Medico chama a policia após atender jovem que fez aborto na grande SP

Autor Mensagem
brunohardrocker
Veterano
# fev/15


Agora um caso diferente sobre o tema.

Envolve aqui: assassinato de criança x lei x sigilo médico e tudo mais que vós quereis acrescentar.

A Folha não deix colar o conteúdo e tem limite de acessos, boa sorte com o link:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/02/1592839-medico-chama-po licia-apos-atender-jovem-que-fez-aborto-na-grande-sp.shtml

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


Minhas considerações:

> A mulher deve ser presa.
> O homem que não assumiu a criança deve ser preso.
> O médico agiu corretamente: quando algo infringe a lei, ele deve comunicar as autoridades como cidadão comum.

sallqantay
Veterano
# fev/15
· votar


De onde eu venho, X9 vira peneira em dois palitos.

confusão aborto-assasinato é analfabetismo severo

alexandrecoppo
Veterano
# fev/15
· votar


Nem sei o que dizer.

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


sallqantay

Neste caso até os abortistas que se baseiam na 'formação do sistema nervoso centrar' para o inicio da vida do individuo, tem por obrigação lógica se posicionar contra os demais abortistas: a criança tinha 4 meses na barriga da mãe.

A não ser que dê um tilt no cérebro destes, e de repente eles passem a pensar como os abortistas mais irrestritos só pra defender a legalização do assassinato no útero.

kiki
Moderador
# fev/15
· votar


"Avisei meu parceiro da gravidez, mas ele não quis saber. Não tinha condições de ter um filho sozinha."

situação 1: se ela tivesse tomado os remédios e não tivesse tido complicações, o que isso teria influenciado na vida do resto do mundo?

situação 2: se ela tivesse tido complicações mais fortes e tivesse morrido, o que isso teria influenciado na vida do resto do mundo?

situação 3: se houvesse um serviço legalizado com uma triagem sem julgamentos morais talvez ela tivesse procurado antes.

Viciado em Guarana
Veterano
# fev/15
· votar


Mó X9

Black Fire
Gato OT 2011
# fev/15
· votar


O código de ética obriga a encobertar crimes?


situação 3: se houvesse um serviço legalizado com uma triagem sem julgamentos morais talvez ela tivesse procurado antes.


Podia ter um serviço de eliminação de mendigos também, sem julgamentos morais, olha que mundo bonito.

Black Fire
Gato OT 2011
# fev/15
· votar


Na moral, eu duvido que alguém aqui já tenha estudado de verdade o problema ético do aborto (para além de Mary Anne Warren e outros sofistas). Vou acompanhar o tópico pra ver como a omnisciência inata lida com o tema.

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


kiki
situação 1: se ela tivesse tomado os remédios e não tivesse tido complicações, o que isso teria influenciado na vida do resto do mundo?


Sei lá, tem muitos crime cometidos na mais absoluta surdina que ninguém nunca descobre e influenciam tão somente a vida de pelo menos um individuo.

situação 2: se ela tivesse tido complicações mais fortes e tivesse morrido, o que isso teria influenciado na vida do resto do mundo?

O médico esteve lá para salvá-la, como dever da sua profissão. Neste caso a influencia seria sobra a vida dela, que seria perdida, mas não foi. Infelizmente a do bebê não deu tempo.

situação 3: se houvesse um serviço legalizado com uma triagem sem julgamentos morais talvez ela tivesse procurado antes.

Não deve ser função da medicina matar pessoas.

Me Wise Magic Jr.
Veterano
# fev/15
· votar


Se a mulher em questão estivesse lendo livros de receitas e aprendendo a cozinhar e o rapaz estivesse carregando baldes de cimento isso não teria acontecido...

O medico deveria esconder o fato? Se por exemplo um homem troca tiros com outro, mata alguém e é ferido, o medico que vai tratar esse ferimento não deve comunicar a policia?

Todos que defendem o livre direito de aborto e criticam o medico apelando para confidencialidade não passam de moderninhos, querendo fazer tudo parecer normal... malditos

john s mill
Membro
# fev/15
· votar


a mãe e o pai deveriam ser punidos imo, a única discussão que eu vejo é sobre o sigilo médico-paciente, a questão é se juridicamente o aborto está no mesmo patamar de um homicídio doloso - o que configuraria um crime de ação pública, caso contrário, o médico infringiu a lei.

"O revelar segredo médico sem justa causa ou dever legal, causando dano ao paciente, é crime!

A justa causa exprime, em sentido amplo, toda a razão que possa ser utilizada como justificativa para a prática de um ato excepcional, fundamentado em razões legítimas e de interesse ou procedência coletiva. Assim, entende-se como uma razão superior relevante do que seria, a princípio, uma falta. Como exemplo de justa causa para a revelação do segredo médico, temos o peculiar caso de um candidato ao preenchimento de uma vaga profissional como motorista de transporte coletivo, sendo portador de epilepsia. Nesse caso, o Médico do Trabalho da empresa contratante, respaldando-se na justa causa como preservadora dos direitos individuais das pessoas que se utilizam dos serviços de transporte coletivo desta, ao comprovar a doença, deverá comunicá-la aos seus administradores para que estes tomem a decisão de não contratar o referido candidato.

O dever legal se configura quando compulsoriamente o segredo médico tem de ser revelado por força de disposição legal expressa que assim determina. Cita-se como exemplo: atestado de óbito, notificação compulsória de doença assim considerada e outras situações adiante anotadas. Nestas ocasiões, somente revelará o diagnóstico e não tecerá outros comentários.

Situação específica de revelação de segredo médico por dever legal que aflige cotidianamente aos médicos, é a comunicação de crime de ação pública, especialmente os ocasionados por arma, de fogo ou branca, e as lesões corporais que apresentem gravidade. Nesse caso, a comunicação deverá ocorrer à autoridade policial ou do Ministério Público da cidade onde se procedeu ao atendimento, observando a preservação do paciente."

john s mill
Membro
# fev/15
· votar


Me Wise Magic Jr.
O medico deveria esconder o fato? Se por exemplo um homem troca tiros com outro, mata alguém e é ferido, o medico que vai tratar esse ferimento não deve comunicar a policia?

nesse caso deveria avisar a polícia, porque é um crime de ação pública.

a questão é que há uma série de problemas ao quebrar o sigilo, não só éticos, mas no uso de tratamentos clandestinos gerando ainda mais mortes.

kiki
Moderador
# fev/15
· votar


brunohardrocker
Não deve ser função da medicina matar pessoas.
mas pra você tudo bem a medicina fechar os olhos para centenas de pessoas morrendo por ano por abortos clandestinos?

sallqantay
Veterano
# fev/15
· votar


Viciado em Guarana

O código de ética da favela é bem claro nesse ponto: pipoco no médico!

sallqantay
Veterano
# fev/15 · Editado por: sallqantay
· votar


Aliás, nego aqui nao entende porra nenhuma da realidade. Quantos procedimentos desse tipo (pós abortivo) um ginecologista faz ao longo do ano? Vários. Ele pode recusar uma paciente que chega sangrando no consultório? Nao

se para cada um deles o médico tivesse que reportar à polícia, simplesmente teria que perder mês no ano falando com advogados, juízes e essa porra toda que é a aporrinhacao do sistema judiciário. Impraticável

óbvio que ninguém faz isso.

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


kiki
mas pra você tudo bem a medicina fechar os olhos para centenas de pessoas morrendo por ano por abortos clandestinos?

Não é função da medicina combater, encarcerar, açougueiros de pessoas.

O que estaria ao alcance da classe médica é a conscientização das pessoas a respeito.

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


sallqantay
nego aqui nao entende porra nenhuma da realidade.

A argumentação do abortista é sempre essa: acontece, as pessoas fazem é inevitável, logo tem que ser legalizado.

Mas usam isso só para o aborto e não para outras situações, porque o aborto tá na agenda progressista e pronto.

LeandroP
Moderador
# fev/15
· votar


Todos que defendem o livre direito de aborto e criticam o medico apelando para confidencialidade não passam de moderninhos, querendo fazer tudo parecer normal... malditos

2

sallqantay
Veterano
# fev/15
· votar


brunohardrocker

Eu nao falei o que deve ser legalizado ou nao, só expliquei como as coisas ocorrem. E vao continuar a ocorrer.

Headstock invertido
Veterano
# fev/15
· votar


Ler esses argumentos pra defender aborto é melhor que ir no tópico das anedotas hahaha.

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


sallqantay

Quando um outro motoqueiro bateu atrás da minha moto, e por sorte eu não me feri gravemente (mas ele se feriu, chega (só por precaução, bater raios x pra ver se ocorreu uma fratura), policiais que colheram depoimentos das testemunhas no local, se dirigiram ao hospital para colher o meu depoimento.

Foi o caso que nenhum médico precisou entrar na história como testemunha ou denunciar algo as autoridades, os policiais mesmo foram atrás da ocorrencia.

Com o aborto pode ser feito de uma maneira parecida: sem que o médico denuncie, ele pode fazer o laudo sobre o que ocorreu exatamente como na realidade (atendimento a aborto), e caso as autoridade tomem conhecimento, podem investigar a paciente, solicitar o laudo e colher o depoimento do médico.

sallqantay
Veterano
# fev/15
· votar


brunohardrocker

Esses seu causo nao serve para nada, tu tá comparando coisas de natureza distinta.

Vai depender da boa vontade do médico. Se ele quiser passar por toda essa via legal, e perder um tempo considerável da vida dele.

Te digo que isso nao ocorre, e nao vai ocorrer. Pode ficar esperando.

sallqantay
Veterano
# fev/15
· votar


Aliás, o médico teria que perder seu tempo diferenciando abortos naturais dos provocados. Outra coisa que nao vao fazer, toma se a palavra da mulher por verdade e foda se.

bem vindos ao mundo real

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


sallqantay
Te digo que isso nao ocorre, e nao vai ocorrer. Pode ficar esperando.

Na matéria:

"inqueritos por aborto no Brasil são raros, mas dos poucos existentes, a maioria é denunciada por médicos."

brunohardrocker
Veterano
# fev/15
· votar


sallqantay
Aliás, o médico teria que perder seu tempo diferenciando abortos naturais dos provocados. Outra coisa que nao vao fazer, toma se a palavra da mulher por verdade e foda se.

A mulher foi atendida com hemorragia causada por uma substancia abortiva tomada, e o caso é de um feto de 4 meses.

bem vindos ao mundo real

Bem vindo.

TWT ICE
Veterano
# fev/15
· votar


médico cuzão

ninguém é obrigado dedar os outros

TWT ICE
Veterano
# fev/15
· votar


Black Fire

Na moral, eu duvido que alguém aqui já tenha estudado de verdade o problema ético do aborto


véio, pq tu é assim? hahahah

todo assunto tu acha que ninguém é bom o suficiente para discutir pq não possui estudo necessário

sallqantay
Veterano
# fev/15
· votar


brunohardrocker

e como você iria descobrir, se o exame da popoca fosse insuficiente, se o aborto foi natural ou provocado? Ia interrogar a mulher? Tu quer transformar um consultório medico numa delegacia? Tem noção da merda que é isso?

TWT ICE

Denunciado ao penta

makumbator
Veterano
# fev/15
· votar


TWT ICE

Veja bem, você só pode emitir uma opinião sobre o Black Fire após estudar ao menos 34 livros sobre o Black Fire.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Medico chama a policia após atender jovem que fez aborto na grande SP