Heavy Metal x "Povão"

Autor Mensagem
mr.floyd
Veterano
# jul/11 · Editado por: mr.floyd


dando uma "lida" na internet ae achei um blog com o seguinte post achei muito interresante, estou repassando a vc's



____________________________Heavy Metal x Massas____________________________

Nada a ver com a Itália. As massas às quais me refiro são àquelas que os professores de história adoram xingar. O "povão". O povão, como o nosso governo facilmente demonstra, é muito manipulável e costuma apresentar uma certa falta de cultura (leia-se ignorância). O povão é a peça-chave das culturas das massas. De um modo simples e direto, o que o povão curte é o que a indústria de massas vende. O povão curte porque a indústria vende e a indústria vende porque o povão gosta, uma relação recíproca.


O heavy metal, quase que por definição, nunca fez parte dessa relação, já que é um estilo pouco comercial. Algumas bandas conseguiram se tornar nomes gigantescos no cenário da música mundial e acabaram sofrendo alguma consequencia dessa relação, entre elas, o exemplo mais gritante é o Metallica, que teve o seu período negro que foi desde o Load até o St. Anger. Mas fora isso, o heavy metal não é comercial.

O gosto do povão é algo que varia muito de país para país. No Estados Unidos, o rap/hip-hop (não sei muito bem a diferença) e o pop predominam, com as bandinhas de rock alternativo e emo logo atrás. Na Europa, a cena é um pouco mais eclética, com banda de todos estilos sendo consideradas "mainstream", incluindo até algumas bandas de metal como o Epica, o Nightwish e o Children of Bodom. Na Argentina, fora a música latina, o gosto predominante é o rock, geralmente cantado em espanhol. No Brasil, a gente possui uma infinidade de gêneros musicais apreciados pelas massas: Axé, Pagode, Pseudo-Emo, "Rock" Colorido, Sertanejo.... Todos esses estilos são diferentes, mas possuem uma característica em comum: Eles são uma merda, musicalmente. Infelizmente, os argentinos nos ganham no quesito gosto musical...


Numa conversa (leia-se: discussão/briga) de alguém que aprecia estes malditos gêneros de música com algum headbanger, eles usam sempre o mesmo argumento: "Ah, mas vocês ficam só escutando esse barulho."


Ok, pagodeiros e coloridos, eu tenho uma grande novidade para vocês: O "barulho" (metaleiros, leiam peso) é só mais uma característica da música, que forma parte da estética. Antes que os trues que leiam esse texto comecem a achar que eu estou falando de moda ou beleza, deixem eu me explicar. Umas das definições existentes para "o que é música" é: "Música é a linguagem ordenada dos sons, seguindo as leis da estética". As leis da estética definem como a música deve soar, o metal tem uma estética, o jazz tem outra, e assim por diante. De um modo mais direto, imagine que a estética do death metal é a estética do "bruto". A do rock colorido, seria a estética da "gazela saltitante no campo das flores coloridas".


O peso de uma música é só mais uma característica da música, assim como as músicas eletrônicas tem um apelo dançante e as músicas pop tem letras grudentas. É um jeito da música ser, as pessoas podem gostar ou não disso, mas isso não influencia no fator barulho. Uma bandinha de garagem faz barulho, porque não existe nenhumum fator equalizador por lá. Essa bandinha pode tocar desde Pink Floyd até Cannibal Corpse, mas vai ser barulhento.


Musicalmente falando, o heavy metal é bastante complexo. Mesmo sem contar com os deuses do prog metal Dream Theater (que desequilibram a balança), o heavy metal tem uma "cozinha" musical complexa. Em todas as vertentes do heavy metal, o solo de guitarra é uma realidade muito presente. Guitarristas gostam de se divertir tocando guitarra, logo, os solos serão difíceis e técnicos, e isso sem falar da quase onipresente batalha de egos entre os guitarristas de diferentes bandas. Vários bateristas usam e abusam do pedal/bumbo duplo, altos andamentos e batidas quebradas. Os baixistas existem aqueles que preferem ficar na cavalgada estilo Iron Maiden e aqueles que tem um estilo mais virtuose, utilizando técnicas como o Two-Hands ou então "fritando" (leia-se: tocar rápido) mesmo. Os vocalistas dos estilos não extremos costumam ter timbres mais agudos, mas tambem tem aqueles que usam uma mais "rasgada" e grave (estilo Motorhead). Nos estilos extremos, o vocal gutural é onipresente. E tudo isso que eu falei são aspectos básicos sobre o modo de tocar, não cheguei perto de falar de tipos de cadências, harmonias e arranjos que costumam ser usados por bandas de heavy metal. Falar disso ia ser profundamente monótono, inclusive acredito que ao ler este parágrafo, vocês apenas leram a primeira frase e pularam direto para o final dele. E após esse comentário vocês vão tentar lê-lo de novo, mas não vão ter paciência para ler tanto assim. E isso que eu apenas falei de algum imensamente superficial.


As bandas de heavy metal são muito mais musicais que as bandas comerciais. E isso que eu nem falei na comparação entre a seriedade, a imagem e a parte lirica entre esses dois lados. Para não ocupar Muito espaço, nos próximos parágrafos eu vou abordar esses temas de um modo mais direto.


- Seriedade: Quantas foram as pessoas que ao ouvirem Restart pensaram: "Que porra é essa?" Dá pra levar a sério uma banda como essa? E uma banda de pagode? Seriedade e pagode são dois opostos, e um exemplo disso é a reação do cara do Parangolé depois que os músicos do Angra o acusaram de plágio. Caso não se lembrem desse episódio, vocês podem conferir em umas das nossas postagens anteriores. Façam suas próprias conclusões.


- Imagem: Ok, metaleiros usam preto. E jeans. E spikes. Só. Concordo que não é nada muito criativo, mas é muito melhor usar uma cor neutra, como o preto, do que usar combinações de laranja com azul ou verde com rosa ou a merda que for. E quanto a imagem não-vestuária dos coloridos, eles são, sem sombra de dúvida, bestas quadradas. Alguém que trabalha com música, deve ao menos ter NOÇÃO do que é a Zona Franca de Manaus. Eu não sou nenhum expert no assunto, mas eu sei que pelo grande parte dos cds do Restart são produzidos lá, assim como boa parte dos cds de heavy metal que achamos nas lojas por aí. E um dos integrantes do Restart me larga uma do tipo: "Ai, eu queria tocar no Amazonas, mas eu não sei nem se lá tem civilização, gente civilizada". Façam suas próprias conclusões.


- Conteúdo lírico: Certo, certo. "Metal só fala de sangue e morte, e essas coisas nojentas". Outra dessas frases que nós headbangers somos obrigados a escutar. Errados mais uma vez, o povão generaliza o conteúdo do heavy metal. Nós temos uma abrangência lírica enorme. Temos letras baseadas em religião (White Metal, Mr. Crowley do Ozzy e In the Name of God do Dream Theater são os primeiros exemplos que eu me lembro), história (Slayer fala sobre o holocausto, o Iron tem suas músicas históricas como Alexander the Great), assuntos filosóficos (O The Sound of Preseverance do Death é um baita exemplo), fora as dezenas de álbuns conceituais (Angra - Temple of Shadows, Symphony X - Paradise Lost, Dream Theater - Scenes from a Memory, Blind Guardian - Nightfall in Middle Earth, Rhapsody, Avantasia, entre diversos outros). Literariamente falando, as letra do heavy metal sofrem influências românticas e góticas, sem falar do tema de horror abordado por várias músicas. E tem as letras ainda que fala de relacionamentos, problemas mentais, heavy metal, mitologias nórdica, egípcia e grega, já vi usarem temáticas japonesas também... É o suficiente? Comparem agora com o resto e façam suas próprias conclusões.


Enfim, eu respeito não gostarem do heavy metal. Mas alguém que escuta Cine ou Exaltasamba não tem condições, nem o direito, de dizer que o heavy metal é inferior. Heavy metal não é para todo mundo ouvir. E até melhor que o nosso estilo seja underground. Mas nenhum argumento que geralmente usam contra a nossa música é válida. Já os nossos sãos pelo menos baseados em fatos. Se alguém curte rebolar ao som de Rebolation, o problema não é meu. Mas não tem nem sequer a moral para sair criticando o heavy metal.



Creditos/fonte do blog http://blacknight-metalwar.blogspot.com/


Comentem!






STAY METAL \m/

celotoledo
Veterano
# jul/11
· votar


OT ???

lucsiqueira
Veterano
# jul/11
· votar


na cabeça do povo, só existe death metal.

pensam que tudo que é metal tem vocal gutural e letras falando sobre tripas

tragico mesmo

guizimm
Veterano
# jul/11
· votar


prefiro uma coisa menos estressante,o máximo que eu ouço eh matanza

Black Horse Guitar
Veterano
# jul/11
· votar


A mais pura verdade!

ROo
Veterano
# jul/11
· votar


"Música é a linguagem ordenada dos sons, seguindo as leis da estética. As leis da estética definem como a música deve soar, o metal tem uma estética, o jazz tem outra, e assim por diante.
sei... tem gente que discorda dessa definição

De um modo mais direto, imagine que a estética do death metal é a estética do "bruto". A do rock colorido, seria a estética da "gazela saltitante no campo das flores coloridas".
ao mesmo tempo que ele escreve "revoltado" com o desprezo ao grandioso heavy metal e em como as pessoas são preconceituosas e chamam de barulho, ele diz "a do rock colorido seria a estética da "gazela saltitante no campo das flores coloridas", maravilha e continua com a brilhante exposição argumentativa com:
Enfim, eu respeito não gostarem do heavy metal
será mesmo?

Mas alguém que escuta Cine ou Exaltasamba não tem condições, nem o direito, de dizer que o heavy metal é inferior
Direito, que direito? Inferior a que? Caramba... que idiotice.

Mas nenhum argumento que geralmente usam contra a nossa música é válida. Já os nossos sãos pelo menos baseados em fatos. Se alguém curte rebolar ao som de Rebolation, o problema não é meu. Mas não tem nem sequer a moral para sair criticando o heavy metal.
e fecha com essa brilhante conclusão, clap clap.

Que droga de texto. Ao mesmo tempo que se irrita com críticas pouco construtivas as coisas que ele gosta, ataca da mesma maneira.

Fidel Castro
Veterano
# jul/11 · Editado por: Fidel Castro
· votar


Metal é uma merda e não é música erudita, não é algo musicalmente superior. Wagner e Bach o são

Não existe cultura superior, apenas diferentes.

Por sinal, falando mal de samba é? Cartola > qualquer banda de Metal.

Agora que eu te disse umas verdades, acalma aí adolescente.

guizimm
Veterano
# jul/11
· votar


Fidel Castro
Cartola > qualquer banda de Metal
positivei por causa disso

felipe-shark
Veterano
# jul/11
· votar


Fidel Castro
Metal é uma merda
Cartola > qualquer banda de Metal.
Realmente defecou pelos dedos

guizimm
Veterano
# jul/11
· votar


felipe-shark
n gosta de cartola?(tem mais variesdade harmônica e de letra que qualquer banda de metal,fato)

Buja
Veterano
# jul/11
· votar


celotoledo
resposta: OT !!!!!!!

malucobeleza666
Veterano
# jul/11 · Editado por: malucobeleza666
· votar


Fidel Castro

heauaehuhauuhu você falou tudo o que eu tinha vontade de falar, mas de um jeito muito mais bruto xD.

mr.floyd

Relaxa ae meu caro, metal não é essa coisa ae não, é até bem simples em sua grande maioria, pouquíssimas bandas possuem músicos gabaritados e estudados em sua formação, em termos de complexidade fica atrás de muitos estilos( existem exceções no mundo do metal, claro hehe). Conversa de adolescente revoltado com complexo de superioridade aos outros( não estou falando de você, mas da conversa, se você é, não sei eheh). O que vem ao caso aqui é que música não pode e não deve ser avaliada únicamente em termos de complexidade, existem muitas questões aí, como gosto, então é aquela, cada um na sua, curtindo o que gosta, não é por que restart é inferior ao heavy metal em termos de complexidade que faz aquela banda ser ruim, ela é ruim por que é ruim mesmo heauhuhau, tantas coisas simples e magníficas que existem por aí..ehheh. Agora, vir usar de complexidade para enaltecer o heavy metal perante samba, pagode e esses rocks coloridos ae( ehueaheua rock colorido foi trash) é no mínimo ignorancia, até por que, como falei, heavy metal é bem simples( novamente, existem exceções ehehhe).

Se tu falar pro cara que redigiu esse texto que a musiquinha que passa no final da novela(garota de ipanema, wave, entre outras, sim a novelinha que o cara se recusa a ver por que é cultura de povão,que nem ele fala ae) é muito mais complexa e rica que 80% das bandas que o cara escuta, acho que ele infarta ehuaeuhua. Mas como eu falei, não é a complexidade que faz a musica ser boa, pode ate ser, mas não unicamente. ehhe

O cara que redigiu esse texto é um zé mané sem tamanho,ou ao menos foi um zé mané, poderia ter criado um texto muito mais interessante, ao invés de tentar defender com unhas e dentes o estilo ''superior'' dele ehehehe

^^

felipe-shark
Veterano
# jul/11
· votar


guizimm
Eu até gosto mas eu não acho que seja melhor do que Iron Maiden por exemplo

Fidel Castro
Veterano
# jul/11
· votar


felipe-shark

Haha, enquanto Iron Maiden tá no CDE, Cartola viaja por progressões complexas.

Só As Rosas Não Falam tem uma maior variação harmônica do que toda a obra do Maiden.

Fidel Castro
Veterano
# jul/11
· votar


Vocês deviam conhecer melhor a música brasileira.

Tom Jobim, Toquinho, Cartola, Pixiguinha, Gonzaguinha, Os Mutantes, Caetano Veloso (antes de se tornar apenas mais um pedante), Gilberto Gil (antes de se tornar um vegetal), Gal Costa, Chico Buarque.

Todos esses colocam esse pseudo-artigo de um adolescente mente fechada no chão.

Gareth
Veterano
# jul/11
· votar


Well...

Eu acho que tem gente ae que a carapuça está sevindo.

O texto critica as massas, em momento algum no texto eu lí que metal era musica erudita, e tambem em momento algum eu li que metal era o estilo de música mais difícil e técnico, o que li é que, comparando com as massas culturais, o metal dá um banho e tanto, o que na maioria dos casos é verdade (há exceções), mas vejo que há situações diferentes e pessoas diferentes...

Há pessoas que gostam de dançar, ouvem eletrônica.

Há pessoas que acham que musica é sinônimo de putaria, ouvem funk(que não é musica, mas enfim...(

Há pessoas da roça, geralmente ouvem sertanejo

Há pessoas que só decoram as letras pra cantar pra uma mina e ela o achar demais e dançar pra ele, esse é o pagode.

Há pessoas "i wanna be a popstar", e se acham sempre a ultima bolacha do pacote tentando ser uma lady gaga da vida, não pela grana/trabalho, mas pelo "glamour", esses são os pops

Há pessoas indecisos sexualmente, ouvem Justin Bieber.

Enfim, entre brincadeiras e verdades, isso é um pouco da minha opnião.
Pra mim, o fato é que muita gente gosta do que a mídia manda, e as vezes acabam gostando simplesmente pelo fato de não conhecer outras coisas.

Eu ouço mais coisas ligadas ao Rock/Metal/Instrumental, desde pivete, conheço outros estilos mas é muito difícil eu ouvir algo diferente durante muito tempo.

No mais é isso, eu fico feliz por ter tanta gente diferente, por mais que algumas não tem 1 pingo de noção musical, é bom que sejamos diferentes =)


Meu objetivo com esse post: Eu acho que música é algo que vc tem que sentir, aproveitar a mensagem que está sendo passada, tentar entender o que o compositor queria ao escrever, ou seja, não é só ouvir por ouvir.

"Você tem que ouvir algo que mexa com sua cabeça, não com sua bunda." Rafael Bittencourt

Foucault
Veterano
# jul/11
· votar


É incrível como tem gente que é oito ou oitenta, se por um lado o "adolescente revoltado" defende com unhas e dentes o seu sagrado heavy metal, por outro, os "tiozinhos da complexidade" demonstram toda sua superioridade e "maturidade" fazendo o mesmo, acho que falta um pouco de bom senso por parte de alguns.

rocknroll1234
Veterano
# jul/11
· votar


cara,falar mal de rock emo,eu concordo.

mas por favor,não xingue o rock alternativo.

Black Horse Guitar
Veterano
# jul/11 · Editado por: Black Horse Guitar
· votar


Fidel Castro

Quem é você pra falar que Metal é uma merda?!

Limite-se a sua ignorância e não misture questão de gosto com qualidade.

Só em país de Povão de terceiro mundo como Brasil pra ter tanto alienado e falta de cultura

Aliás em que livro de regras da qualidade da música diz que quantidade de variação harmônica é o que define a música como sendo boa ou não?

Antes de falar besteira e dar uma de intelectual, aprenda primeiro o que realmente é música e qual o propósito dela

Pior que não saber nada é saber pouco e achar que sabe tudo!

Preciso aprender com o mestre De Ros, porque nunca o vejo nesses tópicos inúteis e briguinhas juvenis de rebeldes sem causa

Não adianta mandar recadinhos de rebelde juvenil porque nesse tópico não entro mais, aliás nem deveria ter entrado, é coisa de desocupado e guitarrista de quarto com falsa modéstia mas que se acha estrela

rocknroll1234
Veterano
# jul/11 · Editado por: rocknroll1234
· votar


eu gosto de heavy metal!

mas acho que iron maiden tem um som bem feio.

mas porque me limitar ao heavy metal?
quando você pode escutar um rock do Chuck Berry,Led Zeppelin,Deep Purple,um blues do Eric Clapton...

qual é?!
porque tem que ser tudo Heavy Metal?
______________
EDIT:.pensando melhor,porque me limitar só a guitarra?



o rock 'n' roll é um estilo mais rico do que vocês pensam.

renansena777
Veterano
# jul/11
· votar


eu preciso ler tudo isso pra entender?

Gareth
Veterano
# jul/11
· votar


Concordo com o rocknroll1234, em partes.

Concordo com o texto em parte mas é como o rocknroll1234 disse, não se pode limitar apenas ao HM, pq tbm há mto metaleiro bitolado em só ouvir metal e pronto.

Obs.: Layla, amo essa musica, valeu man =)

rocknroll1234
Veterano
# jul/11
· votar


renansena777
não,eu li e me arrependi.

Fidel Castro
Veterano
# jul/11 · Editado por: Fidel Castro
· votar


Só em país de Povão de terceiro mundo como Brasil pra ter tanto alienado e falta de cultura

Haha, sai do quarto um pouco parceiro.


Odeio gente que trata o Brasil e a nossa cultura com desdém e nunca saiu nem do próprio estado. Isso sim é alienação.

Widdly Scuds
Veterano
# jul/11 · Editado por: Widdly Scuds
· votar


Pior mesmo é ouvir metal e achar que faz parte de algum tipo de elite acima de quem ouve Justin Bieber. hahahahaha
Aliás, pior ainda é considerar DT como deuses do metal. HAHAHAHAHA

makumbator
Veterano
# jul/11 · Editado por: makumbator
· votar


mr.floyd

Sinto discordar, mas metal(assim como o rock) FAZ parte da cultura de massas(e bastante...hashsah!).

O povão é a peça-chave das culturas das massas. De um modo simples e direto, o que o povão curte é o que a indústria de massas vende. O povão curte porque a indústria vende e a indústria vende porque o povão gosta, uma relação recíproca.

O autor do texto não tem muito conhecimento da cultura de massa. Ele precisa ler um pouquinho de McLuhan, Adorno, Horkheimer e outros teóricos "classicos" da área, para não escrever bobagens reducionistas e simplificadoras


Musicalmente falando, o heavy metal é bastante complexo.

Se formos comparar com um poema sinfônico de Wagner, um quarteto de cordas de Hadyn uma sonata de piano de Beethoven, ou um concerto do Radamés Gnatalli(um dos maiores músicos, arranjadores e compositores da história do Brasil), o metal em geral é de uma simplicidade franciscana(o que não quer dizer que seja ruim). E isso tanto do ponto de vista da técnica musical, quanto principalmente no que tange a estrutura, desenvolvimento temático,organização e apresentação de idéias musicais.


P.S. Adoro rock, e principalmente metal, mas não tenho delírios quanto a sua superioridade musical.

malucobeleza666
Veterano
# jul/11 · Editado por: malucobeleza666
· votar


Widdly Scuds

É exatamente isso que eu não consigo entender, por que a pessoa não pode simplesmente aceitar que a outra goste de restart, ou justin bieber? cada um na sua.... Eu adoro metal, minhas raízes estão nele, mas usar de complexidade para desmerecer outros estilos é no minimo ignorancia como eu falei, até por que metal não é essa coisa. E se a gente usar apenas de complexidade para definir nosso gosto, iria ser uma merda sem tamanho, adoro u2, sei das limitações dos músicos ali, mas não tem ninguém que me faça parar de escutar simplesmente por que eu gosto, ehuahuhuea

De Ros
Veterano
# jul/11
· votar


Tudo é música.











E música é tudo!

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11 · Editado por: Die Kunst der Fuge
· votar


O cara tem toda a razão, o que acontece é que metal é um estilo musical muito complexo e muito rico, de forma que não é qualquer pessoa que possui intelecto suficiente para apreciar todas as nuances que este estilo tem a oferecer.
É necessário um grande conhecimento técnico e teórico para conseguir entender o metal, é necessário ter ouvido ativo e muita atenção nas audições, coisas que o povão em geral não está acostumado, não gosta ou não sabe fazer.
Por isso nem todo mundo percebe o mar de riquezas técnicas, rítmicas, instrumentais e polifônicas que são tão característicos.
Sem contar que o Heavy Metal é um estilo muito variado, possuindo várias vertentes, todas tão diferentes umas das outras que torna fácil diferenciá-las à primeira audição, o que,em contrapartida, dificulta uma identificação do ouvinte a uma característica geral do estilo, caso ele não tenha um vasto conhecimento sobre o assunto e a história de cada um desses.
O metal então peca pela riqueza. O excesso de riqueza e de elementos constituintes não acompanha o nível de apreciação abaixo de medíocre das massas, o metal está em outro nível intelectual.
E se você concorda com o que eu falei você é uma anta.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11
· votar


"Você tem que ouvir algo que mexa com sua cabeça, não com sua bunda." Rafael Bittencourt

Ou seja: Não Ouça Heavy Metal também.

A única cabeça que o Heavy Metal mexe é a que você sacode enquanto ouve. Neste ponto, o Heavy metal transforma sua cabeça numa bunda, portanto da sua cabeça só sai merda.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Heavy Metal x "Povão"