RiR 2017 - A Disney da música

Autor Mensagem
Ismah
Veterano
# 12/set/17 12:00 · Editado por: Ismah


vejario.abril.com.br/cultura-lazer/rock-in-rio-se-transforma-na-disney -da-musica/

O troço promete, ein! Apesar de muito show bosta, tá valendo bastante a pena para quem puder ir.

Julia Hardy
Veterano
# 12/set/17 20:05
· votar


Sinceramente, será que alguém vai ao Rock in Rio deliberadamente pra ver Skank, Frejat, Capital Inicial e Ivete Sangalo? Se tem, merece levar uma voadora na nuca.

PguitarMaxx
Veterano
# 12/set/17 21:51 · Editado por: PguitarMaxx
· votar


Julia Hardy
Cara, ninguém vai deliberadamente no Rock In RIo pra ver Skank, Frejat, Capital Inicial e Ivete Sangalo. Por isso estão escalados dessa forma

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 12/set/17 21:58 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
· votar


Eu iria ao RinRio para ver o Frejat e Capital Inicial, dependendo das outras atrações...
Aliás, iria até ver a Lady Gaga para acompanhar a minha filha...
O que eu queria ver mesmo é o The Who...
Mas infelizmente não tenho grana... Alguém se habilita em comprar para mim?

Ismah
Veterano
# 12/set/17 22:19
· votar


Honestamente, eu iria para ver Lady Gaga, porque acho ela uma cantora incrível.

renatocaster
Moderador
# 13/set/17 07:51
· votar


Acho legal, o negócio ficou mais temático, e tal...mas ficou muito gourmetizado, desde a versão 2011 pra cá. Eu achava mais legal quando era aleatório, tipo, vc ia na parada e não fazia a menor ideia de quando seria o próximo.

Era quase uma lenda, tipo Woodstock (guardadas as devidas proporções, claro). Ou seja, o pensamento era de aproveitar a oportunidade e arrumar um jeito de ir, pq vc nem sabia se teria outra chance. Agora virou um evento pontual, de 2 em 2 anos.

Mas acho que esse atual formato de ser um festival mais temático vem muito do feedback que os organizadores tiveram quando realizaram o Rock in Rio em outras cidades espalhadas pelo mundo.

Wade
Membro Novato
# 13/set/17 10:21
· votar


será que alguém vai ao Rock in Rio deliberadamente pra ver Skank, Frejat, Capital Inicial e Ivete Sangalo

Tem show dessas bandas a rodo por todo o país o tempo todo. Mas se alguém gosta das quatro, poder ver todas em um único festival é uma mão na roda. Se tem dinheiro, qual o problema?

Lelo Mig
Membro
# 13/set/17 10:47
· votar


Eu não iria pra ver ninguém.... To duro, sedentario, e preguiçoso pra caralho!

Too old to rock'n'roll...

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/set/17 11:05
· votar


Lelo Mig
Eu não iria pra ver ninguém.... To duro, sedentario, e preguiçoso pra caralho!
Too old to rock'n'roll...

Morreu...
Kkkkkkkk...

sandroguiraldo
Veterano
# 13/set/17 11:07
· votar


Acho que é o tipo de rolê onde os cavaleiros-do-metal-últimos-truezão-de-verdade-old-school nem devem ir mesmo.

ogner
Veterano
# 13/set/17 13:02
· votar


Vou no The Who!! \o/

entamoeba
Membro Novato
# 13/set/17 13:28 · Editado por: entamoeba
· votar


Ivete Sangalo em um evento que tenha rock no nome é pior que Hitler em um evento sobre pacifismo e diversidade.

Nauseas...

Ismah
Veterano
# 13/set/17 13:44
· votar


Lelo Mig

RiP.

renatocaster
Agora virou um evento pontual, de 2 em 2 anos.

Eu queria que tivesse virado isso antes... Veja o WoA (Wacken Open Air), Summer Breeze, Knebworth Festival, Grasspop, Woodstock Art & Music Fair, etc...

Grandes festivais, que reúnem anualmente os grandes nomes de destaque, e da cena local de diversos gêneros...

Se adecua ao entamoeba também o que digo agora...

Woodstock de 69 talvez seja o mais famoso... Mas nem lá teve só rock...
Vejam o line up https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_performances_and_events_at_Woods tock_Festival

entamoeba
Membro Novato
# 13/set/17 14:10
· votar


Ismah
Nada contra ter outros gêneros, desde que seja algo consonante.

renatocaster
Moderador
# 13/set/17 14:35
· votar


Ismah

Eu concordo com o entamoeba. O festival nunca contou somente com artistas de rock, mas algumas "combinações" são bizarras mesmo.

Que nem no último que fui, em 2001. Carlinhos Brown no palco principal na mesma noite do Guns and Roses. Uma completa aberração.

Ismah
Veterano
# 13/set/17 14:54
· votar


Aí eu também concordo. Mas não foi o que vocês disseram acima. :)

renatocaster
Moderador
# 13/set/17 15:02
· votar


Ismah

Eu concordei quando ele disse o seguinte: Nada contra ter outros gêneros, desde que seja algo consonante.

E o que eu falei sobre Carlinhos Brown x Guns and Roses se apresentando no mesmo palco e no mesmo dia é justamente isso. Não tem consonância nenhuma uma coisa dessas.

Agora eu não sei pq vc interpretou diferente disso que eu falei.

Ismah
Veterano
# 13/set/17 15:33
· votar


Oras, tu não se posicionou acima quanto a outros gêneros...
E o entamoeba se posicionou contra Ivete porque o nome tem "rock"...

Wade
Membro Novato
# 13/set/17 15:43 · Editado por: Wade
· votar


A "explicação" para o fato de o festival ter artistas de outros estilos, desde a primeira edição, é que a palavra rock no título é literal. No sentido de agitar/agito.

E o festival sempre teve o caráter de diversidade, unir tribos e essas baboseiras.

Nunca foi o Wacken brasileiro.

Wade
Membro Novato
# 13/set/17 15:45 · Editado por: Wade
· votar


E no mais, Rock in Rio é uma marca.

A edição Rock in Rio Lisboa não faz o menor sentido, já que não foi no Rio de Janeiro.

Ces são só uns velhos* chatos :P

*Menos o Ismah, que é juvenil ainda. No caso, é só chato mesmo.

Paz.

renatocaster
Moderador
# 13/set/17 16:03
· votar


A "explicação" para o fato de o festival ter artistas de outros estilos, desde a primeira edição, é que a palavra rock no título é literal. No sentido de agitar/agito.

Não é beeeeem isso não. Isso faz sentido até certo ponto, porém o "produto" principal que era "vendido", era o rock. A maior concentração de bandas/artistas se apresentando são de rock. Não é igual um Lollapalooza, ou um Pinkpop, por exemplo. Mas também concordo que não é nenhum Wacken ou Monsters Of Rock da vida.

Na minha definição o Rock in Rio é um festival de música, só que majoritariamente pautado pelo rock. E eu não vejo o menor problema em artistas diferentes no mesmo festival, só é estranha a bipolaridade das agendas. Sai Ivete do palco e entra Metallica logo em seguida. Tipo, WTF?

Quando eles resolveram distribuir mais essa diversidade de estilos direcionando para as tendas/palcos específicos, ficou mais harmonioso. Mas ainda sim rolam umas galhofas, hahaha.

Ok, estou sendo chato mesmo =/

Ismah
Veterano
# 13/set/17 16:09
· votar


Eu sou chato... Bastante chato aliás...

Mas eu acho legal a mistura cultural... Já pensaram a Ivete cantando no mesmo mic do Hetfield? Isso que falta!
Muita gente não conhece rock por existirem VÁRIAS pré-concepções... Como se eu fosse obrigado a alguma coisa para ouvir rock - e é muito sério isso! Desde que estou envolvido com trabalhos junto a escolas, é o que mais ouço... É a única forma de fazer intercâmbio cultural...

Wade
Membro Novato
# 13/set/17 16:36
· votar


renatocaster

A mistura de estilos é estratégica também. Se eles juntam a galera do Metal em um dia e a galera do pop em outro, o pessoal que gosta de Metal só compra ingresso pro dia do Metal e o pessoal do Pop só compra ingresso pro dia do Pop. Misturando nomes de peso em estilos diferentes em um único dia meio que "obriga" ao pessoal tanto do Metal quanto do Pop a comprar dois ingressos em vez de um só.

É uma merda mesmo, mas...

entamoeba
Membro Novato
# 13/set/17 18:54
· votar


Cade aquele maluco que matou o Dimebag numa hora dessas?

Lelo Mig
Membro
# 13/set/17 22:29 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Acho o seguinte:

Se tem uma banda que quero, tenho dinheiro para pagar, tempo e disposição para ir, vou ver a banda que eu gosto e foda-se se tem Anita... Posso, nesta hora vaiar, xingar ela de piranha ou simplesmente ir dar um rolê.

Acho que não há espaço para "metaleiro true" nestes festivais de grande porte.

Até porque, metaleiro true é tudo pé rapado, compra ingresso e olha lá, nao gasta um real la dentro....kkkkk

A empresa que banca o evento ta pouco se fudendo pro Beavis e pro Butthead. Isso e coisa de festival Black Metal na Finlandia, onde a população é menor que a do meu bairro.

Ismah
Veterano
# 14/set/17 01:45
· votar


Wade

Negócios... Apenas negócios...

Mas vai ainda além... Porque se colocar um line up só de banda internacional, o ingresso para pagar tudo fica muito alto. Isso leva menos pessoas ao show.
Misturando um artista como Ivete e Metallica, dá para extender o tempo de evento (o que aumenta o consumo de comida e bebida) com um custo mais baixo...
Tem quem comprou área vip / camarote / piruódromo etc. e só vá mais tarde, para ver X ou Y... Aí a Ivete ficaria certamente sem um grande público...
Sabendo que a turma do metal é mais fanática, eles chegam cedo pra estar o mais na frente que der, etc etc etc...

É tipo gravar DVD na virada de ano em Copacabana... Ninguém precisa saber quem tu é, o público meio que se garante sozinho...

Ismah
Veterano
# 14/set/17 01:56
· votar


Lelo Mig

A Finlândia tem uns 6mi de pessoas, que bairro que tu mora? rsrs

Brincadeiras a parte, o caso é mais amplo... O WoA tá para os alemães, como o Villa Mix para nós! Heavy metal é muito popular por quase toda a Europa, mas não dá para se esquecer que lá festival também é algo muito popular. Tenho conhecidos que vão quase todo final de semana a uma feira, festival ou algo do tipo... Pessoal gasta grana em cultura.

Julia Hardy
Veterano
# 15/set/17 14:45
· votar


Cara, ninguém vai deliberadamente no Rock In RIo pra ver Skank, Frejat, Capital Inicial e Ivete Sangalo. Por isso estão escalados dessa forma

Tenho minhas dúvidas. Mas, enfim, cada um se diverte como bem entende.

Mas se alguém gosta das quatro, poder ver todas em um único festival é uma mão na roda. Se tem dinheiro, qual o problema?

Meu é que não é. Só acho bizarro. Mas, enfim, cada um se diverte como bem entende.

Álias, o Rock In Rio é mestre em escalações grotescas. Colocar The Who pra abrir pra Guns'n'Roses é... bem, deixa pra lá. Gostaria de vê-los em SP. Abertura do The Cult. Álias, poderiam tocar no Rock In Rio também. Mais uma mancada.

Julia Hardy
Veterano
# 15/set/17 14:47
· votar


Já pensaram a Ivete cantando no mesmo mic do Hetfield? Isso que falta!
Muita gente não conhece rock por existirem VÁRIAS pré-concepções...


A pergunta é: precisa disso?

Ismah
Veterano
# 15/set/17 16:09
· votar


Precisar é uma pergunta relativa!

O rock anda mal das pernas na questão popularidade, sei de muita gente que não gosta de rock, e/ou não se interessa por causa de estereótipos estabelecidos - e não sem razão - no passado...

Não tem outra forma de fazer as tribos se conversarem, e abrir espaço na cabeça de populares para o gênero... Banda internacional fora rock, e que tem vez no BR eu desconheço...

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a RiR 2017 - A Disney da música