Fanton G7, MOtif XF7, Jupter 80, ou Kronos?

    Autor Mensagem
    DedelLima
    Veterano
    # set/11


    Olá galera,

    Sou novato neste super fórum e queria a orientação de vocês.

    Toco em uma Banda de Flash Back, e atualmente uso dois teclados, ambos da Roland, GW8 e Juno Gi.

    Estamos querendo migrar para algo "mais elevado" e temos as opções descritos no título.

    Importante informar, que primamos pela fidelidade e qualidade sonora, principalmente de Metais, Sopros, Órgãos e Brass.

    Além disso, preciso muito do quesito funcionalidade na troca de sons/performances, pois tocamos em média 25-35 músicas por apresentação, e uso uma ou mais performance/som para cada música, dispondo-os na sequência exata da execução do repertório na apresentação.

    Além do sistema Patch Remain do Fanton, algum outro destes teclados não corta os efeitos na troca de sons?

    Assim, queria que aqueles que conhecem tais "máquinas" pudesse me passar a sua posição/avaliação, ou até mesmo detalhes deles.

    Valew

    viktor 999
    Veterano
    # set/11 · Editado por: viktor 999
    · votar


    DedelLima
    Para o que vc falou que e fidelidade e qualidade sonora, principalmente de Metais, Sopros, Órgãos e Brass , funcionalidade na troca de sons/performances eu te indico O ROLAND JUPITER 80 quem testou diz que ele e feito pra facilitar a questão do uso AO VIVO , mas se vc precisa de workstation sem dúvidas vá de Kronos..
    em questão de timbres tem usuarios aqui que já testou os 2 por horas eles podem de falar melhor , cara mas vê se espera o proximo top da Roland o pessoal não anda botando Fé mas vai que sai Um Roland KRONOS ...rsrsrsrs
    mas com certeza o pessoal só vai te indicar o Kronos por aqui só existe o Kronos e mais nada,,..

    J.Dionatan
    Veterano
    # set/11 · Editado por: J.Dionatan
    · votar


    Aproveitar para juntar os melhores tópicos sobre cada um:

    Fantom G7
    http://forum.cifraclub.com.br/forum/8/208918/

    Motif XF
    http://forum.cifraclub.com.br/forum/8/238783/

    Jupiter 80
    http://forum.cifraclub.com.br/forum/8/256757/p2


    Korg Kronos
    http://forum.cifraclub.com.br/forum/8/250424/p38

    Tem muita coisa aí em cima, inclusive comparativos. Se for falar de bate pronto a resposta seria: Kronos 73. Mas acho que deve avaliar primeiro custo-benefício. Boa sorte na decisão.

    J.Dionatan
    Veterano
    # set/11
    · votar


    por aqui só existe o Kronos e mais nada,,..

    Triste mais é o que parece né... Por isso citei a questão do custo-benefício. O preço é 30% acima dos concorrentes e eu levo isto em conta.

    Eu vou de XF 61 no fim do ano se tudo der certo. Mas que meu Juno G aguentou a barra até aqui com muita honra aguentou.

    DedelLima
    Veterano
    # set/11
    · votar


    Para o que vc falou que e fidelidade e qualidade sonora, principalmente de Metais, Sopros, Órgãos e Brass , funcionalidade na troca de sons/performances eu te indico O ROLAND JUPITER 80 quem testou diz que ele e feito pra facilitar a questão do uso AO VIVO , mas se vc precisa de workstation sem dúvidas vá de Kronos..
    em questão de timbres tem usuarios aqui que já testou os 2 por horas eles podem de falar melhor , cara mas vê se espera o proximo top da Roland o pessoal não anda botando Fé mas vai que sai Um Roland KRONOS ...rsrsrsrs
    mas com certeza o pessoal só vai te indicar o Kronos por aqui só existe o Kronos e mais nada,,..


    Triste mais é o que parece né... Por isso citei a questão do custo-benefício. O preço é 30% acima dos concorrentes e eu levo isto em conta.

    Eu vou de XF 61 no fim do ano se tudo der certo. Mas que meu Juno G aguentou a barra até aqui com muita honra aguentou.


    Valeu pelas dicas...

    Intaum, gosto muito da Roland, inclusive comecei tocando com um XP80, mas ultimamente, ela tem deixado um pouco a desejar, não lança um teclado completo, ou seja, lança uma novidade em um teclado, mas retira e não adiciona funções essenciais nele.

    O Gi é um exemplo, tem o tal gravador, que é muito bom, porém não tem um metrono fixo pra gravação, você tem que inserir o metrono na pista de ritimo.

    Outra coisa extremamente desagradavel no Gi é que se você estiver usando um som e, por exemplo, se fizer a troca pra outro, seja manual ou por pedal, ele literalmente corta todo o som, ou seja o som desaparece, não fica nenhum nem outro. Isto pra quem toca ao vivo é terrível.

    Vi muita coisa sobre o Fanton G e Jupiter 80, mas mesmo assim fico com pé atrás.

    Quanto ao Kronos, sem dúvida é uma super máquina, mas o custo está bem acima dos outros, mas será que o benefício compensa? alguém se manifesta a justificar?

    Recebi a proposta de um Motif XF7 (semi-novo) por R$ 8.000,00, dando os 2 Rolands no negócio (valores a combinar) fiquei meio tentado a fechar o negócio, mas vou esperar um pouco mais e buscar mais informações se compensa ou não.

    Edson Caetano
    Veterano
    # set/11
    · votar


    Quanto ao Kronos, sem dúvida é uma super máquina, mas o custo está bem acima dos outros, mas será que o benefício compensa? alguém se manifesta a justificar?

    Se precisa de funções que só um workstation pode proporcionar, a resposta é sim, o Kronos no momento, colocando os recursos disponíveis em primeiro lugar, não tem pra ninguem, isso é fato, quem discordar, coloque exemplos aqui

    O Modo Set List e o Modo Sequencer para você que trabalha com amplo repertório é a grande sacada, e o Kronos não corta som ao trocar de timbre

    Agora Bro, todos os teclados citados por ti são TOP levels, excelentes maquinas e com qualquer uma ficará feliz

    Mas um adendo, o Fantom, Motif, Kronos são workstations, o Jupiter já não é, então presta atenção nisso, o Jupiter é mais para performance pronta, não tem muito mais o que fazer

    Se o cara pagar bem nos seus dois teclados, até vale a pena fazer o rolo sim...

    Gus79
    Veterano
    # set/11
    · votar


    Edson Caetano

    Justamente por o jp ser para performance, ha muito o que se fazer nele , e em tempo real.

    Toquei em um por alguns minutos nesta seguna e fiquei entusiasmado.

    Ha muita coisa para mexer nele, ao vivo, 'a mao.

    Como sintetizador de palco, para mim e' o melhor no mercado atualmente.

    (Pena que 9 contos esta bem acima do meu orcamento...)

    Edson Caetano
    Veterano
    # set/11
    · votar


    Gus79
    É colocação infeliz a minha, quiz dizer "fazer" no sentido de Workstation, para performance, para criar os "live sets" é muita coisa a se fazer hehe com certeza é um Synth Top

    Mexi com ele na Expomusic por quase uma hora, e confesso que fiquei tambem bem entusiamado, é ligar e sair tocando, e aquele esquema de já deixar os instrumentos separados por Lower, Upper e Solo e já poder mixar com os faders a vontade, achei muito legal, e ainda tem o D-beam a firulinha que tenho mais saudade da minha época com o Juno Di, adorava está praga hehe

    É um puta teclado, mas no meu caso o workstation era essencial, se ele custasse uns 6k tava entrando para o meu set hoje, por 8k ficaria com o XF, já pelos 10K com certeza o Kronos é minha preferencia, tanto que já está aqui em casa, e não me arrependo em nada, e olha que testei todos os 4 várias vezes

    DedelLima
    Veterano
    # set/11
    · votar


    Edson Caetano

    Pow valeu pelas info...

    Já que você tem o Kronos, deixa eu te perguntar...

    Primeiro qual o nº de teclas do seu? são boas?

    Tem aftertouch?

    E o vocoder dele é bom?

    Os metais e instrumentos de sopro (principalmente sax) tem um bom realismo nas frases?

    Quantos splits dá pra dividi-lo? Efeitos independentes? Sustain indenpendente tb?

    Valew

    Edson Caetano
    Veterano
    # set/11
    · votar


    DedelLima
    Primeiro qual o nº de teclas do seu? são boas?
    o meu é o 61, teclas de synth, identico ao korg M3, excelentes ao meu ver, deixando por motivos obvios a desejar quem quer executar um piano, aí tem que ir de RH3 Hammer action presentes no 73 e no 88

    Tem aftertouch?
    Sim

    E o vocoder dele é bom?
    Muito legal, apesar de ter mexido muito pouco com isso, não sei ainda ao certo os limites desta função

    Os metais e instrumentos de sopro (principalmente sax) tem um bom realismo nas frases?
    São timbres bons, mas é na minha opinião a maior falha, perde fácil para outros teclados tops nesta categoria, porem está previsto agora para outubro o lançamento de expansões que provavelmente vão melhorar isso, e tem outra, com o sampler dá para você inserir nele qualquer instrumento e elevar a qualidade ao máximo

    Quantos splits dá pra dividi-lo? Efeitos independentes? Sustain indenpendente tb?
    Você me pegou, mas acredito que deva dar para fazer 16 splits, com efeitos e o que mais desejar de maneira independente, vou procurar no manual isso aí

    LucasLuks
    Membro Novato
    Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
    O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

    11/ago/18 19:01

    Amigos, por favor me ajudem. Adquiri um Korg Kronos 2 há 3 dias, e infelizmente veio com um barulho estranho de mola em uma das teclas, e o controle ribbon está com um jogo da esquerda para direita "no sentido que usamos mesmo" tem uma folga de uns 3mm e ele fica jogando. Estou decepcionado, pois ele é zerado, comprei na Timbres músical em campinas. Esta na garantia de troca. Agora me expliquem, já aconteceu isso com alguém que o tenha? Sabem de um amigo com problemas assim? É um teclado que vai aguentar palcos? Me ajudem por favor.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Fanton G7, MOtif XF7, Jupter 80, ou Kronos?