Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Cordas Augustine (DECEPÇÃO)

      Autor Mensagem
      monstrona
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      WebTiago
      sahsuhaushas.. é mundo capitalista

      WebTiago
      Veterano
      # jan/12
      · votar


      monstrona
      Não entendi kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      ufrpefisica
      Membro Novato
      # mar/14
      · votar


      Não tem como comparar.
      SAVAREZ é a melhor.

      OphiusGuitar
      Veterano
      # 21/out/16 00:04
      · votar


      Eai galera beleza?
      Faz mó cara q eu nao apareço aqui HEHEHE.
      É o seguinte.... comprei um jogo de cordas augustine, aquela da embalagem vermelha, cheguei em casa doido pra testa-las, comecei a trocar primeiro as primas, até ai beleza, quando cheguei nos bordoes eu estourei a corda ré, isso porque eu estava acostumado a usar cordas giannini e os bordoes ficavam esticados como as primas, depois q eu afinei tudo vi q só as primas tinham um som legal, os bordoes nem som saia direito, ficou horrivel, as cordas ficaram frouxas de +, sera que tem cordas q ficam boas em um violao e vise-versa?
      Conclusao: Nao fiquei 1 dia sequer com as augustine, hoje mesmo comprei um jogo da giannini Classico tensao extra pesada, e ficou show, muito bom mesmo, sem comparaçao.
      Sera que cordas augustine nao serve pro meu violao?



      Engraçado...
      Eu resolvi experimentar uma dessas cordas "Tops", das quais tanto falam por aí:
      as Augustine.

      Paguei R$ 69,00 num jogo de tensão média. Augustine Imperial Gold
      E confesso que o som não é assim Taaããããããããoooo fodaástico quanto dizem.

      É lógico que tem que experimentar, experimentar e experimentar, mas... as Daddarios - ainda que as mais simples - já trazem uma boa qualidade sonora no timbre.
      E diga-se de passagem... são mais baratas.
      :)

      Rogério ENCORDA
      Membro Novato
      # 07/jul/17 08:01
      · votar


      Bom dia galera!

      Deixem me apresentar antes. Sou Rogério Schmidt, membro aqui do fórum, violonista, cellista e sócio proprietário da ENCORDA. Como instrumentista usuário e comerciante das cordas Augustine, gostaria de deixar aqui uma opinião de esclarecimento neste assunto que gera muita confusão quando alguém que não conhece bem a marca decide testá-las.

      Bem, a resposta de um encordoamento sempre vai depender muito das características do violão e do instrumentista. Há uma extensa variação de resposta e gosto neste campo.

      Vai aqui uma breve explicação sobre as cordas AUGUSTINE.

      AUGUSTINE é uma das poucas marcas que combinam no mesmo encordoamento, primas e baixos com tensões diferentes.

      Eles identificam a tensão dos baixos por cores (em inglês) assim:
      Blue – tensão alta
      Red – tensão média
      Black – tensão baixa
      Gold – tensão baixa com (baixos
      na cor dourada)

      As agudas (primas) são chamadas:
      Classic – tensão média (alguns chamam a Classic de Azul pois as Classic Blue são muito conhecidas)
      Imperial – tensão alta
      Regal – tensão extra-alta

      Então quando você compra um encordoamento Imperial Blue, por exemplo, ele virá com baixos Blue (tensão Alta) e primas Imperial (tensão alta). Se você compra um Regal Red, ele virá com baixos Red (tensão média) e primas Regal (tensão extra-alta). E assim por diante... Outra coisa que confunde são as cores das embalagens. As Regal Blue, por exemplo, apesar do "blue" no nome referente aos baixos, tem embalagem lilás.

      Particularmente, acho que os baixos de excelência da Augustine são os Blue (tensão alta). Esses tem som cheio, quente, trastejam pouco. São os baixos preferidos de um número expressivo de violonistas de todo o mundo que combinam essas cordas com as primas de outras tensões da Augustine ou outros modelos outras marcas de preferência. Fazem por exemplo, um belo casamento com as New Cristal Savarez tensão alta. Os baixos Augustine de tensão mais baixa não tem a mesma qualidade. Em minha opinião não valem o investimento.

      As primas Augustine tem o seu principal ponto forte o timbre. Geram um colorido e "cantam" muito bem. Às vezes pecam um pouco na afinação (problema recorrente de outras marcas tb). Todas as três tensões tem essas características. Cabe a preferência de cada um, a escolha da tensão.

      Além do que já mencionei, é que nos pacotes das cordas, a tensão que vem escrita refere-se apenas aos baixos. Por exemplo, em todos os modelos Blue (Classical Blue, Imperial Blue, Regal Blue) virá escrito High Tension pois os baixos são de tensão alta. Mas as primas serão de tensão média no Classical Blue, de tensão alta no Imperial Blue e de tensão extra-alta no Regal Blue e essa informação não vem escrita no pacote.

      É isso. Se tiverem mais alguma dúvida, é só perguntar.

      Abraço!!

      Rogério ENCORDA
      Membro Novato
      # 07/jul/17 08:05
      · votar


      Bom dia galera!

      Deixem me apresentar antes. Sou Rogério Schmidt, membro aqui do fórum, violonista, cellista e sócio proprietário da ENCORDA. Como instrumentista usuário e comerciante das cordas Augustine, gostaria de deixar aqui uma opinião de esclarecimento neste assunto que gera muita confusão quando alguém que não conhece bem a marca decide testá-las.

      Bem, a resposta de um encordoamento sempre vai depender muito das características do violão e do instrumentista. Há uma extensa variação de resposta e gosto neste campo.

      Vai aqui uma breve explicação sobre as cordas AUGUSTINE.

      AUGUSTINE é uma das poucas marcas que combinam no mesmo encordoamento, primas e baixos com tensões diferentes.

      Eles identificam a tensão dos baixos por cores (em inglês) assim:
      Blue – tensão alta
      Red – tensão média
      Black – tensão baixa
      Gold – tensão baixa com (baixos
      na cor dourada)

      As agudas (primas) são chamadas:
      Classic – tensão média (alguns chamam a Classic de Azul pois as Classic Blue são muito conhecidas)
      Imperial – tensão alta
      Regal – tensão extra-alta

      Então quando você compra um encordoamento Imperial Blue, por exemplo, ele virá com baixos Blue (tensão Alta) e primas Imperial (tensão alta). Se você compra um Regal Red, ele virá com baixos Red (tensão média) e primas Regal (tensão extra-alta). E assim por diante... Outra coisa que confunde são as cores das embalagens. As Regal Blue, por exemplo, apesar do "blue" no nome referente aos baixos, tem embalagem lilás.

      Particularmente, acho que os baixos de excelência da Augustine são os Blue (tensão alta). Esses tem som cheio, quente, trastejam pouco. São os baixos preferidos de um número expressivo de violonistas de todo o mundo que combinam essas cordas com as primas de outras tensões da Augustine ou outros modelos outras marcas de preferência. Fazem por exemplo, um belo casamento com as New Cristal Savarez tensão alta. Os baixos Augustine de tensão mais baixa não tem a mesma qualidade. Em minha opinião não valem o investimento.

      As primas Augustine tem o seu principal ponto forte o timbre. Geram um colorido e "cantam" muito bem. Às vezes pecam um pouco na afinação (problema recorrente de outras marcas tb). Todas as três tensões tem essas características. Cabe a preferência de cada um, a escolha da tensão.

      Além do que já mencionei, é que nos pacotes das cordas, a tensão que vem escrita refere-se apenas aos baixos. Por exemplo, em todos os modelos Blue (Classical Blue, Imperial Blue, Regal Blue) virá escrito High Tension pois os baixos são de tensão alta. Mas as primas serão de tensão média no Classical Blue, de tensão alta no Imperial Blue e de tensão extra-alta no Regal Blue e essa informação não vem escrita no pacote.

      É isso. Se tiverem mais alguma dúvida, é só perguntar.

      Abraço!!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Cordas Augustine (DECEPÇÃO)

      302.839 tópicos 7.838.261 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital