Amplitube 4 - Pré-lançamento oficial

Autor Mensagem
Wade
Membro Novato
# nov/15
· votar


Eita. Será que é agora que abandono o GR5? :O Todos falando bem. Acho que vou ver qual é. Eu broxei demais com o 3 e tá dificil recuperar o tesão na IK. Mas com tantos elogios vou dar uma sacada.

Eu testei o Bias (não lembro qual) e não me senti muito confortável pra mexer nele. Acabou o que desisti e voltei pro GR5.

Sr.Saul Hudson
Membro Novato
# nov/15
· votar


Eita. Será que é agora que abandono o GR5? :O Todos falando bem. Acho que vou ver qual é. Eu broxei demais com o 3 e tá dificil recuperar o tesão na IK. Mas com tantos elogios vou dar uma sacada.

Haha, não sei cara, mas vale a pena sim você dar uma olhada!!

SkyHawk
Membro
# nov/15 · Editado por: SkyHawk
· votar


Wade
Eu sempre gostei mais do Amplutube do que do GR5... Com o Amplitube 4 vai ser difícil não se converter e abandonar o GR5 ao menos até que o Guitar Rig corra atrás do prejuízo.

A diferença tá grande, o Amplitube 4 e BIAS Amp e FX definiram um outro padrão que termos de software para PCs e Notebooks.

Ainda estou devendo o teste que prometi, é que tive alguns contra tempos nessas duas últimas semanas..... Mas vai sair, prometo.

Wade
Membro Novato
# nov/15
· votar


Sr.Saul Hudson
SkyHawk
Estou convencido. Vou testar o AT4 e gastar mais um tempinho e paciência no Bias. Tantos elogios não podem ser em vão hehe. Valeus.

RafaelBernatto
Veterano
# nov/15
· votar


Abandono o GR de vez se no Amplitube tiver aqueles "modifiers".... :/

Sr.Saul Hudson
Membro Novato
# nov/15
· votar


RafaelBernatto

O que são esses modifiers?

RafaelBernatto
Veterano
# nov/15 · Editado por: RafaelBernatto
· votar


Sr.Saul Hudson

Eles mexem automaticamente em parâmetros (knobs, botões e etc)...
Baseado no sinal de entrada (assim como fazem os auto wah), baseado em ondas, sequenciador, envelope...

Acho que isso abre uma gama de timbres bem grande...

Eu, que não sou guitarrista, gosto, talvez por não buscar timbres, necessariamente, vintage, ou naturais...

Edit: Teve um timbre que gostei bastante de ter feito, foi até numa Jam daqui, em que eu "splitei o áudio" coloquei duas distorções diferentes em dois intervalos de frequência... E brinquei com parâmetros das distorções baseado no sinal de entrada... Coisa complicada de se fazer em outro vst (Porque eu teria que mexer em sidechains na DAW e sabe-se lá em quê) rsrs... Mas no GR, que "não se preocupa muito com regras" ficou fácil.

Jube
Veterano
# nov/15
· votar


Wade
Estou convencido. Vou testar o AT4 e gastar mais um tempinho e paciência no Bias. Tantos elogios não podem ser em vão hehe. Valeus.

Poste suas impressões sobre o AT4.
Eu juro que tentei usar o Amplitube 3 mas acabei voltando para o Guitar Rig 5 pela facilidade, praticidade e qualidade. Mas vou ter que testar o AT4 também.

Sr.Saul Hudson
Membro Novato
# nov/15
· votar


RafaelBernatto

Hum. bem legal essas possibilidades mesmo!

jnninho
Membro Novato
# nov/15
· votar


galera, alguem sabe se existe uma versão do Bias pra pc só que standalone? sem precisar rodar junto com uma DAW
aqui no meu pc, nao sei se é do sony vegas, mas nao consigo rodar nenhum vst desse tipo, o som fica picotando como se a latencia da placa tivesse muito baixa, mas ta normal.. e só fica assim dentro da DAW e com algum vst tipo amplitube, guitar rig, bias.. usando a versão standalone fica normal

Calime
Veterano
# nov/15
· votar


jnninho

Tente o Reaper man.

Iversonfr
Veterano
# nov/15
· votar


jnninho
alguem sabe se existe uma versão do Bias pra pc só que standalone?

Não existe e também não há previsão de começarem a desenvolver uma versão standalone.

Esse seu som picotando está com cara de ser o computador não aguentando o processamento.

RafaelBernatto
Veterano
# nov/15
· votar


Ou pouco buffer.

makumbator
Veterano
# nov/15
· votar


jnninho

Você pode usar um pequeno host VST pra poder abrir e usar o Bias plugin sem precisar iniciar uma DAW.

Aqui uma opção grátis (um pouco antiga, mas que ainda funciona no Windows 7, 8, 8,1 e 10). Mas como ele é de 32 bits você precisa instalar a versão em 32 bits do Bias (e qualquer outro VST que quiser usar com ele) mesmo se estiver em um sistema de 64 bits:

http://www.tobybear.de/files.html

(clique em minihost, que é o primeiro da lista)


Aqui uma opção mais moderna, e que conta com versão de 64 bits (e consegue abrir vários plugins na mesma sessão e interligá-los, ao contrário do programa anterior que abre apenas um por vez):

Minihost modular:

https://www.image-line.com/support/FLHelp/html/plugins/Minihost%20Modu lar.htm

Aqui você pode pegar o instalador (precisa criar conta no fórum):
http://forum.image-line.com/viewtopic.php?f=1919&t=123031

marcelosz
Membro Novato
# nov/15
· votar


Achei pertinente colocar aqui esse review do Amplitube 4. Embora alguns não gostarem muito dos vídeos do Gilney:



Iversonfr
Veterano
# nov/15
· votar


RafaelBernatto
Ou pouco buffer.

Pode aumentar o buffer pra aliviar a máquina mas aí começa a dar latência se for muito, novamente voltando à capacidade de processamento da máquina. Rodo os VSTs aqui em 64 de buffer sem erro.

jnninho

Outra opção é desativar tudo que não estará em uso na máquina, como portas USBs extras, drive óptico, placa de rede, antivírus, etc. Pode acabar resolvendo o problema sem ter que aumentar muito o buffer. Se quiser, segue os passos NESSE TÓPICO e vê se não ajuda.

RafaelBernatto
Veterano
# nov/15
· votar


Iversonfr

Rodo os VSTs aqui em 64 de buffer sem erro

Meu sonho hahhaha
Qual seu setup?

jnninho
Membro Novato
# nov/15
· votar


Calime
po mano, ja uso o sony vegas faz anos, acostumei ja, tentei uma vez usar o cubase só pra ver e nao dei conta, me senti muito noob kkkkkkkk

Iversonfr
cara, meu pc até que é parrudinho, peca um pouco no processador realmente, mas sera que ja nao é o suficiente? o processador é um FX 6100, 8 gb de ram e eu rodo o sony vegas num SSD

RafaelBernatto
eu uso 128 de buffer, só que usando o vst standalone roda perfeitamente sem nenhum som picotado, só dentro do vegas que fica assim =/

makumbator
cara, era exatamente de algo assim que eu precisava, vou baixar aqui pra ver, valeu man

Iversonfr
será que HDS externos influenciam muito nisso? eu uso 2 hds externos que ficam sempre conectados no pc, fora isso não uso anti virus nem nada do tipo que monitora o pc ou fica sugando memória, fecho todos os processos quando vou gravar ou produzir
to achando que deve ser o driver da minha fast track, um tempo atras começou a dar blue screen no meu pc por causa do driver, e eu tive que voltar pra um mais antigo, dai parou e ficou normal.. só que agora começou a dar esses bugs, nao era assim antes =/

Iversonfr
Veterano
# nov/15
· votar


RafaelBernatto
Qual seu setup?

Rodo uma focusrite num laptop com um i7 3610m e 8gb de ram.

jnninho

Recomendo você seguir os passos do tópico que eu postei ali em cima, seu problema está mais com cara de ser config do que hardware. Outro teste legal é usar o Reaper que é bem leve, como já recomendaram.

jnninho
Membro Novato
# nov/15
· votar


Iversonfr
cara, eu fiz uma limpa legal aqui no meu pc seguindo aquele tópico que vc me indicou, atualizei tudo que tinha de driver e consegui tbm usar o ultimo driver da minha fast track sem dar blues screen
aí fiz o teste com aquele latency moon, e o negocio ta feio aqui.. olha o print
http://puu.sh/llPAN/38f56846dc.png
pelo que eu vi ali, a maioria dos processos ali são importantes e nao é recomendável fechar né? e agora? me dá uma luz ai mano, tem algo errado no meu pc e eu nao to sabendo resolver kkk

Iversonfr
Veterano
# nov/15
· votar


jnninho

Cara, eu fecharia os 10 primeiros sem dó, não me pareceram essenciais. Tem um ali que da 0,71, ta comendo demais tua máquina, acho que o seu problema está nesses processos sim. Pelo menos todos os acima de 0,1. Vai também na barra iniciar, no executar escreve msconfig, vai na aba startup e desativa tudo.

makumbator
Veterano
# nov/15 · Editado por: makumbator
· votar


Sr.Saul Hudson
Iversonfr

Alguns me parecem essenciais, como os Nvidia (que devem estar relacionados à interface de vídeo dele), o Kernel e possivelmente outros. Não sei se é uma boa sair fechando serviços sem ao menos pesquisar o que cada um deles faz e o motivo de estarem rodando. Depois o ideal é ir de um a um colocando como manual e reiniciando a máquina para verificar o funcionamento. É melhor que desativar tudo sem testar ou levantar informações antes.

marcelosz
Membro Novato
# nov/15
· votar


Pessoal, com todo respeito, mas qual é a lógica em sair matando processos essenciais do sistema? Pra liberar CPU? Memória? Melhorar a latência da interface de áudio?

Da lista de processos citadas, TODOS os processos me parecem essenciais (tirando o Resplendence Latency.... que parece ser do próprio software usado pra monitorar).

jnninho
Sobre a questão da performance do BIAS, você está se referindo a qual? BIAS Amp ou BIAS FX?

Iversonfr
Veterano
# nov/15
· votar


makumbator

É só um teste, se não der certo ou não fizer diferença, é só reiniciar a máquina. Parar os processos não estraga nada. O Nvidia sempre é um dos mais pesados e não entendo ser essencial para rodar um VST. No meu note antigo, fechar ele foi o que deu mais resultado. Novamente, a caráter de teste, não vejo mal algum fechar os processos. Aqui os pipocos pararam instantaneamente. Para testar, eu fecharia (e fechei no meu) a maioria, inclusive desativaria a placa de rede no gerenciador de dispositivos, coisa que ele não fez.

Jube
Veterano
# nov/15
· votar


jnninho
Eu to vendo seus drivers e não os processos que estão ativos. Faça o seguinte, baixe o Process Explorer, ele mostra ao vivo seus processos com mais detalhes do que o taskmgr.
O notebook da minha muieh tava impossivel de rodar o guitarrig5. Pelo process explorer vi que era o svchost, desativei o windows update e a máquina ficou perfeita.

makumbator
Veterano
# nov/15 · Editado por: makumbator
· votar


Iversonfr

Mas não falava dos processos serem essenciais para rodar o vst, e sim ser essencial para o sistema. Se fechar um processo essencial (como o kernel) o sistema vai travar. Realmente basta reiniciar e tudo volta como antes, mas se ele fosse nos serviços e mudasse cada um dos itens que você sugeriu de automático para desligado aí ia dar merda. É prudente ter cuidado com essas sugestões que parecem simples mas podem causar problemas dependendo de como a pessoa vai fazer.

Iversonfr
Veterano
# nov/15
· votar


makumbator

Nunca falei pra mudar o serviço de automático pra desligado rs, falei pra fechar os processos. Fechar os da placa de vídeo que foi os que comentei que eram os maiores problemas pelo log do programa que ele postou não vai travar o sistema. O que comentei de desativar é no gerenciador de dispositivos, desativando os drivers não usados. Se puder dar uma lida no tópico que postei ali em cima, ta bem explicadinho. Abs!

Sr.Saul Hudson
Membro Novato
# nov/15 · Editado por: Sr.Saul Hudson
· votar


makumbator

Eu fora dessa...haha

SkyHawk
Membro
# nov/15 · Editado por: SkyHawk
· votar


Passei o final de semana fuçando nos carinhas aqui....

Minhas licenças Demo de Bias Amp e Bias FX desktop expiraram, logo não consegui rodar esses aplicativos no PC.

Logo vou apresentar minhas opiniões sobre os seguintes programas:

No IOS - Rodo em um iPad 2
1. Bias Amp / Bias FX / Bias Pedal
2. Amplitube 4.0
3. ToneStack
4. AmpliKit+

No PC - Rodo em um Dell i3 - 2.13 Ghz - 4Gb de RAM - Windows 7 - Driver ASIO4all

5. Amplitube 4

Vamos lá....

Como já disse anteriormente, em termos de timbre todos os mais recentes chegaram em um nível muito alto, o mais antigo e que está abandonado a algum tempo é o Amplikit+ e mesmo nele consegui resultados muito bons.

Invertendo a ordem lógica e começando pela conclusão.... Por conta do maior poder de processamento no PC o Amplitube 4 foi o melhor. Não pelo timbre em si pois nesse critério a série Bias é foda também, mas sim pela complexidade do setup que consegui montar sem qualquer tipo de pop, ou problemas de latência.

As variáveis do Amplitube 4 são muito, mas muito, amplas mesmo. Montei um set completo com pedais, amp Mesa Boogie Triple Rectifier, gabinetes, falantes, salas, microfones, loop completo com modulações muito pesadas com Harmonizator, Metal Flanger e digital chorus, rack completo com tube compressor, eq gráfico, digital delay e reverb. E tirei um timbre de Iron Maiden da porra.

No Bias e no ToneStack os timbres são tão bons quanto, mas meu iPad pesa quando monto um set muito grande e não consigo rodar tanta coisa junto. Um simples PolyOctaver é suficiente para travar e os efeitos de rack do Bias também não rodam se eu tiver com um setup com dois amps ao mesmo tempo.

O ToneStack é mais leve e tem simulações espetaculares também no mesmo padrão do Bias, só que não tem como construir seu próprio amp e seu próprio pedal de distorção. Recomendo fortemente experimentar o ToneStack é menos conhecido mas a qualidade e a quantidade de gears é incrível.

O pior de todos por incrível que pareça foi o Amplitube 4.0 para IOS, achei vários bugs no programa, principalmente no Noise Filter, e quando tento usar dois drives ao mesmo tempo, um TubeScreammer de baixo ganho empurrando outro TubeScreammer ou um OCD, simplesmente não funciona. A qualidade dos amps é tão boa quanto a versão desktop mas o programa é pesado demais para IOS principalmente na simulação de gabinetes, e é limitado em opções para montagem de setups maiores pois só tem 4 slots de pedais antes do amp e 2 slots depois do amp.

O Amplitube 4.0 para IOS, ao menos no meu iPad só dá conta do básico, ou seja, um Noise Gate, um Drive ou um Fuzz, um Amp com Gabinete, delay e reverb.

Por hora é isso, minha avaliação final é que capacidade de processamento é mais importante que o software nesse momento.

SkyHawk
Membro
# nov/15
· votar


Achei esse vídeo de algo que eu estava procurando, é uma comparação do Bias com a Pod HD (versão rack).

Achei bem feito e vale a pena dar uma olhada:

https://youtu.be/EXq7dnLyjHc?list=FLp4XVpDsDsURM8QxOTpo9kw

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Amplitube 4 - Pré-lançamento oficial