✟✟✟ Obituário 2019 ✟✟✟

Autor Mensagem
Ramsay
Veterano
# 16/dez/19 19:15
· votar


Julia Hardy
fernando tecladista
Pois é, além de não acompanhar o tópico eu nunca tinha ouvido falar desse tal de Danny Aielo, por isso, pensei que ele fosse só ator e não ator/cantor.

Rodrigues
Veterano
# 16/dez/19 19:32
· votar


Timi Hansen, baixista e fundador do Mercyful Fate nos deixou esses dias também...

http://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com/2019/11/05/timi-hansen-mercyfu l-fate-king-diamond-morre-aos-61-anos/

Julia Hardy
Veterano
# 16/dez/19 21:46
· votar


Ramsay

Nem é por isso. Postaram aqui quando o Gugu, o Walter Mercado e sei lá mais quem morreu. Por isso, não vi problema em postar sobre o Danny Aielo. Na verdade, fiz isso mais pra movimentar o tópico mesmo

Julia Hardy
Veterano
# 16/dez/19 21:46 · Editado por: Julia Hardy
· votar


Post duplo

BrotherCrow
Membro Novato
# 17/dez/19 12:08
· votar


Rodrigues
Timi Hansen, baixista e fundador do Mercyful Fate nos deixou esses dias também...
Que merda, adoro Mercyful Fate e King Diamond... a memória que tenho do Timi é ele de tapa-olho com um baixo BC Rich. Não sabia nem que estava doente.

Lelo Mig
Membro
# 17/dez/19 12:19
· votar


BrotherCrow
Rodrigues

O Timi Hansen morreu no começo de novembro... a Julia Hardy já havia postado lá na página 07.

https://forum.cifraclub.com.br/forum/9/335464/p7

renatocaster
Moderador
# 17/dez/19 16:28
· votar


Aproveitando, qual morte te impactou mais esse ano? Até o presente momento, claro. Afinal de contas, o Zé Maria não brinca em serviço.

makumbator
Veterano
# 17/dez/19 16:29
· votar


renatocaster

Temos que esperar a virada de ano. Nunca se sabe...

Beto Guitar Player
Veterano
# 17/dez/19 17:06
· votar


Aproveitando, qual morte te impactou mais esse ano? Até o presente momento, claro. Afinal de contas, o Zé Maria não brinca em serviço.

Eu não era nenhum superfã, mas o André Matos bateu forte no peito quando soube.

Buja
Veterano
# 17/dez/19 17:29
· votar


Ano passado, fiquei triste pelo Avicci.
Esse ano, tive perdas muito proximas, então, nenhum outro supera. Mas, fiquei triste pela mulher do Roxette. Sempre fui fã.
Espero que ano que vem o Mustaine nao entre nessa lista, pelamor de Deus.

Julia Hardy
Veterano
# 17/dez/19 18:30
· votar


André Matos. Apesar de não ser muito fã.

Lelo Mig
Membro
# 17/dez/19 19:08
· votar


Ainda que eu nunca tenha gostado de Angra (não dá, não consigo gostar de heavy melódico) por culpa, principalmente, dos vocalistas, acho que o Andre Mattos.

Ele era muito talentoso (se não fazia o que eu gosto não era problema dele) e jovem e sem problemas de saúde, físicas ou mentais.

Uma morte muito inesperada.

renatocaster
Moderador
# 18/dez/19 10:51
· votar


Também achei que a morte do Andre Mattos foi a mais chocante.

M.André
Membro Novato
# 18/dez/19 13:49
· votar


André Mattos era bom... gosto de várias coisas do trabalho dele, mas quem mais me impactou ainda foi a Marie (Roxette).

entamoeba
Membro Novato
# 18/dez/19 15:01
· votar


Resumo das postagens até 18/12 (sim, eu estava entediado).

Finados do meio musical:

Ray Sawyer (Dr. Hook)
Marciano
Marcelo Yuka
Michel Legrand
Deise Cipriano (Fat Family)
Bibi Ferreira
Mark Hollis (Talk Talk)
Tavito Carvalho (Compositor)
Andy Anderson (The Cure)
Dino Rangel
Keith Flint (Prodigy)
Jeff Andrews
Dick Dale
Bernie Torme (Ozzy)
Beth Carvalho
Paulo Pagni P.A. (RPM)
Serguei
André Matos
João Gilberto
Daniel Johnston
Roberto Leal
Richard Brunelle (Morbid Angel)
Ginger Baker (Cream)
Walter Franco
Larry Junstrom (Lynyrd Sknyrd)
Timi Hansen (Mercyful Fate)
Bart Walsh (David Lee Roth)
Boon Gould (Level 42)
Marie Fredriksson (Roxette)

Outros finados:

Cafi (Artista gráfico)
Pe. Quevedo
Vic Emerson (fórum Steinberg)
Ricardo Mizutani
Paulo Henrique Amorim
Robert Axelrod (Power Rangers)
Jorge Fernando
Walter Mercado
Frank Avruch (Bozo)
Gugu Liberato
Danny Aielo

Finados simbólicos:

Alfred E. Neuman (revista Mad cancelada)
Skank (fim da banda)
Raul Seixas (cancelado por lacradores)

Beto Guitar Player
Veterano
# 18/dez/19 15:48 · Editado por: Beto Guitar Player
· votar


Resumo das postagens até 18/12 (sim, eu estava entediado).

Caramba... haja tédio.
Acho que esse tópico será o próximo a morrer, está com os dias contados, junto com o ano 2019. Espero que tenha uma morte calma.

Coincidentemente (ou não), tem 12 páginas, como se fosse uma por mês.

Julia Hardy
Veterano
# 18/dez/19 16:13
· votar


entamoeba

Não sei se parabenizo ou lamento. De qualquer forma, eu já tinha esquecido até da morte de alguns. João Gilberto foi marcante, embora não surpreendente. Tenho tentado ouvir com mais carinho a obra dele, mas, aquela vozinha é difícil. Ele está pra mim como o André Matos está para o Lelo Mig.

Sobre mortes simbólicas: Skank vai acabar. Pato Fu acabou e esqueceu de avisar. Quem acha que ano que vem será a vez do Jota Quest subir no telhado?

JJJ
Veterano
# 18/dez/19 16:20
· votar


Claro que toda morte é uma tristeza. Morrer é uma merda.

Dito isso, apesar da quantidade significativa de gente na lista do entamoeba, não houve nenhuma que tenha me abalado de forma particular. Se tivesse que pinçar uma: Serguei, talvez, mas o cara já tinha uma certa idade...

As que mais me abalaram - de verdade - na década foram as seguintes: Jon Lord, Rick Wright, Keith Emerson, Chris Squire, John Wetton e Greg Lake. Esses caras foram parte muito importante na minha vida musical. Curiosamente, 3 tecladistas e 3 baixistas.

qew
Veterano
# 19/dez/19 08:11
· votar


André Matos

essa perda foi a pior sem dúvidas, para mim

até então não sabia que era possível me entristecer de tal forma pela perda de alguém que sequer conheci pessoalmente e até hoje ainda me pego lamentando quase que diariamente o que ocorreu, além da chance ceifada de nunca poder assistir uma performance ao vivo

Ele era muito talentoso (se não fazia o que eu gosto não era problema dele) e jovem e sem problemas de saúde, físicas ou mentais. (2)]

renatocaster
Moderador
# 19/dez/19 08:25
· votar


entamoeba

Tinha pensado em fazer algo parecido, mas não estava tomado pelo tédio.

Gugu Liberato

Essa morte do Gugu também foi foda...

JJJ

Morrer é uma merda.

Será?

JJJ
Veterano
# 19/dez/19 09:42
· votar


renatocaster
Será?

Bom... eu só tenho o ponto de vista "de cá", então, até saber o "de lá"... é uma merda! kkkkkkkk

tito lemos
Veterano
# 19/dez/19 09:44
· votar


A morte mais chocante pra mim foi a do André Matos. Se pra quem não é fã foi chocante, imagina pra quem é? Esse cara fez parte da minha adolescência. Quando deixei de achar metal melódico a sétima maravilha da música, mesmo assim continuei acompanhando o trabalho do cara. Estava super contente com o retorno do Shaman. Ai o cara admite um retorno ao Angra, ele que sempre foi o mais incisivo em não admitir essa possibilidade. Dai uma semana depois o cara morre, do nada? Foi de lascar.

entamoeba
Membro Novato
# 19/dez/19 11:59
· votar


Mais uma que não era de pessoa célebre do meio da música, mas é daquelas que dá uma raiva da bestialidade do destino.

Vamberto Luiz de Castro, paciente curado de um câncer terminal devido à aplicação com sucesso de um tratamento experimental.

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/12/18/homem-curado-d e-cancer-terminal-com-tratamento-inedito-morre-apos-acidente-em-bh.ght ml

Os caras pesquisam, aplicam um tratamento inédito com sucesso, o cara se recupera e tem um desfecho desses? Triste.

Buja
Veterano
# 19/dez/19 12:41
· votar


Nao adianta, nesse cara ninguem da olé:

https://cdn141.picsart.com/279382806001211.png?r1024x1024

JJJ
Veterano
# 19/dez/19 12:48 · Editado por: JJJ
· votar


entamoeba

Muito escrota essa parada aí... pqp

Perfeita pro pessoal que diz "quando chega a hora... não tem jeito".

renatocaster
Moderador
# 19/dez/19 14:17
· votar


JJJ

Bom... eu só tenho o ponto de vista "de cá", então, até saber o "de lá"... é uma merda! kkkkkkkk

Sei lá, bicho. Às vezes a pessoa tá aqui nesse plano material num puta viés de sofrimento, doença terminal, invalidez, saúde precária, cabeça sem funcionar direito, etc. Eu acho que não gostaria de prolongar os meus dias aqui estando numa dessas condições não, mesmo sem saber o que me aguarda "do lado de lá".

Mas enfim, é só uma reflexão aleatória mesmo.

Lelo Mig
Membro
# 19/dez/19 15:42
· votar


JJJ
renatocaster

"só uma reflexão aleatória mesmo."

É a grande dúvida da humanidade né?
Como sabem, sou ateu, então prá mim, morreu já era, tchau. Ainda assim, não gostaria de viver algumas situações de extrema dor ou sofrimento, mas é muito difícil saber realmente o que se passa, pensem comigo (usando referências aqui do tópico):

O André Mattos, jovem, saudável, teve um infarte e morreu, inesperadamente. A Marie (Roxette), detectou um câncer no cérebro há quase 20 anos atrás, fez uma cirurgia grande, ficou cega de um olho, perdeu partes dos movimentos e algumas capacidades cerebrais, como ler e contar, por exemplo. Nesse tempo de recuperação, sei que sofreu alguns momentos bem difíceis.

Aparentemente, morrer como o André, parece ser melhor. Pá pum já era! Só sofre quem fica.
Mas, por outro lado, será que Marie não adquiriu uma sabedoria, não obteve "felicidades intensas" com coisas aparentemente banais, como nunca havia tido antes, só por perceber que acordava viva mais um dia?

Sei lá... acho que isso nunca terá resposta.

Buja
Veterano
# 19/dez/19 16:48
· votar


Lelo Mig
Como sabem, sou ateu, então prá mim, morreu já era, tchau.
Só sofre quem fica.

Concordamos em genero, numero e grau!

=====

No geral, sobre morrer, não penso que é algo ruim. Logico, tambem, nao é bom. É simplesmente, pra mim, uma coisa natural, como nascer;

Nao sou ateu, [respeito plenamente quem é], então, pra mim, o dia que morre pode ser melhor do que o dia que se nasce.

Porque ao nascer, você não nada muito alem do que um feto fora do utero. Nao fez nada, nao sabe nada, é um livro em branco.

Mas ao morrer, voce pode estar deixando um mega valioso livro da sua vida pra humanidade. Pode ter contribuido de inumeras formas, e mesmo sem "grandes feitos", voce foi alguem de importancia pras pessoas ao seu redor, seja pai, mae, filho, o que for. Nesse momento, ao morrer, tu ta melhor do que o dia que nasceu.

Morrer com dor, ninguem quer. Com um tiro no meio do cortex cerebral, é menos pior. Mas morrer, é simplesmente morrer.
Assim como antes da fecundação voce nao era nada (um amontoado de atomos que nao estão ajuntados num corpo humano), ao morrer, voce tambem vai virar nada (um amontoado de atomos que nao estão ajuntados num corpo humano).

Novamente, concordo em genero, numero e grau com o Lelo, ao dizer:
Só sofre quem fica.

JJJ
Veterano
# 19/dez/19 21:02 · Editado por: JJJ
· votar


Lelo Mig
Buja

Olha... eu não sei como é o "outro lado". Se já estive lá, não lembro. Mas que alguma coisa existe, eu tenho praticamente certeza.

E o que me faz pensar assim, curiosamente, não é algo que li em algum livro sagrado ou coisa assim.

O dia que vocês virem alguém "possuído", talvez mudem de ideia. Eu já vi (não procurei por isso, foi por acaso). Sem chance de ser a pessoa fingindo ou tendo algum tipo de esquizofrenia ou efeito de alguma droga... É outra coisa e não é desse mundo.

Lelo Mig
Membro
# 19/dez/19 21:10
· votar


JJJ

Tu já passou da idade desse negócio de chá de cogumelo, São Tomé das Letras, acampamento em Trindade e essas paradas ripongas dos 70 né?

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a ✟✟✟ Obituário 2019 ✟✟✟