Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      A genialidade de Kurt Cobain

      Autor Mensagem
      Ningen
      Veterano
      # 08/jun/17 17:46
      · votar


      Lelo Mig

      Pois é... Interessante rsrs. Até que não é meu estilo mas vou pesquisar mais sobre esses conterrâneos paraenses.

      entamoeba
      Membro Novato
      # 08/jun/17 18:37 · Editado por: entamoeba
      · votar


      Luiz_RibeiroSP
      Se usar a palavra genio para o kurt, vamos usar qual para mozart, bach, beethoven, Paganini.

      Não vejo essa superioridade da música erudita sobre o rock.

      Se arte fosse esmero em fazer algo belo, qualquer tralha rococó era seria mais relevante do que Picasso.

      O rock superou as afetações das músicas feitas para entreter as cortes entediadas e se consolidou como um movimento de contra-cultura - o que é muito mais relevante.

      makumbator
      Veterano
      # 08/jun/17 20:22
      · votar


      entamoeba
      O rock superou as afetações das músicas feitas para entreter as cortes entediadas

      A música erudita superou essa de entreter cortes entediadas munto antes do rock nascer.

      Insufferable Bear
      Membro
      # 08/jun/17 20:46 · Editado por: Insufferable Bear
      · votar


      Paganini
      lixo, essa é a palavra que eu uso para o Paganini

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 08/jun/17 20:46
      · votar


      entamoeba

      Não comparo o rock com o erudito, mas sim kurt com alguns compositores eruditos. Não é qualquer um que faz uma composição complexa como os compositores que citei, mesmo no rock temos o yngwie malmsteen influenciado por essas composições.
      Kurt fez musicas legas mas não são sofisticadas e nem muito diferente do que as bandas emergentes de seu tempo. Um moleque no quarto toca Come As You Are em 2 meses, e um musico sentando no piano quanto tempo demora pra tocar isso? https://www.youtube.com/watch?v=x8N7mFboGnc

      makumbator
      Veterano
      # 08/jun/17 21:11
      · votar


      Insufferable Bear
      lixo, essa é a palavra que eu uso para o Paganini

      Ele é o Malmsteen dos violinistas...hehehe! Realmente ele não é bem de longe um bom compositor, seu valor é mesmo na técnica do violino.

      entamoeba
      Membro Novato
      # 08/jun/17 21:21
      · votar


      makumbator
      A música erudita superou essa de entreter cortes entediadas munto antes do rock nascer.

      Fiquei imaginando a galera dando mosh nos clubs londrinos, ao som de Orlando Gibbons e Henry Purcell.

      Luiz_RibeiroSP
      Um moleque no quarto toca Come As You Are em 2 meses, e um musico sentando no piano quanto tempo demora pra tocar isso?

      Esse não me parece um bom critério. A redução da arte à técnica não faz o menor sentido.

      Complexo é por suas vivências dentro de uma música, deixar a coisa pulsante, visceral. A complexidade da música erudita pode ser mapeada numa partitura, a do rock, não. É indescritível.

      JJJ
      Veterano
      # 08/jun/17 21:52
      · votar


      Genialidade não tem picas a ver com rebuscamento ou - como bem citou o entamoeba - rococó...

      O Niemeyer fazia 3 traços num papel e aquilo era o esboço genial de uma obra de arquitetura.

      O Picasso desenhava uma porra toda torta e desproporcional lá e ficava do caralho.

      Se eu desenhar 3 traços no papel ou desenhar uma porra torta não vai sair merda nenhuma.

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 08/jun/17 22:29 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
      · votar


      entamoeba
      Não estou reduzindo a arte, mas sim comparando a capacidade de criação. No caso que citei o gênio cria de forma intencional algo refinado e sofisticado, que a analise musical revela relações nas escalas, tempo, melodia, etc que não são fáceis de fazer e nem é para qualquer um. Gostaria de saber mais sobre teoria musical para entender o que já conversei de forma descompromissada com professor.

      segundo o dicionario: Genialidade
      Qualidade de quem tem uma extraordinária capacidade intelectual.
      Característica ou particularidade de genial, brilhante ou extraordinário.
      Eu não vejo isso no kurt se comparado com o que citei.

      JJJ
      Os exemplos que deu são complicados, conheço pouco mas não são 3 traços num papel, ele deixou muitas obras bem exóticas e que se consagraram, apesar de varias criticas em relação a funcionalidade. Eu mesmo tenho minhas criticas, quem puder visitar o memorial da America latina vera um mar de cimento que no calor vira um forno e o que achei um desperdício de concreto em um pilar com ponta pra cima, pra que isso?. Pior é o engenheiro que vai construir aquilo.
      Picasso fez um novo estilo, mas esse eu não posso falar muito. Sei que a ideia do cubismo era retratar todos os ângulos em uma foto, coisas básicas que tive em aula, mas certamente tem a sua genialidade mas assim como a musica não é algo fácil de ver. Em musica mesmo me reduzo a gostar porque acho bom huahuahua, mas sei que o buraco é mais embaixo.
      Não acho bom usar o cristeiro de venda ou valorização com genialidade, pois juízo de valor é subjetivo, Picasso é caro porque as pessoas estão dispostas a pagar caro por ele. Eu ou você se fizermos um quadro e gastarmos a mesma quantidade de horas no trabalho, que o Picasso gastou, não vamos vender pelo preço de um quadro dele, porque as pessoas nãos estão dispostas a pagar isso.

      Falei pra caramba.

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 07:18
      · votar


      Perdi 20 em 29 amizades por conta de uma pedra na minha mão me embriaguei morrendo 29 vezes passei vinte nove meses num navio e 29 dias na prisão e aos 29 com o retorno de saturno resolvi começar a viver já que você não me quer mais aprendi a perdoar e a pedir perdão.

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 07:44
      · votar


      A técnica de fazer música complexa não é diferente é apenas a escolha de um estilo de música um tipo diferente de composição que o artista decide ser popular ou não.
      Fernando Sor foi contemporâneo de Mozart e fez o que hoje podemos chamar de genial e simples numa época do renascimento que deu cama para o rock televisão rádio internet e tecnologia até Darwin ser quase queimado pela igreja

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 08:09
      · votar


      acredito que vivemos num mundo sem gênios depois da morte do guitar e vocal do Nirvana.

      sandroguiraldo
      Veterano
      # 09/jun/17 08:21
      · votar


      locostras
      Não sei porque, mas quando leio seus posts imagino a voz do Ed Motta.
      E isso me dá ânsia.

      Lelo Mig
      Membro
      # 09/jun/17 08:23 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      JJJ
      entamoeba
      makumbator
      Luiz_RibeiroSP

      Acho que tudo acaba sendo de certa forma muito relativo, subjetivo e, principalmente, acidental.

      Como disse anteriormente acho que Kurt esta muito longe de ser um gênio... e não estou comparando com Beethoven, nem considerando o uso ou não de drogas, nem com técnica ou falta dela... e concordo, arte nada têm a ver com técnica e/ou destreza.

      Eu gosto do Nirvana...

      O Nirvana foi uma banda legal... simples, que fez boas canções. Algumas letras são absolutamente ridículas, mas quem se importa com as letras do Nirvana? As canções eram bacanas e eficientes... tinham aquela essência que faz a diferença numa canção, aquele DNA Beatles de composição.

      E, com canções legais, estavam no lugar certo na hora certa, despontaram, chamaram à atenção, se destacaram naquele novo movimento que surgia.

      No entanto, e isso é pessoal, acho estão anos luz de Beatles, Hendrix, Sabbath e mesmo Ramones.... e esqueçam técnica, estou falando da importância dentro de um segmento.

      Algumas bandas, como as citadas acima, mudaram o rock, dividiram seus segmentos em "antes e depois de"...... o Nirvana, não.

      Sem o Nirvana o rock seria exatamente a mesma coisa que é, a influência musical (o que nada têm a ver com sucesso e fama) do Nirvana no rock mundial é a mesma do Mamonas Assassinas no rock nacional, ou seja, nenhuma.

      Acho que isso não condiz com a pecha de "gênio" ou "genial"...

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 08:58 · Editado por: locostras
      · votar


      estavam no lugar certo na hora certa
      No entanto, e isso é pessoal,
      estou falando da importância dentro de um segmento.

      Algumas bandas
      mudaram o rock
      a influência musical (o que nada têm a ver com sucesso e fama) do Nirvana no rock mundial é a mesma do Mamonas Assassinas no rock nacional, ou seja, nenhuma.
      lelo

      tu diz que a música é uma arte morta, não seria esta, a divisão?
      muita gente jovem ama nirvana.

      Lelo Mig
      Membro
      # 09/jun/17 09:20
      · votar


      locostras

      "muita gente jovem ama nirvana."

      Amar o Nirvana não faz deles divisores de nada ou revolucionários... Um monte de gente ama a Anitta.

      Eu gosto muito de uma banda italiana dos anos 70 chamada Area e, ainda assim, eles continuam insignificantes prá historia do rock.

      Percebe? Não é o amar ou odiar que alteram o curso das coisas...

      Como diria Van Morrisson:

      "Você não pode empurrar um rio"

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 09:41
      · votar


      Lelo Mig
      mas com o Nirvana você tem que concordar comigo que leis antes pétreas, continuam pétreas e tácitas, não na história do rock, mas no comportamento humano, sofreram evolução.
      Black Sabbath foi revolucionário sim...assim como o Nirvana.

      Lelo Mig
      Membro
      # 09/jun/17 10:13 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      locostras

      "foi revolucionário sim...assim como o Nirvana."

      Eis ponto! Aqui é que discordo.

      Repito, gosto de Nirvana, mas não vejo nada de revolucionário neles, nada diferente. Não enxergo nada que tenha mudado no rock pós Nirvana.

      O metal é consequência direta da música do Sabbath e o Doom é uma referência direta ao som do Sabbath! (Sujo, Lento, Grave e Pesado)

      É justamente o movimento Seatle que não existiria sem o Sabbath, já que pelo menos 50% do DNA do movimento de Seatle é o Doom.

      E, olha só, ainda assim o Sabbath não é um "inventor" solitário... outras bandas contemporâneas à eles faziam o mesmo estilo de som... a parte da "sorte" da "casualidade" se deu com o Sabbath e não com os outros.

      O Nirvana mudou o quê mesmo?... Qual bandas/estilos surgidos por influência do Nirvana?......esqueça bandas "similares", parecidas, seguidores.....influência não é isso.

      sandroguiraldo
      Veterano
      # 09/jun/17 10:25
      · votar


      O triste é ver um cara de quase 40 anos com síndrome de adolescente rockeirinho achando Nirvana a coisa mais genial do mundo...

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 10:34
      · votar


      ;( mogoei

      sandroguiraldo
      Veterano
      # 09/jun/17 10:45
      · votar


      locostras
      Faça uma bela composição grunge sobre isso.

      Felipe Stathopoulos
      Membro Novato
      # 09/jun/17 13:57
      · votar


      Pra mim é o último gênio do rock ´n roll e foda-se.

      Julia Hardy
      Veterano
      # 09/jun/17 14:05 · Editado por: Julia Hardy
      · votar


      Pra mim, ele não é gênio e foda-se.

      As pessoas não podem simplesmente ouvir a música sem ficar colocando o sujeito num pedestal. É um saco. Ele era o pastel certo no lugar certo. Só isso. Nada de gênio. O Nirvana foi usado como ponta de lança pra alavancar o "movimento" grunge e deu certo. Se o Nirvana promoveu alguma mudança foi mais mercadológica que musical. Não vejo nenhuma banda de relevância que seja influenciada ou soe como Nirvana hoje em dia.

      E, ninguém fala que quem tirou o Nevermind do topo das paradas da Billboard foi o... Adrenalize do Def Leppard.

      Ningen
      Veterano
      # 09/jun/17 14:10
      · votar


      Resumo do que acho:

      Não há problema nenhum em achar o Kurt genial por qualquer motivo abstrato/relativo que seja... emocional, transcendental, espiritual e etc.

      Problemas aparecem quando se tenta racionalizar isso e/ou estabelecer isso como verdade absoluta.

      Ainda que um ache que sim e outro ache que não, não significa que um dos dois está errado. Afinal, nossas percepções são diferentes, nossas realidades, por consequência, também.

      Tudo bem, achar uma música melhor do que a outra, um artista melhor que o outro, pelos motivos mais absurdos e estúpidos. Só, reconheça, que são absurdos e estúpidos, apesar de você talvez não ser.

      Componha, apresente, seus absurdos, com verdade e tudo ficará bem.

      JJJ
      Veterano
      # 09/jun/17 14:39
      · votar


      Ningen
      Problemas aparecem quando se tenta racionalizar isso e/ou estabelecer isso como verdade absoluta.

      clap clap

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 09/jun/17 14:45 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
      · votar


      Lelo Mig

      Genialidade em si não pode ser relativo. Não discuto a importância do nirvana, mas sim o adjetivo de gênio. como falei, se usar a palavra gênio para ele, não teremos adjetivos para serem usados com einstein,tesla, pitagoras,etc.
      Eu tambem não considero o nirvana revolucionário, porque não foi a banda que mudou o cenário ou o mercado, pelo contrario, o mercado e o cenário mudou e assim abriu espaço para aquele novo som vindo de Seattle, que tem diversos estilos Alice in chains e diferente de melvis, que é diferente de nirvana, que é diferente de meat puppets ,etc

      locostras
      Membro Novato
      # 09/jun/17 15:27
      · votar


      ;( KAGO

      Ismah
      Veterano
      # 09/jun/17 20:46 · Editado por: Ismah
      · votar


      Luiz_RibeiroSP

      O pouco que ouvi de Alice in Chains, me soa muito mais hard rock que grunge...

      Todavia, o adjetivo gênio para ciência e artes não tem o mesmo peso, e comparar as duas coisas é sem fim...

      Por exemplo, teve num passado lá, uma mulher que conceituou toda a base matemática para o que se chama hoje de programação lógica. Pode parecer bobo, mas respingou até na biologia quando se começou a programar bactérias para trocar a cor do iogurte quando ele fermenta...
      Basicamente a mulher apenas inseriu duas novas operações: a lógica que determina uma condição (>, <, =, ≠, |, se/if...), e laço (loop) que repete uma operação por algumas vezes(aqui entra muita coisa, somatórias, exponenciais, logaritmos...);
      Ela não revolucionou a matemática, apenas acrescentou algumas novas grafias e nova forma de pensar, para algo que já vinha sendo feito a muito tempo. Acho que um século ou mais depois, é que fez sentido pela primeira vez, para ser usado em calculadoras complexas, os computadores que "liam" cartões de passagem para trens, e depois os digitais...

      Se retirarmos DaVinci como pintor, não temos perdas na ciência. Se retirarmos essa madame do relato acima não temos grandes perdas na arte, só mesmo na forma de fazer arte é que muda, talvez nunca tendo computação gráfica, pintura digital, e manipulação de imagens no nível que temos (em níveis menores já se fazia no analógico e mecânico)...

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 09/jun/17 23:21
      · votar


      Ismah
      Pelo que vi no documentário hype, grunge é só uma forma de catalogar discos na prateleira de loja.
      Não sei que mulher é esta, mas conhecimento e técnica vai sendo refinada ao longo do tempo. A ideia de logica booleana vem de George Boole no sec IX, e ele nem imaginava as varias aplicações que se seguiu por Edward Veitch, Karnaugh. A série de Fourier que consumamos falar aqui, foi feita estudando maquinas termias. Mas isso não desqualifica a genialidade.
      Genialidade não é algo relativo, que depende do observador, é algo inerente, que se faz presente independente da forma que se revela, e é nesta tecla que bato.
      O Davinvi estudou anatomia para poder pintar com mais realismo, se tirarmos ele da historia provavelmente hoje estaríamos falando de outro que fez a mesma coisa que ele, pois não era o único em seu tempo a estudar anatomia e fazer invenções, no entanto isto também não tira seu mérito de gênio.

      -Saved
      Membro Novato
      # 09/jun/17 23:42 · Editado por: -Saved
      · votar


      Editado pra nao escandalizar

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a A genialidade de Kurt Cobain

      306.429 tópicos 7.907.612 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital