Sobre feministas inseguras que censuram comentários em sites jornalísticos.

Autor Mensagem
Edward Blake
Membro Novato
# dez/15 · Editado por: Edward Blake


De vez em quando, acesso portais de notícias como o Terra e, às vezes, leio notícias de teor progressista descoladex (p. ex., mulheres que fazem produção independente, largam os filhos em uma creche e acham isso as mil maravilhas).

Sempre que leio tais notícias, me dá uma vontade enorme de fazer um comentário mandando a real (i.e., desconstruindo a argumentação feminista, questionando o verdadeiro motivo de as mulheres levarem esse estilo de vida e fechando com chave de ouro falando alguma coisa sobre tetas caindo).

Sempre que faço esse tipo de comentário, no entanto, acabo sendo censurado. O estranho é que eles publicam todo tipo de comentário merda lá (gente xingando, esbravejando, trollando de forma sem-noção, etc.). Mas o meu comentário -- uma obra de arte em termos de trolling, modéstia à parte -- não é publicado. Provavelmente o que eu disse deve ter pisado forte no calo de alguma frustrada lá.

Por essas e outras que gosto de livros e nunca me baseio em imprensa nenhuma para formar opinião. Como diria um finado usuário daqui, "toda hegemonia é baseada em mentiras".

One In A Million
Veterano
# dez/15
· votar


Cara, ninguém liga pra seção de comentários desses sites, para de choro.

makumbator
Veterano
# dez/15 · Editado por: makumbator
· votar


Edward Blake
Por essas e outras que gosto de livros e nunca me baseio em imprensa nenhuma para formar opinião.

Mas editoras são um negócio como qualquer outro, e também fazem uma censura própria dentro dos parâmetros que eles como empresa consideram mais apropriado publicar e de que forma fazer isso.

Não difere muito da imprensa comum (e inclusive muitas grandes editoras pertencem a grupos de mídia com ramificações jornalísticas). É tudo parecido. E imprensa não está aí pra ser imparcial ou qualquer outra bobagem parecida que muita gente procura.

Bizet
Veterano
# dez/15
· votar


Porra, toda hora eu te confundo com um usuário racional daqui. Quase te respondo a sério, pqp

Antes eu tinha problema de ler o post antes do usuário e acabar lendo muita porcaria sem necessidade (tipo quando eu tentava enfiar a razão à força na cabeça do bruno), aí me forcei a aprender a ver o nick primeiro, só que quando confundo os nicks é foda, que merda. Li seu post todo com a sobrancelha levantada tentando entender por que aquele usuário tava falando como um retardado, quero meu minuto de volta, msntp.

No mais, você não é bom o suficiente pra pisar no calo de ninguém, champs. Mas essa galeróide tosca com certeza pisou no seu, pra você vir adicionar mais um capítulo ao lacrimologum OTense, que já é exageradamente extenso. É pós-natal, cara, vai comer um resto de peru, ou colocar um de plástico na bunda.

sallqantay
Veterano
# dez/15
· votar


makumbator

Nao. Até design de livro é diferente, é outra concepção

livro é muito mais segmentado e de nicho, para público pequeno (eventualmente um best seller, mas aí é acidente). Jornalismo tem que agradar largas fatias do populacho e se dobrar às modas correntes em maior ou menor grau

Edward Blake
Membro Novato
# dez/15
· votar


One In A Million
Cara, ninguém liga pra seção de comentários desses sites, para de choro.

Não é o comentário em si. É o princípio.

makumbator
Mas editoras são um negócio como qualquer outro, e também fazem uma censura própria dentro dos parâmetros que eles como empresa consideram mais apropriado publicar e de que forma fazer isso.

Sim, há censura em toda parte.

Mas livros acadêmicos geralmente têm mais compromisso com o rigor intelectual e, por isso, dão mais atenção à crítica e tem menos potencial de alienação. Tomás de Aquino, monge em plena Idade Média, ao analisar um problema X, fazia sempre questão de, antes de dar sua resposta definitiva a esse problema, refutar todas as objeções que os críticos pudessem levantar contra a ideia.

É óbvio que esse tipo de abordagem estimula muito mais o senso crítico do leitor do que a abordagem sensacionalista e escrota dos jornalistas.

Bizet
No mais, você não é bom o suficiente pra pisar no calo de ninguém, champs.

Quer fazer uma aposta? =)

sallqantay
Veterano
# dez/15
· votar


Mas PQP, comentar em portal jornalístico é o grau zero da trollagem

man up

d.u.n.h.a.
Veterano
# dez/15
· votar


Mas livros acadêmicos geralmente têm mais compromisso com o rigor intelectual e, por isso, dão mais atenção à crítica e tem menos potencial de alienação.

Obviamente no brasil não. Dá até desgosto tentar estudar (não sendo por conta própria) nesse país.

makumbator
Veterano
# dez/15 · Editado por: makumbator
· votar


sallqantay
livro é muito mais segmentado e de nicho, para público pequeno (eventualmente um best seller, mas aí é acidente). Jornalismo tem que agradar largas fatias do populacho e se dobrar às modas correntes em maior ou menor grau

Mas nada disso torna o livro comercial mais livre e ao bel prazer do autor, pode até ser ao contrário, uma vez que o público é bem menor (errar em um lançamento de literatura é ainda mais perigoso economicamente que um jornal diário fazer um deslize de vez em quando). A censura que me refiro é muito mais para formatar o pensamento e apresentação dentro da filosofia que a editora considera adequado do que a censura tradicional, sem contar que o trabalho de definir o que publicar já é por si só um reflexo do que a empresa considera viável economicamente e "correto".

Edward Blake
É óbvio que esse tipo de abordagem estimula muito mais o senso crítico do leitor do que a abordagem sensacionalista e escrota dos jornalistas.

Mas jornalismo (principalmente diário) é de certa forma mais sensacionalista mesmo (muitos desses portais são uma espécie de fast food de notícias). Entretanto, boa parte dos jornais tradicionais não considera a parte de comentários de seus sites como conteúdo realmente jornalístico (alguns pelo mundo afora até não tem esse espaço, justamente por causa dos problemas que você relata).

Até aqui no Brasil tem jornal que pensa em limitar ou eliminar esses comentários (que no fim se tornam apenas um poço de reclamações, xingamentos, spam e propaganda ideológica muitas vezes sem nenhuma relação com o assunto do artigo).

Edward Blake
Membro Novato
# dez/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


Bizet
Antes eu tinha problema de ler o post antes do usuário e acabar lendo muita porcaria sem necessidade (tipo quando eu tentava enfiar a razão à força na cabeça do bruno), aí me forcei a aprender a ver o nick primeiro, só que quando confundo os nicks é foda, que merda. Li seu post todo com a sobrancelha levantada tentando entender por que aquele usuário tava falando como um retardado, quero meu minuto de volta, msntp.

Ok, vamos animar um pouco esse fórum.

Você precisou de 1 minuto para ler um post leve e humorístico de 15 linhas (o que dá uma média de 4 segundos por linha de texto, que é uma média bem baixa).

Isso, por definição, significa que você tem sérias dificuldades de leitura. E ter sérias dificuldades de leitura significa, por definição, que você tem sérias dificuldades em absorver informação nova -- o que, por definição, significa que você tem problemas de a) atenção ou b) cognição.

Considerando que você entrou no tópico apenas para manifestar sua indignação e dizer que eu não sou especial (clichê dos clichês quando se quer intimidar alguém), isso significa que o meu post despertou bastante a sua atenção. Logo, a sua dificuldade de leitura não é um problema de atenção, mas, sim, de cognição (i.e., QI baixo).

E, se você tem um QI baixo, isso significa, por definição, que você é profissionalmente inepto e, atualmente, está desempregado ou subempregado.

Considerando ainda que você é presunçoso o suficiente para querer enfiar a razão à força na cabeça de outro usuário, isso significa que ter QI baixo é motivo de intensa frustração existencial para você (sofrimento análogo ao de nascer com o pipi pequeno).

E se você está desempregado/subempregado e sofre de frustração existencial, isso significa, por definição, que a sua companhia é intragável e você não come ninguém -- exceto se tiver a cara do Brad Pitt, o que eu acho improvável, pois, se fosse esse o caso, você seria ator de novela, modelo de cueca, garoto de programa, alguma coisa do tipo, e não uma pessoa de baixo QI tentando “enfiar a razão à força” na cabeça de outro usuário de um fórum anônimo da internet.

Ou, para resumir a história: recalque ao cubo.

Errei alguma coisa?

(Antes que perguntem, ganhei de Natal um box de House M.D. e, por isso, estou nessa vibe)

Wade
Membro Novato
# dez/15
· votar


Vergonha alheia foi nos confins do espaço e voltou agora.

brunohardrocker
Veterano
# dez/15
· votar


Com aquelas mina que só reivindicam umas parada, eu sou bem de boas.

As ativistas, que cursam humanas, que participam de coletivos, que cospem fogo de histeria por aí, merecem passar por isso:

https://fbcdn-photos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xtf1/v/t1.0-0/p480x48 0/2024_1651582595109180_533173013043553269_n.png?oh=a014c73862fd31b6b9 b1b27e0fb15100&oe=570BA4EF&__gda__=1460679082_269c5a68f3410e65ac3482f2 ae20b6fd

https://fbcdn-photos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xaf1/v/t1.0-0/p480x48 0/10348614_1651563748444398_8504440433472189082_n.jpg?oh=af574f5ac462f 88b66d44a74f2babff0&oe=5703628A&__gda__=1460365702_b00c36d135378af19aa 46266dd954ed8

https://fbcdn-photos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfa1/v/t1.0-0/p480x48 0/11229_1651228905144549_5205032042791504018_n.png?oh=1a71af971b7bf86e 73afed927de66789&oe=572230BE&__gda__=1456852509_cdcf12f5b4f1b14580f1ac 8f6068a29c

https://fbcdn-photos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpa1/v/t1.0-0/p480x48 0/944345_1651131225154317_926605338437782169_n.png?oh=b81667510fb01aed 9344aaa17e9f587b&oe=57141AA9&__gda__=1460250694_72b9180213a6260e988b71 2525a420da

Pedro_Borges
Veterano
# dez/15
· votar


Edward Blake

Kkkkkk. Humilhou legal. Tu só esqueceu que a figura em questão é esquerdopata e tudo indica que teve que ficar no meio acadêmico (não encontrou outro mercado) dando aula de lorota numa faculdade dessas em que grande parte dos docentes estão ali no esquema pró-forma, pra cumprir tabela.

Bizet
Veterano
# dez/15
· votar


Ok, vamos animar um pouco esse fórum.

Você precisou de 1 minuto para ler um post leve e humorístico de 15 linhas (o que dá uma média de 4 segundos por linha de texto, que é uma média bem baixa).


Caralho...

cringe

Que resposta de fedorão, cara.

(Antes que perguntem, ganhei de Natal um box de House M.D. e, por isso, estou nessa vibe)

Meu deus, que indigno...

Pedro_Borges

Academia não é um mercado. Conhecimento não se vende, se distribui... Eu sou "pensionista" e tenho uns imóveis aí, faço o suficiente pra uma sobrevivência confortável e gasto meus dias trabalhando de voluntário com alunos de escola pública numa fundaçãozinha daqui (sou formado em sociologia, dou aulas "particulares" de filosofia, história e geografia pros alunos que tiverem interessados). Minha vida é de espalhar conhecimento a quem precisa (apesar de você também precisar, mas de você eu cobro), lógico que sempre que possível explicando como a vida que eles têm é culpa do grande capital, que vive da exploração do trabalhador mais humilde, numa cadeia nefasta que desrespeita o ser humano em sua própria essência. Iluminar a mente de jovem pobre e trazê-los à luta é uma coisa extremamente digna, então exijo o devido respeito à minha profissão, ok?

Claro que nem sempre dá certo, as forças da alienação capitalista entram até na cabeça de quem sofre, como se fosse algum tipo de síndrome de estocolmo, mas eu faço o possível e, sinceramente, apesar de desprezar homenagens, bem que gostaria de receber o devido valor, então por favor!

Tu é só um coroa qualquer, que vai dia e noite de sapato pro escritório, alimenta o bolso do seu patrão (ou pior, você é o patrão) e fica satisfeito por poder comer "cada vez mais um pouco de filezinho" no final de semana, cara. Não enxerga como isso é triste? Sua vida é um absurdo alicerçado na pobreza da natureza incrementativa de um poder de consumo vazio, tu é uma casca, um autômato, uma engrenagem de uma máquina, capaz apenas de responder aqueles que estão no controle das manivelas... Tome a pílula vermelha. Acorde.

Seu sistema matou bilhões e mata até hoje. Espero que o Grande Pai coreano e o Raul não cedam, são as últimas velas acesas na escuridão trazida pelo capitalismo, e que venham mais velas no futuro até que o trabalhador desesperado consiga comparar seus pés descalços e rachados aos sapatos de couro de seus patrões. Só então ele terá capacidade de enxergar seu próprio sofrimento e o mundo passará pelas transformações necessárias.

E você que tente assoprar as velas. Eu costuro sua boca.



Viciado em Guarana
Veterano
# dez/15
· votar


Li seu post todo com a sobrancelha levantada tentando entender por que aquele usuário tava falando como um retardado, quero meu minuto de volta

Se fodeu! hauhauahauhauhauahuahuahauahuahua!


brunohardrocker
Você vai ficar doente acompanhando essas páginas aí.

sallqantay
Veterano
# dez/15
· votar


makumbator

Essa censura é de forma, e nao de conteúdo.

Edward Blake
Membro Novato
# dez/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


- QI baixo;

- Desempregado;

- Come-ninguém;

- Faz pose de sociólogo militante de esquerda -- o que é mentira, pois, a) se ele fosse militante de verdade, teria citado a China, a Rússia ou algum governo bolivariano da América do Sul, ou a Comuna de Paris, ou algo do tipo, e não os cus do mundo da Coreia e de Cuba que ninguém leva a sério; b) se ele fosse sociólogo de verdade, saberia que a competição por espaços na academia é muito mais acirrada, elitista e cruel do que no mercado capitalista, seria uma pessoa ainda mais frustrada do que é e não teria ânimo para fazer piadinhas com Cuba e Coreia.

- Admite, ele próprio, que vive de renda alheia em caráter permanente.

Conclusão: é um desocupado clássico, no estilo Big Lebowski.

Errei alguma coisa?

brunohardrocker
Veterano
# dez/15
· votar


Viciado em Guarana
Você vai ficar doente acompanhando essas páginas aí.

Essas aí estão dando rage em todas as postagens.

brunohardrocker
Veterano
# dez/15
· votar


Edward Blake

Errou tudo. Pra mim ele é só mais um piá de predio que adora piscina.

st.efferding
Membro
# dez/15
· votar


Cara, porque você não usa seu grande intelecto para coisas mais proveitosas?

Poucos aqui podem negar a sua capacidade em analisar, desconstruir e posicionar-se diante de um determinado tema. O problema, a meu ver, é o foco (= temas) aos quais você se dedica e que temos acesso. Este comportamento oscilatório (desde topos como http://forum.cifraclub.com.br/forum/11/325369/ até abismos como este tópico) me faz duvidar seriamente do seu futuro em qualquer domínio além de sua zona de conforto atual. Ajude-nos a retornar com os assuntos bons, para o bem deste agonizante fórum.

o/

Wade
Membro Novato
# dez/15
· votar


Zakk é tão político. Politicamente azedo, quero dizer.

Black Fire
Gato OT 2011
# dez/15
· votar


Eu sou "pensionista" e tenho uns imóveis aí

És um burgues parasita. Obviamente será eliminado no eclodir da revolução proletária.

Insufferable Bear
Membro
# dez/15
· votar


Eu acho que o inseguro é você.

brunohardrocker
Veterano
# dez/15
· votar


st.efferding

Quando ele dizia estudar na alemanha e estar desenvolvendo uma tese de 700 paginas, nada me levava a crer que o destino seria esse.

daimon blackfire
Membro Novato
# dez/15
· votar


Eu acho que esse tópico é inútil.

Black Fire
Gato OT 2011
# dez/15
· votar


O maluco é tipo uma mistura do Lenin com o Sr. Barriga.

st.efferding
Membro
# dez/15
· votar


brunohardrocker

Também não. Ademais, escrever (+ apresentar aos leitores) e falar no OT que escreveu uma tese de 700 páginas, provavelmente na língua nativa da instituição que fomentou tal pesquisa, é como comparar o market value da Apple com o índice equivalente de alguma startup de quintal cuja logomarca apareceu no Kibeloco.

Edward Blake
Membro Novato
# dez/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


st.efferding
brunohardrocker

O que eu ando estudando nos últimos tempos (direito, psicologia e política internacional) não tem muita relação com o OT.

A verdade é que ando me sentindo meio deslocado no Brasil. É meio complicado você passar a sua juventude inteira se educando com literatura dos EUA e da Europa (já li livro escrito à mão em letra gótica) e depois voltar para cá e tentar estabelecer relações com gente que paga 200 paus para ver um show do Luan Santana ou do Wesley Safadão.

Você se sente “puxado” de um lado para o outro: a sua identidade pessoal diz uma coisa, mas a cultura brasileira diz outra. O resultado é o comportamento oscilatório que você mencionou.

Por essas e outras que estou pensando em ir embora de vez daqui.

sallqantay
Veterano
# dez/15
· votar


Edward Blake
O que eu ando estudando nos últimos tempos (direito, psicologia e política internacional) não tem muita relação com o OT.

abre um tópico ae, sempre tem alguém que manja de alguma coisa por aqui

Wade
Membro Novato
# dez/15
· votar


http://youpix.virgula.uol.com.br/wp-content/uploads/2012/01/ui.jpg

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Sobre feministas inseguras que censuram comentários em sites jornalísticos.