PA Ativa x Passiva - Voz

Autor Mensagem
Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# out/14
· votar


Lelo Mig
Ismah
mogicaqui
Distribuição é o segredo de uma boa sonorização.
Perfeito!
Abçs

smoners
Veterano
# 31/jan/19 20:03 · Editado por: smoners
· votar


Salve, bora ressuscitar!!!
Tenho duas oneal opb620 ativas e comprei essa semana os pares passivos ambos opb620.
Qnd eu ligar esse conjunto de 4 caixas vou ter divido a potência das caixas ativas, aí pelo que li, é melhor distribuir essas caixas pelo local do evento.
Qnd for banda um set no palco de retorno e um de PA a frente.
É isso?

E aproveito deixar meu depoimento da durabilidade das caixas opb620 da oneal, uso elas clipadas a mais de 11 anos uma e pasmem 17 anos a outra, faço rolê punk rock e rap com elas,.são phodas!!!
Recomendo a marca a quem for comprar.
Obs tenho fotos nas redes sociais da banda SmonerS fotos dos roles com elas.

Ismah
Veterano
# 01/fev/19 00:48 · Editado por: Ismah
· votar


vou ter divido a potência das caixas ativas

Mais ou menos, cada caso é um caso...
Por via de regra, se ligar em paralelo, terá a potência dobrada (baseado na Lei de Ohm). Isso não necessariamente é possível em todos os casos. Alguns classe D por exemplo, "identificam" a carga imposta, e passam a operar de maneira a dissipar sempre a mesma potência, indiferente a carga...

pelo que li, é melhor distribuir essas caixas pelo local do evento.

Não exatamente tão simples distribuir as caixas de forma aleatória... Pois se puser as caixas uma atrás da outra, elas vão emitir o som ao mesmo instante, e isso faz com que o som de cada uma chegue num tempo diferente ao ouvinte. E isso cria um comb filter, onde o som de cada caixa, interfere na outra.

O mais adequado seria por todas lado a lado - perceba que elas são trapezoidais se vistas de cima, o que serve já para montar arranjos de point source. E até fins de 90, meados de 2000, que se fez assim. Foi quando a L'Acoustic desenvolveu o VDOSC, aperfeiçoou e viabilizou o conceito de arranjo em linha... Enfim, só por curiosidade mesmo...

O melhor resultado, viria de uma mixagem monofônica, com todas as caixas lado a lado, no centro do palco. O que não é bem viável na grande maioria das situações, então opta-se pro fazer um arranjo stereo, com 2 caixas de cada lado, e fingir que a única interação gerada entre L e R, não existe... rsrs

Para não haver interação, L precisa emitir um sinal totalmente diferente de R... Por sua vez, isso não é tão simples de conseguir, pois se puser um sinal só de um lado, quem estiver do outro, não vai ouvir.
Geralmente é por isso que muitas bandas, principalmente de apoio, ainda usam vários músicos dobrados, e até 2 bateristas...
Não é usual haver dois baixos, pois as frequências baixas tem comprimentos de onda muito grandes, e há um acoplamento natural das caixas...

Então opta-se por deixar as caixas do lado esquerdo cobrindo quase que só o lado esquerdo, e as do lado direito, quase que só o lado direito. O meio fica confuso, e é difícil mixar nesse contexto.
Isso gera uma cobertura bastante grande no sentido horizontal. O que em um lugar fechado, só joga som nas paredes... Por sua vez gera reflexões, e tudo más em consequência disso...

Não existe uma solução para todos os casos. Se é o sistema que tens, conhecendo-o bem é o único jeito que poderá tirar o melhor resultado de cada situação. Infelizmente, é uma das razões do mercado ser dominado pelas mesmas 4 ou 5 grandes empresas: elas são tão grandes, que conseguem ter sistemas quase ideais pra grande parte das situações...

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a PA Ativa x Passiva - Voz