Gostaria de saber mais sobre mixagem ou masterização, estou ficando louco!

    Autor Mensagem
    sandrokaza
    Veterano
    # fev/14


    Boa noite a todos. Estou trabalhando em cima de instrumentos orquestrais e ritmos sintetizados, porém, pela falta de conhecimento em mixagem, o som do grave ou dos Horns facilmente estoura, faz aquele barulho que treme a caixa de som, o que eu identifiquei como algo que não está correto. Espero que seja problema de mixagem. Eu não sei exatamente a diferença de mixagem e masterização, só queria saber se há um modo de lidar bem com as frequências exatas para cada instrumento soar de forma agradável durante a música.. se eu usar um BASS as caixas de som estoura também, cheguei a lidar 13 horas sem parar nesses equalizadores e nada consegui, já pesquisei sobre EQ Settings for Strings, brass, woodwinds.. mesmo assim o som continua uma merda.. os samplers que eu uso são os melhores do mercado.. se alguém souber me ajudar, por favor, me da umas dica! obrigado

    makumbator
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    sandrokaza

    Acho que você precisa começar pelo básico. Uma opção é esse livro:

    The Art of Mixing, de David Gibson

    Adler3x3
    Veterano
    # fev/14 · Editado por: Adler3x3
    · votar


    sandrokaza

    Em poucas palavras, é óbvio que muitos conceitos são bem amplos.
    Mixagem
    É a arte de misturar os instrumentos numa música, buscando o equilíbrio.
    Mixagem é mistura.

    Masterização
    É arte de preparar a gravação de uma música após a mixagem de forma a adequar para o formato comercial da mídia (cd, mp3 etc..) em que as pessoas vão ouvir.

    Instrumentos de orquestra
    Você disse que tem instrumentos de qualidade.
    Mas tudo depende e é relativo.
    Muito do que tem por aí exibindo uma qualidade não é qualidade.
    Muitos destes programas exageram no peso dos efeitos.
    Se os instrumentos realmente são bons necessitam de pouco uso de efeitos.
    É melhor atenuar certas frequências do que ficar tentando melhorar o timbre pela equalização
    Em cada track o instrumento tem que soar bem.
    No processo de mixagem em que vários instrumentos soam ao mesmo tempo, as vezes pode ser necessário pequenas correções de eq (bem sutil)
    Se usar EQ demais é um mal sinal de que na verdade o instrumento virtual não é bom.
    E não é bom porque existe uma tabela de frequências para os vários instrumentos, e porque nós temos que ampliar estas frequências?
    Deve-se ouvir o áudio utilizando um visualizador de frequências para detectar aonde podem estar os problemas.
    Muito pelo contrário, repito se o instrumento virtual é bom , não precisa de EQ (somente pequenos ajustes).
    Uma coisa é uma gravação de instrumentos reais e outra coisa é uma gravação de instrumentos virtuais. dois processos completamente diferentes.
    Não confunda o processo de gravação, por exemplo de um Violoncelo.
    Se você grava-se dependendo do teu sistema de gravação (microfones, placa de áudio etc.) um instrumento real, até que poderia necessitar fazer o uso destas tabelas..
    Mas no virtual não.
    Estas tabelas são uma mera referência, não que dizer que em toda mixagem, você tem que usar um eq e aumentar as frequências.
    Mas no caso do uso de instrumentos virtuais é um erro, pois se o instrumento é bom de verdade os desenvolvedores dos samplers já fizeram os ajustes necessários nas frequências que o instrumento abrange.
    Se os desenvolvedores já fizeram a EQ correta, porque você vai reforçar? só pode dar problema, efeito sobre efeito degrada o som.
    Assim se os graves estão estourando tem que atenuar certas frequências, volume etc..., e não jogar efeito sobre efeito.
    Esta de efeito sobre efeito pertence a música puramente eletrônicas, onde tudo é possível.
    Mas para instrumentos de orquestra muito do que se fala sobre mixagem e masterização não se aplica.
    Mas o problema pode ter origem na composição, experimente mudar as oitavas.
    Muitas vezes é erro de composição onde os instrumentos embolam, e para isto tem que atenuar e fazer pequenas variações no pan.
    Se os ajustes não derem certo é um forte sinal de que tem algo de errado na composição.
    E assim no processo todo simultâneo de composição/gravação as vezes temos que refazer toda a track ou linha da partitura.
    E mais uma vez repito: se o instrumento é bom, deve-se usar os próprios efeitos que vem nele, pois foram projetados para isto.
    Mas sempre de leve, os presets em sua maioria são muito carregados.

    Pan
    Não exagere não use pans extremos.

    Reverb
    Muito cuidado aqui, procure usar os reverbs do próprio instrumento, variando em cada um de modo a dar uma profundidade, mas nada de exagerado.
    Muito cuidado com reverb sobre reverb.

    Compressores
    Com instrumentos virtuais de orquestra não dão muito certo.
    Use moderadamente somente bem de leve na master track.

    Humanização
    É muito difícil humanizar o arquivo midi de instrumentos de orquestra.
    Aqui também tem que usar a sutileza, pois existem "N" formas diferentes de fazer isto.
    A humanização faz toda a diferença.

    Que samplers são estes que você diz que são os melhores do mercado?

    MauricioBahia
    Moderador
    # fev/14 · Editado por: MauricioBahia
    · votar


    makumbator: The Art of Mixing, de David Gibson

    Tinha em português, disponível na Internet (A arte da mixagem)! Super livro!

    :)

    makumbator
    Veterano
    # fev/14 · Editado por: makumbator
    · votar


    MauricioBahia

    É, eu tenho essa edição traduzida (e bem traduzida, por sinal).

    Vale a pena.

    Tem ele em vídeo também (em inglês):

    http://www.youtube.com/watch?v=TEjOdqZFvhY



    MauricioBahia
    Moderador
    # fev/14
    · votar


    makumbator

    Boa!!!!

    Adler3x3
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Este livro é muito bom é um verdadeiro clássico na questão.
    Passa um conceito de imagem de som.
    E nele se aprende que cada instrumento ocupa um certo espaço.

    MauricioBahia
    Moderador
    # fev/14
    · votar


    Adler3x3

    Li esse livro com "fome"!!! Aprendi muito.

    :)

    JotaEmidio
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Makumbator

    Vou procurar esse livro em português, me interessei.

    TG Aoshi
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    makumbator
    MauricioBahia
    Adler3x3
    Muitos agradecimentos!

    Também vou procurar pra ler mais tarde! =D

    sandrokaza
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Muito bom pessoal! obrigado pela vontade em ajudar! Parece que também varia de estilo de música. Eu fiz uma de natal e nem se quer estoura as caixas, posso aumenta-la no máximo que não aparece anormalidades ou caixas tremendo, mas isso porque eu mexi nas frequências, usei o Izotope Ozone 5, com a função Dynamics apenas, se eu desabilitar os plugins de Mixagem e Masterização o som fica uma bosta:

    https://soundcloud.com/sandrocasagrandejr/families-together

    Parece que se for uma música calma tem um jeito, de guerra tem outro e assim vai, por isso esse material que foi enviado aqui nos comentários pode ser muito útil pra mim entender do que se trata o mundo da mixagem. Obrigado mesmo! Vou tentar usar um Low-Pass Filter em cerca de 30Hz, segundo os membros da VSL Community, diz que isso retira muito ruido de baixa frequência, diz que "abafa", talvez de certo. Vou ir tentando, se eu conseguir eu compartilho com vocês aqui, caso alguém precise futuramente. É que é chato você saber que tem algo errado com o seu som e não poder fazer nada, por isso estou buscando melhorar bem nisso.

    Casper
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Caro sandrokaza:

    Ficou melhor que a minha:

    https://soundcloud.com/menegass/sinfonia-1-sinfonia-da-fratul

    papillon
    Veterano
    # fev/14 · Editado por: papillon
    · votar


    sandrokaza

    Como recomendarão ai, leia o livro a arte da mixagem e assista ao filme tbm!
    tenho, tanto o livro como o filme, traduzido em português tbm

    JJJ
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Cara, já falatam tudo aí, exceto uma coisa que me chamou a atenção. Essas caixas estourando, mesmo para uma mix ou master mal feita, tá meio esquisito.

    Se tá estourando demais pode ser que as caixas estejam subdimensionadas pro teu som ou até coisas mais básicas como falante rachado, por exemplo.

    Que caixas são essas? Estão ligadas como? Descreva o setup pra que o pessoal dê uma avaliada.

    MMI
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    sandrokaza

    Os graves sempre são a parte mais difícil, especialmente em homestudio. Você precisa ter um bom sistema de monitorização, a ponto de poder confiar no que está ouvindo. O problema é que geralmente não se pode confiar, ficando bem difícil. Geralmente se economiza nos monitores ativos e mesmo se não economizar, o ambiente não é bem tratado a ponto de permitir a boa reprodução dos graves. Fones de ouvido ajudam, mas a qualidade deles é primordial. Ou seja, a reprodução do seu som para mixagem e masterização precisa ser muito boa, é preciso investir nisso.

    Claro, tudo que se falou aqui pelos colegas é válido. Não basta ter um sistema de reprodução confiável, um ambiente bem tratado, é preciso conhecimento e prática. A prática vem com o tempo, sugiro acompanhar estúdios, trocar ideias com gente experiente, além de não fazer sozinho - ter alguém para ouvir e dar opiniões sempre é bom, mesmo com gente extremamente experiente e até famosa, é bom ter criticas (construtivas). Quanto ao conhecimento, um excelente começo é o livro que foi indicado. Só tome cuidado, um bom som tem vários caminhos para se conseguir chegar, não existe uma verdade absoluta. O livro é muito bom, mas tome cuidado com youtube e coisas na internet - tem muita gente medíocre que se promove, falam até bobagens. O lance é praticar, se informar e achar a sua verdade.

    Vou tentar usar um Low-Pass Filter em cerca de 30Hz, segundo os membros da VSL Community, diz que isso retira muito ruido de baixa frequência, diz que "abafa", talvez de certo.

    Você quer dizer um hi pass... Depende do instrumento, esse filtro pode ser 30, 80, 100, 120... Depende do instrumento, depende da mix. De novo, experimente e se informe sobre o assunto. É bom, dá certo.

    Abraço

    Jabijirous
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    sandrokaza

    Qual é teu monitor de referência?

    sandrokaza
    Veterano
    # fev/14 · Editado por: sandrokaza
    · votar


    "Cara, já falatam tudo aí, exceto uma coisa que me chamou a atenção. Essas caixas estourando, mesmo para uma mix ou master mal feita, tá meio esquisito.

    Se tá estourando demais pode ser que as caixas estejam subdimensionadas pro teu som ou até coisas mais básicas como falante rachado, por exemplo.

    Que caixas são essas? Estão ligadas como? Descreva o setup pra que o pessoal dê uma avaliada."


    Então, as caixas não são das melhores, são da SATE, é daquelas que acompanha um pequeno subwoofer junto, mas eu analisei as trilhas de um chegado meu, Sean Beeson, ele é um compositor renomado dos EUA ele usa instrumentos virtuais também, tudo no computador e quando toca nas minhas caixas de som, não estoura nada, fica limpinho o som e alto :/ haha é nisso que eu invoquei, estou buscando informações de possibilidades de eu ter um som assim também! mas como foi aconselhado ai em cima, eu vou buscar informação com algumas pessoas do ramo, estúdios, vou ler os livros e buscar aprender mais! porque eu vi que a caminhada é longa HEUAHUEAHUEA

    Jabijirous
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    sandrokaza

    É, aí complica!

    O lance vai ser você ouvir muita música para ter a referência da sonoridade.

    Eu raramente uso equalizador, a não ser quando tem uma frequência que me tira do sério!

    sandrokaza
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Exatamente, vai dar um trabalho muito grande, mas vale a pena.. Obrigado a todos que ajudaram, o pessoal aqui é muito bom!

    Ismah
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    sandrokaza

    posso aumenta-la no máximo que não aparece anormalidades ou caixas tremendo

    Isso significa que seu sinal clipou, coloque um limiter antes de exportar, e abaixe o volume até que ele clipe o menos possível. Se a música ficar com volume baixo, então comprima os picos, e dê ganho até ela bater em 0db. Pessoalmente deixo ela batendo em -0,1~-0,5dB.

    Menos volume, mais qualidade, a música que eu faço geralmente deixo natural, com os picos batendo em 0dB. Fica baixo, e parece ruim, pois estamos acostumados com a loudness war que eu e o Adler3x3, já debatemos num tópico.

    usar um Low-Pass Filter em cerca de 30Hz, segundo os membros da VSL Community, diz que isso retira muito ruido de baixa frequência, diz que "abafa"

    Geralmente se efetua o corte acima disso (lembre que ele é logarítmico e não linear), logo abaixo do fim do corpo do bumbo (supostamente o instrumento mais grave nas músicas em geral), assim podendo se cortar na casa dos 50~70Hz.

    Meus sons não são os melhores exemplos, mas...

    http://palcomp3.com/DonIsmah/

    Ismah
    Veterano
    # fev/14
    · votar


    Casper

    Achei só a compressão exagerada.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Gostaria de saber mais sobre mixagem ou masterização, estou ficando louco!