Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Alien Amplificadores - Handmade Amps & Effects

      Autor Mensagem
      jmorello
      Veterano
      # abr/16
      · votar


      Galera, é o seguinte, eu tenho um Monster da Alien, o Ampli e perfeito, acabamento nem se fala, macaco veio, tu ta viajando (vc tem direito a isso também), mas a verdade é q nem meu peavey nem meu antigo marshall, tem o mesmo acabamento do Alien, pelo mais incrível q possa parecer, os caras capricham!

      marcosceron
      Membro Novato
      # 22/mar/18 16:37
      · votar


      Só vejo elogios para os produtos dessa empresa e acredito que sejam realmente bons, até por relatos pessoais que eu recebi.

      Mas acredito que eles tenham quebrado! Estou com uma tentativa de compra com a empresa desde maio de 2017 e até agora não recebi produto nem reembolso. E o contato é só enrolação! (Ao contrário do que se falava anos atrás, quando diziam que o atendimento costumava ser excelente)

      Se interessar, expliquei toda a minha situação no Reclame Aqui:

      https://www.reclameaqui.com.br/alien-amplificadores/quase-um-ano-sem-s olucao_zFC5PxRaZ-nFrNPA/

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 22/mar/18 20:17 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
      · votar


      marcosceron
      Eu tive essa mesma impressão, quando tiraram de catalogo vários modelos de amplificadores, uma pena.

      ogner
      Veterano
      # 22/mar/18 21:32
      · votar


      Eita!! Q merd@...

      Del-Rei
      Veterano
      # 23/mar/18 17:25
      · votar


      marcosceron
      Caramba, cara. Li sua reclamação... Realmente não esperava essa postura da Alien. Uma pena. Espero que tudo se resolva o quanto antes.

      Um aceno de longe!!!

      Releed
      Veterano
      # 23/mar/18 17:36
      · votar


      Pena... Conheci o Ronaldo (acho que era isso) quando ainda estava fazendo o primeiro amp da Alien.

      Puta cara legal.

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 23/mar/18 21:54
      · votar


      Uma pena mesmo...Eu até tentei entrar em contato com eles sobre o clone do JTM45 que eles faziam mas nunca tive retorno. Pelo menos não foi grana investida.

      macaco veio
      Veterano
      # 24/mar/18 12:54 · Editado por: macaco veio
      · votar


      Pois é! e meteram o pau ne mim lá no início. Puxa vida! eu so disse que não gostava porque achava o ampli tosco. Oh lingua em macavo veio! Não precisava quebrar a fábrica não.

      Lelo Mig
      Membro
      # 24/mar/18 13:55
      · votar


      Não adianta...infelizmente a indústria nacional relacionada a instrumentos musicais nunca vai prosperar...

      https://www.reclameaqui.com.br/indices/lista_reclamacoes/?id=wUFhEOWIs h-zqgk0&page=1&size=10&status=ALL

      Del-Rei
      Veterano
      # 24/mar/18 18:29
      · votar


      Ouvi comentário de que a Gato Preto está temporariamente com as atividades suspensas. A coisa não tá fácil não.

      Acho que hoje a maior parte do mercado nacional de amps está nas mãos do Pedrone e TMiranda. Vamos torcer pra esses não fechar também.

      Um aceno de longe!!!

      Del-Rei
      Veterano
      # 24/mar/18 18:49
      · votar


      Um print que recebi num grupo de Zap.

      http://i64.tinypic.com/tykx.jpg

      Parece que o Ronaldo teve um problema de hérnia há uns 2 anos e está com problemas pra trabalhar. Fechou mesmo.

      Um aceno de longe!!!

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 24/mar/18 19:38 · Editado por: SteveRayMorse
      · votar


      Del-Rei

      Poisé...dei uma pesquisada e parece que eles só continuaram com os pedais...amps realmente miou.

      gato preto também tá parado mas parece que vão voltar...mas até agora nada.

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 24/mar/18 19:43
      · votar


      Realmente é difícil imaginar a sustentabilidade do negócio aqui no Brasil..São equipamentos caros e diria até bem específicos em termos de timbres e aplicação. Em tempos onde é possível conseguir ótimos resultados com VSTs, modeladores e até os amps de Classe D é difícil justificar um investimento tão grande em somente um amp...Realmente é torcer para os que sobraram continuem na ativa.

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 27/mar/18 00:22
      · votar


      Fiquei lendo alguns dos comentários do inicio do tópico, realmente é difícil criar um produto no Brasil, e eu desacredito de muitos fabricantes também. Não são produtos ruins necessariamente por má fé ou falta de conhecimento técnico, mas um problema que todos vão passar é com fornecedores.
      Acho que componentes bons só se comprar com uma quantidade muito grande e torcer para não ter greve na alfandega, fiscal de sei la onde encher o saco ou sindicato pressionar.
      Eu montem um valvulado de 5W e fui obrigado a usar potenciômetros toscos,desses baratinhos que ficam em caixas nas lojas e você suja tudo a mão de graxa escolhendo os melhorzinhos, porque simplesmente é o que tem. Trafo de saída quase não se fabrica, até o de fonte tive problema pois não forneceu a potencia necessária e agora estou com um encostado aqui. Ai você ve amplificador que custa 1000 Trumps na guitar center chegar aqui com preços de um carro.
      Nessa bate o dilema: x reais em um amplificador nacional meia boca ou 4x reais em um importado bom. No final compra o made in china que aguenta ensaio.

      macaco veio
      Veterano
      # 27/mar/18 21:18
      · votar


      O problema é que o Brasil hoje é completamente dependente da China como fornecedor de componentes eletrônicos. Pra quem não viveu a época, o Brasil começou sua industrialização de eletro-eletrônicos nos anos 50 tendo seu ápice nos anos 70. Naquela época não havia importação e exportação como há hoje, cada país fabricava seus próprios equipamentos e seus próprios componentes, o Brasil teve uma digamos boa industrialização de componentes eletrônicos (maior do a da China nos anos 60), com abertura nos anos 90 o Brasil foi perdendo toda sua industria de eletrônicos, e quando voce deixa fabricar com o tempo vai se esquecendo como é que se faz de geração a geração. Naquela época se voce precisasse de um capacitor pra fonte voce ia na fábrica da Lorenzetti (essa mesmo que faz chuveiros) e comprava um, hoje tem que esperar um mes pra chegar um importado da China com direito a taxas e tarifas de envios etc. e ainda tem doido querendo investir em abrir fábrica de valvulados no Brasil como se estivéssemos nos anos 60.

      Lelo Mig
      Membro
      # 27/mar/18 22:19 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      macaco veio

      "com abertura nos anos 90 o Brasil foi perdendo toda sua industria"

      Esta é a herança de um País que mudava de plano econômico como quem muda de cuecas, que nunca investiu em educação, muito menos em ciências e tecnologias e que sua classe política, use farda ou terno, nunca fez nada além de roubar

      "e quando voce deixa fabricar com o tempo vai se esquecendo como é que se faz de geração a geração."

      E este é o legado de uma Nação sem memória, deteriorada por séculos de decisões erradas.

      Tranquilo Giannini foi um luthier excepcional. Não é exagero, sua história é de um profissional brilhante. Romeu Di Giorgio e Angelo Del Vecchio não ficavam atrás.

      Cadê o legado dessa gente? A música brasileira deve até as pregas pra eles e São Paulo não deu nem nome de rua a estes 3 pioneiros.

      Só com boa intenção e trabalho, não se leva uma tradição para frente. Não quando se tem uma politica economica te achacando o tempo todo.

      Se estas familias com tradição imensa não decolaram, o que dizer dos "Don Quixotes" que apareceram ao longo destas décadas.

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 29/mar/18 22:19 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
      · votar


      Lelo Mig
      E rua com nome de politico e militar tem aos montes.

      Achei este vídeo, sobre o inicio da malagoli que mostra como no Brasil sempre foi ruim fabricar coisas. Me assustei com a parte onde conta que quando se cortava madeira para fabricar guitarras escorria água na serra, de tão verde que estava, e vendia!
      A pouco tempo descobri que boa parte dos aparelhos de som nacionais eram projetos da JVC que eram comprados ou copiados, e Brasil.



      JoeCruzGuitar
      Veterano
      # 29/mar/18 23:07
      · votar


      macaco veio
      Pois é! e meteram o pau ne mim lá no início.

      Devia era agradecer a aula que tomou do cara.

      Lelo Mig
      Membro
      # 29/mar/18 23:52
      · votar


      Luiz_RibeiroSP

      Os irmãos Malagoli são outros pioneiros dos bons. Hoje a empresa esta nas mãos do filho do Carlos.

      Sempre fizeram coisas bem feitas (pra quem não sabe nos anos 60 e 70 a empresa deles era a Sound), e continuam fazendo.

      E seu know how de captadores vem de outro gênio paulistano o lendário "seu" Vitório da Capson.

      Ordinaire
      Membro Novato
      # 30/mar/18 19:43
      · votar


      Para quem curte handmades, tem uma nova marca começando que é a Abeid Custom. Tive a oportunidade de testar o AC50 e meus caros, apesar de não ser a minha praia (meu negócio é hi-gain) achei um puta amp foda e parece que o Roy Z também curtiu a sonzeira do bicho. O legal é que pra quem é de sampa, pode ir lá visitar a empresa e conferir os amps.

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 30/mar/18 22:43
      · votar


      Ordinaire

      Bom saber, eu descobri faz pouco tempo a NV amps e parece que fazem um baseado no Dumble que parece ser show. Me pareceu mais interessante até que o do Pedrone e Tmiranda, mas tenho impressão que o cara também não tá mais na ativa.

      Ramsay
      Veterano
      # 30/mar/18 23:39
      · votar


      SteveRayMorse
      Escutei o som do amp de 100W da NV amps no Youtube e achei que está mais pra Meteoro do que Dumble.
      O som em si não é ruim, mas, daí a comparar com um Dumble é um pouco demais.
      O fato é que o site da NV amps não é atualizado desde 2015. Será que eles ainda fabricam?

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 31/mar/18 00:32 · Editado por: SteveRayMorse
      · votar


      Ramsay

      Não sei se ainda fabricam...tenho a impressão que não. O vídeo que eu vi achei muito bom...mais interessante que os outros concorrentes que vi até agora com essa proposta. Não comparei com o Dumble, só disse que ele é baseado nele. Aliás, comparar com o Dumble acho que poucos tem como fazer...eu mesmo só vi em um estúdio uma vez...mas nunca nem toquei. A verdade que até grandes marcas como Two Rock e PRS soam diferentes, baseados em vídeos logicamente.

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 31/mar/18 03:00
      · votar


      Das fabricantes nacionais, a alien era a que eu mais achava bem feita. Não sei se produtos de linha das empresas famosas são muito diferentes, acho que a alien é até melhor em termos de montagem.
      O que me faz não confiar são os componentes disponíveis aqui, nunca vem cosia boa porque se vier vai custar o mesmo que um Mesa/Boogie.
      Essa estoria de que a fabrica esta mal, por problemas de saúde do Ronaldo não me convence. Me pareceu que a crise começou depois das eleições de 2014, onde o dólar foi para 5$ e começou vir a tona vários podres da politica. Muitas empresas quebraram, essa deve ser mais uma.

      Lelo Mig
      Membro
      # 31/mar/18 12:01
      · votar


      Luiz_RibeiroSP

      "Essa estoria de que a fabrica esta mal, por problemas de saúde do Ronaldo não me convence."

      Cara, é o que eu sempre digo por aqui, o que mata a "indústria" nacional no ramo de instrumentos é a total falta de estrutura. Sejam fabricantes de eletrônicos sejam luthiers...os caras vivem quebrando.

      Infelizmente não podemos chamar de indústria, é tudo fundo de quintal, neguinho vende almoço pra comprar janta.

      As vezes até começam bem, mas primeiro problema, um cliente que dá calote, os caras já emperram todas as encomendas da fila, atrasam, começam a não entregar e .... Cansamos de ver este filme.

      Mesmo que o problema de saude seja verdade. Como pode se sustentar uma empresa que se voce adoecer ela quebra?

      Del-Rei
      Veterano
      # 31/mar/18 16:29
      · votar


      Lelo Mig
      Luiz_RibeiroSP
      Chega um ponto que os caras já começam a aceitar encomendas com pagamentos antecipados mesmo sabendo que não vão dar conta - porque precisam do dinheiro. Talvez uns façam de má fé, e outros porque são enrolados. Só que a partir daí a coisa degringola e é difícil restabelecer.

      Imagino que o cara esteja cheio de dívidas, contas atrasadas... Aí aparece alguém querendo comprar um produto dele. É claro que ele aceita, mesmo sabendo que não vai entregar a tempo - se é que vai entregar. A partir daí, o comprador só vai reaver o dinheiro se tiver disposição pra entrar na justiça, e olhe lá, porque mesmo perdendo o cara pode não ter dinheiro pra pagar. Eu não duvido nada que já tenha processo rolando por casos desses.

      Lembro do caso do Luciano da LifeSound. A fila de espera pelo amp beirava os 2 anos e o cara levava 2 meses pra responder um e-mail. Era o amp que eu mais queria na época, mas claro que não comprei. Certamente iria perder meu dinheiro.

      A situação econômica e política do país está em frangalhos. Aconselho a quem for investir em algo assim, pesquisar MUITO antes.

      Um aceno de longe!!!

      Lelo Mig
      Membro
      # 31/mar/18 17:14
      · votar


      Del-Rei

      Só aqui no universo FCC, são incontáveis as reclamações deste tipo... Walczak, Roberto Cavalheiro, Peruzzo... são alguns que lembro de ter visto em topicos por aqui. Mas tem muitos mais.

      SteveRayMorse
      Veterano
      # 31/mar/18 17:59
      · votar


      É complicado mesmo. Com relação aos amps, acho que os mais confiáveis no momento são o Pedrone e o Acedo. Acredito que Tmiranda também é mas não tive muito contato. Até quando só Deus sabe pois além da situação do nosso país ainda temos o mercado musical em si (ao menos com relação a guitarras e etc) passado por apertos.

      Lelo Mig

      Só aqui no universo FCC, são incontáveis as reclamações deste tipo... Walczak, Roberto Cavalheiro, Peruzzo... são alguns que lembro de ter visto em topicos por aqui. Mas tem muitos mais.

      A do Cavalheiro foi até meio épico. Não acompanhei mais e não sei direito o que aconteceu mas rolou algo parecido também com a Walczak e tem treta também com WG custom, Zaganin e etc. Peruzzo confesso que nunca vi nada além de alguns atrasos mas parece ser mais tranquilo e Music Maker está absurdamente caro no meu ponto de vista.

      macaco veio
      Veterano
      # 31/mar/18 19:10
      · votar


      JoeCruzGuitar
      Devia era agradecer a aula que tomou do cara.
      ah ah ah! mas ele também aprendeu comigo o que não deve ser feito, tanto que parou.
      A questão é que está tudo errado na maneira de pensar do brasileiro.
      No tempo do governo militar, o governo proibiu a importação, não podia trazer nada de fora. Só podia importar alguma coisa que não houvesse similar pelo menos parecido no Brasil, O governo militar achou que o Brasil seria capaz de fabricar de tudo. Como precisava de peças para complementar os produtos aqui fabricado permitiu a zona franca de manaus. Como faltava maquinas o governo baixou a taxa de importação para 6% apenas para qualquer maquinário e ferramentas, o resto era proibido (e nem assim os brasucas não foram capaz de sustentar a industria), até que abriu muita fábrica mas começaram a fazer produtos ruins porque sabiam que não tinha competição dos importados. Depois que abriu as portas (logo que acabou o militarismo) O resultado ai está. Pararam de fabricar geral. Hoje quando se fala em industria brasileira os caras so se concentram naquilo que chamam de linha branca, Geladeira e fogão (pinta tudo de branco e não tem outra cor) o resto mais nada parece ser preciso fabricar. Desse jeito vai chegar a um ponto que até um prego vai precisar ser importado.
      Podem ver no video ai da Malagoli, o cara tinha que se virar, não tinha (era proibido vir de fora) tinha que fabricar, ruim ou bom.
      Ai vem o cara hoje e quer fabricar amplificador, não põe reverber porque o tank é caro pra importar, não vai fazer o tank e nem tem quem faça (nos anos 60 tinha o tank brasileiro da Reverplay, eu tenho um), todos os componentes tem que ser importados, mesmo se tiver um made in Brazil mais ou menos, o cara vai preferir o importado. Vai importar uma broca qualquer, todo mundo quer ganhar em cima (correio, governo, ladrão de carga etc) a broca chega num preço absurdo (pois ninguem fabrica). Fábrica desse tipo de produto (amplificador de guitarra) so funciona se tiver outras pessoas fazendo os outros produtos que complementam o produto, não dá pra contar com todos os componentes vindo de fora. Dá pra fazer tipo lutier, faz um ou dois na base do facão sem investir em máquinas (e sai caro pra kacete), fábrica nem pensar.

      Luiz_RibeiroSP
      Veterano
      # 31/mar/18 20:18 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
      · votar


      Por isso que me conformo com meu 5W do AX84, montado no fundo do meu quintal. Bichinho ta uma gambiarra e tive que refazer a placa porque a primeira me deu medo de explodir, e ainda fiz umas besteiras na segunda auhaua.
      Mas essa experiencia me mostrou como é difícil fazer qualquer coisa aqui, em breve vamos comprar um monte de produtos do Paraguai. Essa semana conversei com um pessoal da Sta. Efigênia e me disseram que 4 pequenas fabricantes de fontes e transformadores de la foram para o Paraguai.

      meu monstrinho

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Alien Amplificadores - Handmade Amps & Effects

      306.109 tópicos 7.902.720 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital