Não seja um autodidata (meu primeiro tópico)

Autor Mensagem
Rednef2
Veterano
# mar/16
· votar


rasjr1305
A música vai além da matemática por traz da harmonia. Nenhuma sequência pré definida de campos harmônicos vai fazer você compor um solo igual ao da stairway to heaven, ok ? Foi o músico que fez o solo, foi encaixando as notas que soavam melhor para ele e eu tenho certeza que ele não estava lá pensando na sétima maior não sei das quantas.
Mesmo que ele não tenha pensado, há sim uma logica matematica por trás.

Lelo Mig
Membro
# mar/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Já que desenterraram... de boa, prá mim é uma discussão inútil.

Ser autodidata ou estudioso não arvora ninguém a fazer boa música.

A arte, como objeto de expressão e/ou desejo de modificação do homem e da sociedade não se define em teorias ou na falta dela.

O estudo é um instrumento necessário e desejável para alguns. Outros não querem ou não gostam... qual o problema?

Música, ainda que matemática em teoria, na prática é arte. Quem foi que definiu que alguém precisa saber música para fazê-la? Quem foi que criou a regra que alguém precisa saber tocar um instrumento para tocá-lo?

Você pode não gostar da música feita por alguém que não sabe tocar, isso é subjetivo.

Só falta neguinho dizer que um canário não pode cantar porque não lê partitura...putakipariu!

makumbator
Veterano
# mar/16 · Editado por: makumbator
· votar


Amago
sou autodidata não porque quero mas sim porque não tenho escolha



Esse é realmente um problema que acontece com muita gente dependendo do instrumento que decidiu tocar/região em que mora/condição social, etc... o jeito é se virar como for possível

Lelo Mig
Ser autodidata ou estudioso não arvora ninguém a fazer boa música.

Com certeza!

O estudo é um instrumento necessário e desejável para alguns. Outros não querem ou não gostam... qual o problema?


Nesse ponto eu gosto de comentar que pra mim o estudo não se caracteriza apenas por receber instrução de maneira formal/tradicional com professores, escolas, métodos estabelecidos e afins. Um autodidata pode estudar mais (e até melhor) que um músico com professor. No fundo o importante é estudar e pensar música (da forma que for)

Só falta neguinho dizer que um canário não pode cantar porque não lê partitura...putakipariu!


Se o canário tiver carteira da OMB, e for filiado a um sindicato de músicos ele pode cantar sim. Hahah!

LeandroP
Moderador
# mar/16
· votar


Lelo Mig

Quem nasceu primeiro? A música ou a regra?
rsrsrs


makumbator
Se o canário tiver carteira da OMB, e for filiado a um sindicato de músicos ele pode cantar sim. Hahah!

Mas ele tem que estar em dia com a anuidade.
rsrsrs

makumbator
Veterano
# mar/16
· votar


LeandroP
Mas ele tem que estar em dia com a anuidade.
rsrsrs


Ou ter dado baixa no registro antes de parar de pagar!

:)

LeandroP
Moderador
# mar/16
· votar


makumbator

Os caras me mandaram um monte de e-mail me cobrando 4 anos em atraso. Eu disse que não sou mais músico profissional. Eles disseram pra eu dar baixa, mas pagar os 4 anos. Eu disse: "Ah, vah... Vai sonhando" rsrsrs

distrito09
Veterano
# mar/16
· votar


Se o canário tiver carteira da OMB, e for filiado a um sindicato de músicos ele pode cantar sim. Hahah!

E importar um bico novo da Europa com isenção de imposto!

renatocaster
Moderador
# mar/16
· votar


Ser autodidata ou estudioso

Acho que aqui rola uma confusão. Ser autodidata não quer dizer que a pessoa não estudou ou não estuda. O que diferencia um autodidata de um estudioso "convencional" é apenas a forma de como cada um deles busca o conhecimento e o aprendizado.

A vantagem do autodidata é que ele não precisa recorrer a um método de ensino formal, pedagógico. Já que ele tem a capacidade de aprender e absorver o conhecimento por conta própria.

makumbator

Um autodidata pode estudar mais (e até melhor) que um músico com professor. No fundo o importante é estudar e pensar música (da forma que for)

Perfect! :)

Lelo Mig
Membro
# mar/16 · Editado por: Lelo Mig
· votar


renatocaster

"Ser autodidata não quer dizer que a pessoa não estudou..."

Sim, você esta certo.

Mas a confusão se dá porque têm muita gente que não sabe nada e se diz autodidata, muita gente que sabe meia dúzia de shapes decorados no braço e acha que é estudioso e etc.

Infelizmente, este tipo de discussão é muito comum entre guitarristas (existem exceções, óbvio).

Num determinado ponto, à partir dos anos 80, alguém resolveu achar que guitarrista de rock era músico (no sentido literal) e a consequência é esta:

Neguinho sabe uma dezena de escalas e modos, sabe meia dúzia de shapes decorados no braço, faz alguns acordes naturais maiores e menores (quando consegue sair dos power acordes), lê tablatura e acha que é "letrado".

90% dos professores de guitarras e cagadores de regras e escalas no Youtube não sabem ler partitura. Nem a primeira vista e nem fodendo várias vistas!

Um guitarrista precisa saber ler partitura? Não! Mas então não pague de conhecedor de teoria musical. Achar que uma 6a somada ao acorde de Sol vai ficar bom.....com base em alguma teoria, não é diferente de eu colocar uma 4a neste mesmo Sol porque meu ouvido pediu. Isso é subjetividade total e falácia de "professor".


O equivocado, não é saber ou não saber música. O equivocado é neguinho com esse conhecimento meia boca, achar que é maestro.

Ninguém precisa estudar nada para fazer ou ser músico. Estuda quem quer, quem gosta, e quem não quer e não gosta, paga seu preço por suas limitações e ignorância.

Só não acho valido esta cagação de regra... Maestro, autodidata ou músico de ouvido e analfabeto, o que vale é o resultado de seu trabalho.

Rafael Tune
Veterano
# mar/16
· votar


nao sei se encaixa bem com o assunto, mas de que maneira vocês estudam?
tipo na hora de tirar uma música ou aprender algo novo...

eu costumo praticar metade e o resto faço no papel e no fone de ouvido.
pra mim funciona muito melhor do que ficar praticando escalas e velocidade de forma "bruta".
menos de 1 ano atras tinha começado a tocar baixo pra uns amigos. aí tive que tirar umas 20 músicas em poucas semanas. foi muito eficiente escutar e colocar os acrodes/passagens no papel.

Amago
Membro Novato
# mar/16
· votar


Lelo Mig
Concordo com você

renatocaster
Moderador
# mar/16
· votar


Lelo Mig

Infelizmente, este tipo de discussão é muito comum entre guitarristas (existem exceções, óbvio).

Ahn, sim. Mas o meio guitarrístico especificamente é assim, chato. Rolam uns lances que tendem a estimular a competição, e ao mesmo tempo à não criação, coisa e tal. Não é muito difícil vc encontrar guitarristas que ensinam fórmulas mágicas como "10 erros que prejudicam sua velocidade na guitarra", ou "a fórmula definitiva para decorar escalas", etc.

Ninguém precisa estudar nada para fazer ou ser músico. Estuda quem quer, quem gosta

Concordo, mas eu enalteço quem mete as caras e estuda "de verdade". Não acredito que o cara que estuda música em tempo integral faça isso apenas para ocupar seu tempo ou para ter algum outro objetivo de caráter fútil, banal. Ele tem o prazer em estudar música, em descobrir mais, aprender mais. Isso eu acho bacana, e louvo.

Ismah
Veterano
# mar/16
· votar


Lelo Mig

Porque será que não temos maestros amadores?

JJJ
Veterano
# mar/16 · Editado por: JJJ
· votar


LeandroP

Estou numa situação semelhante, meu caro... Só que nunca me mandaram e-mail porque já parei há tanto tempo, que duvido que eles tivessem meu e-mail no cadastro.

Como fica isso? Eles podem tomar alguma ação judicial?

Será que dão um "desconto" (anistia) ou cobram a porra toda de uma vezada só?

E mais uma questão "filosófica": com essa (suposta) isenção para quem tem a carteira, será que não valeria a pena voltar a pagar?...

LeandroP
Moderador
# mar/16
· votar


JJJ

Eles podem até tentar uma ação judicial. Se vão ganhar é outra história.

Eu disse no e-mail que não exerço a atividade de músico. Na verdade eu só fiz a carteira pra poder tocar no Sesc (não entendo o porquê dessa exigência por parte do Sesc). Eles disseram que pra eu dar baixa na carteira teria que saldar os 5 anos em atraso, e devolver carteira (?).

Não vale a pena se filiar a ordem só por causa dessa isenção. Você gasta "comprando" a carteira, e talvez aquilo que você economizaria vai pra ordem. A não ser que você compre algo realmente caro, onde a tributação seja no mínimo 3 anuidades. E pra quê carteira de músico? Não facilitou em nada na minha vida. A não ser o fato de eu ter tocado no Sesc. E o cachê que eu recebi foi praticamente o valor que paguei pela carteira. Depois disso o Sesc me chamou só mais uma vez e mais nada. Então pra mim não faz o menor sentido.

Ismah
Veterano
# mar/16
· votar


LeandroP

Não sei dizer também o porque, mas exigem dos técnicos também a DRT (na verdade o correto é "Registro Profissional"), que é equivalente a carteira de músico. Basicamente isso te permite fazer a contribuição social (INSS) como técnico de som, light designer etc... E morre aí.

Para mais http://backstage.com.br/lazzaro/?p=108

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Não seja um autodidata (meu primeiro tópico)