Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Treble Bleed Mod - Solução p/ a Perda de Brilho no Volume

      Autor Mensagem
      GuitarristaDoNickEstranho
      Veterano
      # fev/14
      · votar


      Del-Rei
      Interessante os cabinhos. Realmente pra testar as diversas combinações é muito melhor mesmo. Vou ver se rola fazer uns testes desses por aqui.

      Agora é estranho mesmo o seu relato, da dificuldade de diminuir o ganho. Ora, se o ganho dá trabalho pra diminuir, qual o sentido de fazer a mod? hehehehehe

      Quando toco com meu amp, so escravo do pot de volume da guitarra... Sem usar essa dinâmica, não rola. Mas, vou testar pra ver.

      Já experimentou algo na linha do 50's wiring?

      Andei lendo uns fóruns gringos e a galera comenta que é bem bacana também. Só que eu li que o pot de tone também atua um pouco controlando o ganho, no esquema do 50's wiring.

      Iversonfr
      Veterano
      # fev/14
      · votar


      Blonde Hammet
      Del-Rei

      Bom, passei os últimos dias pesquisando bastante sobre treble bleed após ver um video do Brett Kingman onde nos comentários ele diz que usa na maioria das guitarras dele. Vi bastante forum gringo e artigos, etc. Não sou muito entendedor de eletrônica, mas acho que já dá para ajudar os amigos iniciantes que querem testar e quem está tentando sem muito sucesso. Provavelmente isso vai ser longo mas vou tentar explicar tudo o que li para tentar ajudar quem tiver interesse. Talvez algumas coisas sejam repetitivas por já terem sido discutidas nesse tópico, mas vou juntar tudo em um post só. Bom, vamos lá:

      Primeiramente é interessante separar as 3 maneiras de fazer o treble bleed:
      1 - Apenas um capacitor cerâmico no pot de volume - dessa maneira, dependendo do valor do capacitor, pode até ficar bom ao baixar o volume para o 7 por exemplo, mas conforme vai baixando mais, fica cada vez mais agudo ao ponto de ficar feio, com muito brilho, soando "metálico" como um colega comentou aqui.
      2 - Capacitor + resistor em paralelo - Com isso, voce contorna um pouco o problema acima, pois o resistor segura um pouco das frequências altas que o capacitor deixa passar. O problema desta maneira é que afeta o potenciômetro, alterando ele e "linearizando" ele um pouco, além de sangrar um pouco também as frequências baixas.
      3 - Capacitor + resistor em série - Esta maneira dizem ser a mais estável e não afeta o potenciômetro, resolvendo o problema anterior. É conhecida como "Kinman Mod".

      Partindo disso, testei basicamente com o capacitor sozinho e com o resistor em série. Não existe exatidão ou regra ao escolher os valores do capacitor ou do resistor, porém existem alguns pontos de partida que encontrei na internet:
      - Chris Kinman recomenda um capacitor de 0.0012mf (microfarads), que é a mesma coisa que 1200pf (picofarads), e um resistor de 130k Ohms em série.
      - Seymour Duncan recomenda um capacitor de 0.002mf (ou 2000pf) e um resistor de 100k em paralelo.
      - TV Jones num post antigo recomendou 1000pf + 150k ou 330pf + 330k
      - Lindy Fralin recomenda 0.0022mf (2200pf) + 220k.
      - Li que alguns modelos da RG da Ibanez usam caps de 330pf, e algumas PRSs usam até 180pf.

      Também vi outras recomendações interessantes como usar um resistor entre 50 e 90% do valor do potenciômetro, usar resistores de 330k ao invés de 100k, etc. Também existe uma outra mod "inventada" por Ted Greene, porém mais conhecida como Fezz Parka Mod (por ser provavelmente o cara que difundiu na internet) que diz resolver o problema, e é apenas um detalhe na ligação como na 50s, mas não cheguei a testar pois fiquei feliz com o que consegui.

      A verdade é que tem tanta opinião diferente, que resolvi testar todas as possibilidades. A única unanimidade que encontrei foi que para cada tipo de captador, pot, etc, varia o que fica bom, além do gosto pessoal de cada um. Então passei essa semana numa loja de componentes eletrônicos e como é tão barato, coisa de 5 a 10 centavos cada capacitor, comprei os seguintes em pf (picofarads): 180-220-270-330-390-470-560-680-820-1000-1200-1500-2200. O capacitor 1000pf é o famoso 0.001mf que tantos recomendam e que o nosso amigo Del-Rei utilizou. Também comprei alguns de poliéster pra ver se dava diferença (que não deu ou não consegui perceber), mas esses começam apenas com 1000pf, ou 1nf ou 0.001mf. Desses comprei apenas então o de 1000pf, 1500pf e 2200pf. Resistores comprei 47, 56, 82, 100, 130, 180, 220, 270, 330, 370 e 470k. Usando dois cabos com jacaré nas duas pontas testei de tudo, só os capacitores, paralelo e série.

      Bom, o que posso dizer é que realmente varia muiiiito usando todos os tipos. Para a minha tele, que possue pot de volume de 500k, captador single na ponte e humbucker no braço foi o seguinte: Capacitores acima de 1000pf ficaram muito agudos e metálicos, coisa feia mesmo, o de 2200pf então pareceu até boostar o sinal e ficou muito estridente em volumes baixos. É bom lembrar também que nunca terá uma combinação perfeita. Digamos que fique muito bom entre o vol 8 ao 5, talvez do 4 pra baixo não fique tão agradável, mas aí é escolher o que quer e o que usa mais. Continuando, na minha guitarra gostei entre 560 e 820pf. O 820 foi o que ficou melhor para o humbucker do braço, porém ficou meio estridente no single, então optei pelo 680pf. No caso dos resistores testei todos. Acima de 330k no meu caso cortou muito e o som ficou fechado demais, meio que acabando com o efeito do capacitor. O de 100k ajudou um pouco, porém continuou estridente. O que mais gostei e deixou a descida mais natural foi o de 220k, que é o que usei, ficando então 680pf + 220k em série. Se fosse para usar apenas o capacitor, ficaria com o 180 ou 220pf, que também é interessantes testar.

      Recomendo então pela experiência que tive, testar capacitores pelo menos entre 470 e 820pf, e resistores entre 130 e 370k pois cada caso é um caso e soa diferente. No caso do Del-Rei, tenho quase certeza que um capacitor um pouco menor talvez de 560 e um resistor de uns 270k fique legal.

      Bom, é isso. Falei que ia ficar bemm extenso... rs...

      ogner
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Iversonfr
      Velho, nao sei se vc sabe, o treble bleed não faz nenhuma alteração com o pot de volume no maximo?? Isso é certeza?

      A combinação de 120k e 0.001uF numa strat que coloquei ficou bom, mas estou com a impressão que a guitarra ( mais notado no cap do braço ) ficou mais agudo/magro também....Sera que é doidera?? hehe!!

      To quase desmontando a guitarra pra tirar e testar sem o TB....

      Iversonfr
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      ogner

      Pelo que notei na minha não percebi diferença não, a diferença é quando abaixa o volume mesmo. Não entendo muito de eletrônica mas acho q não afeta mesmo não. Pra tirar sua dúvida por definitivo, compra 2 cabinhos com jacaré nas duas pontas e testa como fiz, é bem barato e vc consegue desligar na hora e ja testar com/sem inclusive testar algumas combinações, já que eles custam coisa de centavos.

      SkyHawk
      Membro
      # jun/14 · Editado por: SkyHawk
      · votar


      Comprei uma guitarra muito bacana, é uma Tagima ao que tudo indica uma das últimas custom shop do próprio Seizi Tagima. A guitarra é bem antiga mas tem tudo de primeira (floyd rose gotoh, seymour duncan hotrails na ponte, dois Malmsteen no meio e neck, um braço perfeito escalopado, ótimos trastes, um leve relic verdadeiro de anos de uso em centenas de shows).

      A guitarra merecia um geral pela qualidade do conjunto e pedi ao meu luthier um limpeza profunda (mantendo o visual relic) e uma revisão total da parte elétrica. Para minha surpresa ele colocou um treble bleed por conta própria e ficou muito legal !!!!!!!!

      Gostei tanto do Treble Bleed que vou testar em outras guitarras.

      A guita ganhou um lugar de destaque na minha pequena coleção.

      ogner
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Iversonfr
      Mas como vc fez?? Remontou a guitarra, colocou o escudo e com os fios pra fora, pra ir testando, ou testava e abria pra mudar os componentes...

      Pq pra testar legal tem ser na hora né, para e desmontar tudo ttirar e montar de novomeio que eu perco a referencia....

      Iversonfr
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      ogner
      Mas como vc fez?? Remontou a guitarra, colocou o escudo e com os fios pra fora, pra ir testando, ou testava e abria pra mudar os componentes...

      Então, na verdade a minha é tele então não atrapalha em nada pois o control plate fica separado né, mas dá pra fazer em strato sim. Os cabinhos jacaré tem uns 20 cm, acha fácil em qualquer loja de componente eletrônico, aí vc espeta lá dentro os dois no pot e põe o escudo de volta e deixa os cabos pra fora por algum canto, aí voce vai ligando os componentes e testando com as pontas que ficaram pra fora. Se voce ficar com a guita numa bancada ou deitada no colo, dá pra bater as cordas soltas e ficar encostando os caps no jacaré ligando/desligando pra ver exatamente o que acontece.

      SkyHawk

      É muito legal mesmo! sabe qual os valores dos resistores e caps que ele usou? é legal pra deixar anotado aqui.

      SkyHawk
      Membro
      # jun/14
      · votar


      Iversonfr
      Não tenho a menor idéia mas vou perguntar e posto aqui assim que souber.

      ogner
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Iversonfr
      é, da pra fazer sim...

      Ismah
      Veterano
      # jan/16
      · votar


      Soa interessante, algumas considerações...

      ogner
      Pq pra testar legal tem ser na hora né, para e desmontar tudo ttirar e montar de novomeio que eu perco a referencia...

      Gravar é uma boa opção.

      o treble bleed não faz nenhuma alteração com o pot de volume no maximo?? Isso é certeza?

      Pelo que estou entendendo ele é um HPF que desvia o agudo direto para a saída, sem passar pelo pot. Precisa ser sintonizado cirurgicamente, pra não dar problema rs

      rsf
      Veterano
      # 04/mai/17 22:53
      · votar


      Del-Rei

      e aí, rei dos testes? resgatando teu passado.
      Instalei hoje esse treble bleed. Testando ainda para ver se gostei ou não.hehehe
      E vc, depois de tanto tempo, ainda favorável ao Treble Bleed?

      Curiosidade: vc usa os volumes do ampli e da guitarra como?
      tipo: Ampli com volume alto, regulando no volume da guitarra ou volume da guitarra no máximo, configurando o volume do ampli conforme a necessidade?

      Valeu.
      E não para com teus testes...

      Rei Arthur Pendragon
      Veterano
      # 05/mai/17 11:38 · Editado por: Rei Arthur Pendragon
      · votar


      Esse artigozinho aqui explica bem essa situação mencionada (percepção de aumento de agudo/ganho. Vi que mencionaram aqui que perceberam principalmente com pot de vol log na posição 5/metade. Tá explicado também).
      http://www.guitar-mod.com/rg_diag_treble_bleed.html
      A guitarra fica com o som o irritante devido à frequência de "cutoff". Você vai cortar frequências abaixo disso e manter as acima quando tem o negócio acionado. Isso pode dar uma sensação que o som tem bastante agudo. Outra coisa... a percepção de volume/ganho também é influenciada pela quantidade de agudos, até pq alguns harmônicos vão sendo suprimidos quando você baixa o agudo. Se você abaixar o Tone da guitarra e/ou abaixar consideravelmente treble/presence do amp, vc pode sentir que o seu nível de distorção/overdrive baixou, dando aquela vontade de dar uma corrigida no ganho.
      Nesse artigo ele também mostra a questão da interação com o resistor, que tenta corrigir esse fato controlando o efeito do treble bleed.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Treble Bleed Mod - Solução p/ a Perda de Brilho no Volume

      305.411 tópicos 7.889.772 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital