Um cantor precisa necessariamente ser extrovertido?

    Autor Mensagem
    Chiasaru
    Membro Novato
    # 19/mar/18 16:26


    Ele pode não curtir muito dar entrevista, ou ser calado e não querer muita conversa?

    Claro que no palco é diferente, aí ele tem que se soltar.

    Sinto um pouco de preconceito por parte de outros cantores por eu não querer aparecer muito em coisas à parte o palco, tipo programas de tv aqui da cidade. Eu sou meio assim. É só por não saber me comunicar muito bem mesmo, sempre tive medo de falar.

    LeandroP
    Moderador
    # 19/mar/18 16:34
    · votar


    Chiasaru

    Melhor ser você mesmo do que tentar ser o que não é. Pode te colocar em situações de desconforto.

    Carisma é importante, mas você não é obrigado a estar sempre de bom humor.
    Não acho legal ser grosseiro, sem educação. Mas suponho que esse não seja o seu caso.

    xmarhunterx
    Membro Novato
    # 19/mar/18 16:37
    · votar


    Chiasaru
    Cara depende, se tu tiver carreira solo vai ter que falar mesmo, mas se for de uma banda pode ser o caladão, vocalista não precisa ser necessariamente o frontman.

    Ningen
    Veterano
    # 19/mar/18 18:50
    · votar


    Lembrei disso:



    Wade
    Membro Novato
    # 19/mar/18 19:13
    · votar


    Não. Um cantor tem que fazer o que gosta e ser como é. Quem gostar gostou.

    Ian Curtis ou Thom Yorke não são nenhum Axl Rose, mas fizeram sucesso por serem como são.

    fernando tecladista
    Veterano
    # 19/mar/18 22:32
    · votar


    faça o que goste e tente não forçar, o publico percebe se você está sendo falso

    mas da parte do publico, dificilmente alguém vai sair de casa para ver uma múmia cantando

    então você pode trabalhar esse meio termo

    ed.tins
    Veterano
    # 17/mai/18 07:39
    · votar


    Cantor? cantor não precisa ser extrovertido basta cantar, agora um artista necessariamente deve ser extrovertido, bonito, jovem e ter muito dinheiro para ostentar. rs

    JJJ
    Veterano
    # 17/mai/18 10:03 · Editado por: JJJ
    · votar


    Há claramente dois momentos a considerar.

    Já foi possível uma "múmia cantando", como o colega fernando tecladista citou. Assim de cabeça me passa Jim Morrison (Doors) ou o cara do The Cure (que não lembro o nome) pela cabeça, sem pesquisar no gúgou... Eles não eram de fazer estrepolia no palco, que eu me lembre.

    Mas hoje em dia? Putz... é muito difícil um cantor-múmia dar certo. Toda a "mitologia" sobre o cantar, hoje, é focada em presença de palco, empolgação, interação com o público. Basta ver os American Idol, The Voice, etc... as poucas vezes que vi (confesso que posso estar errado, por causa disso) raros foram os casos onde um introvertido passou pelo crivo dos jurados. Só se o cara tiver uma voz monstra mesmo. Em compensação, se o cara empolgar a platéia, fizer todo mundo cantar, mesmo tendo uma voz "marromeno", tá valendo.

    Lelo Mig
    Membro
    # 17/mai/18 12:54 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Chiasaru

    Depende muito do estilo...

    Um cantor de axé não precisa nem saber cantar, mas é essencial rebolar a bunda e ficar gritando frases do tipo "tira o pé do chão" e etc.

    Um cantor heavy tem que fazer cara de "fodão du mal"...

    Um cantor de Bossa Nova faz cara de enjoado e não dá nem boa noite pra galera.

    E por aí vai....

    entamoeba
    Membro Novato
    # 17/mai/18 13:27
    · votar


    ver: shoegaze

    ejames
    Membro Novato
    # 17/mai/18 19:37
    · votar


    ed.tins
    Cantor? cantor não precisa ser extrovertido basta cantar, agora um artista necessariamente deve ser extrovertido, bonito, jovem e ter muito dinheiro para ostentar. rs

    Artista é quem faz arte, e para fazer arte não precisa de nada disso. Isso aí que você quis dizer é outra coisa.

    JJJ
    Assim de cabeça me passa Jim Morrison (Doors)

    Não exatamente, o cara era definitivamente meio doido...

    Jota Jota SP
    Membro Novato
    # 17/mai/18 22:01 · Editado por: Jota Jota SP
    · votar


    JJJ
    Já foi possível uma "múmia cantando". Assim de cabeça me passa Jim Morrison (Doors) ou o cara do The Cure (que não lembro o nome) pela cabeça, sem pesquisar no gúgou... Eles não eram de fazer estrepolia no palco, que eu me lembre."

    Tem certeza que quer usar esses exemplos?
    Jim Morrison tinha um lado teatral, no palco, como na música "unknown soldier" em que ele se jogava no chão interpretando alguém sendo executado.
    Tanto ele quanto Robert Smith do Cure tinham expressões, porém dentro das temáticas da música deles.
    Se um artista desses fosse esperar o público dizer como um artista como eles deveria ser, eles não teriam existido.

    JJJ
    Mas hoje em dia? Putz... é muito difícil um cantor-múmia dar certo. Toda a "mitologia" sobre o cantar, hoje, é focada em presença de palco, empolgação, interação com o público. Basta ver os American Idol,

    Dá até desgosto imaginar que os artistas se baseiam nesse tipo de parâmetro, de que "hoje" é preciso "empolgação" e "interação" com o público. É quase mendigar aplausos.

    JJJ
    Veterano
    # 18/mai/18 08:43
    · votar


    ejames
    Jota Jota SP

    Sei lá, me veio Jim Morrison à mente porque lembrei de algumas cenas de músicas do Doors onde a maioria do tempo ele ficava com cara de paisagem cantando, sem se mexer. Pode até ter tido um ou outro momento onde fez algo teatral (não lembro), mas definitivamente não era um Mick Jagger, né?

    Jota Jota SP
    Dá até desgosto imaginar que os artistas se baseiam nesse tipo de parâmetro, de que "hoje" é preciso "empolgação" e "interação" com o público. É quase mendigar aplausos.

    Só estou constatando uma realidade. Não que eu goste disso.

    leticiariel.oficial
    Membro Novato
    # 02/set/18 18:16
    · votar


    Seja autentico. O que pode parecer um defeito para alguns as vezes pode ser algo que te diferencia dos demais e te torna único.

    leticiariel.oficial
    Membro Novato
    # 13/fev/19 23:12
    · votar


    A timidez pode ser cativante, o estranho é atrativo. É mais fácil de se identificar com pessoas assim.

    lamas92
    Membro Novato
    # 14/fev/19 12:14
    · votar


    Cantor que não interage não ganha público.

    Fui em edições do RIR onde rolou Elton John. Tremendo cantor, mas um show chato pra cacete exatamente porque o cara senta lá, baixa a cabeça, canta (bem, muito bem, sim!) e fim. Não cativou e vc sai de lá com a impressão que deveria ter assistido ao DVD em casa...

    Em outro dia de RIR fui por causa da filha que queria ver alguém (não lembro se era John Meyer), mas terminava a noite com Bruce Springsteen. Nem estava a fim de assistir, então fui pra fila das comidas.
    Mas quando o cara começou, foi uma aula de empatia, de vigor em palco (na época ele tinha acho que 62) e de carisma. Foi pra lá e pra cá, cantou e falou um pouco em um português bem ensaiado, foi pro meio do público, levou público pro palco...
    Olha, saí de lá fã e muito impressionado, eu e todos os que estiveram lá para viver aquilo.

    Então, na minha visão, cantor que sobe e apenas canta não explora toda a sua potencialidade. Não faltam exemplos de como interagir ajuda na carreira, na projeção, nas críticas.

    (Mas tem gente que é melhor ficar calada mesmo...)

    Tipo 8
    Membro Novato
    # 14/fev/19 15:07
    · votar


    lamas92

    Meu, depende muito do repertório e do estilo. Não dá para esperar a mesma atitude no palco de um cara que canta música romântica para um roqueiro.
    Tem gente que vai se contentar totalmente com a postura do Elton John, tanto que o cara é amado mundo afora.

    Ismah
    Veterano
    # 14/fev/19 18:47
    · votar


    E vai do estilo pessoal e da banda... Tem quem corre o palco inteiro, e quem não dá um passo pro lado... O show muda em cada situação, isso é indiscutível, mas ambos os casos funcionam... Concordo cada vez mais com o Paulo Anhaia: o que vende bem, é música boa... E por boa, cabe o que agrada as pessoas.

    MatheusMX
    Veterano
    # 14/fev/19 19:12
    · votar


    Desvirtuaram o tópico.
    A pergunta era no sentido de dar entrevistas e tal, e estão falando de presença de palco.

    Meus 2 cents:
    Kurt Cobain odiava dar entrevistas e coisas do tipo.

    Ismah
    Veterano
    # 15/fev/19 05:05
    · votar


    Continua a mesma coisa, ambas as situações funcionam...

    Usualmente é o vocalista quem comunica, enche linguiça, e dá entrevistas, porque os músicos estão em função do instrumento(s)... Uma boa parte, coordena bem beber água, comunicar e tudo mais nos intervalos das músicas ou durante partes instrumentais...
    No Epica, é o Mark Jansen (guitarrista) quem comunica, mal lembro da Simone Simons (vocalista) dando alguma saudação. Habitualmente os dois dão entrevistas, mas ele quem responde pela banda geralmente. A Simons, fica mais nas questões abstratas.
    Mais ou menos por ordem, no Nightwish, quem dá entrevista é geralmente o Marco Hietala (por ser o cantor mais velho de casa), o Tuomas Holopainen (por ser o "dono" da banda), e em terceiro plano a Floor Jansen (por ser a vocalista)... Quem comunica são os vocalistas nesse contexto.

    qew
    Veterano
    # 15/fev/19 07:25
    · votar


    Marco Hietala casou com uma brasileira em curitiba mes passado

    o.O

    Ismah
    Veterano
    # 15/fev/19 17:13
    · votar


    Parece que os nórdicos tem um apreço pelos "sudamericanos" então, já que a Tarja é casada com um Argentino, ex-empresário ou coisa assim do Nightwish...

    Gansinho
    Veterano
    # 16/fev/19 03:25
    · votar


    Ismah
    E o Kiko Loureiro é casado com uma finlandesa e mora lá. haha

    AninhaMusics2oo7
    Membro Novato
    # há 20 horas
    · votar


    Ata sou mega mega hiper introvertida sou muito calada exceto quando eu to fazendo video pro canal ou entao to sozinha em casa e começo com as loucuras de falar com o espelho ksksks

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Um cantor precisa necessariamente ser extrovertido?