Propriedade Intelectual não Existe! vamos debater aquí!

Autor Mensagem
JJJ
Veterano
# 02/out/19 15:57
· votar


Esse tópico vem da terra invertida, onde o PT pede "Lula Preso" e o Dallagnol pede "Lula Livre"... Não, pera... isso é aqui mesmo...

LeandroP
Moderador
# 02/out/19 16:28
· votar


JJJ

pior, mano kkkkkkk
que dorga é essa que espalharam no ar?

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 02/out/19 17:08
· votar


LeandroP
Pior é já ter 3 páginas discutindo essa bobagem...

Ismah
Veterano
# 02/out/19 18:33
· votar


Quando comecei a me conhecer como gente, se chamava isso de engenharia social, depois para coach, e aparentemente agora chamam de política...

Synth-Men
Veterano
# 02/out/19 18:40
· votar


O cara mandou um Golden Shower nas leis de direitos autorais e copyright.

Pior! Acredita que vídeos do YouTube pode contrariar as leis e os princípios.

E agora quer mandar um Golden Shower em pessoas criativas comums.

Por que não oferece seus serviços as gravadoras, a cantores como Caetano Veloso, Milton Nascimento, é outros mais?

Por que sabe que vai tomar mijada!

O mal enganador, permanece a sustentar suas teses, mesmo após vê-la toda fragmentada e embaralhada ao vento.

Lelo Mig
Membro
# 02/out/19 18:57
· votar


Sujeito propõe "vamos debater"... aí ouve um monte de ideia contrária e se limita a postar video de gente que pensa o mesmo invés de emitir opinião própria.

Tá igual religioso que você se diz ateu e o cara recita trecho da bíblia prá mostrar a "lei"... porra, se o cara é ateu, muçulmano, hare krishna, agnóstico a bíblia não significa nada prá ele, caraio!

Julia Hardy
Veterano
# 02/out/19 19:22
· votar


Eu leio a Bíblia Satânica de Anton Lavey.

Ismah
Veterano
# 02/out/19 19:35
· votar


Lelo Mig

Cuidado com a pressão, velho amigo...

carloscarty
Membro Novato
# 03/out/19 18:48 · Editado por: carloscarty
· votar


Del-Rei
Claro que é conveniente pra você não haver propriedade intelectual... Vamos relembrar seu histórico aqui no fórum....

Você vem tentando há tempos promover esses lances de instrumentistas liberarem suas composições e execuções em sites para comercialização. O mais surreal foi inicialmente você querer que os instrumentistas abrissem mão, via contrato, dos direitos autorais. Os direitos passariam a ser "do site", que comercializaria as execuções.... Que lindo.

E agora você veio com um software que pega música conhecida e cria algo "novo" a partir dali.

Basicamente você quer pegar as coisas dos outros (com argumento de que não existe propriedade intelectual) pra poder vender e ganhar dinheiro. Você é quase um gênio..... O problema é achar que as pessoas são inocentes demais.


A desobediência civil, como se sabe, é muito diferente do crime. O crime é uma violação de lei clandestina, feita às escondidas e com o entendimento de que a lei que se viola é legítima. A desobediência civil, por sua vez, é uma violação pública das leis motivada por seu caráter ilegítimo.

A prática de revender música sem direitos autorais é mais comum do que você imagina.

entamoeba
Membro Novato
# 03/out/19 20:38
· votar


carloscarty
A desobediência civil, por sua vez, é uma violação pública das leis motivada por seu caráter ilegítimo.

É nóis!

Ismah
Veterano
# 03/out/19 22:29
· votar


Então compre uma música minha, tenho um caderno cheio de composições.

vinibassplayer
Veterano
# 03/out/19 22:41
· votar


passando de hora de fechar esse topico q nem discussao teve

Lelo Mig
Membro
# 03/out/19 22:51 · Editado por: Lelo Mig
· votar


"desobediência civil, por sua vez, é uma violação pública das leis motivada por seu caráter ilegítimo."

Toda regra que eu não concordar, posso dizer que têm caráter ilegítimo e me opor numa "desobediência civil"?

Posso achar legítimo roubar seu automóvel por achar que o mundo é injusto e o meu direito de ter uma automóvel seria o mesmo que o seu? Ou o seu salário é mérito de seu esforço e minhas idéias não?

Interessante... quem define a legitimidade ou ilegitimidade de algo? Minha opinião pessoal?

Conveniente prá caralho isso aê, talkei!

carloscarty
Membro Novato
# 04/out/19 15:52
· votar


Lelo Mig
Você não pode tentar raciocinar baseado em “autoridade”, ou você raciocina e o raciocínio é impessoal (ele é um método impessoal que qualquer pessoa pode usar) ou você se baseia em autoridade, ou seja você não está raciocinando, logo primeiro passo pra reconhecer que toda Ordem é descentralizada é reconhecer que toda verdade depende da razão e pra justificar qualquer verdade você precisa da razão e logo autoridades não podem justificar verdades logo atitude de amor à verdade e também atitude de amor à ordem são também atitudes de rejeição a autoridades ou seja de rebeldia contra autoridade. Basear a verdade na razão significa basear a verdade em argumentos sólidos. A evolução, por exemplo é uma Ordem descentralizada.

Del-Rei
Veterano
# 04/out/19 16:58
· votar


carloscarty
Cara... Segue sua vida. Todo mundo já entendeu seu ponto, pode parar de tentar argumentar, vai mudar a opinião de ninguém.

Faz seus sites pra vender composições alheias e pronto. Faz seu sistema pra fatiar músicas dos outros e vender... E pronto.
Vai curtir sua vida loca.

Um aceno de longe!!!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 04/out/19 17:05
· votar


carloscarty
Onde é a sua igreja cara?
Preciso encontrar a luz e a verdade, e acabar com a minha ansiedade e caminhar para a Salvação...

acabaramosnicks
Membro Novato
# 04/out/19 17:16
· votar


carloscarty
A verdade é revelada pela razão, mas dizer que você é o dono da razão é prepotência. Todo mundo parte de um raciocínio influenciado por um viés, mesmo que inconscientemente. Por causa disso é que no método científico costumamos fazer experimentos levando em consideração também aspectos como repetibilidade e reprodutibilidade dos experimentos e resultados.
Quer dizer, vc chegou a uma conclusão usando a razão, a lógica, mas isso não quer dizer que a conclusão é correta porque vc talvez tenha usado uma lógica incorreta, talvez sua razão "minada" (talvez inconscientemente) por outras certezas pre concebidas talvez erradas fizeram vc chegar a esta conclusão.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 04/out/19 17:23
· votar


acabaramosnicks
Anátema!!
O mensageiro da Razão falou e você não acreditou!!??
Incréu! Cão Infiel!
Para a fogueira!!!!!!

Lelo Mig
Membro
# 04/out/19 17:33
· votar


Agora entendi, a lógica dele é a certa e a minha a errada.

Tá certo.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 04/out/19 17:38
· votar


Lelo Mig
Lógica iluminada...
Você é um incréu obscurantista.

vinibassplayer
Veterano
# 04/out/19 17:50
· votar


o kra só tá tentando mudar 4mil anos de filosofia e pensamento racional.. deixa ele ser feliz kkkkkkkkk

TendTudo
Membro Novato
# 04/out/19 18:13
· votar


Ele quer ser o homem aranha.

Ramsay
Veterano
# 04/out/19 23:45 · Editado por: Ramsay
· votar


carloscarty
Nota-se que o cara que fez o vídeo não sabe ao certo do que está falando.
Eu trabalhei nessa área por décadas e, por isso, informo que o que ele chama de idéia, aqui no Brasil é tratado e patenteado como privilégio de invenção ou modelo de utilidade.

E o que ele chama de propriedade intelectual é algo que segundo a Jurisprudência nacional é a área do Direito que, por meio de leis, garante a inventores ou responsáveis por qualquer produção do intelecto - seja BENS IMATERIAIS ou INCORPÓREOS nos domínios industrial, científico, literário ou artístico - o direito de obter, por um determinado período de tempo, recompensa resultante pela “criação” – manifestação intelectual do ser humano.

Por ser incorpórea, a Propriedade Intelectual se aplica principalmente no desenvolvimento de softwares e não de música, pq aí trata-se de direito autoral.

Discípulo do fogo preto
Membro Novato
# 05/out/19 00:32
· votar


A existência não existe.

Ningen
Veterano
# 05/out/19 01:09 · Editado por: Ningen
· votar


O nome do tópico deveria ser: Propriedade Intelectual não Existe! venham se debater aqui.

Synth-Men
Veterano
# 05/out/19 11:01
· votar


"Você não pode tentar raciocinar baseado em “autoridade”, ou você raciocina e o raciocínio é impessoal (ele é um método impessoal que qualquer pessoa pode usar) ou você se baseia em autoridade, ou seja você não está raciocinando,"

Ih! Agora fud...

Neste sentido, se tiver-mos andando e na rua e desviarmos de uma parede que está no caminho, não estamos raciocinando, o certo seria atravessar a parede. Ai sim estaríamos raciocinando.

Schelb
Veterano
# 05/out/19 11:03
· votar


Acho triste entrar num tópico imaginando ver uma discussão de idéias e encontrar 3 páginas de comentário agressivo. Não vejo necessidade de discutir se o criador do tópico tem alguma intenção oculta nisso aqui, por que a discussão é válida, inclusive se o cara tem uma ideia torta a respeito disso, talvez discutindo ele possa ver outros lados, agora ofendendo ninguém vai mudar a ideia dele (sem querer entrar no mérito da questão de dizer quem ta certo ou errado).

Eu não sei se é possível um mundo sem propriedade intelectual, mas eu acho que é um tema a ser discutido sim, inclusive bastante em alta na área da música. Tem vários youtubers por exemplo que tomaram o strike do copyright la porque estavam usando trechos de músicas pra explicar conceitos teóricos ou só pra discutir sobre a teoria musical presente na música, o que é prática extremamente comum no meio do estudo musical.
Acho que existe vários questionamentos nisso.
Por exemplo no caso de dizer que stairway to heaven plagiou a outra música lá, sendo que sabe-se lá se eles chegaram a ouvir a outra música .. é uma cadência parecida, mas disso está cheio na música. É plágio ou não é?
As vezes você inclusive tem suas influências e na sua criação, de repente, coloca um lick muito parecido com de algum artista que você gosta; você está plagiando?
Esses dias vi que um produtor musical, acho que do Wesley Safadão, propôs em um ensaio o uso de uma linha melódica muito parecida com parte da música Isabela do Ozielzinho, e daí ele pediu pro cara trocar isso, porque era plágio; e aí, era mesmo? Será que o cara tinha consciência de estar fazendo algo tão parecido?
Quero dizer, se você cria algo a partir de sua própria inspiração, e calha de ser muito parecido com algo que já existia e vc nem conhecia, seria plágio? (não quero discutir aqui se o produtor conhecia ou não a música do Oziel, ou se o Led Zepplin conhecia ou não a outra música lá, saca?)

Logo que existem limites pra isso, falar que a propriedade intelectual não existe é um pouco extremo, mas enfim, acho a discussão válida.

entamoeba
Membro Novato
# 05/out/19 11:23 · Editado por: entamoeba
· votar


Schelb

O problema é que o debate parte de uma salada conceitual.

O que se está discutindo? A etimologia da palavra ou o significado vigente dela?

Na lei, temos referências à propriedade intelectual, portanto, é inegável que o conceito existe juridicamente.

Outra questão que poderíamos estar discutindo: propriedade intelectual é desejável ou não é?

Outra: É possível proteger a propriedade intelectual ou não é?

Ainda podemos discutir se o conceito de propriedade, de uma maneira geral, faz sentido; se o pensamento ancap tem coesão interna (adianto que não tem); se os efeitos da falta de proteção à propriedade intelectual tem custos elevados à cultura etc.

O foda é levar a sério quem reproduz discurso de youtuber bosta! E o autor do tópico entra em loop, insistindo na repetição e na imposição de uma visão tosca.

Lelo Mig
Membro
# 05/out/19 11:26 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Schelb

Colega, ninguém foi exatamente agressivo com o autor do tópico. Houve opiniões contrárias e houveram ironias. Ninguém o xingou ou ofendeu... isso seria agressividade.

Acontece que se fulano propõe um debate e beltrano diverge de sua opinião, independente de alguém estar certo ou errado, a exposição de argumentação promove o debate inteligente.

Se digo aqui que uma melancia é da cor roxa, se não há explicações, se não há exemplos a serem mostrados, se não há uma argumentação lógica, fica todo mundo dizendo que é verde e eu que é roxa, porque é roxa, porque eu acho que é roxa. Isso não é debate.

Com relação aos seus exemplos de plágio, intencionais ou não, isso já foi discutido bastante em outros tópicos. Propriedade Intelectual e Direito Autoral não são exatamente a mesma coisa.

E, existe a justiça para avaliar quando há ou não a intenção de plágio e mesmo apropriação indébita. O assunto é complexo.

Del-Rei
Veterano
# 05/out/19 14:34
· votar


Schelb
Cara...
A sua discussão levantada é super válida.

O autor do tópico não tem interesse em debater (apesar do título do tópico). Ele tem um software que fatia músicas prontas e "cria" outras. Ele propôs que músicos cedessem seus trabalhos pra ele poder comercializar num site e ganhar dinheiro em cima.

Ele não quer debate. Ele quer dinheiro (com suor dos outros), não ficou claro isso? A intenção dele aqui é vender o software e vender as composições dos outros.

Só que pra isso ele precisa convencer a galera de que propriedade intelectual não existe.

Um aceno de longe!!!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Propriedade Intelectual não Existe! vamos debater aquí!