Receita barra Guitarras Falsas da China

Autor Mensagem
Lelo Mig
Membro
# ago/13
· votar


Galera... o buraco é mais em baixo!

Não trata-se de discutir se uma guitarra falsa é boa ou não e sim o fato de ser FALSIFICAÇÃO!!

Não confundam Réplicas autorizadas, com falsificação!

Guitarra falsa é igual traveco... pode até enganar à distância, mas cedo ou tarde tu vai tomar na tarraqueta!

astrataranis
Veterano
Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

ago/13

AhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaH ueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehu aHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUe huaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhA UehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeu hAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAH euhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHue

COF COF COF COF

AhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaH ueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehu aHue
COF COF


AhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaH ueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehu aHueAhueHaeuaheuhAuehuAheuAHeuhAUehuaHue

GuitarristaDoNickEstranho
Veterano
# ago/13
· votar


Vou marcar aqui pra comentar mais tarde...

Guitar Center Music
Membro
# ago/13
· votar


Depois de comprar uma dessas, não esquece de regular! kkkkk

Fico triste de em pleno século 21, com as facilidades de comunicação da internet e farto material didático disponível para compra ou download ver um vídeo como este.

Muitos procedimentos de manutenção realmente não tem segredo, mas precisam ser feito com um mínimo de conhecimento e cuidado - a primeira recomendação ao manusear a escala é cobrir com fira crepe para evitar qualquer dano à madeira - e eles realmente acontecem com bombril, imagine com a pedra usada com esta " delicadeza " .

Temos muitas dificuldades por morar no Brasil, mas não precisamos nos contentar sempre com qualquer coisa, de qualquer jeito

FBlues_rock
Veterano
# ago/13 · Editado por: FBlues_rock
· votar


Guitar Center Music
Pois é, tem um luthier que fez um vídeo em homenagem a essas dicas (esse aqui)

Quando ele tascou a pedra e esfregou o bombril na escala toda, só fiquei olhando a madrepérola embaixo...

JJJ
Veterano
# ago/13 · Editado por: JJJ
· votar


Botando um pouco de pimenta na discussão... Algumas perguntas aos colegas:

1) o que você acha que deveria acontecer com essas guitarras apreendidas?

2) o que você acha que VAI acontecer?

3) se você ganhasse uma dessas de presente, rasparia o headstock? (edit): ou não aceitaria? Jogaria no lixo? Venderia?

E, por fim,..

4) uma guitarra dessas aí - exatamente igual - só sem o logo, é 100% moralmente aceitável?

makumbator
Veterano
# ago/13
· votar


JJJ

Os produtos falsificados são destruídos, de acordo com a legislação.

Eu não iria querer um instrumento desses. Se ganhasse doaria a alguém.

Drinho
Veterano
# ago/13
· votar


- Sader -: O luthier era tão burro que o meu amigo pediu as marcações em Ás de espadas e o imbecil fez em Paus

cara, isso é triste....

Igual ver mulher sentada no ponto esperando ônibus com uma Loius Vuitton debaixo do braço.

kkkkkkkkkk... é, é isso mesmo, os caras tem umas "guitarras de outro planeta" e plugam nos warm music.....

alfacorrea

A questão não é nem o que voce está levando velho.. a guitarra pouco importa....

A questão é moral mesmo...
É lastimável, triste, vergonhoso....

Gibson nao é igual Epi e tampouco Squier é Fender.

É, tem umas squiers tunadinhas até....

só que não (como gostam de falar por ai)....


Uma questão: Você deixaria de comprar uma Gibson Les Paul Custom para comprar uma guitarra feita por Luthier que seria uma réplica (sem o uso da marca) de qualidade igual ou superior?


Sim, pois modelos como tele, lespaul e strato são padrões e grandes fábricas do mundo os reproduzem, com pequenas diferenças para os criadores nao cairem em cima....
a questão é apenas a logomarca....

o gilney é complicado...
o cara é humilde, vamo dá um desconto também po ... kkkk

Drinho
Veterano
# ago/13 · Editado por: Drinho
· votar


1) o que você acha que deveria acontecer com essas guitarras apreendidas?

deveriam ser queimadas


2) o que você acha que VAI acontecer?


Vão ser vendidas ou vão dar de presente pra algum sobrinho ou filho que quer tocar guitarra....

3) se você ganhasse uma dessas de presente, rasparia o headstock?

Não, eu venderia para algum dos otários que compram, ou daria de presente pro Gilney pq eu gosto dele....

4) uma guitarra dessas aí - exatamente igual - só sem o logo, é 100% moralmente aceitável?

na minha concepção sim, até porque as grandes marcas licenciam alguns fabricantes a reproduzirem o instrumento perfeitamente apenas mudando a logomarca....

o problema é o LOGO, o logo é futil, feio....

pedaço de pau é pedaço de pau, nao import como esta cortado....

Calime
Veterano
# ago/13
· votar


Discussão complicada essa aqui hein...meus dois cents sobre o assunto;

-PRA MIM ostentação por nome, headstock, marca, etc, vai contra tudo que acredito e contra o que sou. Busco ser original (não ao extremo), diferente e ter minha identidade. Curto tanto qdo vejo uma guitarra que ache bonita e diferente, e que tenha um preço legal.

-Se quiser algo parecido com algo que seja mto famosos encomendo a guitar a um luthier, que faz do jeito que curto, madeiras, ferragens, cor e tudo o mais...mas NUNCA coloco nome da marca na qual foi inspirada. Tenho uma PRS feita pelo Valter Bergamo EXCELENTE, a qual não é PRS, e sim Nesher, e com mto orgulho.

nofear
Veterano
# ago/13
· votar


JJJ

Que tal se elas fossem "marcadas" de maneira irreparável e irreversível mas continuassem vivas pra ajudar alguma instituição ou projeto social? Melhor que queimar tudo!

FBlues_rock
Veterano
# ago/13
· votar


nofear
Me diz que Brasil é esse que você mora, quero mudar para ele! ;)

Thejapamuri
Veterano
# ago/13 · Editado por: Thejapamuri
· votar


Drinho

Ai que ta o problema, muitos vão querer a Gibson, e se não tiver o dinheiro, mete a China no meio e tudo fica bem. "Só falta o pastel de flango!"

JJJ

1) Pela legislação, serem destruidas, mas, pelo menos retirassem o logo da guitarra e dessem um uso melhor, como doar para instituições musicais.

2) No mais pode ocorrer um leilão a qual essas guitarras serão vendidas, e logo depois, vendidas como originais no ML.

3) Se a logo fosse raspada e fosse apresentada como uma guitarra chinesa sem marca, sim, iria pegar. Eu digo isso porque se fosse comigo, não iria apresentar como uma guitarra FENDER, mas sim como uma guitarra que não tem marca, como daqueles kits que vendem no eBay e no ML, os DIY.

4) É como eu falei, vai ser uma guitarra chinesa a qual não terá marca, será vendida como uma "genérica", então, eu poderia aceitar sim, até porque não está burlando leis sobre logomarca e se não for apresentada como uma "Fender", vai estar moral.

Esse post seria mais uma opinião pessoal, logo estaria falando por mim.

Pode ocorrer no post alguns erros de ortografia, caso encontrem, avisem para que eu corrija (odeio fazer erro de ortografia).

bezerrabru
Veterano
# ago/13
· votar


JJJ
1) o que você acha que deveria acontecer com essas guitarras apreendidas?
Deveriam ser destinado a ações sociais, entregues para um desenvolvimento cultural em comunidades carentes

2) o que você acha que VAI acontecer?
Quem quiser receber, vai ter que pagar uma grana extra ou vai acabar acontecendo igual dizem, vão "vender" para aqueles que trabalham lá dentro.

3) se você ganhasse uma dessas de presente, rasparia o headstock?
Não aceitaria, pois é um queijo suiço. Na verdade, se fosse presente de um ente querido, aceitaria, mas meus entes sabem que eu não compactuo com esta pirataria de instrumentos musicais.

4) uma guitarra dessas aí - exatamente igual - só sem o logo, é 100% moralmente aceitável?
Sim, e assim o preço cairia porque não seria uma FALSIFICAÇÃO, e sim uma Réplica. Mas seria dificil os chineses se manterem no mercado. Vender Chibson é mais lucrativo que vender guitarra sem marca, por mais que a sem marca fosse de maior qualidade.

ogner
Veterano
# ago/13 · Editado por: ogner
· votar


bezerrabru
Vender Chibson é mais lucrativo que vender guitarra sem marca, por mais que a sem marca fosse de maior qualidade.

Acho que isso define:

Se essas guitarras não tivesse o logo de marcas famosas no head, e sim um nome proprio tipo, Strike, Gate sei lá, uma marca outra, não venderia nem metade doq vende. Logo, é puro ego e vaidade doentia entre outros transtornos de quem compra. Compra unica e exclusivamente pelo logo de marca, pois existem opções com preço compatível ou ate melhores, com marcas de verdade.

#Vcquecomguitarrapirataédoente

bezerrabru
Veterano
# ago/13
· votar


ogner
Concordo plenamente cara.
Eu sempre repudiei comprar algo falso pela "marca", só para ter um logo igual ao da revista.

#Vcquecomguitarrapirataédoente [2]

Led Zé
Veterano
# ago/13
· votar


Vi uma vez na TV um lote de tênis Nike falsificado sendo apreendido pela PF. Na TV mostrou um grupo de funcionários arrancando os símbolos, etiquetas e tudo que fazia referência à marca e doando para instituições de caridade. SIM, no Brasil! Tomara que aconteça o mesmo com as Chibsons.

ogner
Veterano
# ago/13 · Editado por: ogner
· votar


Led Zé
Dar guitarra sem amplificador é sacanagem!

Hehehe...

Edit: E um pedalzinho de drive tb!!

BrotherCrow
Membro Novato
# ago/13
· votar


1) o que você acha que deveria acontecer com essas guitarras apreendidas?
Gostei da ideia de doar pra caridade. Acho tenso destruir, porque pode servir pra alguém.

2) o que você acha que VAI acontecer?
Vão catar e vender. Onde eu morava tinha uma loja de "salvados", que segundo reza a lenda era onde "desovavam" falsificações apreendidas. E nunca avisavam que era falsificação.

3) se você ganhasse uma dessas de presente, rasparia o headstock? Ou não aceitaria? Jogaria no lixo? Venderia?
O certo seria doar, né? Mas eu acabaria ficando com ela. Eu mesmo tenho uma Squier Affinity que foi "tunada" pelo antigo dono com um sticker da Fender no headstock (mas o cara esqueceu de raspar o "affinity", então só engana quem é muito novato mesmo). Comprei sabendo que era Squier porque estava muito barata, mais barata até que as Squiers, justamente porque a galera sabia que era uma falsificação vergonhosa. Eu queria uma guitarra barata pra poder jogar a ação lá em cima e treinar slide em open G com ela. Não raspei o headstock, mas se fosse vender rasparia antes de levar na loja.

E, por fim,..

4) uma guitarra dessas aí - exatamente igual - só sem o logo, é 100% moralmente aceitável?
100% eu não diria, porque as empresas sérias não copiam exatamente os modelos: fazem umas modificaçõezinhas de formato e estética. Mas seria ok, acho. Só que aí ninguém compraria, né? Ou pior: compraria e levaria num "luthier" pra escrever Gibson no headstock!

MauricioBahia
Moderador
# ago/13
· votar


JJJ

1) o que você acha que deveria acontecer com essas guitarras apreendidas?

Acho que de deveria ser retirado o logo ou qq identificação e diá-las.

2) o que você acha que VAI acontecer?

Serão carbonizadas (ou deveriam).

3) se você ganhasse uma dessas de presente, rasparia o headstock? (edit): ou não aceitaria? Jogaria no lixo? Venderia?


Retiraria o logo ou qq identificação de marca e doaria.

Abs

fla3d
Veterano
# ago/13
· votar


Deveriam queimar todas em praça publica e jogar junto o Gilney e todos os endorsers e vendedores de guitarras falsificadas. :)

Led Zé
Veterano
# ago/13
· votar


ogner
Dar guitarra sem amplificador é sacanagem!


Que nada! Em qualquer canto do Brasil existe uma Ciclotron esperando essas belezinhas!!!

Senhor Sanchez
Veterano
# ago/13
· votar


E as OFERTAS continuam

Gibson por menos de 1.500 reais!!!

Pedais MXR a preço de Gianini!!!

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=361902060607167&set=gm.6744112 22570671&type=1&theater

Bora às compras galera...

Abx

MauricioBahia
Moderador
# ago/13
· votar


Senhor Sanchez

Não dá ideia...

:)

GuitarristaDoNickEstranho
Veterano
# ago/13 · Editado por: GuitarristaDoNickEstranho
· votar


Na boa... Esse cara da Seven Fire tem loja na internet que só vende falsificação,uma cambada de vídeo no YouTube... E nada acontece? Deviam prendê-lo!


JJJ
1) o que você acha que deveria acontecer com essas guitarras apreendidas?
Destruição sem dó nem piedade.

2) o que você acha que VAI acontecer?
Serão vendidas por aí a preço mais barato como se fossem originais.

3) se você ganhasse uma dessas de presente, rasparia o headstock? (edit): ou não aceitaria? Jogaria no lixo? Venderia?
Sabendo que é falsa, eu devolveria, ou no máximo, se fosse ganhar de um parente ou alguém importante, rasparia o headstock e guardaria como objeto de decoração.

4) uma guitarra dessas aí - exatamente igual - só sem o logo, é 100% moralmente aceitável?
Sem o logo ela deixa de ser falsificação, então acho que seria aceitável sim. Mas eu nao tocaria... Pelo visto parece ser uma porcaria sem tamanho.

MMJr
Veterano
# ago/13
· votar


Fico imaginando quanto deve custar o Kilo dessas guitarras la na China...

...

makumbator
Veterano
# ago/13
· votar


MMJr

cada container grande de navio cheio dessas guitarras custa U$ 3,50, mas se chorar rola um descontinho!

JJJ
Veterano
# ago/13 · Editado por: JJJ
· votar


Bom, galera, já deu um número bom de respostas...

O que deveria acontecer?

Bom, pela lei, me parece que deveriam ser destruídas ou doadas. O problema de destruir é, na minha opinião, o desperdício. Afinal de contas, bem ou mal, são instrumentos musicais. E eu não curto destruição... rs
Mas, se fossem doadas a instituições de caridade, escolas de música, escolas públicas, etc, deveria haver o cuidado de descaracterizar totalmente a falsificação. Só raspar o logo não adianta xongas, a coisa mais fácil que tem é recolocar um logo no headstock. O famigerado bico de papagaio seria uma ideia relativamente fácil de fazer.

O que vai acontecer?

Só Deus sabe... rs

Se eu ganhasse uma de presente?

Trataria de identificar como "réplica", talvez trocar o logo, ou coisa que o valha. Mas jogar fora? Eu, hein... Jogar guitarra fora?!? Tá doido? kkkkkkkkkkkkkkk

E, por fim, se a guitarra viesse idêntica, só sem o logo, seria moralmente aceitável?

Sinceramente? Não. A coisa não deixa de ser uma cópia só porque não tem o logo! Pode até ser um "crime" mais brando, porque não induz o sujeito a pensar que se trata de uma Fender ou uma Gibson ou uma Ibanez. Ok. Mas não deixa de ser cópia! Quem inventou a Stratocaster ou a Telecaster? Foi a Fender. A patente é dela. Quem criou a Les Paul? A Gibson. A patente é dela. Não é só o logo que é patenteado. Isso de achar que pode copiar tudo, tim-tim por tim-tim, igualzinho, e só deixar de colocar o logo, me desculpem, mas pra mim é hipocrisia. A menos, claro, que a empresa que detém a patente licencie a reprodução da guitarra. Alguns braços da Mighty Mite, por exemplo, tem a licença da Fender para serem idênticos aos originais. Mas copiar o shape na cara dura, para vender como um produto seu, na minha opinião, é errado.

makumbator
Veterano
# ago/13
· votar


JJJ


Só raspar o logo não adianta xongas, a coisa mais fácil que tem é recolocar um logo no headstock. O famigerado bico de papagaio seria uma ideia relativamente fácil de fazer.

O governo não tem intenção, recursos ou expertise para ficar arrumando itens antes de doar. Por isso a lei determina a destruição. É o mais fácil, rápido e barato do ponto de vista de quem apreendeu.

Quem inventou a Stratocaster ou a Telecaster? Foi a Fender. A patente é dela. Quem criou a Les Paul? A Gibson. A patente é dela.

Mas é importante deixar claro que o formato genérico e concepção geral dessas guitarras não são patenteáveis (apenas projetos específicos), da mesma forma que não se pode registrar a ideia de carro conversível genérico, e impedir que qualquer fabricante faça seu modelo particular a partir dessa base "comum", já difundida.

Obviamente nem o Leo Fender ou Les Paul poderiam ter feito seus próprios instrumentos e patenteá-los se o conceito geral também fosse restrito, pois já havia patentes anteriores de guitarras elétricas (como da Rickenbacker)

JJJ
Veterano
# ago/13
· votar


makumbator
O conceito geral de guitarra elétrica é claro que não é patenteável. Mas o shape de um modelo específico (com as suas dimensões) creio que seja.

É o mesmo que a GM fabricar um Fusca e se safar porque não colocou o logo da VW... Pra mim é errado.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Receita barra Guitarras Falsas da China