodoo para consultas xamanísticas.

Drowned Man

ainda estou pensando uma maneira de acelerar a expropiação do monopólio da informação das empresas de comunicação e fragmentar ainda mais a geração de informação para a população.

talvez através da destruição dos atuais conglomerados, aplicação de medidas antiptruste e controle minuncioso das ações ordinárias

-Dan
Veterano
# jul/13
· votar


A adhominancia desse topico me fez ficar com preguiça dele.

Mas ta interessante a discussão.

makumbator
Veterano
# jul/13
· votar


_Excelion
não terá polícia secreta, mas fico feliz em ter uma comissão de voodoo para consultas xamanísticas.

É uma pena não querer ter um polícia secreta! E algo sempre útil! É claro que meus consultores espirituais estão sempre abertos a parcerias com o setor governamental. Fazemos previsões, criamos ou quebramos maldições, limpamos a aura e de quebra ainda transformamos opositores em zumbis haitianos.

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


Lord Cachaça

Hahaha, pqp cada desculpa triste de ler.

Primeiro de tudo, tem que ser muito cego para não saber o que é "máfia de branco", mas no meu caso, que tenho um tio deficiente por causa de um erro médico no parto fica impossível não saber. Principalmente quando misteriosamente todos os documentos relacionados ao parto sumiram do hospital particular, na época do ocorrido.
Infelizmente, após pesquisas da família, foi comprovado que o caso de "sumiço" dos documentos não era uma coisa difícil de acontecer.

Políticas contra médicos? Existem sim são políticas do CRM contra qualquer outra classe de profissionais da saúde, e por consequência contra a população.

Sabe o que é o CRM ou OAB, a mesma coisa que hoje são o sindicatos das metalúrgicas entre outras, um bando de velho que deixou a paixão da profissão a muito tempo para ficar fazendo lobby com o governo como criança mimada.

Uma tristeza é que uma profissão realmente nobre, seja hoje alimentada por esses parasitas.

Como já disse tenho amigos médicos, advogados entre outros. Mas a verdade é que o vício dessa cultura é martelada neles desde o início da faculdade, causando essa movimentação inclusive com os novos profissionais.

DrZaius
Veterano
# jul/13
· votar


landlord
Políticas públicas não devem ser baseadas na sua rinha pessoal com os médicos.

Gansinho
Veterano
# jul/13
· votar


Políticas públicas não devem ser baseadas na sua rinha pessoal com os médicos. [2]

wild.man
Veterano
# jul/13
· votar


Políticas públicas não devem ser baseadas na sua rinha pessoal com os médicos. [3]

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


DrZaius

Rinha pessoal, ressentimentos... são esses o argumento para a população aderir a causa?

Ta serto,,,

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


Um problema que começou com minha família no meu caso, mas que hoje é notório para mim que acontece com muita gente não é rinha pessoal, é conhecimento de causa.
Trabalhar em farmacêuticas para saber que médico não se atualiza e fica esperando receber uma viagem para congresso "grátis" em miami não é rinha pessoal, é conhecimento de causa.

Ou isso não existe, doutor?

Lord Cachaça
Veterano
# jul/13
· votar


landlord

indeed

Políticas públicas não devem ser baseadas na sua rinha pessoal com os médicos. [4]

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


Médico deve ser obrigado a atuar no SUS, diz diretor da Unicamp
PUBLICIDADE

FÁBIO TAKAHASHI
DE SÃO PAULO

Diferentemente das entidades representativas dos médicos, o diretor e professor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, Mario Saad, concorda com a ideia de obrigar alunos a trabalharem na rede pública.

Para Saad, faltam somente "ajustes" para que a proposta do governo federal fique satisfatória em relação às obrigações aos jovens médicos.

Enquete: Estudantes de medicina devem trabalhar no SUS para completar formação?

Nesta semana, a presidente Dilma Rousseff apresentou projeto para melhorar a saúde pública no país. Entre as medidas estão a ampliação do curso de medicina de seis para oito anos. Nos dois anos adicionais, os estudantes terão de atuar no SUS.

A seguir, a entrevista concedida ontem.

*
Folha - O que o sr. achou do plano?

Mario Saad - É desnecessário aumentar a duração do curso. Mas, na minha opinião, é dever de todo aluno que estuda em universidade pública retribuir o investimento à sociedade.

Assim, defendo que quem estudou em universidade pública trabalhe na rede pública, por um ou dois anos, na forma de serviço social obrigatório. Mas já como médico formado, que pode ser remunerado como tal e responder pelos seus atos.

Além disso, pode trazer insegurança à população dizer que ela está sendo atendida por um estudante.

Mas para esse modelo funcionar, precisamos reformular os currículos dos cursos de medicina.

Hoje, formamos bons candidatos à residência médica, às especialidades. Com algumas mudanças, podemos formar também ótimos médicos gerais.

O que o sr. acha da ampliação das vagas em medicina, proposta pelo governo?

Discordo. É desnecessário criar 12 mil vagas de medicina. Daqui a pouco teremos profissionais desempregados, porque estaremos formando excessivamente.

É uma falácia dizer que temos poucos médicos; há 1,9 médico por 1.000 habitantes no país. Não é pouco. Eles estão mal distribuídos.

Mas o Reino Unido, por exemplo, tem 2,7...

Com a expansão de vagas que houve recentemente, rapidamente chegaremos a esse patamar. O problema é a qualidade desses médicos.

Proponho que as boas faculdades, como USP, Unicamp, Unesp e Unifesp, possam ampliar suas vagas, com ajuda do governo federal, desde que ele se comprometesse a fechar os cursos ruins.

De qualquer forma, o governo teve o mérito de trazer à discussão a falta de médicos que existe em algumas regiões do país.

Muitas entidades médicas defendem que o maior problema é a falta de estrutura, não de médicos. O sr. concorda?

Concordo. Você precisa, por exemplo, de enfermeiro, educador físico, fisioterapeuta. Mas também não acho que precisamos esperar as condições melhorarem para mandar um médico para essas regiões [carentes]. As coisas têm de ser juntas. O médico vai até ajudar a reivindicar melhores condições.

Fonte

sallqantay
Veterano
# jul/13
· votar


Políticas públicas não devem ser baseadas na sua rinha pessoal com os médicos.

e se a maioria da população tiver essa rinha?

Lord Cachaça
Veterano
# jul/13 · Editado por: Lord Cachaça
· votar


Na mídia, o que se mostra é que o município oferece R$ 30.000 e ninguém vai.

O péssimo atendimento hospitalar é ruim para os mais pobres e a raiva da população(landlord)se une à forte propaganda estatal.

No imaginário social, a a máfia de branco é poderosa, rica, orgulhosa e indisposta com qualquer forma de proletarização. Até os ditos esclarecidos e estudados sucumbem ao engano governista e aplaudem de pé dizendo que é preciso "mexer nos interesses de classe mesquinhos" (Lasanha).

Então, todos ficam com a impressão de que a culpa é do médico. Poucos param para analisar as condições históricas dos hospitais e as questões de saúde pública e as deficiências do ensino médico. No imediato, os desacertos caem sobre o médico.

O médico não está nos municípios menores porque o vínculo é precário, há apenas um contrato VERBAL de trabalho. Essa política do municípios tem como finalidade o calote e posterior descarte do profissional após seu uso com finalidade politica. Mas o jornal não mostra que o dinheiro fica mesmo é com o prefeito. Esse prejuízo não é noticiado

A maioria da população tem essa rinha (sallqantay) e o governo sabe disso. Citar o caso do tio deficiente por causa de um erro médico (landlord) numa discussão sobre saúde pública apenas demonstra que o uso político deste mito é real e poderoso pois se une à raiva da população. Citar supostos médicos desatualizados só prova o envolvimento pessoal e emocional ao utilizar o mesmo tipo de argumento.

O Conselho Geral do Colégio de Médicos da Espanha alertou esta semana que não serão a solução para os problemas da saúde no Brasil e temem que, por pressão política, o governo acelere medidas para atrair profissionais como uma meta "mais direcionada às eleições do que para resolver a questão da saúde no País". O grupo deseja ainda garantias sobre a infraestrutura dos hospitais para onde esses médicos serão levados. Diante disso, a delegação do governo brasileiro responsável pelas negociações chegou a causar surpresa entre os responsáveis da Espanha quando sugeriu que procurassem as cidades no Google.

Num governo pautado de forma determinante pelo marqueteiro João Santana a saída é eleitoreira: se a população quer mais saúde então isso significa anunciar mais médicos. Diante do problema, a saída tomada é sempre a mais fácil. Tão fácil quanto anunciar que mais médicos significam mais saúde. Muito mais fácil que investir de forma séria em infraestrutura.

Impensável mesmo dentro desse governo seria combater a corrupção e o desvio dentro da própria base aliada já que o objetivo final não é o bem do mais pobre mas a sua perpetuação no poder.

São esses os argumento para a população aderir à causa, o fato de que o ódio, a raiva e a rinha favorecem apenas aos políticos.



sallqantay
Veterano
# jul/13 · Editado por: sallqantay
· votar


Lord Cachaça
uso político deste mito

então o privilégio da classe médica é um mito? Simbora esquecer quando a classe médica estimulou o desmame precoce para vender leite da nestlé, ou quando categorizaram homossexuais como doentes, ou lobotomizaram pessoas contra sua vontade.

A relação estado-medicina é longa e doentia

Lord Cachaça
Veterano
# jul/13
· votar


sallqantay
o privilégio da classe médica, isso pode ser discutido ( e é outra discussão). O que é real é a tua sensação de privilégio da classe médica, e o uso político disso.

Viciado em Guarana
Veterano
# jul/13
· votar


landlord
Mas também não acho que precisamos esperar as condições melhorarem para mandar um médico para essas regiões [carentes]. As coisas têm de ser juntas.

Esses caras adoram complicar as coisas, não é mesmo?

Você acha mesmo que dá pra lutar em duas frentes de batalha ao mesmo tempo?

Nessa situação você tem que se preocupar com a distribuição de médicos que está sendo "forçada" e com a ampliação da infraestrutura ao mesmo tempo.
E é óbvio que isso não vai dar certo! Pois você vai acabar lesando uma classe assim criando conflitos que irão consumir parte de seu tempo e recursos, tudo isso enquanto você tem um outro lado que já não é nem um pouco fácil de ser consertado.
Você terá que dividir a sua atenção, obviamente em proporções desiguais, mas que mesmo assim vai acabar atrasando todo o seu projeto, isso sendo otimista.

Véi, na boa...
Melhore a infraestrutura e as condições de trabalho, que os médicos se distribuirão naturalmente por onde as condições forem semelhantes, ou pelo menos depois disso eles não terão argumentos tão fortes para fomentar os possíveis conflitos deste "remanejamento forçado" para outras regiões.

Proponho que as boas faculdades, como USP, Unicamp, Unesp e Unifesp, possam ampliar suas vagas, com ajuda do governo federal, desde que ele se comprometesse a fechar os cursos ruins.
Ah! Entendi.

¬¬

Viciado em Guarana
Veterano
# jul/13
· votar


sallqantay
Você quer melhorar a saúde pública ou fazer retaliações contra a classe médica?

Você pode escolher apenas um!

sallqantay
Veterano
# jul/13
· votar


Lord Cachaça

sensação? Tu tá tirando onda, né?

Não tem outra discussão, todos somos profissionais e devemos ter a mesma responsabilidade.

sallqantay
Veterano
# jul/13
· votar


Viciado em Guarana

dá para fazer os dois ao acabar com os privilégios nojentos, não?

Viciado em Guarana
Veterano
# jul/13
· votar


sallqantay
dá para fazer os dois ao acabar com os privilégios nojentos, não?

Não.

MMJr
Veterano
# jul/13 · Editado por: MMJr
· votar


Ola Pessoal,

Esse negocio de Direitra e Esquerda nao existe e nunca existiu...
Essa expressao e uma criacao do regime Militar que governou o Brasil por decadas....Com esses termos dava-se a impressao que o correto era ser de Direita ( que de Direito nunca teve nada) enquanto que Esquerda era relacionada a Socialismo, Comunismo e subversao...

No Brasil o que existe na verdade e: Posicao e Oposicao. E cada qual luta por interesses proprios e nao pelo bem comum. O que justifica isso a e troca constante e a criacao de novos partidos politicos alem de novas aliancas entre esses partidos. Isso e um jogo de interesse captalista onde o dinheiro sempre falara mais alto. Nao existe um politico se quer que faca alguma coisa se ganhar nada por fora. Essa e a realidade e todos nos sabemos disso......Eu, particularmente, nao faco, e nunca fiz parte, de nenhum partido politico...Porem vejo que muita gente esta criticando e culpando determinado partido politico pela situacao atual do Brasil, porem se o partido da posicao atual fosse diferente, a situacao seria a mesma ou ate pior pois, com certeza, nao seria melhor. O que mata o Brasil e a corrupcao, todos nos sabemos disso, e o que enterra o Brasil e a impunidade dos corruptos. Um Pais que nao pune corruptos nao pode ser considerado um Pais serio...Me refiro desde o politico corrupto ate o comerciante e cidadao que sonegam impostos basicos......

E lamentavel. Mas e a realidade...

:-/

Obs:

Nem quero entrar na questao da qualificacao da populacao em Classe A, B, C....Z E degradante o Povo permitir e aceitar uma coisa dessa....

>

DrZaius
Veterano
# jul/13
· votar


sallqantay

e se a maioria da população tiver essa rinha?


Ai sao criados os Gulags e campos de concentracao.

landlord
Veterano
# jul/13
· votar


Lord Cachaça

Trazer médicos ou fazer políticas com intuito eleitoral, não vão me fazer votar no PT, se essa é a preocupação geral.
Usar a desculpa do emocional não funciona, pois ela tem verdade na minha pessoa e em outras que foram influenciadas pelos mesmos motivos.

Em geral, eu tenho sim preocupações com a saúde quanto a infraestrutura e acho que isso deveria ser prioritário. Mas também não concordo com a forma como os médicos trabalham, não concordo em ser recebido numa emergência pelo plantonista na 20ª hora de trabalho.
Não concordo também na limitação que o CFM quer impor contra outros profissionais da saúde.
Veja que em nenhum momento reclamo que médico ganha muito bem ou não, acredito que ha um comodismo da categoria, sustentado em grande parte pelo descaso do governo e a única liderança (CFM).

_Excelion
Veterano
# jul/13
· votar


Lord Cachaça

vai ler foucault.

_Excelion
Veterano
# jul/13
· votar


DrZaius

quando você vai aprender a ir além do ad stalinum?

sallqantay
Veterano
# jul/13
· votar


DrZaius
Ai sao criados os Gulags e campos de concentracao.

é tipo aqueles lugares onde os médicos faziam experimentos com cobaias humanas? Com o patrocínio do estado?

da hora

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Aluno de medicina terá de trabalhar dois anos no SUS para se formar