Teclados Roland – Roland BR responde

Autor Mensagem
André Luiz Keys
Veterano
# 10/ago/20 10:30


Olá pessoal, aqui é o André Luiz da área de teclas da Roland Brasil.

Nós da Roland Brasil entendemos que é super importante estar cada vez mais perto de nossos consumidores e estamos abrindo este canal de comunicação direto com vocês, pra falar sobre equipamentos e teclados
Roland
, tirar dúvidas e principalmente ouvir vocês!

Nosso time de especialistas estará por aqui à disposição.

Bora conversar!?

E aí!? Quem tem teclado da Roland? Conta um pouco!
Grande abraço,

André Luiz
@andreluizkeys
no Instagram

Canais oficiais da Roland
https://www.instagram.com/roland_brasil
https://www.youtube.com/user/CanalRolandBrasil
https://www.facebook.com/RolandBrasilOficial

LeandroP
Moderador
# 10/ago/20 13:48
· votar


Seja bem vindo, André Luiz Keys!

renatocaster
Moderador
# 10/ago/20 16:32
· votar


André Luiz Keys

Seja bem vindo, André! No que precisar da nossa ajuda, estamos à disposição!

fernando tecladista
Veterano
# 10/ago/20 20:32
· votar


Quem tem teclado da Roland?
Conta um pouco!

bem vindo....
já que perguntou...

meu primeiro roland foi um D20, ainda está aqui, capenga velhinho, rodado, mas ainda suspira
além disso tem aqui atualmente:
D50,
D110,
MT 32 (acho que gosto dessa sintese deles)

G1000 e um
JX305 (esse jx chegou essa semana)

==================================================
já tive:
SD 35 (canvas com drive para sequencer)
RA90 (módulo arranjador do E70)
alfa 1 (é o aranjador em55 versão br)

macaco veio
Veterano
# 12/ago/20 15:27
· votar


André Luiz Keys
Não colega, a Roland não é BR não, a Roland é Japan, ela só quer o seu suado dolarzinho.

fernando tecladista
Veterano
# 12/ago/20 22:41
· votar


macaco veio
Roland não é BR

a que representa, importa e faz todo os paranauê para o teclado chegar até você aqui no brasil tem nome de BR

como a que está nos estados unidos é a roland US

a do japão é a roland JP


ela só quer o seu suado dolarzinho.
mundo capitalista, quem não quer o dolarzinho (ou real mesmo)?
ou alguém trabalha por hobby ou esporte?

macaco veio
Veterano
# 13/ago/20 23:16
· votar


fernando tecladista
É igual jogar pelada depois da aula, quem tem a bola é o dono do jogo, se levar a bola embora o jogo acaba. O japão é dono das bolas, pro US é uma pro BR é outra. Quem não sabe fazer tem que jogar com a dos outros e seguir a regra deles, e quem trabalha pro dono enche a bola nos dois sentidos (olha aqui oh! sou empregado do dono) KKKK... e os demais ficam esperando do lado de fora pela sua vez de entrar na quadra. entendeu? KKKK.

makumbator
Veterano
# 14/ago/20 01:01 · Editado por: makumbator
· votar


macaco veio

Só sei que os donos da bola(Roland) tem produtos excelentes e que duram anos a fio e funcionando muito bem. O atendimento deles é ótimo também.

Não esqueço a ocasião em que fui destratado em uma revenda oficial da marca na minha cidade. Reclamei com a Roland Brasil e fui muito bem atendido por eles. Tenho certeza que o pito que eles passaram na revenda foi grande, pois o diretor da loja (é uma rede) me ligou depois se desculpando e se explicando.

Posteriormente a Roland do Brasil me ligou de novo para saber se a loja havia entrado em contato, e ainda se ofereceram para fazerem a venda direta do produto que eu queria com eles (gravador BR 532) e com um belo desconto (e eles não vendiam para o consumidor final). Isso foi pelos idos de 2001. E detalhe, esse gravador continua funcionando até hoje, quase 20 anos depois da compra. E pra falar a verdade, nunca tive um produto deles com defeito.

Eles podem ser os donos da bola, mas a bola é ótima, e rola macia no gramado. Continuarei jogando com eles.

macaco veio
Veterano
# 14/ago/20 19:40
· votar


makumbator
Mas é claro, eles nunca vão querer perder um dolarzinho de jeito nenhum, o revendedor é descartavel e não faz diferença nenhuma pra eles, tira um põe outro, e qual revendedor que quer perder a boquinha de encher a boca que é representante da Roland, ele é um Roland BR! fica humildizinho, leva o pito caladinho, afinal sem a Roland ele não é nada, ele não sabe fazer bola! (talvez nem usa-la!). Na realidade o usuário é que o grande perdedor, joga mas só perde, principalmente aqueles que ganham o dolarzinho suaaaado, porque muitos ganham facil na desonestidade o que faz uma grande maioria não ganhar nenhum, mas isso faz uma grande diferença no status quo, enquanto menos o outro ganhar mas parece que voce ganha mais. E aí é um vale tudo e justamente o jogo fica sendo apenas um escape desse tormento do vale tudo. Enquanto mais joga mais quer jogar porque parece fazer bem, alivia. É igual ter Iphone 8, come mal, mora mal, ganha mal, veste mal, vivi mal e cercado de invejosos puxando pra baixo, mas tem um Iphone 8. Na verdade eu também gostava muito da Roland quando tinha aquela tecla curvadinha de um plástico de muito boa qualidade, agora ficou reta igual aos outros não gosto mais não, qualquer marca agora serve.

acabaramosnicks
Membro Novato
# 14/ago/20 22:15
· votar


Macaco veio, apesar de tudo que vc falou até agora ser verdade, eu não entendi o que tem a ver com o tópico.

macaco veio
Veterano
# 14/ago/20 22:48
· votar


Ué! não entendeu ainda não! O cara é representante da Roland, entra aqui pra fazer propaganda da Roland, ele pergunta quem tem teclado Roland conta um pouco. Eu tó ajudando ele, a cada postagem que alguem coloca mantem o tópico vivo fazendo a propaganda gratuita pra ele. Tá ruim? KKKKK. . . bom que eu não meti o pau ainda (muitos já conhecem minha fama por aqui, mas só meto o pau quando tenho razão), como perdi totalmente o entusiasmo pela Roland , parei no EXR7 que era um tecladão com tecla arrendondada, como de la pra ca só começou a vir merda eu parei. sem falar nos amplificadores de teclado Roland KC que é construção forte pra kacete mas a sonoridade é um Cu (deveria ser Roland KU), voce verá, quando o tópico estiver morrendo ele entra aqui de novo.

André Luiz Keys
Veterano
# 15/ago/20 10:34
· votar


macaco veio

Olá meu mestre tudo bem?

Estou aqui no Cifraclub há mais de uma década, e a intenção deste post é nada mais que interagir com vocês e ajudar no que for necessário.

Aqui no Cifra, definitivamente nunca foi um lugar para comércio, como todos nós membros antigos sabemos.

Aliás, estou aqui no fórum, bem antes de fazer parte do time da Roland Brasil (há 10 anos...) e acho que é um ponto de encontro para conhecimento, por isso a ideia de estar aqui.

Vamos compartilhar coisas boas?

Grande abraço,

André

macaco veio
Veterano
# 16/ago/20 00:12
· votar


André Luiz Keys
Muito educado o seu cormentário, gostei.
Abç

acabaramosnicks
Membro Novato
# 16/ago/20 12:12
· votar


Ué! não entendeu ainda não! O cara é representante da Roland, entra aqui pra fazer propaganda da Roland, ele pergunta quem tem teclado Roland conta um pouco. Eu tó ajudando ele, a cada postagem que alguem coloca mantem o tópico vivo fazendo a propaganda gratuita pra ele. Tá ruim? KKKKK

E qual parte está errada?

bom que eu não meti o pau ainda (muitos já conhecem minha fama por aqui, mas só meto o pau quando tenho razão), como perdi totalmente o entusiasmo pela Roland , parei no EXR7 que era um tecladão com tecla arrendondada, como de la pra ca só começou a vir merda eu parei. sem falar nos amplificadores de teclado Roland KC que é construção forte pra kacete mas a sonoridade é um Cu (deveria ser Roland KU), voce verá, quando o tópico estiver morrendo ele entra aqui de novo.

Não tinha metido o pau mas acabou de meter o pau logo após dizer que não tinha metido o pau, ou seja, meteu o pau hahahaha
Entendi, se um produto não te agradou, a marca toda é uma bosta porque aquele produto é ruim pra você. E como a marca é uma bosta, ela não deveria ter um escritório no seu país, não deveria contratar um cara que coincidentemente tem conta no FCC (inclusive antes de trabalhar pra marca), e fazer um tópico pra interagir com as pessoas, que é o intuito do fórum, é errado também.

Ah, e não vamos nos esquecer: o fato de a empresa querer ganhar dinheiro é errado também, mesmo a gente sabendo que em 99% de todas as empresas que já existiram na história da humanidade o intuito era ganhar dinheiro.

fernando tecladista
Veterano
# 16/ago/20 14:31
· votar


e la vamos nós.....

warto
Membro Novato
# 16/ago/20 16:14 · Editado por: warto
· votar


André Luiz Keys

Cara muito legal você vir aqui neste tópico, abrindo um canal direto para conversar a respeito de produtos Roland.

Porque assim como representante da marca, pode nos ajudar sobre questões de assitencia técnica, informações de produtos, lançamentos, e até nos direcionar sobre reviews específicos e detalhados de produtos.

Legal também lembrar que você sempre contribuiu com este fórum, trabalhando positivamente nas dicas e ajudando os novatos e mais avançados a procurar um equipamento para melhorar o trabalho na música.

Outra coisa legal que você, Marcos de Ros e outros usuários de longa data do fórum, conseguiram desenvolver a carreira de vocês e ainda se associar a a marcas legais, mostrando para os usuários de fórum que se trabalhar duro, aparecerão oportunidades de endorsement, parcerias.

Vou usar esta canal para contatá-lo e ficar de olho nos lançamentos.

Qualquer dia, abra um tópico compartihando os desafios da carreira musical, e como apareceu a oportunidade na Roland, ia ser muito legal.

Valeu.

macaco veio
Veterano
# 16/ago/20 19:07
· votar


acabaramosnicks
E qual parte está errada?
Ué! não sei? tem algo errado aonde? eu ajudei ele, não sei se tá certo ou não.
Não tinha metido o pau mas acabou de meter o pau logo após dizer que não tinha metido o pau
Pois é, mas foi logo após, o que significa que até aquele momento eu não tinha metido o pau, meti o pau depois do momento.

se um produto não te agradou, a marca toda é uma bosta porque aquele produto é ruim pra você
Não porque EXR7 é tecladão muito bom, eu disse isso.

E como a marca é uma bosta, ela não deveria ter um escritório no seu país, não deveria contratar um cara que coincidentemente tem conta no FCC (inclusive antes de trabalhar pra marca), e fazer um tópico pra interagir com as pessoas, que é o intuito do fórum, é errado também.

não também não é assim não. Se a marca gosta tanto do Brasil e o Brasil compra tanto dessa marca acho que ela deveria abrir uma fábrica no Brasil, assim não precisariamos pagar tanto imposto de importação em cima. O produto iria sair mais barato, mais brasileiros comprariam e ainda poderia exportar. Vou te contar uma história sobre teclados arranjadores. Nos anos 50, 60 e até 70 o país mais forte em teclados arranjadores era a Italia, não me recordo o nome da marca agora (e tinha mais de uma). A Roland cresceu porque fez a fábrica unicamente para vender para os americanos (porque os americanos sempre foram fracos em teclados), por isso o nome Roland (eles queriam um nome que soasse bem em Ingles). Com o passar dos anos e as industrias eletronicas indo todas para os paizes asiáticos, a Italia enfraqueceu e a Roland comprou a maior fábrica italiana e passou a fazer Rolands lá e ainda herdou a tecnologia italiana. Foi quando os teclados da Roland arranjadores deram um salto deixando a Yamaha pra traz. Mas com o passar do tempo os japoneses começaram a inventar moda nos teclados, tipo ritmos com nomes que nunca existiram, controles que deveriam estar do lado esquerdo para a mão esquerda passaram a estar do lado direito e vice-versa, tiraram muitos botões e voce tem que controlar igual computador numa tela (como voce controla isso ao vivo no meio da música? dificil), Porque o japoneses são bons de eletronica, eles não tem knowhow pra música como os Italianos tem desde os séculos passados. Para eles interessa onde fica o transistor mais perto e mais facil de elaborar o circuito (o tecladista que se foda-se). Tem horas que eles laçam cada merda que não pega, ninguem gosta e sai logo logo de circulação e entra outro modelo. Perderam até o design italiano que é mais "classy" do que qualquer oriental (os orientais tem um enorme mal gosto porque bom gosto não faz parte da cultura deles, isso é coisa de europeu). Eu comecei em teclado no tempo que fazia os baixos no pé (tava até treinado nisso) e acompanhei a evolução dos arranjadores que é nome que deram para teclados pra voce tocar sozinho sem precisar de banda (mas supostamente pra tocar, não é pra gravar tudo não). Eu tenho um EXR5 (perdi meu R7) e um E66 que para mim foi melhor teclado arranjador que a Roland já fez, não vendo de jeito nenhum. Experimentei alguns novos mas são muito complicado de tocar ao vivo e deixa muita coisa a desejar como a mixagem dos instrumentos ao vivo enquanto toca no meio de uma música (e eu ja estou velho pra exercer isso como antes). A Korg se não fosse as teclinha paia daria um banho na Roland.

makumbator
Veterano
# 16/ago/20 20:04 · Editado por: makumbator
· votar


macaco veio
acho que ela deveria abrir uma fábrica no Brasil

É meio loucura marca internacional abrir fábrica no Brasil. Eles não são malucos. E imagine ter que abrir uma fábrica em cada país em que a empresa vender razoavelmente bem? Vão ter que abrir uma fábrica de fábrica...hehehe.

Vou te dar um exemplo da Sony com o Playstation4. eles passaram a fabricar no Brasil em 2015 para reduzir custos de imposto e obterem incentivos diversos (inclusive, o meu PS4 foi fabricado no Brasil, em 2016).

Pois bem, em 2017 encerraram a parceria com a fábrica contratada por eles na zona franca de Manaus e no interior de SP, pois passou a ser mais barato importar tudo pronto do Japão por eles mesmos(e é o que a Sony passou a fazer a partir de 2017 até hoje). Então essa coisa de "vai ficar mais barato" nem sempre é verdade. Isso pode ser muito variável.

Nos anos 50, 60 e até 70 o país mais forte em teclados arranjadores era a Italia, não me recordo o nome da marca agora (e tinha mais de uma)

Uma delas deve ser a falecida Farfisa.

LeandroP
Moderador
# 16/ago/20 20:33
· votar


makumbator
É meio loucura marca internacional abrir fábrica no Brasil. Eles não são malucos. E imagine ter que abrir uma fábrica em cada país em que a empresa vender razoavelmente bem? Vão ter que abrir uma fábrica de fábrica

Pô, meo! A ideia é essa! rs

macaco veio
Veterano
# 16/ago/20 22:33
· votar


Pois bem, em 2017 encerraram a parceria com a fábrica contratada por eles na zona franca de Manaus e no interior de SP, pois passou a ser mais barato importar tudo pronto do Japão por eles mesmos(e é o que a Sony passou a fazer a partir de 2017 até hoje). Então essa coisa de "vai ficar mais barato" nem sempre é verdade. Isso pode ser muito variável.
Essas coisa tem muita coisa envolvida que a gente não sabe, no Brasil tudo pode acontecer, o governo é o maior culpado, entra um governo põe uma regra, muitas empresas entram, troca o governo muda tudo, vai todo mundo embora, troca volta tudo, é uma "zona" franca.
As vezes acontece o contrário também, nos anos 50 o Brasil era muito bom de eletronica, aí todo mundo começou a entrar no Brasil, o Brasil era cheio de fábrica de televisão nacional, Empire, Invictus, Semp e mais algumas, SESA(brasileira) fabricava as válvulas nacionais, Aí as estrangeiras descobriram que a coisa tava crescendo muito e começaram a chegar (para muitos guitarristas que não sabem a RCA botou uma fábrica de válvulas em Contagem (cidade industrial de Belo Horizonte). Entrou o governo militar e percebeu a jogada estrangeira e mudou a lei, para qualquer empresa estrangeira que quizesse entrar no Brasil, tinha que se associar a uma empresa brasileira do mesmo ramo. Começou ir todo mundo embora, foi embora GE, RCA, Frigidaire, uma porção de tudo quanto é ramo. Ficou a Philips-Ibrape, entrou a Toshiba (japones não é bobo) e virou Semp-Toshiba.
Recentemente a Toshiba está quebrando no Japão (está a venda) e já ia levando a Semp junto. A Semp falou, opa deixa eu sair fora, agora se associou a TCL chinesa (mas teve quase quebrando). Aquela lei não existe mais e o governo não regulamenta nada, não tá nem ai, é o papo da democracioa de deixa que isso se vira sozinho (duvido que é assim na Russia e na China). Tem outra coisa envolvida que é o estilo de comercio Steve Jobs que é "não quero saber de pobre não, so quero vender pra rico" põe sempre o preço alto no produto (porque detem uma tenologia que nem todo mundo conhece) e fabrica numa escala menor pra deixar o produto ser sempre procurado e desejado. Funciona. Fica vendendo acessórios tipo trocaram a saida de fone de ouvido para um plug "lightining" que só a apple usa (o console do jogo mesmo dá briga pra comprar porque tem pouco), imagine se a Roland resolver trocar a saida do fone de ouvido (igual banana de guitarra) por um plug diferente que só ela fabrica! que merda que seria.

fernando tecladista
Veterano
# 17/ago/20 00:58
· votar


acho que ela deveria abrir uma fábrica no Brasil

nem a Oliver foi pra frente fazendo pedal da Boss

fernando tecladista
Veterano
# 17/ago/20 01:07
· votar


makumbator
Nos anos 50, 60 e até 70 o país mais forte em teclados arranjadores era a Italia, não me recordo o nome da marca agora (e tinha mais de uma)

já teve roland fazendo teclado lá
acho que meu G1000 é made in italy

das marcas de tecla que eu lembro tem a:
Farfisa,
Orla,
GEM (general music)
Crumar,
Elka,
tem até mais, mas até agora veio esses nomes
a GEM lutou até pouco tempo atras

macaco veio
Veterano
# 17/ago/20 17:23
· votar


Tudo que se vê na internet é tipo "versão americana", voce vai no wikipedia está lá escrito numa historinha super reduzida que as fábricas da Roland estão no Japao, na Malasia, Tailandia e USA,
Eu estou procurando essa fábrica nos USA que eu nunca ouvi falar, sequer cita a Italia. A Roland foi fundada em 1972, e aqui (num resto de site italiano) consta uma mixaria da historia da Roland na Italia desde 1976 ate 2013. Um milionario tal de Sorbis comprou o que ficou da Roland lá e criou a Dexibell.
Se digitar dexibell aparece uma porção de pianos digitais.
O wikipedia é um treco de meias verdades e não pesquizam porra nenhuma pra colocar lá, tudo lá tem que ter os Estados Unidos no meio.
http://www.italy24.ilsole24ore.com/art/business-and-economy/2015-12-16 /roland-fisarmoniche-131824.php?uuid=ACU1tduB

makumbator
Veterano
# 17/ago/20 17:57
· votar


macaco veio
tudo lá tem que ter os Estados Unidos no meio.

Os EUA são a Roma de nosso tempo (pra aproveitar que falamos de Itália também). Não tem como evitar. Vida longa ao império!

Na própria página da Roland tem muita informação. Segundo eles, uma fábrica de órgãos clássicos foi estabelecida nos EUA em 1988.

https://www.roland.com/global/company/history/
https://www.roland.com/global/company/museum/

macaco veio
Veterano
# 17/ago/20 19:01
· votar


makumbator
KKKK. . . estão brincando, nem eles mesmos sabem, tá escrito lá 1988 lançamento do E20 arranjador. Eu vim para os USA 1985 e o primeiro arranjador beleza que conheci foi o E (não me lembro o número) que ainda não tinha o som de piano (piano beleza mesmo), mas tinha um som de fender maravilhoso (antes de vir eu tinha um Swette brasileiro, ainda tenho) e logo que cheguei comprei um Fender em 1985 (que era o meu sonho na época), me arrependo de não ter comprado este E que era pequeninho e bem portatil (nunca mais vi), depois apareceu a merda do E5 e o E10 que tinha reverber, depois o E15 que comprei e depois E16 (que era o E15 piorado), posso estar confundindo as letras, mas tudo isso antes de 1988. Até 1985 quem dominava era o Yamaha DX7 em termos de som (pois não era arranjador, arranjadores era coisa de orgãos), não tinha pra ninguem. Com o aparecimento do E10 veio um som de piano maravilhoso (nem um outro tinha aquele piano). A Yamaha correu atraz tentando conseguir aquele som de piano nos PSR que lançou (perdia grande) demorou um tempão pra melhorar um pouco o piano dela.
O ultimo arranjador que mexi um bom tempo foi o BK5 (não tem som de piano bom não) aquilo é uma merda pra tocar sozinho, tem que gravar tudo antes (é um gravador e não um arranjador), tem horas que o baixo some, tem horas que fica alto pra kacete, não tem como ajustar ao vivo não. A mesma coisa a bateria. Abaixa o baixo a bateria vai junto, uma merda.

Buja
Veterano
# 17/ago/20 19:41
· votar


Eu nao tenho nenhum produto roland, mas gostaria de ter pelo menos uma dezena deles. Na praia das teclas, queria um RD 2000

macaco veio
Veterano
# 17/ago/20 20:07
· votar


.Buja
RD2000 nem! pelo mesmo preço eu pegava um Nord stage2. To velho, chega de comprar teclado (praticamente não tou nem tocando mais), senão eu ja teria.

makumbator
Veterano
# 17/ago/20 20:38 · Editado por: makumbator
· votar


macaco veio

Só uma investigação precisa pode desvendar o mistério da fábrica americana da Roland. Vai ver era a unidade secreta da marca, com protótipos desenvolvidos em parceria com músicos alienígenas reptilianos.

Yamaha DX7

Esse era muito legal. Nem sou tecladista, mas é um clássico. O que seria do pop dos anos 80 sem o DX7? Haha!

macaco veio
Veterano
# 18/ago/20 03:26
· votar


makumbator
. .. em parceria com músicos alienígenas reptelianos.

acho que voce quiz dizer repitalianos KKKK

makumbator
Veterano
# 18/ago/20 05:10
· votar


macaco veio

acho que voce quiz dizer repitalianos KKKK


Hahaha!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Teclados Roland – Roland BR responde