Roqueiros costumam ser arrogantes?

Autor Mensagem
Lasanha
Veterano
# fev/16


Na opinião de vocês, na média, roqueiros costumam olhar com desdém os outros gêneros musicais, especialmente os mais regionais ou os mais populares?

OBS: óbvio que toda a generalização é injusta, por isso pergunto na média.

OBS 2: não é preconceito meu contra o rock, eu sou e sempre fui do rock...

alan.bassplayer
Membro Novato
# fev/16
· votar


Na minha opinião, não. Como em qualquer outro gênero, o cara que aprecia um gênero exclusivo, o considera melhor do que os demais gêneros. Mas isso não quer dizer que o olha com desdém.
A minha praia sempre foi o Rock, desde criança (literalmente). É óbvio então que o Rock me agrada mais do que qualquer outro estilo, mas admiro os outros gêneros, principalmente em nível técnico (Gosto de prestar atenção em um samba bem executado, um sertanejo elaborado, um bom MPB e por aí vai ).

brunohardrocker
Veterano
# fev/16
· votar


Qualquer tapado que não esteja disposto a ouvir o contraditório é arrogante.

Isso pode pegar em roqueiros, sertanejos, eruditos, jovens do reggae, petistas, tucanos, comunistas, socialistas, esquerdistas e direitistas.

FELIZ NATAL
Veterano
Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

fev/16

Lasanha
Roqueiros costumam ser arrogantes?

O excesso de teorização gera distorções da realidade e a sua percepção comportamental alheia está com sérios vícios de estereótipo. ( Off Topic, 2015 )

* * * * * * * * * * * * * * * * * ** * * * * ** * * * * * * * * *

Agora podem discutir até a pag. 15 com o Adler 4x4 descambando em alguma critica sobre a Dilma, no gosto X não gosto, "funk e sertanejo universitario é reflexo de ausencia de cultura" e tiradinhas oportunas da Julia Hardy...

Lasanha
Veterano
# fev/16
· votar


Li esse texto aqui e achei que, de certa maneira, o autor talvez tenha sua parcela de razão.

https://medium.com/@freddigiacomo/o-rock-nos-fez-ter-vergonha-da-nossa -cultura-dos-nossos-cabelos-e-dos-nossos-sotaques-e-eu-b7b1a3d02708#.a p93cyz0p

Wuju Wu Yi
Membro Novato
# fev/16
· votar


aquele rockeiro tr00 mesmo costuma ser bem insuportavel. falando de maneira generalizada claro. seguindo a mesma linha do bruno, qualquer um indisposto a ouvir coisas diferentes e tentar entender os motivos para apreciar, é arrogante. em geral já vi muito rockeiro (desinformado) metendo lenha nos generos brasileiros, como sertanejo, axé, etc.. achando que é bonito e que estão apavorando. a gente ve as típicas frases no face de 'nasci no pais errado. quem ouve sertanejo n tem cultura' essas bobagens. mas é claro que esses são os rockeirinhos mirins mentes fechada que recém sairam da puberdade e não sabem compreender outros gêneros ou qualquer coisa distinta por estarem presos no seu mundinho e achar que aquilo é referência imutável, atemporal e inquestionavel de qualidade.

mas é claro, é uma generalização. muitos encorporam esse estereótipo. assim como tem muita gente inteligente também, que ouve rock por apreciação, e que sabe reconhecer que existe sim qualidade em muitas outras coisas, algumas que vão muito além do rock dependendo da perspectiva. e se não apreciam, respeitam. esses são os rockeiros consciêntes.

Luiz_RibeiroSP
Veterano
# fev/16
· votar


Lasanha

roqueiros costumam olhar com desdém os outros gêneros musicais, especialmente os mais regionais ou os mais populares?


Não chamo isso de roqueiro, chamo de moleque babaca. Não podemos nivelar por baixo um grupo de pessoas que, tem como um dos gostos musicais o rock.

alan.bassplayer
Membro Novato
# fev/16
· votar


mas é claro que esses são os rockeirinhos mirins mentes fechada que recém sairam da puberdade e não sabem compreender outros gêneros ou qualquer coisa distinta por estarem presos no seu mundinho e achar que aquilo é referência imutável, atemporal e inquestionavel de qualidade.

Melhor definição.

Lasanha
Veterano
# fev/16
· votar


"Não chamo isso de roqueiro, chamo de moleque babaca" - então, mas já vi marmanjo falando isso... Será mesmo só coisa de moleque?

entamoeba
Membro Novato
# fev/16
· votar


Olho com desdém o que julgar que merece desdém, ora!

entamoeba
Membro Novato
# fev/16
· votar


É tanta concessão antropológica que nego se priva de se envolver com profundidade nas coisas, de participar de uma cultura. Por isso que não entendem nada de porra nenhuma...

basstreble
Veterano
# fev/16
· votar


Na verdade eu penso que a arrogância vem da pessoa, não tendo nada haver com estilos musicais!!Aqui mesmo já teve pessoas que gostam de rock que me responderam sobre sertanejo com muita educação, curto a maioria dos ritmos e estilos, só não curto funk, mas se uma pessoa quiser saber algo que eu saiba sobre funk eu a responderei!!Outro exemplo, tem pessoas que gostam de sertanejo, romântico, pop ou samba etc e acabam não tendo educação, então pra mim não tem nada haver!!

Luiz_RibeiroSP
Veterano
# fev/16
· votar


Lasanha
É, ja vi marmanjo falando isso também. Neste caso a idade mental do sujeito é de moleque.

Adler3x3
Veterano
# fev/16 · Editado por: Adler3x3
· votar


Feliz Natal
Agora podem discutir até a pag. 15 com o Adler 4x4 descambando em alguma critica sobre a Dilma, no gosto X não gosto, "funk e sertanejo universitario é reflexo de ausencia de cultura" e tiradinhas oportunas da Julia Hardy...

Primeiro não é Adler4x4 é Adler3x3.
E o que significa o três vezes três esta além da sua capacidade.
E desafio você a provar o que afirmou, se não me falha a memória não fiz referências diretas a autoridade que você citou.
E não tente querer me enquadrar, você não tem ética, você não tem conhecimento suficiente para criticar ninguém, como também já aproveitou a chance e já atacou a Julia neste mesmo tópico.
Vai estudar, vai ler, e comece por ética.
E aprenda a pensar, você parece que não pensa.
Os seus tópicos só tratam de coisas fúteis, estúpidas e inúteis.
E você já fez esta indevida referência mais de uma vez, o que não corresponde a verdade.
Se fizer um levantamento aqui no fórum quem mais faz referência a dita "autoridade" são outros membros, e até você que teima em vincular o meu nick name, não sei por qual motivo.
Se fiz alguma referência como você afirma, prove, e se fiz não é no nível que você afirma de descambar.

Quem descamba é você.
As vezes entro nestes tópicos polêmicos, mas nem sempre, tento contribuir com a comunidade.
E se faço críticas são construtivas, não defendo nem "A" e nem "B",
A maioria dos meus posts estão voltados a música em si. e tento transmitir o conhecimento que tenho a respeito, comecei com o áudio em computadores deste o início, e assim com transmito algo , também tem o outro lado sempre estou aprendendo algo, mesmo nas divergências, mas com respeito.
As vezes fico meio revoltado com o governo com a alta carga tributária, que prejudica os músicos.

O que eu faço e até pode ser um defeito meu é escrever post mais longos, as vezes até críticos, para procuro agregar conteúdo.
Mas sempre estou aberto a uma discussão saudável, apresentando argumentos factíveis
Agora se você não entende, fazer o que?
Vai estudar cara, vai aprender a ler direito e para de escrever besteiras que é o que você só faz poluindo o fórum e gerando desarmonias.
Se tem preguiça e falta de concentração na leitura, e não entende o que lê, fazer o que?
Só resta ler e estudar, não tem outro jeito não, para você poder evoluir.

Desculpem aos demais participante do fórum, principalmente deste tópico, mas tem certa piazada aqui do fórum que só incomoda e não apresenta nada de útil e positivo.

Adler3x3
Veterano
# fev/16 · Editado por: Adler3x3
· votar


Lazanha
Voltando ao tema.
Ora esta questão de preconceito é assim mesmo.
Todos nós temos algum preconceito.
Os ofendidos no passado por preconceitos, são os preconceituosos de hoje.

Muito se ataca os sertanejos de hoje.
Mas hoje mesmo de manhã, fiquei numa sala de estar aguardando ser recebido, e por acaso tinha uma revista de música bem grossa, "ShowBusiness", que é uma espécie de catálogo, com uma extensa lista de músicos do Brasil inteiro para contratação de Shows, e tinha algumas páginas de propaganda dos músicos.
Uma revista que trata de todos os estilos.
E advinha qual é o estilo predominante?
O das duplas sertanejas, que tinham as melhores propagandas,mas bem feitas, as melhores entrevistas e tudo mais num nível superior aos outros.
Esta é a verdade o momento musical no Brasil é o sertanejo, gostem ou não gostem os admiradores do rock, no qual me incluo.
Então significa também que as melhores produções de estúdio, infraestrutura, músicos de apoio, empresários e mais esta neste segmento, isto é inegável.

E falando de preconceito este é o tipo de tópico que vai levar a polêmicas.

FELIZ NATAL
Veterano
# fev/16
· votar


Adler3x3

Isso é um fórum virtual, um beco das internetes com a finalidade de discutir musica, tal qual uma mesa de bar ou algo semelhante. Ninguém está atacando ninguém, não há necessidade de desafios.

So quis expressar minha opinião.quanto aos rumos do tópico e os loops que estes geralmente tem. Acho caricato alguns users e nada de mais.

Alias, nem precisa me responder, afinal o que importa é a musica e não picuinhas. E nem passamos da metade da primeira pagina, daqui a pouco virao tretas melhores. Brincadeira. =)

Passe bem.

Adler3x3
Veterano
# fev/16 · Editado por: Adler3x3
· votar


Feliz Natal
Não fuja, não seja covarde prove o que você afirmou, ou peça desculpas.


Leia , estude , aprenda, melhore e suba na vida.

makumbator
Veterano
# fev/16
· votar


Esse tipo de tópico sempre dá treta...

fernando tecladista
Veterano
# fev/16
· votar


da mesma forma que existe aquela pergunta:

"além de músico o que você faz na vida? você só vive de música?"
que é irritante

tem gente que ama chegar pra rockeiro e ficar pentelhando:
mas você só ouve rock?
mas você não gosta de um sertanejo, de um sambinha, um forrozinho?
então você é fã da banda malta, né?

e após responder não para todas essas perguntas é taxado de arrogante

Cup Noodles
Veterano
# fev/16
· votar


é porque você não conhece Manowar.

JJJ
Veterano
# fev/16
· votar


Se for ver por essa ótica, os "classiqueiros" é que deveriam ser os mais arrogantes (e alguns são, mas muitos não).

Tem um certo "tipo" de rock que é muito elaborado, muito bem tocado e que poderia levar a esse sentimento de desprezo do que é mais simples.

Mas, por outro lado, tem muito rock (e até na própria raiz do estilo) que é a coisa mais básica e repetitiva do mundo, super simples.

Eu já deixei de tentar "explicar" o porque de gostar de rock. Eu gosto e pronto... do mais básico ao mais elaborado, do punk ao progressivo, do heavy metal ao rock and roll nascente dos anos 50...

E, claro, me reservo o direito de não gostar de alguns subgêneros ou bandas específicas.

"Ah, Jota, mas por quê você gosta de Black Sabbath e não gosta de Judas Priest?"

Eu sei lá... não vou ficar explicando porque esse, porque não aquele. Gosto é gosto. E pode ser determinado por motivos, às vezes, banais. Por exemplo: tem alguns amigos meus que nunca gostaram de Rush só por conta da voz aguda demais do Geddy Lee... Pra mim, é um detalhe besta, mas, pra quem se irrita com a voz do cara... fazer o quê? Eu não consigo gostar de nenhuma banda onde o vocalista urra tipo urso (aquele metal gutural de Sepultura e congêneres). Não suporto... fazer o quê?

Cup Noodles
Veterano
# fev/16
· votar


Manowar é tudo tudo tudo!

Adler3x3
Veterano
# fev/16
· votar


É que gosto é gosto.
Mas não é só gosto.
Também não sei explicar porque gosto do Black Sabath e não curto o Judas Priest.

E este conflito dos Rockeiros com outros estilos já vem de longe, e no passado era mais acirrado ainda.
Sei lá ficou algo no DNA dos rockeiros das novas gerações, mas acho que é mais uma questão de nível individual do que coletiva.
Mas a coletividade de certo estilo herda as coisas boas e as coisas ruins da geração anterior, e assim tal comunidade tem os seus preconceitos e intolerâncias.

Lelo Mig
Membro
# fev/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Lasanha

Eu, como sempre, resumo a cultura, ou falta dela... Radicalismo na pré adolescência é aceitável, mas em adultos...

Rock é legal, mas esta longe de ser a música das “elites intelectuais” como alguns querem acreditar. Muito pelo contrário, bandas como Motley Crue, Poison e etc., são uma espécie de Calipso ou Calcinha Preta estadunienses.

Nada contra alguém apreciar rock... é meu estilo favorito também e algumas coisas que gosto são porcarias.

Não precisa nem ir conferir, se não quiser, mas apenas entender que além dos solos distorcidos e cabelos compridos, existe uma tonelada de cultura e diversidade para ser respeitada e, porque não, descoberta.

Ciente disso, preconceitos se dissipam...... Se não, o cara continua achando que os "Drimtiaters" são os músicos mais pika das galáxias que existem.

Adler3x3
Veterano
# fev/16 · Editado por: Adler3x3
· votar


Lasanha.
Muito bom o texto externo que você postou.
O que nos leva a refletir que os preconceitos de outras esferas da sociedade humana influenciam e se misturam com os preconceitos musicais.
Assim como a pessoa não gosta de tal estilo por meras questões musicais, ainda sofre a influência negativa do preconceito racial contra outra etnia.
E também faz com que em certos casos a pessoa ou estilo discriminado sofra também e desvalorize a sua própria cultura.

Preconceitos e preconceitos.
E o prefixo "Pre"
Quer dizer antes até de escutar uma música de determinado estilo, devido ao pre, já categoriza ou rotula como uma coisa que não gosta sem mesmo ouvir.
Claro isto serve também com uma parte do filtro para evitar ouvir coisas que não gosta, mas não é um filtro perfeito tem que considerar outros elementos.

E os rótulos também não são uma coisa boa.
O homem tem mania de querer classificar tudo, não podemos sempre ser cartesianos, a vida é mais complexa e suscetível do que classificações.
Tem muito músico que é bom, mas devido a rotulação se cria um falso estigma.
Uma vez rotulado, digamos como brega, fica brega, até sem ser brega.

E quando somos mais jovens como o Lelo disse, somos mais radicais, depois com a experiência vamos aprendendo.
O certo se é que existe o certo nestes casos, é olhar além do quadrado, não ficar preso num único estilo ou artista, ser receptivo a boa música, e saber filtrar, e não se deixar levar pelos outros, ser autêntico e cultivar o seu gosto pessoal, mas sempre aberto para outras paragens além do quadrado.
Quem não consegue sair do quadrado mental que criou, fica limitado e mais pobre.

Ismah
Veterano
# fev/16
· votar


Lelo Mig

E até diria que essa geração "sex hard glam metal", está no nível do nosso condenados batidão (vulgo funk), ou abaixo dele. Ninguém dentre os milhares de MC's, gravou e usou gemidos, tirados da forma clássica como solo - não até onde lembro. Nem vamos entrar no quesito "estilo de vida", que aí a merda voa pro ventilador...

Wade
Membro Novato
# fev/16
· votar


Em questão de CONTEÚDO, Glam chega ao mesmo nível de Proibidão. Não digo que É do mesmo nível, porque entre as safadezas, as bandas de Glam ainda faziam coisas mais pro lado do romance, melação, amor e etc. Tudo, claro, com o objetivo único de molhar pepecas. Mas fazia. Proibidão é full putaria. Mas que em certos pontos eles se cruzam perfeitamente, é inegável.

O que pega mesmo é a música em que esse conteúdo está inserido. Um é no Funk e outro no Hard Rock. A preferência vem daí.

entamoeba
Membro Novato
# fev/16
· votar


1. Humildade é overrated!

Não que a arrogância seja algo incrível, o ideal é ter alguma cautela e fazer um juízo adequado de si. Eventualmente vamos pecar pelo excesso de cautela (humildade) ou pela falta (arrogância).


2. Preconceito é underrated!

Extirpar o preconceito do mapa tem a ver com o projeto iluminista, que fracassou - talvez, pelo excesso de arrogância. Não há uma linha que separe o conhecimento do desconhecimento, há graus de conhecimento e o conhecimento pleno é inatingível, ou seja, por mais que nos esforcemos, estaremos sempre no nível dos preconceitos.

O problema é justamente o oposto. O problema é não saber que não há conceito, o problema é tratar suas crenças como verdadeiras e imutáveis! Ao saber que só podemos ter preconceitos, o sujeito coloca suas crenças "entre parênteses", por um lado, e, por outro, sabe que podemos melhorar gradativamente nossa forma de enxergar o mundo, sem se furtar de por suas impressões a prova.

Já tá passando da hora de dar um chute do rabo dessa geração mimimi para que possamos trocar impressões abertamente, sem essa frescuralhada toda!

Ismah
Veterano
# fev/16
· votar


Lasanha
Bem curiosa sua colocação. Penso eu que estamos sim demasiadamente etnocêntricos, mas acredito que é uma reação a ideia de "igualdade cultural globalizada". Onde todos são tratados iguais, cada um busca ser diferente.

Ismah
Veterano
# fev/16
· votar


Wade
Glam ainda faziam coisas mais pro lado do romance, melação, amor

Tá serto.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Roqueiros costumam ser arrogantes?