Minha experiencia coma walczak: problemas e mais problemas.

Autor Mensagem
vintagentleman
Veterano
# nov/12
· votar


makumbator

É exatamente minha impressão. Acho que o atendimento não é fruto de treinamento ruim ou dificuldade logística, e sim decisão consciente das empresas para lucrar mais contando com a inércia da maioria dos consumidores, morosidade da justiça comum além de liminares e outros recursos administrativos para postergar o pagamento de multas de agências reguladoras(no caso de empresas sujeitas a regulação estatal).


Jamais duvidaria disso...

d.u.n.h.a.
Veterano
# nov/12
· votar


Acabei de ligar lá e adivinhem? A Viviane nao sabe de nada e nao tem a menor previsão de quando vão depositar o dinheiro. Pedi pra falar com o Cláudio e segundo ela ele na esta lá.
Dai-me paciência...

ogner
Veterano
# nov/12
· votar


d.u.n.h.a.
Ele nao disse v pra vc mandar um mail direto pra ele, passando seus dados?
Ja fez isso?

vintagentleman
Veterano
# nov/12
· votar


d.u.n.h.a.


Olhe cara, Ninguém aqui é moleque.

É o seguinte: a obrigação da empresa era cumprir o prazo e entregar exatamente o encomendado. Você fez sua parte pagando, ainda que parcialmente.

O que houve então foi uma quebra no contrato da parte da empresa.

Se a empresa teve problema com fornecedores e não pôde cumprir o combinado, não é culpa sua. Você deveria ter sido informado em detalhes do problema com as peças para que pudesse decidir entre esperar mais ou pedir seu dinheiro de volta.

Você pediu para devolverem seu dinheiro. Já era para eles terem devolvido há muito tempo, com uma explicação detalhada, um pedido de desculpas e, na minha opinião, algum brinde. Isso seria educado.

Mas não, você está se incomodando. Acho que isso deve ter um preço...

Abraço

Led Zé
Veterano
# nov/12
· votar


d.u.n.h.a.
Cara, você deve ser o mestre YODA. Quanta paciência! Estou indignado por você! Velho, tá esperando o quê pra colocar na justiça? Mais uma dezena de desculpas? Depoimento e desculpas em forum de ineternet não valem de nada , cara. Pra mim, o que o Claudio Walczak fez aqui, em nada difere dessas desculpinhas dessa tal Viviane. Imagine só...O cara vendo o nome da empresa sendo colocado em dúvida , tendo sua idoneidade contestada e não faz nada? Eu, no lugar dele, teria tirado dineheiro do bolso e te pagado no mesmo dia depois do seu post. Mas não, preferiu enrolar mais. Acorda, parceiro...Quem não chora não mama! Dá o grito, irmão!

Já haviam constestado as guitarras em si (guitarras com ponte fora do esquadro). Tem várias nas fotos do site, e um caso confirmado de uma "custom shop" de um colega do forum. Depois, atrasos nas entregas. Agora não querem ressarcir seu dinheiro. Pra mim, strike 3.

ogner
Veterano
# nov/12
· votar


vintagentleman
Led Zé

É, concordo com os colegas!! Não tem explicação.

Após o contato aqui pelo forum, e mesmo assim não providenciou a devolução e nem comunicou aos funcionários.
É. Triste!!

Jinkxs
Veterano
# nov/12
· votar


vintagentleman
makumbator

Megas empresas possuem normalmente um bom atendimento pós-venda.

Se pegarem os números de uma Vivo, por exemplo.... Ela possui mais de 50 milhões de clientes e atende possivelmente mais 100 mil reclamações todos os meses, por centenas de motivos diferentes... (alguns por exemplo, por incapacidade do próprio consumidor de ler um simples manual) Se desse total mil consumidores se sentem mal atendidos, isso representa 1% dos casos. Ou seja.... atendimento com 99% de eficiência. Isso é um exelente número.

A maioria das grandes empresas possui um número entre 95 à 97% de eficiência no pós-venda. Ou seja, a matemática contraria a percepção comum de que o atendimento é ruim. Isso é lenda.

Claro, alguém de vocês pode ter sido prejudicado... eu mesmo tenho histórias para contar onde fui mal atendido. Mas o que conta são as estatísticas. Tanto para as empresas como para as agências reguladoras.

Mas a realidade que se trata desse tópico é outra. Estamos falando de uma pequena empresa, que não possui recursos para implantar um sistema de gestão integrada (SAP ou TOTVS), e não tem departamento de recursos humanos para realizar treinamentos e capacitações, entre outras coisas.

Não conheço a Walczak, mas conheco a realidade das pequenas empresas onde a famlília toca o negócio. Falta gestão profissional, falta sistema, falta RH, falta estrutura organizacional.

Existem sim, empresários gananciosos e gente com pouca preocupação com o cliente. Mas generalizar é perigoso, quando feito de forma irresponsável, pode causar desdobramentos, mesmo dentro de um forum de música, como o FCC.

É preciso entender que, ao contrário das prestadoras de serviços públicos, que detém monopólio, e das grandes empresas multinacionais, que possuem poder econômico, as pequenas empresas estão a mercê das forças do mercado. Ou alguém acha que uma pequema fábrica de guitarras que atrasa as entregas e atende mal o cliente vai sobreviver???

Acredito que tópicos como este não deveriam ser permitidos, além disso, esta discussão não leva a lugar nenhum, pois este não é o foro apropriado para ela.

vintagentleman
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs

Se eu contasse com bom atendimento ou serviço da VIVO eu estaria MORTO!
E este FCC TAMBÉM serve para isso. O cara está sendo prejudicado e quer a solução do seu problema, nada mais justo.

makumbator
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs
Megas empresas possuem normalmente um bom atendimento pós-venda.

Discordo. Claro que eu sozinho não sou estatisticamente relevante, mas em todas as vezes que tratei com grandes empresas tive no mínimo problemas com lentidão, mas no geral os problemas pareciam má fé mesmo (grosserias, descaso, táticas de empurra empurra, mentiras deslavadas, etc...).

A maioria das grandes empresas possui um número entre 95 à 97% de eficiência no pós-venda. Ou seja, a matemática contraria a percepção comum de que o atendimento é ruim. Isso é lenda.

Não é essa opinião das próprias agências reguladores no que tange telefonia, TV por assinatura, planos médicos, bancos e em menor grau provedores de internet.

Recentemente uma empresa de telefonia foi acusada pelo governo de derrubar as ligações dos clientes com determinados planos, pois a duração alongada era desvantajosa para o negócio (eles querem que o cliente ligue de novo e gere outra cobrança).

E isso não é só em grandes empresas. Na época da minha ação (vitoriosa) contra um provedor de internet local (empresa média da região), o próprio juiz perguntou se a tal empresa não queira ter uma vara própria, tal o volume de processos que eles tinham! O juiz chegou a trollar a empresa! Hashsah!

Existem sim, empresários gananciosos e gente com pouca preocupação com o cliente. Mas generalizar é perigoso, quando feito de forma irresponsável, pode causar desdobramentos, mesmo dentro de um forum de música, como o FCC.

Concordo! Mas acho que a cultura local é mesmo não se preocupar com o cliente, postergar tudo e culpar outros por suas falhas (governo, sociedade,..). Tenho a impressão que é uma minoria que foge desse esquema.

Led Zé
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs
Megas empresas possuem normalmente um bom atendimento pós-venda.


Não sei de quem você está falando. Fora as horripilantes prestadoras de serviço de telefonia, ineternet e tv a cabo, recentemente tive problemas com uma mega empresa de joalheria, uma mega rede de supermercados , uma mega rede de móveis, um banco (já ganhei a causa) e uma concessionária de veículos .

Estamos falando de uma pequena empresa, que não possui recursos para implantar um sistema de gestão integrada (SAP ou TOTVS), e não tem departamento de recursos humanos para realizar treinamentos e capacitações, entre outras coisas.

Se não tem estrura para atender como uma grande empresa, não se proponha prestar serviços de empresa grande, como orçamentos online e prazo de entrega reduzidos.



Acredito que tópicos como este não deveriam ser permitidos, além disso, esta discussão não leva a lugar nenhum, pois este não é o foro apropriado para ela.

Cara, é um forum de guitarra e o assunto em pauta é uma guitarra feita sob encomenda. Não vejo local mais adequado pra isso do que aqui. Pior é se tivéssemos que confiar apenas nas informações do site da empresa. E acho que leva sim, a algum lugar. Pelo menos , pra mim, ex futuro cliente, serviu como base para não comprar uma guitarra com eles. Pelo menos por enquanto as coisas não se estabilzaremn e serem esclarecidas.

d.u.n.h.a.
Veterano
# nov/12
· votar


Só não vou atras disso hoje porque tenho prova de direito penal amanhã mas amanhã de tarde vou ver se entro na justiça sim. Vou pedir pra algum advogado lá da faculdade me auxiliar nisso, cara bom é o que não falta lá (Direito UFPR rsrsrs).
Teve a chance de resolver isso hoje, não quis... vai rolar uma ação por danos morais...

Jinkxs
Veterano
# nov/12 · Editado por: Jinkxs
· votar


Led Zé
makumbator
Led Zé

EDIT: Link Falhou.....

Dados da Anatel: Reclamações em Janeiro de 2012, telefonia Móvel, por mil Acessos em Serviços

Oi Celular: 0,534
Claro: 0,469
TIM GSM 0,310
Vivo: 0,238
CTBC Celular: 0,190
Sercomtel: 0,052

Fonte: Anatel

Led Zé
makumbator

Aqui é um forum público. Se alguém se sentir difamado pode entrar com um processo contra a pessoa e contra o FCC também. Lembro que mesmo que a empresa em questão esteja errada e seja obrigada a pagar indenização, o crime de difamação continua caracterizado nesse tópico.

makumbator
Veterano
# nov/12
· votar


d.u.n.h.a.
Teve a chance de resolver isso hoje, não quis... vai rolar uma ação por danos morais...

É isso aí. Boa sorte!

makumbator
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs

Aqui é um forum público. Se alguém se sentir difamado pode entrar com um processo contra a pessoa e contra o FCC também. Lembro que mesmo que a empresa em questão esteja errada e seja obrigada a pagar indenização, o crime de difamação continua caracterizado nesse tópico.

Claro! Mas acho que a censura não é o melhor caminho. cada um responde por seus atos (nclusive isso vale para as empresas).

Mas que mal lhe pergunta, você acha que houve crime de difamação aqui nesse tópico específico?

vintagentleman
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs

Sou delegado de polícia. Para haver crime de difamação é necessário dolo, ou seja vontade livre de cometer tal crime. Aparentemente não é essa a intenção de qualquer um dos integrantes do FCC. E ninguém está baixando o nível também.
O próprio dono da empresa admitiu ter problemas logísticos.
Aqui estamos debatendo um problema na qualidade de consumidores. E todos estão sendo educados.
Existem n. Fóruns de defesa do consumidor na web. Já pensou se todos que tivessem uma reclamação respondessem por difamação?

d.u.n.h.a.
Veterano
# nov/12
· votar


vintagentleman
Mas é só no brasil mesmo que alguém pode pensar assim cara...
Um cara compra um produto, não o recebe. Cancela a compra. Não consegue o dinheiro de volta. Vai contar o ocorrido para um grupo de pessoas que podem ter interesse na situação e além de tudo pode receber um processo ?!?!?!
hahaha

Não se preocupe cara, apesar de ainda estar na faculdade (de direito) sei bem o que é difamação... e sei que isso passou bem longe desse tópico.

makumbator
Veterano
# nov/12
· votar


vintagentleman
Existem n. Fóruns de defesa do consumidor na web. Já pensou se todos que tivessem uma reclamação respondessem por difamação?

Seria o sonho de muitas empresas, pois assim ficaríamos dependentes apenas do boca a boca para aferir a qualidade "real" de uma empresa ou serviço.

Acho que deixar as opiniões sobre qualidade de uma empresa serem moldadas apenas pela publicidade da mesma e sua assessoria de imprensa não é mais democrático.

Jinkxs
Veterano
# nov/12
· votar


makumbator

Mas que mal lhe pergunta, você acha que houve crime de difamação aqui nesse tópico específico?

Todo o caso relatado no tópico PODE ser considerado como crime difamação, pois prejudica a imagem da empresa.

Veja o caso do que o Led Zé postou:

Pelo menos , pra mim, ex futuro cliente, serviu como base para não comprar uma guitarra com eles. Pelo menos por enquanto as coisas não se estabilzaremn e serem esclarecidas.

Pra citar como exemplo.... ele já se declara ex fututo cliente (mesmo que coloque depois um atenuante). Não que ele esteja difamando alguém.... mas é um exemplo de prejuízo que o tópico gerou.

Não sou advogado, nem quero criar celeuma, por isso não vou me delongar no raciocínio.

Led Zé
Veterano
# nov/12 · Editado por: Led Zé
· votar


Jinkxs
Se alguém se sentir difamado pode entrar com um processo contra a pessoa e contra o FCC também. Lembro que mesmo que a empresa em questão esteja errada e seja obrigada a pagar indenização, o crime de difamação continua caracterizado nesse tópico.


Ninguém difamou o cara. Não foi chamado de safado, ladrão ou algo do gênero. Pelo menos por mim. Os fatos foram expostos e eu me dirigi ao d.u.n.h.a., dizendo para ele correr atrás dos direitos dele. E apenas relatei a minha desconfiança em relação à capacidade da empresa, que é de pleno direito meu.

Quanto àquele link, que não consegui abrir, não quero nem saber de números. Porque , como você mesmo disse lá em cima, o que importa pra as empresas são números . Se 90% são bem atendidos, que se lasquem os outros 10% não é mesmo? Porque são apenas 10%., e não pessoas. Do outro lado, para eles, não existem pessoas, existe apenas um número estátitisco que está de acordo com interesses da organização. Sob essa ótica, a empresa não fará NADA para melhorar, já que 90% é um número ótimo. O outros 10% que se estrepem e corram atrás dos direitos deles...Como sabem que entre esses 10% , apenas uma pequena parcela vai correr atrás, fica tudo mais lindo ainda para empresa, já que mesmo que tiverem que ressarcir alguém, esse dinheiro representa uma pequena parcela em vista do lucro obtido com os 90 % e parte dos 10% que não entraram na justiça.

Expressar a opnião sobre um produto ou atendimento não é difamação. Isso decorre do exercício da democracia, da liberdade de expressão.

makumbator
Veterano
# nov/12 · Editado por: makumbator
· votar


Jinkxs
Pra citar como exemplo.... ele já se declara ex fututo cliente (mesmo que coloque depois um atenuante). Não que ele esteja difamando alguém.... mas é um exemplo de prejuízo que o tópico gerou.

Também não sou advogado, mas como leigo isso nem de longe parece difamação! Mas deixo a opinião para quem entenda da matéria.

E se tal comentário for visto como difamatório, teremos uma situação em que apenas os elogios seriam aceitáveis publicamente. Repito o que disse antes:

"Acho que deixar as opiniões sobre qualidade de uma empresa serem moldadas apenas pela publicidade da mesma e sua assessoria de imprensa não é mais democrático."

vintagentleman
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs

Todo o caso relatado no tópico PODE ser considerado como crime difamação, pois prejudica a imagem da empresa.

O que prejudica MESMO a imagem de uma empresa é um mau produto ou serviço.

Jinkxs
Veterano
# nov/12
· votar


d.u.n.h.a.
vintagentleman

Como disse, não sou advogado, por isso vou me abster de discorrer sobre esse ponto. Voçes que são mais informados do que eu podem me corrigir.

Led Zé

Infelizmente é assim mesmo. Quando se gere um numero elevado de reclamações elas são tratadas como números. É natural. Fica impossível ter atendentes suficientes para analisar e tratar cada caso como se fosse de alguém da nossa família. Viram estatísticas frias.

Cabe às agências reguladoras determinar e controlar o índice aceitável de reclamações e proteger a sociedade aplicando sanções nas organizações que não cumprem os índices. É assim no Brasil, na Suécia, no Canadá, na Dinamarca, nos EUA....

Acredito que os índices de reclamações em países desenvolvidos sejam ainda mais baixos do que aqui, mas não são perfeitos.

makumbator
Veterano
# nov/12
· votar


Jinkxs
É assim no Brasil, na Suécia, no Canadá, na Dinamarca, nos EUA....

No Brasil não é não. Lembro que há algum tempo foi publicado a porcentagem de multas realmente pagas pelas empresas sujeitas a regulação. Não lembro o valor exato, mas era algo ridículo, e algumas delas nunca pagaram nada, apesar de terem várias multas milionárias a pagar (mas que são apenas para "inglês ver").

Jinkxs
Veterano
# nov/12
· votar


makumbator
"Acho que deixar as opiniões sobre qualidade de uma empresa serem moldadas apenas pela publicidade da mesma e sua assessoria de imprensa não é mais democrático."

Concordo contigo. Só acho que não podemos transformar o FCC num "reclame aqui"



vintagentleman

O que prejudica MESMO a imagem de uma empresa é um mau produto ou serviço.

Verdade... discorri sobre isso numa postagem mais acima.


d.u.n.h.a.

Não acho que empresa alguma vai ficar processando seus clientes. Fica frio. E acredito que seu caso ainda vai ser resolvido. De qualquer forma, boa sorte.

MauricioBahia
Moderador
# nov/12 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Se não há diálogo, hoje em dia eu entro na justiça sem perdão, ainda mais que na minha família e círculo de amizades 90% é formada por pessoas ligadas a área jurídica. :)

Vou só coletando/registrando provas. É por isso que faço tudo por e-mail.

Jinkxs
Veterano
# nov/12
· votar


makumbator

Lembro que há algum tempo foi publicado a porcentagem de multas realmente pagas pelas empresas sujeitas a regulação. Não lembro o valor exato, mas era algo ridículo, e algumas delas nunca pagaram nada, apesar de terem várias multas milionárias a pagar (mas que são apenas para "inglês ver").

Não tenho essa informação, mas se as multas são para inglês ver a sociedade civil deve se mobilizar. Existem os Orgãos de Defesa do Consumidor, a OAB, o Ministério Público.... enfim, a sociedade tem instituições consolidadas que tem por obrigação fiscalizar. Se não o fazem, a culpa é da própria sociedade.... tua, minha, do SAM.... de todos.

Lelo Mig
Membro
# nov/12
· votar


"Só acho que não podemos transformar o FCC num "reclame aqui"

Galera, não querendo polemizar, mas apenas fazer uma pergunta:

Se Fulano compra um produto e faz review, grava vídeo, grava áudio, posta aqui, faz considerações técnicas, sua impressão, elogia e recomenda, tudo isso de graça e sem ser endorsse da companhia X, porque quando Beltrano fica descontente ele não pode falar aqui?

Porque ele pode agir positivamente, influenciando usuários a comprarem determinado equipo (quantos aqui não adquiriram equipos influênciados por reviews de posts?) e não pode agir negativamente, alertando aos problemas de determinada empresa?

Desde que ele não ofenda, xingue e seja leviano...
O que é democracia?

Del-Rei
Veterano
# nov/12
· votar


O autor do tópico apenas relatou o ocorrido. Se o fato foi positivo ou negativo para a empresa, a única e exclusiva culpada é a própria empresa.

Não houve falta de respeito de ninguém aqui (pelo menos eu não notei).

Infelizmente a empresa perdeu muitos pontos com esse tópico, mas também já ganhou muito em outros tópicos.

Um aceno de longe!!!

vintagentleman
Veterano
# nov/12
· votar


MauricioBahia

Se não há diálogo, hoje em dia eu entro na justiça sem perdão, ainda mais que na minha família e círculo de amizades 90% é formada por pessoas ligadas a área jurídica. :)

Vou só coletando/registrando provas. É por isso que faço tudo por e-mail.


É exatamente a minha situação e a minha conduta. Tenho duas cunhadas advogadas. Eu escrevo as petições, elas assinam e tchau...

Ou a coisa é certa comigo ou é no pau (Justiça)...

Jinkxs
Veterano
# nov/12
· votar


Lelo Mig

Acredito que se ele quiser fazer um review e dizer que o instrumento é ruim, tá certo.

Agora sou contra publicar casos de reclamações comerciais, mesmo que seja este um forum de guitarra.

Sem julgar um lado ou outro, existe o Procon, existe o Código de defesa do Consumidor, existe a justiça.... são vários locais e instâncias onde a pessoa pode se manifestar. A sociedade não está desamparada.

Vejo o FCC como um local para outro tipo de conversa.

Olha.... muita gente pode ser contrária a minha opinião. Tudo bem.... não sou responsável pelo Forum, não sou moderador.

Que se faça a vontade da maioria então.....

Você não pode enviar mensagens, pois este tópico está fechado.
 

Tópicos relacionados a Minha experiencia coma walczak: problemas e mais problemas.