Funk carioca pode ser considerado música?

Autor Mensagem
gabriel7
Membro Novato
# dez/15 · Editado por: gabriel7
· votar


É música, mas um tipo de música muito ruim.

pianoid
Veterano
# dez/15
· votar


Gabriel tem sete e é sensato

Julia Hardy
Veterano
# dez/15
· votar


Funk é mais uma jogada de empresários pra faturar em cima da burrice alheia, tanto dos artistas quanto do público. Quem quer gastar tempo e dinheiro com essa besteiras que seja feliz. Aposto que é a mesma gentália que daqui a alguns anos vai dizer que "na minha época que era bom, a música de hoje é uma porcaria".

cafe_com_leite
Veterano
# dez/15
· votar


Julia Hardy
Funk é mais uma jogada de empresários


Não concordo. O funk se embrenhou na favela, só virou moda nacional há no máximo uns 5 anos atrás com aqueles funks de glamurosa, rainha do funk. Até então era uma parada bem regional e característica das favelas do rio, tal qual é o Rap de São Paulo.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/15
· votar


pianoid
Gabriel tem sete e é sensato


Com apenas 3 posts ele já tá concorrendo ao premio de super óbvio de 2015.

Julia Hardy
Veterano
# dez/15
· votar


cafe_com_leite

Você está falando das origens. Não é o mais o caso. O estouro do funk tem bem mais de cinco anos. Começou lá em 2001 com Bonde do Tigrão e cia. Foi uma invasão. Isso se a gente ignorar Claudinho e Buchecha, Cidinho e Doca etc que vieram antes. Talvez, o funk proibidao ainda fique restrito a periferia, por que o resto já foi assimilado. Puro bu$$iness.

Drinho
Veterano
# dez/15
· votar


para mim funk era james brown....

é música, afinal tem sons com ritmo.....


mas é aquela coisa......
nada contra a pornografia.... só acho que ela deve ser consumida na intimidade... e não na rua para todo mundo ouvir.....

O tal do funk atual é feito para ser baixo nível, ordinário, sem vergonha, sem conteúdo, sem respeito, sem mensagem, sem sonoridade que leve a reflexão.
O funk atual é feito para mobilizar um grupo de pessoas que infelizmente não tiveram formação educacional nem em casa, nem na escola. São pessoas que precisam se auto-afirmar perante aos outros mostrando que o que consomem é digno de atenção e admiração. É um grupo de pessoas extremamente responsável por perpetuar a falta de educação, cultura e respeito dos tempos atuais. São pessoas que não têm culpa de serem o que são. O mercado mais uma vez se aproveita disso e eu não vejo mal nisso também e prolifera este conteúdo como um virus incurável, o mercado não é responsável por educar.

Quando começou esse negócio ainda merecia talvez o mínimo de respeito, havia uma proposta mais romantica, humorada.
Hoje o negócio é baixo, é zoado, é porco, estragado, negativo, fedorento.
É uma porcaria.
Imagina um pedaço de mortadela embaixo do sol comido por ratos durante 5 dias....

Então, isso ainda é melhor que o funk.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/15
· votar


Julia Hardy
Começou lá em 2001 com Bonde do Tigrão e cia.


Mas era um aqui e outro ali. Essa porra virou cultura pra molecada mais recentemente. Hoje grande parte dos jovens de 10~20 anos falam como funkeiros, se vestem como funkeiros, se comportam como funkeiros. Esse assalto aconteceu há no maximo 3~4 anos. E eu falo isso com conhecimento de causa porque to cercado de pessoas assim, tem horas que eu me pego falando "parça".

FELIZ NATAL
Veterano
# dez/15
· votar


nada contra a pornografia.... só acho que ela deve ser consumida na intimidade...

este usa o mouse com a mão esquerda

cafe_com_leite
Veterano
# dez/15
· votar


Drinho
É um grupo de pessoas extremamente responsável por perpetuar a falta de educação, cultura e respeito dos tempos atuais.



E o pior: transformar essas qualidades como algo bom. O cara que estuda, que vai bem na escola, que lê um livro é discriminado nas escolas.

Po, isso é um problema seríssimo. Nasci numa geração fudida.

Julia Hardy
Veterano
# dez/15
· votar


cafe_com_leite

Eu também falo com conhecimento de causa por que eu vivi a época e tb vivia cercada de gente assim. Não começou com a sua geração. A diferença é que deixou de ser novidade. Foi completamente assimilado.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/15
· votar


Julia Hardy

Aqui pro interior de SP o trem estourou com o advento do funk ostentação, que é uma parada mais característica de são Paulo mesmo.

Drinho
Veterano
# dez/15
· votar


FELIZ NATAL

Não se ofenda não meu jovem.....

Mas você é bobo? Nunca viu mulher sem roupa não?

cafe_com_leite
Veterano
# jan/16
· votar


Drinho
acho que isso responde tua pergunta.

FELIZ NATAL
Veterano
# jan/16
· votar


Drinho
Nunca viu mulher sem roupa não?

Só pela tela do computador

pianoid
Veterano
# jan/16
· votar


pra mim esse bando de mcs bostinha tinham que se inspirar ouvindo Cartola antes de berrar no microfone

Drinho
Veterano
# jan/16
· votar


cafe_com_leite
puta vida.... tenso....

FELIZ NATAL
o parceiro, na boa.... hoje em dia só continua nessa quem quer .... as novinha ai tão tudo fácil.... sai dessa vida.....

Julia Hardy
Veterano
# jan/16
· votar


Funk é business. O caráter popular do estilo já era. Foi completamente assimilado pelo sistema. Discutir se isso é cultura ou não é bobagem.

rcorts
Veterano
# jan/16
· votar


Uma é coisa é certa: seja ou não música, e queiram ou não aceitá-lo como cultura, funk tá dando ibope.

Encheu o saco em 2015. Varou a importunar em 2016. Eu simplesmente ignoro o que não gosto. A vida é só uma para perder tempo.

Feliz 2016 moçada!

pianoid
Veterano
# jan/16
· votar


a rede bobo assimilou, já ta pasteurizado a coisa e contratando músicos profissionais pra tentar embelezar um pouco e disfarçar a pobreza atroz

grito da periferia ta vendido, se folderam, pivetada

Maisa Goulart
Membro Novato
# 10/dez/19 23:12
· votar


acho que se o silêncio é música. todo mundo é músico. sendo os surdo-mudos os mais virtuosos. rsrs

Acho que o pessoal colocou errado a questão do silêncio. John Cage falava que a música é feita de sons e silêncios. Nessa obra dele, 4'33'', é uma obra crítica, para tirar o foco e protagonismo do pianista e colocar no público. É uma obra constituída dos ruídos que o público faz enquanto está esperando ansioso que o pianista toque alguma coisa. Está voltado à paisagem sonora, que utiliza de ruídos, sons do cotidiano, para compor a música. A gente percebe paisagem sonora em composições de Hermeto, Villa Lobos, Schoenberg, entre outros. Foi desenvolvido no modernismo já que foi uma época de muita experimentação. (y)

Julia Hardy
Veterano
# 11/dez/19 08:44
· votar


Claro que é música. Lembremos que música ruim ainda é música.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Funk carioca pode ser considerado música?