Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Novo Roland BK-9

      Autor Mensagem
      Berg Varela
      Veterano
      # abr/13


      ESPECIFICAÇÕES:

      DISPLAY:2 Displays 160 X 160 Pixels, Graphic LCD (Backlit)
      Keyboard Type:76 Velocity Sensitive Keys Key Touch: High, Medium, Low, Fixed.
      Keyboard Modes: Organ, Piano
      Max. Polyphony: 128 Voices (GM2/GS/XGlite Compatible)
      Tones: 1,718 (Included 22 SuperNATURAL) + User Tone.
      Favorite Tone:Possibility to create four lists (UPPER1, UPPER2, LOWER, M. BASS) of 10 frequently used sounds and recall them instantly.
      Drum Sets:77
      Multitimbral parts:4 keyboard parts (UPPER1, UPPER2, LOWER, M. BASS) + MELODY INTELLIGENT + 16 song parts.
      Master Tuning:415.3 to 466.2 Hz
      Key Control: (Transpose)–6 to +5 in semitones (for rhythm, SMF, Mp3/WAVE).

      ORGAN SECTION:Harmonic Bar16’, 5-1/3’, 8’, 4’, 2-2/3’, 2’, 1-3/5’, 1-1/3’, 1’ + LEVEL.
      Vibrato/Chorus:V-1/V-2/V-3/C-1/C-2/C-3
      Percussion:2nd/3rd, Soft, Slow
      Rotary Sound:Slow/Fast, Brake, Level
      Tone Wheel Type:50/60/70
      Amplifier Type:TYPE 1/TYPE 2/TYPE 3/TYPE 4/ TYPE 5.

      EFFECTS:Real Time Parts (UPPER1, UPPER2, LOWER, M. BASS)
      Reverb and Chorus: selectable via Tone Part effects 2 Mfx (84 Mfx Editable Macro) (selectable via Tone Part effects) Part EQ
      Rhythms/SMF section:Reverb: 8 types (selectable via Makeup Tools) Chorus: 8 types (selectable via Makeup Tools) 3 Mfx (84 Mfx Editable Macro) (selectable via Makeup Tools) Part EQ.

      MIC:2-band EQ +gain for each band , Reverb

      BACKING SECTION:Rhythms:Over 500 in 10 “Rhythm” families
      Real-time player:Rhythms (STL), SMF (Format 0/1), KAR, mp3, WAVE
      Tempo Change:20 to 250 BPM for SMF and rhythms
      Time Stretch:75 to 125% for mp3 and WAVE
      One Touch memories:4 suitable tones for each rhythm (Programmable)
      Track Mute:For Rhythms/SMF
      Center Cancel:For mp3/WAVE

      Rhythm Composer:Internal Rhythm Composer
      Rhythm and SMF Makeup Tools:Instrument-oriented editing.

      AUDIO RECORDING:Media:USB Flash memory
      Save format: Áudio files (WAVE 44.1 kHz, 16-bit linear), MIDI files (SMF).

      SEQUENCERS:16 tracks sequencer
      Internal 16 tracks MIDI sequencer with microscope and macro editing functions:Chord Loop:Loop/Sequencer Mode.

      METRONOME:Time Signature:1 to 32/16, 1 to 32/8,, 1 to 32/4, 1 to 32/2
      Mode:Always, Play, Rec
      Count In:Off, 1 bar, 2 bars
      Volume:Internal and external by METRONOME OUT jack.

      PERFORMANCE MEMORIES:Performance Lists
      Unlimited number (storage on USB memory) Over 1000 “Music Assistant” memories (internal memory) 5 “Factory Song” memories (internal memory)
      Performance memories per List:Max. 999.

      OTHER:Search Function
      Quick location of Rhythms, and Songs on the connected USB memory
      Demo:Yes
      Lyrics:SMF, mp3/WAVE, mp3+CDG (mp3+CDG on video output socket only)
      Slide Shows:Picture folder linked to songs (recommended resolution: 512 x 384 or 1024 x 768 pixels).

      Panel Controls:Rotary encoder: Data dial with push switching function VOLUME: 1 Knob AUDIO IN: 1 Knob MIC VOLUME: 1 Knob MIC REVERB: 1 Knob BALANCE (Backing/Keyboard): 1 Knob Pitch Bend/Modulation Lever: 1 Mixer/Harmonic bars section: 10 sliders D-BEAM controller: 1 Assign Switches: 4

      Connectors:Audio OUTPUT jacks: (R, L/Mono) 1/4” phone type PHONES jack: Stereo 1/4” phone type Audio INPUT jack (R, L/Mono): 1/4” phone type MIC IN: 1/4” phone type/XLR type (Phantom power switch OFF/ON) METRONOME OUT: 1/4” phone type MIDI connectors: THRU, IN, OUT (Visual Control function) USB ports: USB COMPUTER connector (Type B, reception and transmission of MIDI data), USB MEMORY (Type A, data storage devices) Foot pedal jacks: HOLD, EXPRESSION , CONTROL (assignable) FC-7 PEDAL: 1 socket (assignable) VIDEO OUTPUT jack RCA-type (CVBS, PAL or NTSC – selectable)

      Power supply:AC adaptor
      Current Draw:1,100 mA
      Auto Off function:Off, 10 min, 30 min, 240 min
      Accessories:Owner’s Manual AC adaptor Power cord (for connecting the AC adaptor) Music rest.

      SIZE AND WEIGHT (WITHOUT MUSIC REST)
      Width:1251 mm
      Depth:345 mm
      Height:345 mm
      Weight:9.4 kg

      Edson Caetano
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Posso ser o primeiro? Isso vale 2500 doletas... Preço Brasil... Fácil, fácil perto dos 10 mil reais...

      E o que ele tem de novo... Nada, nada mesmo, mais uma vez a Roland esconde na manga seus trunfos? Será que acha, que é só dizer que tem 1700 timbres, oh 1700 timbres que louucura, com memoria farta e barata isso não quer dizer nada

      Confirmado que o keybed é o mesmo que o do BK5 só teclas a mais
      confirmado que é a mesma OS do BK5

      Pra que aqueles faders tão curtos? Pra que dois LCDs
      Para ser direto, tirando uma ou outra coisinha é um BK5 maior, nada mais

      Quase que vira uma maquina de videokê? Opa, virou

      Acho que a gente que espera demais dos lançamentos não?

      camiloaquino
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Edson Caetano
      Concordo c vc....achei q viria algo arrebatador, do mesmo nível do Tyros ou do PA3x.....mas nao veio. As vezes acho q ou a Roland nao presta atenção no mercado ou esconde o jogo. Minha opinião......vamos ver se pega essa novidade. O preço ta salgadinho, mesmo em dólares. Imagina em reais.

      Rick Pac
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Mais um teclado que tem todos os requisitos fundamentais para ter um lugar de destaque na prateleira da história do equipamento-que-não-deu-certo ao lado do RS-70, RS-9, Juno Stage, Juno Gi, G-600, FA-76, XP-10, , etc.

      Maestron
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Eu achei o teclado até legal, mas como já disseram, é um BK 5 vitaminado... Não justifica uma diferença de preço tão absurda... Bola fora da Roland... Tou feliz com o meu GW8...

      NEMESYS
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      10.000 reais num teclado desses!!
      Tô Fora!

      Se o cara comprar um VA-76, VA-7 ou G-70 por um preço na faixa entre 5000 a 7000 reais vai levar pra casa muito mais coisa do que tem nesse BK-9,
      se ele vir a cu$tar caRo R$10.000;

      Berg Varela
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: Berg Varela
      · votar


      Quando começou a sair as previas em videos,já tinha uma ideia de como viria,por isso já sabia que não era um projeto da linha "G" ou algo extraordinário ou inovador.

      Apenas um produto pra se posicionar com a concorrência(Yamaha) com seus PSRs que ela vende no metro e o BK-5 conseguiu ter uma boa aceitação,e é muito bem vendido,esse conseguiu o seu objetivo de encarar os PSRs.

      Não esperava vir com display touch-screen e colorido,mas pelo menos no designer eu gostei,coisa que no BK-5 e BK-3 eu não gostei.

      Resta torcer pelo preço fique pelo menos compatível com o PSR-950.

      A KORG tem uma maravilhosa linha,mas não tem essas vendas e nem chega perto das vendas da Yamaha.

      Eu vejo a Roland maias preocupada em custo x beneficio pra tentar ganhar mercado que a Yamaha tomou do que lançar produtos de luxo como um G-70 ou E-80 que poucos tem,pois na época de lançamento chegou a custa R$ 16,000,00 caindo e estacionando entre R$ 14,000,00 e R$13,000,00.

      Um usado bem conservado ainda vale por aqui R$8,000,00 e vende toda hora que chega nas lojas(Usados).

      Sempre precisei de um segundo arranjador pra levar para pequenas festas ou barzinho e tentei muitos E-50,E-60,GW-8,PRELUDE,PA-50SD,PA-500,BK-5 e nenhum me satisfez plenamente,quando apareceu um E-80 na loja,peguei logo,é menor que o G-70,mas o peso apesar de ser feito de plastico,os alto falantes pesados deixam o teclado com o mesmo peso do G-70.

      Pelo visto vou ficar com meus dois teclados ainda por um tempo e esperar um dia a linha "G"pois alguns mimos como um touch-screen colorido,2 slot pra SRX,teclas com qualidade,Designer, saída AD/DA de TOP e pegada no PA,ainda mais com as baterias e baixos da placa SRG-01,eu não me incomodo de pagar um pouco a mais por esses mimos,que me enche os olhos e ouvidos.

      Sobre passar para o PA 3X pro,estar fora de cogitação,pois tenho dois amigos que trouxeram de fora e inclusive estão até vendendo por R$11,000,00,mas só em pensar em fazer os meu styles feitos em anos e anos de profissão novamente,eu não tenho mais saco,e olha que já tentei fazer e não consegui.(Já usei EMC Style Works)não fica bom e nem melhor que a fonte original.

      NEMESYS
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: NEMESYS
      · votar


      "Eu vejo a Roland maias preocupada em custo x beneficio pra tentar ganhar mercado que a Yamaha tomou do que lançar produtos de luxo..."

      É isso mesmo Berg-Varela

      A magnitude de um E80 com aquele display colorido com aquelas telas, aquele gabinete completo com botões de acesso direto e mais akeles SLOTs para as placas de expansão SRX é um merecido triunfo da tecnologia Roland!

      Edson Caetano
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      NEMESYS
      Berg Varela
      "Eu vejo a Roland maias preocupada em custo x beneficio pra tentar ganhar mercado que a Yamaha tomou do que lançar produtos de luxo..."

      Isso eu não consigo aceitar, então as cartas da Roland estão lançadas, equipamentos mais "baratos" e "limitados"??

      Esta história de Conects se repetem anualmente, a gente louco por novidades crentes na história passada da empresa e me vêem com estes modelos caça-niqueis

      Porque não lançar um mega super blaster top key e calar a boca da concorrência e fazer tecladistas pelo mundo 1000% felizes... a técnologia existe, know-how a Roland tem, o que falta então....

      É só isso que eu fico me perguntando

      Agora dizer que lançar um teclado de 2500,00 dolares para ter custo x beneficio bom é brincadeira não?? um Korg Kronos 61 (que tambem teve claras reduçoes orçamentarias no acabamento) custa 2800,00.... não me convenceu estes valores

      André Luiz Keys
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Ontem tive a oportunidade de tocar um pouco no BK-9 e ele veio com algumas coisas a mais que o BK-5 e cia.

      Alguns comentaram sobre as baterias.. notei que ele veio com alguns kits do Fantom que são muito bons... o piano acústico melhor, os rhodes derivados do Jupiter-80.. alguns ritmos novos..

      O som no PA também agradou muito e vem mais pesado, comparado ao GW-8/Prelude.

      Pelo preço praticado la fora, não acredito que ele custe os 10K que estão falando.. deve ser menos.

      Vamos aguardar a chegada oficial dele no Brasil para ver.

      Rick Pac
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      O som no PA também agradou muito e vem mais pesado, comparado ao GW-8/Prelude.
      Poxa , mas som de GW8 e Prelude é pesado onde? Em Lilipute ?

      NEMESYS
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Ritmos novos ?

      Ele tem +de 500 Ritmos
      mas há uma informação de que 25 Ritmos novos com a tecnologia exclusiva dele é que foram criados para esse lançamento.
      O restante é tudo repeteco que já saiu no Bk7m-BK5 e no E80.

      André Luiz Keys
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Rick Pac
      Poxa , mas som de GW8 e Prelude é pesado onde? Em Lilipute ?

      Por isso eu disse que o BK-9 tem mais "peso" no PA comparado a esses modelos anteriores.

      valdeirf
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Videos interessantes do BK9
      http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=HBnjXmLQOzM
      http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=OEjwg18OEZE#!

      Leo Vaz
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Edson Caetano

      Vc foi generoso... Acho que não vale os 2500 dólares...

      Na minha opinião, para ser simplório (LCD meia boca), tem que ter timbres TOP TOP TOP, tipo Clavia... Se não for o caso, tem que fazer pirotecnia! Muitos recursos, display atraente, etc...

      Rick Pac

      Eu prefiro o G600, se bobear....

      NEMESYS

      Certamente tá valendo a pena um usadinho, tipo Va7, G70, a comprar algo lançado depois... A Roland parece ter desinteressado do mercado de arranger top.

      Berg Varela

      Resta torcer pelo preço fique pelo menos compatível com o PSR-950
      Ai não seria infinitamente melhor comprar o 950???

      André Luiz Keys

      notei que ele veio com alguns kits do Fantom que são muito bons...
      Eu acho que os kits da série BK não se comparam com os do G70, que demonstram peso no PA. No fone até vai...

      kokada
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: kokada
      · votar


      Não achei nada demais esse BK9... CADÊ os botões de atalho no painel será possível!!!

      NEMESYS
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: NEMESYS
      · votar


      Só troco meu BK-5 nesse Bk-9, se ele vier a cu$tar preço na faixa entre R$4500 a R$5500.
      Senão, fico com meu BK-5 e invi$to a grana no KORG PA-600

      Leo Vaz
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      invi$to a grana no KORG PA-600

      NEMESYS

      É a melhor coisa que vc faz, sem ver...

      Berg Varela
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Leo Vaz
      Resta torcer pelo preço fique pelo menos compatível com o PSR-950
      Ai não seria infinitamente melhor comprar o 950???


      Não,porque se vc ver meu post,para teclados que eu comprei pra servir como segundo teclado,eu não citei nenhum Yamaha,pois a minha opção é técnica mesmo e não se o teclado A é melhor que o B.

      Somente que eu não tenho mais saco pra fazer novamente uma penca de styles.
      Não tenho nada contra quem usa Yamaha,ou usa poucos style pra fazer eventos,mas infelizmente eu não sou assim,uso muitos.

      E sobre teclados arranjadores,eu não vejo tanta diferença de tecnologia assim entre as marcas.

      Eu vejo mais programações bem feitas que usam toda tecnologia e recursos que esses arranjadores podem fazer,mas também vejo muito arroz com feijão,tecladistas só dando o tom e tocando dez boleros num Style só e nem se preocupam de fazer introduções originais ou improvisos.

      Ai compram o melhor equipamento,pra ver se toca melhor e ainda tem a cara de pau de pedir de graça styles feitos com muito trabalho pela gente,e ainda bota cara feia se agente não der.

      e sobre o GW-8 esta ai a net que não me deixa mentir,tem vários videos de muita gente boa fazendo style com uma boa qualidade e peso.

      Resumindo,quem faz um arranjador é o tecladista e não ao contrario.

      Mauro Candido
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Um bom vídeo:



      hamiltonar
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Achei muito interessante todos os comentários e pontos de vistas, polemicas a parte gostaria de colocar algumas considerações: A Roland desde a sua "falecida" fase de arranjadores italianos da linha antiga E , G , e VA que eram teclados (para as épocas) muito bem construídos e acabados ( no ponto de vista técnico e sonoro) vem se mantendo de forma coadjutora no mercado de arranjadores com as linhas alternativas que até então conhecemos. De fato os timbres dos novos arranjadores na minhã opinião são muito bons mas não consigo me conformar com a pobreza de lay out dos painéis dos atuais arranjadores da Roland. Principalmente pra quem faz palco, faz muita falta teclas de atalho rápido, displays interativos com toque, controles em tempo real e principalmente recurso de multi pads (descentes... ) . Quanto aos comentários dos arranjadores da yamaha, tenho a linha PSR desde o 47 e o comentário que tenho a fazer é que a Yamaha precisaria inovar os timbres de percussão e bateria que já ficaram com som muito manjado. Todo mundo sabe que é um PSR independente do modelo / época. Outra coisa, um T-4 com apenas 5 oitavas é um crime ! ! . Vamos esperar por preço e uma boa demonstração na expo ou um workshop para em detalhes ver o que tem mesmo de bom e se vale o custoX benefício.
      PS tenho ainda um G-800 que segurei por causa das teclas e peso do som. Não tem hj muita aplicabilidade hj mas, cade arranjadores com um teclado pra tocar deste gabarito?? Só no G-70...

      Berg Varela
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      hamiltonar

      Já tive um G-800 e amava aquele teclado,tinha timbres que dá caldo em muito teclado hoje em dia,teclas muito boas,botões e Knobs tudo na mão pra tocar ao vivo,hoje se vc comprar um drive de PEN DRIVER pra ele,é totalmente tocável hoje em dia,o único defeito dele,pelo menos o meu,era que o teclado não podia ver chuva que display apagava,já cheguei a tocar até com uma lanterninha pra iluminar o display,fora isso,nunca me deixou na mão.

      E Também tem que torcer pra não quebrar nada,pois o teclado inteiro estar descontinuado,mas tem muita carcaça por ai pra poder tirar peças,pois ele vendeu muito.

      Vendi ele pra comprar o G-1000,outro teclado maravilhoso,mas não tinha nada de revolucionário tirando a teclas que são de primeira linha,só upgrades como kits de baterias e alguns timbres a mais,um display com sistema de back-light mais durável e nítido e o ZIP DRVER que logo quebrou eu troquei num HD SCSI.

      muita gente pensa que o G-600 era um G-800 com 5 oitavas,mas não era,o G-600 estava mais para um E-96.

      Saiu uma versão do G-1000 com caixas que se chamou EM-2000 e tenho um amigo que tem um e funciona perfeito,até o ZIP.

      Todos italianos,designer bonitos,com requintes,duráveis e imponentes e pegadas no PA com um peso maravilhoso.

      Que pena que os arranjadores da Roland são todos chineses agora.

      NEMESYS
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: NEMESYS
      · votar


      Que pena que os arranjadores da Roland são todos chineses agora.

      E os PSRs da YAMAHA são da Indonésia!!!

      jrpianissimo
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: jrpianissimo
      · votar


      Esse teclado é mais uma porcaria da Roland.

      André Luiz Keys
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: André Luiz Keys
      · votar


      hamiltonar
      A Roland desde a sua "falecida" fase de arranjadores italianos

      Apenas para citar que a linha BK é desenvolvida na italia pela mesma equipe que desenvolvia o G-70 por exemplo...

      André Luiz Keys
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      jrpianissimo
      Esse teclado é mais uma porcaria da Roland.

      Acho muito cedo pra dizer isso, tendo em vista que o teclado nem chegou ao Brasil e quase ninguém testou pessoalmente... pode ser que ele surpreenda...

      Berg Varela
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: Berg Varela
      · votar


      jrpianissimo
      Esse teclado é mais uma porcaria da Roland.

      Também não chega a tanto.

      Vamos tirar as conclusões começando com um SIMPLES ROLAND E-50.

      Um Roland G-70 custava na época de lançamento uns R$15,000,00 na época ficando entre R$12,000,00 a R$13,000,00 e um E-50 custava R$4,500,00.

      o E-50 contém quase todos os timbres do G-70,meno as as baterias da serie "V",mas os timbres apesar de ter menos,os que tem são os mesmo do G-70 como um ORGAN:ALLSKATE,SAX:BLOWSAXALTO e etc...então o que explica essa tamanha discrepância de preço?

      Se colocarmos o E-50 e o G-70 num mesmo P.A. veremos uma diferença abissal entre os dois teclados,mesmo usando as mesmas WAVEs,isso se deve pelo simples fato que o G-70 usa componentes de áudio da melhor qualidades,filtros,Compressores,Masterizadores e Equalizadores e conversores AD/DA TOP,por isso o som sai com uma qualidade sonora e bastante peso no PA.

      Voltando ao BK-5,ele contém as mesma WAVEs do G-70 fazendo uma reedição do próprio G-70,o BK-5 não usa os mesmo componentes de áudio do G-70,mas é o que chega mais perto,por ter os últimos componentes de áudio atualizados,mas para ter um custo x beneficio de custar R$3,600,00 teve que usar muita coisa dos ENTRY,como carcaça simples,display,teclas e etc de ENTRY...é um sucesso de vendas,batendo de frentes com os preços e as vendas dos PSRs.

      O BK-9 infelizmente ainda não estar entre nos para podermos ter certeza de preço e qualidade sonora,mas pelos videos,já da pra ter uma ideia.

      Se BK-9 usa as mesmas Waves do BK-5 e BK-7m,teremos uma reedição do G-70 com uma carcaça,display,layout mais simples,usando componentes de áudio de TOP, masterizadores,compressores,EQ por carnais,3 MFXs e etc...+ 22 timbres do JUPITER-80 e um pequeno LOOP/sampler para vc colocar por exemplo LOOPs de percussão e Baterias como por exemplo: percussão de Axé,timba da timbalada,Zabumba de xote que é super difícil de conseguir a mesma sonoridade.

      CONCLUSÃO: Se esse teclado é uma porcaria,o G-70,E-80,VA-76,G-1000,G-800 são todos uma porcaria também.

      Rock Ninja
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Aproveitando a oportunidade. Tenho o Módulo Roland RA-800 (o módulo do G-800).
      Quem tiver interesse: O meu está com todos os manuais, num bag acolchoado (ainda tenho a caixa original) e está em excelente estado de conservação.
      e-mail rock-ninja@hotmail.com ou luciano.sfranca@bol.com.br ou (22)9888-3014.

      Leo Vaz
      Veterano
      # abr/13
      · votar


      Berg Varela

      o E-50 contém quase todos os timbres do G-70,meno as as baterias da serie "V",mas os timbres apesar de ter menos,os que tem são os mesmo do G-70 como um ORGAN:ALLSKATE,SAX:BLOWSAXALTO e etc...então o que explica essa tamanha discrepância de preço?

      A discrepância, meu caro, vem da sua resposta no próximo parágrafo: componentes de áudio da melhor qualidades, filtros, Compressores, Masterizadores e Equalizadores e conversores AD/DA TOP.

      [opinião] Quer um Arranjador Roland bom? Compre um G70 usado, ou contente-se com algo pior... Ponto.

      Se BK-9 usa as mesmas Waves do BK-5 e BK-7m,teremos uma reedição do G-70 com uma carcaça,display,layout mais simples,usando componentes de áudio de TOP, masterizadores,compressores,EQ por carnais,3 MFXs e etc...+ 22 timbres do JUPITER-80 e um pequeno LOOP/sampler para vc colocar por exemplo LOOPs de percussão e Baterias como por exemplo: percussão de Axé,timba da timbalada,Zabumba de xote que é super difícil de conseguir a mesma sonoridade.

      ♪ ♫ Sonho meu... Sonho meu... Vai buscar quem mora longe, sonho meu.... ♪ ♫ kkkkk; Essa conversa depois do almoço me deu Azia...

      jrpianissimo
      Veterano
      # abr/13 · Editado por: jrpianissimo
      · votar


      Tudo já foi dito pelo nosso amigo Leo Vaz.

      Amigo Berg Varela, essas comparações teórico/técnicas não me convencem mais. A identidade do teclado se ver mesmo é no palco. Timbres gritantes, que dão tesão, com peso e qualidade, nuances maravilhosas...a roland tem mesmo deixado a desejar. Essa é uma opinião quase unânime.

      Eu não sei o que está acontecendo com a Roland, mas ela não é a mais mesma. Os teclados de um modo geral tem muitos recursos utéis mas os timbres só tem qualidade dentro do meu quarto no fone de ouvido.

      Abandonei um Juno Stage e voltei com meu xp-30. Dele sim eu não tenho do que reclamar. O problema deve estar no meu ouvido ou no bolso que não evolui pra comprar um Nord...rsrs

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Novo Roland BK-9

      306.407 tópicos 7.907.220 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital