Tutorial rápido: regulagem de tensor, altura das cordas, oitavas e altura dos captadores.

Autor Mensagem
zpproducoes
Veterano
# ago/12
· votar


http://www.youtube.com/watch?v=8CLajY0TdC0

Agora a parte 2 da minha outra postagem. Acho que esses dois vídeos darão mais uma luz pra galera que não viu esses vídeos no youtube!

Abraços a todos!

salesguitar
Veterano
# nov/12
· votar


1h de espera pro tensor agir? 20 ou 30 min???

eu espero 20 ou 30 segundos e sempre funcionou normal... o que eu geralmente faço é logo depois de regular a guitarra, dar um coro bacana nela, pelo menos uns 30 min tocando direto... depois dou uma conferida na regulagem, principalmente no tensor... algumas vezes é preciso dar uma ajustadinha e depois é correr pro abraço..

pelo menos comigo tem funcionado muito bem assim nas minhas guitarras e nas guitarras cobaias dos meus amigos.

LuggBcando
Membro
# jun/13
· votar


Show..está otimo esse topico..
esclareceu todas as minhas dúvidas sobre regulagens..

Alcathraz
Veterano
# jun/13
· votar


erico.ascencao

1) Coloque um capotraste na primeira casa.
2) Aperte a 6a. corda (mizão) na casa 17.
3) Olhe para os trastes 7 e 9 e veja que a corda não toca nestes trastes em nenhum momento. Meça a separação que há entre o topo do traste e a parte inferior da corda. A medida ideal é 0,25 mm.
- Se a distância for maior, gire o tensor no sentido horário.
- Se a distância for menor, gire o tensor no sentido anti-horário.




Isso serve para qualquer afinação?

e se a altura das cordas estão baixas? qual é o ponto de referencia para a altura das cordas sem estarem pressionadas?

PigO
Veterano
# jul/13
· votar


galera, o que se faz quando as cordas estao afinadas, as oitavas tbm e as nota pelo meio do braço sao desafinada? é no tensor que se mexe? como os luthier arrumam isso?

SkyHawk
Membro
# jul/13
· votar


Marcando

ALF is back
Veterano
# jul/13 · Editado por: ALF is back
· votar


PigO
Cara, a primeira coisa que vc tem q ver é se as cordas estão novas.
quando as cordas oxidam, basicamente elas "afinam¨(no sentido de "ficarem finas") no meio mas se mantém na espessura original nas pontas. Dessa forma, você afina a corda solta, mas quando toca ela em alguma casa, uma das extremidades dela (o contato da corda com o traste) está mais fino q a extremidade da ponte e isso gera uma afinação irregular ao longo da escala, chegando a ter até o q eu chamo de "efeito doublin", quando parece q vc toca uma nota e sai o som de 2 notas diferentes...uma "afinada" e uma desafinada...
então sugiro que vc avalie as condições das cordas (pq sei q tem gente q sua menos e acaba mantendo um único encordamento em 3 meses ou até bizarros 12 meses! óÒ) e, se vc notar que o problema não é o envelhecimento das cordas, ai pode começar a pensar em algo mais específico. Não sou luthier nem tenho muita experiencia com isso, mas no meu limitado conhecimento, só consigo ver as seguintes possibilidades:

- desalinhamento dos trastes? nesse caso, um traste fica maior que o outro e, ao pressionar em uma casa de traste alto, vc tem que "afundar" menos a corda comparado com um traste baixo e gasto...o "afundar" a corda ao pressioná-la acaba a desafinando sensívelmente (como um bend) e dessa forma, vc acaba tendo diferenças aleatórias de afinação ao longo do braço...pra isso ficar evidente ao tocar, precisa ser um problema bem acentuado, já sendo necessário um alinhamento dos trastes.

- colocação imprecisa deles? algo dificil de acontecer hoje em dia...se um dia sua guitarra afinou perfeitamente e hoje ela está assim, essa possibilidade está descartada.

- torção do braço? esse é grave hein...mas acredito que se fosse isso, nem daria pra afinar as oitavas direito!

nao sei o que mais pode ser cara...a minha sugestão é que vc veja se as cordas estão novas (mesmo que não aparentem muito desgastes, elas precisam estar novas!) e, não sendo este o problema, já leva no luthier para ele avaliar...uma retificação nos trastes deve resolver o problema nesse caso...o preço varia muito de luthier pra luthier, mas reserve ai uns 400 reais, dependendo do luthier que vc for!
lembrando q uma retificação de trastes é um serviço minuscioso e potencialmente destrutivo pra guitarra se vc pegar um "pseudo luthier" pra fazer...aconselho pegar referencias do cara e fugir dos malandros que cobrem duvidosamente pouco!

edit: não fuce no tensor por conta propria pra tentar arrumar isso, pois não vai resolver...apenas criará um novo problema!

diegomarinho_o
Veterano
# dez/13
· votar


Alcathraz
Quando se regula uma guitarra, já deve-se pensar na afinação que ela vai estar ( a maior parte do tempo)
uma guitarra regulada em G open pode ser afinada em outras afinações, mas só vai estar 100% regulada em G open

Todas as guitas que eu regulei até hoje segui este mesmo padrão ai

o ponto de referencia para ver a altura das cordas (de acordo com este tutorial) é o 12ª traste

OBS:.não sou luthier, sou o amigo de todo mundo que sabe arrumar guitarra rs

Will Bejar
Veterano
# dez/13
· votar


PigO
Isso serve para qualquer afinação?
Sim.

e se a altura das cordas estão baixas?
Dá na mesma, pq as cordas estarão pressionadas!!!

qual é o ponto de referencia para a altura das cordas sem estarem pressionadas?
No traste 17, a distância do topo do traste e ponto mais baixo da corda tem que ser entre 1,6mm (sugerido no site da Fender em Strat Care) e 2mm, depende de como vc gosta da ação... O ideal é deixar todas as cordas na mesma "altura" pra seguirem a curvatura da escala, e se eventualmente rolar um trastejamento, subir a corda em questão até que suma o trastejamento.

diegomarinho_o
OBS:.não sou luthier, sou o amigo de todo mundo que sabe arrumar guitarra rs
heuheuheuehuheuheuheu... somos dois!!! o/

Viniciuz
Membro Novato
# dez/13
· votar


Eu já havia visto esse tutorial, inclusive foi por ele que regulei minha guitarra pela primeira vez, mas me surgiu uma dúvida ao ver o tópico.

1) Coloque um capotraste na primeira casa.
2) Aperte a 6a. corda (mizão) na casa 17.


Pressionar a 17 casa, vale tanto para uma guitarra de 22 casas como para uma de 24?

diegomarinho_o
Veterano
# dez/13
· votar


Viniciuz

Você deve pressionar a casa que faz encontro com o corpo da guitarra
Geralmente nas 22 trastes é a 17ª e nas 24 trastes, a 19ª, MAS NÃO É REGRA!
Verifique como é na sua guitarra

diegomarinho_o
Veterano
# dez/13
· votar


Will Bejar

Nada contra o trabalho dos Luthiers, nunca vou conseguir a perfeição dos bons, mas sempre arrumei tudo meu que quebrava, com a guitarra não seria diferente rsrs

Já até fiz ligação elétrica inteira duma strato rs

To querendo postar no forum como [b]EU[/b] regulo as minhas guitarras, para ajudar o povo que quer se aventurar nas regulagens, tomara que não apaguem rsrs

Will Bejar
Veterano
# dez/13
· votar


diegomarinho_o
Acho válido. Mas no final das contas, vai ficar tudo seguindo o mesmo padrão, o que vai mudar é o processo... por exemplo, eu ajusto oitavas de ouvido. Mesmo com afinador, o julgamento final fica por conta da sua percepção, então, acho legal outras opções de como fazer cada ajuste.

Às vezes, eu prefiro fazer alguma coisa por conta... já tive que ver alguma coisa ou outra que o luthier não deixou 100% (tá, sei que ele DEVE deixar 100%, mas eu ficava tão puto que fazia por conta).
Pros meus amigos, eu ajusto numa boa!!! Se não descubro o que é, peço pro cara levar no luthier mesmo... =/

Kaah_lol
Veterano
# mar/14 · Editado por: Kaah_lol
· votar


Upando.
Gurizada, to com uma guita modelo Les Paul da Golden (das antigas, ótima guita) aqui.
To fazendo uns projetos com ela e, primeiramente, tirei o braço dela pra limpar e tal. Então aproveitei pra regular o tensor, porque o braço ta empenado demais (ela tem o braço parafusado).
Até agora, rodei o tensor em sentido horário duas vezes. Cada uma delas eu rodei 1/6 de uma volta completa (resulta em 1/3) e não vi resultado. Será que tem algum problema? Estou com medo de apertar demais o tensor.
Abraço!

EDIT: Mexi um pouco no tensor agora e percebi que estou usando o mínimo de força pra girar o tensor. Ele está solto demais?
Obs.: A guitarra, aparentemente, nunca foi levada a um luthier.

krixzy
Veterano
# mar/14
· votar


Kaah_lol
Amigo relaxa, o braço da sua guitarra n vai explodir, se vc girou e n viu resultados, e ta vendo que não ta fazendo força pra girar a chave então é obvio que o tensor estar totalmente folgado, quando vc começar a fazer força pra apertar ai sim o braço vai começar a entortar, e vc tem q fazer muita força pra conseguir estragar o braço. é só não exagerar na força, e vc nem vai precisar forçar muito pra deixar no ponto, e tenha certeza de estar girando a chave pro lado certo.

Kaah_lol
Veterano
# mar/14
· votar


krixzy

Po, valeu man, tava soando frio aqui kkkk
A guitarra é muito antiga e imagino que nunca tenham feito uma regulagem nela antes!
Mas se o tensor tá bem folgado, posso ir girando com cuidado (sentido horário) até começar a fazer um pouco mais de força pra deixar o braço mais reto? Não vai ter nenhum problema?

Eu pesquisei muito antes de fazer isso. Mas tem muita gente que fala como se a regulagem fosse "um bicho de sete cabeças". Ao girar e não ver resultado, achei que tinha cagado todo o braço haha
Abraço!

SkyHawk
Membro
# mar/14
· votar


Kaah_lol
Isso mesmo, faça exatamente isso e fica tranquilo.

krixzy
Veterano
# mar/14
· votar


Kaah_lol

Veja este video, vai deixar tudo mais claro pra vc.



Reiketsu
Membro Novato
# mar/14
· votar


Galera...aproveitando o tópico.

Na minha guitarra (LTD - modelo Les Paul) estou utilizando um jogo de cordas que chamam de "hibridas", nas quais das cordas Mi (mizinha) até a Sol são bordões do jogo 0.10 e da Ré até o Mizão são bordões 0.12 ...gosto de usar estas cordas devido a afinação q utilizo, toco em "Drop C".

Fiz alguns pequenos ajustes na ponte para a acertar uma altura legal nas cordas, pois estas são mto mais grossas e ficava pegando demais nos trastes ...consegui resolver parte deste trastejamento só na base da regulagem da ponte, porém, nas casas 1, 2 e 3 ele ainda persiste.

Nunca me atrevi a mexer no tensor mas andei dando uma olhada pela internet e resolvi verificar e fiz uma pequena alteração nele.
O trastejamento nesta região não sumiu, mas houve uma diminuição bem consideravel, o suficiente para não me incomodar ...mas reparei que o braço ficou um pouco concavo, mais ou menos do meio ateh a casa 12 ...a olho nu deu pra perceber uma leve barriguinha nesta regiao.

Ficou mto parecido com a ultima imagem destas ilustrações aqui:
http://customguitarprojects.co.uk/wp-content/uploads/2011/08/gene_neck s1-truss-rods.gif

Por via das duvidas, voltei o tensor na posição que estava antes e deixei ela la para ir atras de mais algumas informações, pq quebrei a cabeça com esta experiencia...pois eu precisei ficar com o braço um tanto concavo paras as cordas soarem da maneira que me agrade ahuahuahuhauahuhau

O que eu fiz está dentro das normas??? Um pouco de curva para fora é aceitavel????

Reiketsu
Membro Novato
# mar/14
· votar


Esquece! rsrsrs
Fiz outros ajustes aqui e tentei deixar o braço o mais reto possível, afinei, fiz o teste do 1º e ultimo (ou 17º) traste e ainda tive um espacinho livre entre a corda e o traste ...acho q o problema com os trastejamentos no inicio era outro! Pois agora com o braço mais reto tive praticamente o mesmo resultado sobre eles.

Agora chega! O ajuste ta ótimo! Problema resolvido! ahahahaha

Will Bejar
Veterano
# mar/14
· votar


Ei galera, tava lendo no site da Fender, e achei esse manualzinho pra "pré-ajuste" de oitavas.

INTONATION (ROUGHING IT OUT)
You can preset the basic intonation of your guitar by taking a tape measure and measuring from the inside of the nut to the center of the 12th fret (the fret wire itself; not the fingerboard). Double that measurement to find the scale length of your guitar. Adjust the first-string bridge saddle to this scale length, measuring from the inside of the nut to the center of the bridge saddle. Now adjust the distance of the second-string saddle back from the first saddle, using the gauge of the second string as a measurement. For example, If the second string is .011" (0.3 mm), you would move the second-string saddle back .011" (0.3 mm) from the first saddle. Move the third saddle back from the second saddle using the gauge of the third string as a measurement. The fourth-string saddle should be set parallel with the second-string saddle. Proceed with the fifth and sixth saddles with the same method used for strings two and three.

http://www.fender.com/support/articles/stratocaster-setup-guide/


Você pode pré-ajustar a entonação básica da sua guitarra tomando uma trena (fita de medida) e medindo do lado de dentro do nut (onde junta com a escala) até o centro da 12º traste. Dobre (multiplique por 2...rs) essa medida para achar o comprimento da escala da sua guitarra. Ajuste o saddle da primeira corda a este comprimento da escala, medindo do nut até o centro do saddle.
Agora, ajuste o saddle da segunda corda para trás do primeiro saddle, usando a espessura da segunda corda como medida referência. Por exemplo, se a segunda corda tem .011" (0,3mm), você deve mover o segundo saddle .011" (0,3mm) para trás do primeiro saddle.
Mova o terceiro saddle para trás usando a espessura da terceira corda como medida referência.
O saddle da quarta corda deve estar alinhado com o saddle da segunda corda.
Proceda para a quinta e sexta cordas usando mesmo método da segunda e terceira cordas.

(Se houver falhas na minha tradução, pode me corrigir).

Fiz esse teste na minha guitarra e achei bem interessante, inclusive pra quem troca os saddles e não tem nem idéia de por onde começar o ajuste das oitavas. É claro que é um pré-ajuste que ao final do processo precisa ser conferido do jeito que já postaram por aqui, com ajuda de afinador.

Espero que seja útil!!!

senshi
Veterano
# mai/15
· votar


Quando se ajusta as oitavas pelo APTuner 3.07 a corda E2 vira E3, a A2 vira A3... no 12º traste? Regulei tudo assim, E2 marcando 0.00 e no 12º traste E3 marcando 0.00. Está certo?

Ismah
Veterano
# mai/15
· votar


Aí sai mais um técnico rsrsrs

Cara o que é E2, E3, A2, A3 etc...? SEMPRE procure entender o que vc está medindo, e o que cada coisa significa, antes de tudo ok?!

Vamos lá...

APTuner 3.07

Se é o que tem pra hoje, vai ter que ser com ele. Mas se for pra fazer uma regulagem é bom considerar adquirir um pedal afinador de qualidade (ou se vc tiver grana suficiente um rack afinador rsrs).

Como em quase tudo, o melhor que seu bolso puder pagar - e o melhor NÃO é o mais barato! É aquilo que vc se sente confortável e seguro em usar.

a corda E2 vira E3, a A2 vira A3

Não vira, mas soa E3. Suponho que vc saiba correspondência C D E F G A B, o número ao lado da letra identifica a oitava da nota. Isto é, E2 significa o mi da segunda oitava do piano, e assim por diante.

no 12º traste?

Não sobre o traste, mas na 12 ª casa.

Mas por que ali? não poderia medir no 5, no 7?

Poderia, mas não seria o padrão. Na 12ª casa, a guitarra completa uma oitava completa (as 12 notas da escala cromática).

Alguns - eu - preferem afinar pelo harmônicos (afinar apenas na casa 7, oitavas verifico pela casa 12 também), eles geram medições mais precisas, por serem quase uma senoidal pura.

Mas há de se levar em consideração a pressão que o músico exerce na corda quando toca. Tem gente que amaça pão, tem quem segure um passarinho.

Está certo?

Está. Considere a altura das cordas também, se algo for mexido ali, a oitava também trabalha.

Ismah
Veterano
# mai/15
· votar


Will Bejar

Acho apenas perda de tempo todas essas medidas :P

Comece por afinar, estabilizar a afinação, e ajustar a altura das cordas. Então veja como está a oitava de uma das cordas do meio (G ou D), pois elas são as que mais fazem força. Se estivar acima ou abaixo vc sabe o que fazer. Cada vez que mecher no parafuso, afine a corda em seguida. Com a prática fica mais fácil. Levei 4 horas a primeira vez, hoje em 30~40min está feito, e 15~20min está revisado - na verdade desde que passei à fazer isso com harmônicos não cronometrei mais.

senshi
Veterano
# mai/15
· votar


Ismah
Valeu cara!
Então o Aptuner não é muito indicado para fazer esse tipo de ajustes? Porquê?

No caso da altura das cordas isso é pessoal ou tem uma regra? Os bordões ficando mais altos que as primas já tá valendo? Caso não, existe alguma ferramenta de medição precisa para esse fim sem ser uma régua de fato.

Malereis
Membro Novato
# out/15
· votar


A minha Danelectro ficou muito boa...
Regulei primeiro a altura das cordas como citou o amigo erico.
Ajustei o carrinho e ficou show.

Cordas novas é o ideal, mas não se esqueçam que se trocar e imediatamente tentar regular o carrinho, não vai dar certo.
A corda nova, após algum tempo, distende um pouco após tencionada.
Por essa razão, trocar as cordas e já tentar regular o carrinho, não afina nunca e muito menos as oitavas.
O ideal é trocar as cordas, dar uma afinada, mesmo com o carro desregulado, e esperar um dia para a distenção e acomodação final das mesmas... Aí parte para os ajustes finais da altura e das oitavas.

erico.ascencao
Veterano
# out/15
· votar


Malereis

O que eu tenho feito há algum tempo é instalar as cordas e laceá-las. O procedimento de laceamento é o seguinte:
1. Afine a corda.
2. Dê uns 5 puxões na corda, tomando cuidado pra não estourá-la.
3. Se a corda continuou perfeitamente afinada, ótimo, ela está laceada. Se não, volte para o passo 1.

Com as cordas laceadas, a afinação fica bem mais estável, aí dá pra fazer todas as demais regulagens.

Will Bejar
Veterano
# out/15
· votar


Ismah
passei à fazer isso com harmônicos
Harmônicos dão "gato". Pensando friamente, vc consegue extrair o harmônico um pouco antes e um pouco depois da casa 12. Eu usei bastante, e descobri que com afinador é mais negócio... hehehhee... harmônico, só em caso de emergência.

Acho apenas perda de tempo todas essas medidas :P
Depende, né? Imagina que o cara trocou os saddles e não tem nem ideia de onde mais ou menos eles deveriam estar. Vai pela medida, é um bom ponto de começo. No caso da corda E aguda, funciona uns 99% de acuracidade.

romulo528
Veterano
# 16/dez/18 22:49
· votar


Desenterrando o tópico pra não criar outro.

Galera, tenho uma dúvida. Na minha guitarra a altura das cordas vai aumentando desde a primeira casa até a última, fica como se fosse uma rampa. Tem como deixar da mesma altura desde a primeira casa até a última, pra ficar a mesma altura no braço todo ?

Drinho
Veterano
# 18/dez/18 11:05 · Editado por: Drinho
· votar


romulo528

Amigo ter tem mas antes de falar que dá pra fazer na sua o correto é você levar no luthier.....

existem variáveis como altura de saddles, altura de ponte, raio de escala e tensor que são calibradas em conjunto pra alcançar determinado padrão de regulagem......

se a sua guitarra for uma tonante provavelmente seja impossivel fazer isso....

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Tutorial rápido: regulagem de tensor, altura das cordas, oitavas e altura dos captadores.