Reverbs - Como escolher, como analisar e detalhes de alguns modelos.

Autor Mensagem
Fernando de almeida
Veterano
# mar/09 · Editado por: Fernando de almeida


Reverbs - Como escolher, como analisar e detalhes de alguns modelos.

Costuma-se escolher Reverb pelo ouvidão e em muitos casos não se sabe tão detalhadamente sobre o que está se comprando.
Quais parâmetros deve-se analisar para escolher um Reverb?
Qual Reverb se deve usar?

Antes de tudo, sugiro que leiam o tópico abaixo para deixar os conceitos sobre efeito esclarecidos e depois vejamos o Reverb mais especificamente:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/7/154222/


O efeito Reverb é formado por um grande número de ecos distintos chamados reflexões. Antigamente o reverb era obtido com câmaras de reverberação naturais (recintos com propriedades acústicas específicas - especialistas em acústica projetavam essas salas (para concertos ou para gravação) para que produzissem determinada característica sonora e reverberação ambiente). Devido ao grande trabalho, nas décadas de 1950/60 inventaram dois métodos de se obter reverb artificialmente, eram os reverbs de mola e de placa. Com o desenvolvimento da tecnologia, surgiram os processadores digitais de reverb, que tenta oferecer uma simulação do fenômeno real da reverberação (e em alguns casos, uma reverberação surrealista), utilizando para isso algoritmos computacionais.

Reverb analógico - Em um ambiente natural a amplitude e o brilho de cada uma dessas reflexões decaem independentemente ao longo do tempo, sendo influenciados, no timbre com perdas de frequências principalmente agudas - e isso não é ruim pois é o reverb natural-, pelo tamanho e geometria do local, pelos materiais (diferentes materiais absorvem diferentes tipos de frequências e isso influencia muito no reverb) que o constituem e pelos objetos que nele se encontram. Bom o reverb analógico é o natural, como se estivesse em um ambiente ... Os pedais de reverbs "analógicos", simulam essas "imperfeições" do reverb natural

Reverb Digital - Funciona como o analógico, porém, ao decair as reflexões não perde nenhum tipo de frequência ... funciona como se os materiais/objetos presentes em um ambiente não absorvessem nenhum tipo de frequencia e as reflexões só vão se atenuando sem alterações timbristicas ...

Reverb de mola - Em termos de som, eu incluo o reverb de mola no grupo dos analógicos, pois eles tem alterações em seu timbre conforme as reflexões decaem, assim como no analógico ... O termo reverb de mola tem esse nome porque o reverb é obtido exatamente de molas ... O dispositivo onde fica essas molas se chama tanque de reverb ... Nesse tanque de reverb vc tem dois pequenos falantes (um atua como falante mesmo e o outro atua como microfone - como microfone mesmo) posicionados um de frente para o outro com molas ligando um ao outro (isso mesmo cada lado das molas são presas uma em um falante e outro no outro) e quando vc toca sua guitar o seu som vai para um desses falantes que ao soar, há uma vibração que é passada mecanicamente para as molas que passa para o outro falante, que atua como microfone, que faz o som ir para o falante do ampli ... mas espera aí, a mola não passa só uma vibração, pois fisicamente, ela continua vibrando até parar ... aí está exatamente essa vibração posterior continua sendo captada pelo falante que atua como microfone, tendo o efeito reverb ... e devido as molas, reverb de molas.

Reverb de placa - Um reverb de placa consiste de uma placa fina de aço ou outro metal resistente coberto com liga de ouro, que é posto a vibrar pelo sinal a ser processado (reverberado). Em outro ponto da placa o sinal é captado por um transdutor e então adicionado ao sinal original. O reverb de placa possui uma característica bastante natural porque as vibrações na placa são similares às vibrações do ar numa câmara de reverberação, sendo espalhadas em todas as direções da placa e refletidas quando atingem suas bordas, podendo-se distinguir bem as reflexões primárias das posteriores. O resultado é uma ambiência natural, mas o tempo de decaimento não pode ser modificado (assim como o de mola tb não pode).

Todos esses tipo de reverbs, em pedais para guitarra, são excelente e dependem exclusivamente do gosto do músico escolher qual tipo prefere usar. No caso do de molas, a maioria do amplis tem ou simulam eletrônicamente ...
Tem quem diga que o reverb de molas tem características vintage, mas isso não é regra ... Para quem gosta de reverb, eu recomendo um pedal digital que tenha simulação analógica ...

Os parâmetros room, hall, plate e outros se referem ao tamanho da sala que simula, ou seja qto maior a sala, maior o reverb, logo é uma simulação do ambiente real onde estaria sendo executada a musica, por isso é possível a alteração timbrística.
Os reverbs que os pedais geralmente simulam são:
- Plate (simula o reverb de placa e em algumas unidades simula uma sala pequena com superfícies muito reflexivas)
- Room (sala de porte médio – tem a intenção de soar um ambiente caseiro comum)
- Hall ou Cathedral (sala de grande porte, ambientes amplos – som de Catedral)
- Chamber Hall (câmaras de concerto)
- Spring (reverb de mola dos amplis de guitarra)


Alguns Reverbs de mercado (fora ou em fabricação):

Boss RV-2: Reverb com os parâmetros de simulação de sala Room (com 8 metros de altura), Hall 1 (com 15 metros de altura), Hall 2 (com 30 metros de altura), Plate e outros parâmentros para melhorar a ambiência.
Boss RV-3: Reverb e Delay (2000ms): com Room1 (pequeno), Room2 (sala média), Hall e Plate e é stereo.
Boss RV-5: Reverb: 6 modos de reverb - Spring, Plate, Hall, Room, Gate, Modulate (reverb com modulação também chamado de shimmer)
Boss RE-20: Space Echo: Nova versão do clássico RE-201. É melhor para delay (vários parâmetros e recursos de delay) mas tem um reverb de molas incrível.
Danelectro Corned Beef: Reverb Digital simples
Danelectro Spring King: Spring Reverb – Reverb de mola
DigiTech DigiVerb: Digital Reverb Pedal - 7 tipos de Reverb (room, hall, plate, spring em diferentes "tamanhos")
Electro-Harmonix Holy Grail: Spring, Hall, Flerb. É um dos mais usados no mundo.
Guyatone MR-2 Micro Reverb: Parâmentros Room, Hall, Stadium reverb
Landscape Spring Reverb SRV1: Reverb de Molas
Line6 Verbzilla: 11 tipos de reverb - 63 Spring: Reveb baseado no 1963 Fender®, Spring, Plate, Room, Chamber: simula reverb de câmara, Hall, Ducking: Hall com menos volume no tempo de delay, Octo: cria um espaço ambiental com decay harmonizado, Cave: Surreal reverb que simula uma caverna, Tile: Simula reverb de paredes azulejadas tipo banheiro, Echo (eco + reverb).
Onerr DG-1 Digital Reverb: 9 tipos de reberb (de simulação de sala pequena a sala grande) sendo um deles reverb+chorus e um chorus simples.
[u]Marshall Reflector Digital Reverb
: Reverbs Room, Hall, Plate, Spring e Reverse
Rocktron Cyborg Digital Reverb Pedal: Reverbs Plates, Rooms, Halls, Stadium e Dual
Wavebox Triton: Delay (digital, tape, ping pong, multi taps e dual) e Reverbs (room, hall e plate)

PS. Embora eu não tenha citado, além do controles normais de reverb (Reverb type, Decay / Time, Mix, Diffusion, Pré-Delay) algumas unidades tem controles de filtros (Eq) que equaliza as reverberações para ter o timbre desejado.

Edit: Utilizando um Delay com Time (tempo) bem curto e com bastante Feedback (qtidade de reflexões), obtem-se um efeito de ambiência parecido com o Reverb.


Abr.
Fernando

alfacorrea
Veterano
# mar/09
· votar


Mais um tópico perfeito. Muito boas suas informações. Tinha que ter um lugar seperado para colocar essas análises em separado, para facilitar as futuras buscas.

Na minha opinião, acho que só faltou dizer que há a possibilidade de simular o reverb com o pedal de delay em regulagens bem curtas e com pouco feedback.

Por que eu digo isso? Porque eu uso assim. Eu uso 2 delays separados, um para fazer o "delay" propriamente dito e outro para fazer as reflexões bem curtas, simulando um reverb.

Sugiro que vejam, testem e analisem o pedal novo da Digitech, o tal de Hard-wire Reverb, que tem a marquinha da Lexicom. É bem impressionante.

Abraços e parabéns.

Guardião Washburn
Veterano
# mar/09
· votar


quanta coisa num reverb, eu uso só pra dar um doce na hora dos solos! essa é a diferença dos amadores pros profissionais....

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


alfacorrea
Na minha opinião, acho que só faltou dizer que há a possibilidade de simular o reverb com o pedal de delay em regulagens bem curtas e com pouco feedback.
Resolvido.

Sugiro que vejam, testem e analisem o pedal novo da Digitech, o tal de Hard-wire Reverb
Ainda não pude testar mas ouvi falar que é legal esse pedal.



Galera, além do meu tópico geral de efeitos e pedais, estou escrevendo as séries específicas onde trato um efeito por tópico. Já tem postado o de Equalizadores e agora esse de Reverb.
Abr

edalko
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

Belezura de tópico.

Só para complementar, o RV-5, no modo MODULATE, com o feedback no talo, consegue-se um efeito muito parecido com o OCTO do Verbzilla, com uma leve harmonização no final. Muito bom.


Guardião Washburn

A diferença nos reverb é justamente para dar um TCHAN no som da guitarra. Reverb com regulagens mais módicas é legal para bases... com sonoridades acústicas, prefiro um reverb mais carregado... Se for tocar Rockabilly o reverb é essencial assim como SurfMusic...

Além disso, não se pode esquecer das experimentações...


Por fim, eu acho que o pseudo-reverb produzido por pedais de delay não são nem parecidos com o verdadeiro som de reverb, pois tendem a produzir uma sonoridade "metálica" na linha de regulagens extremas e robóticas de flangers.

MauricioBahia
Moderador
# mar/09 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Fernando de almeida
Malandro, que beleza de explicação... Tá na hora de escrever um livro hein...
Obrigado!

ps. faltou o Reverb de Banheiro! uhauhhua

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


edalko
Só para complementar, o RV-5, no modo MODULATE, com o feedback no talo, consegue-se um efeito muito parecido com o OCTO do Verbzilla, com uma leve harmonização no final. Muito bom.
Opa, valew pela dica ...

MauricioBahia
Tá na hora de escrever um livro hein...
Obrigado!

Ja pensei nisso e fui atraz de um patrocínio e não consegui ... No fim das contas eu teria de fazer tudo, pagar tudo do meu bolso para depois mandar para as empresas para ver se elas se interessariam em rodar as cópias e distribuir...

Guardião Washburn
Veterano
# mar/09
· votar


ps. faltou o Reverb de Banheiro! uhauhhua

esse ai é muito usado por vocalistas hehehe

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


MauricioBahia
ps. faltou o Reverb de Banheiro! uhauhhua
Guardião Washburn
esse ai é muito usado por vocalistas hehehe

Opa no passado, os primeiros estudios em seus experimentos já utilizaram o reverb de um banheiro em suas gravações ... Eles colocavam uma fonte sonora (uma caixa de som) e um receptor sonoro (microfone) o mais distantes para ter um reverb.
A caixa de som, estava acoplado ao tocador de som (na época creio que um toca fitas ou uma vitrola de LP) e quando o som saia da caixa, refletia no ambiente e era captada pelo microfone que estava acoplado ao gravador de som. Sou que em alguns casos eram colocados barreiras (panos, placas de madeira ou plastico, etc) entre a caixa e o microfone para ter diferentes texturas ...

Guita Ibanez
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

Cara, muito bom tópico, como os outros !!!

MauricioBahia
Moderador
# mar/09 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Fernando de almeida
Sabe aquela múscia do Ritchie, Menina Veneno? Se me recordo bem, meu primo comentou que foi usado um reverb "natural" do tipo banheiro. hehe
Abs

alfacorrea
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de Almeida,

Mas vc já tem tudo escrito? Quando vc tiver o trabalho todo pronto, todo escrito, vc me fala.

Não esqueça de registrar antes, para não perder os direitos autorais.

Eu conheço 2 pessoas que podem te ajudar. Uma delas trabalha juntamente em uma editora e a outra tem vários contatos.

Abraço.

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


alfacorrea
Mas vc já tem tudo escrito?
Eu tenho tudo rascunhado em vááá'rios papéis diferentes ... Começando a escrever eu termino tudo (com revisões e re-revisões) em 1 mês ou 1,ês e meio ... O treta é tempo para digitar ... Mas pretendo digitar tudo ...

Quando vc tiver o trabalho todo pronto, todo escrito, vc me fala.
Ok.

Não esqueça de registrar antes, para não perder os direitos autorais.
Não sei onde faz isso mas eu corro atrás ...

Eu conheço 2 pessoas que podem te ajudar. Uma delas trabalha juntamente em uma editora e a outra tem vários contatos.
Opa legal ... fico agradecido ...

O lance que eu citei do patrocinador, eu pensei num fabricante de pedais onde eu usaria os modelos de pedais dele em todos os exemplos, com foto e tudo mais ... pensei até num CD ou DVD que acompanharia demontrando os efeitos ...
Bom, mas vamos ver assim que ficar pronto te aviso.

makumbator
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

Belo texto, mas vc se esqueceu dos importantes e ainda usados(em estúdio mais refinados) reverbs e delays de fita. Já tive uma unidade de delay de fita(Space echo RE-201, da Roland, que também fazia ecos curtos, gerando reverb). E era MUITO legal. Mas vendi porque dava trabalho manter e regular e ocupava muito espaçp(além de valer uma boa grana).

Olha ele aqui:

http://www.vintagesynth.com/roland/re201.php


Aqui um modelo(novo) usado pelo Pink Floyd:

http://www.retrothing.com/2007/07/echo-verb-outla.html

Brown
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida
Bom, hein! Vou ver com mais calma quando chegar em casa. Valeu!

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


makumbator
Opa não citei esse pois são poucos vistos aqui no Brasil ... Mas valew pela contribuição ....


Brown
Bom, hein! Vou ver com mais calma quando chegar em casa. Valeu!
OK ...

ogner
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

Cara, desculpe se vou dar uma desvirtuada no topico, mas me parece que vc é um cara que saca alem de outras coisas de reverbs bem. Acabei de pegar um amp valvulado handmade e nao optei pelo reverb de mola ( estou muito arrependido ) agora procuro um bom pedal que simule molas ou seja mais " natural".

O preço cobrado pelo reverb de mola era 200,00 mas agora q o projeto foi concluido seria meio dificil incorpora-lo ao amp.

Ae te pergunto qual pedal vc acha que seria bacana pra eu pegar, porem um com custo beneficio bom, pois NÂO tenho $$$$, hehehe.

Se puder ajudar, agradeço.

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


ogner
Ae te pergunto qual pedal vc acha que seria bacana pra eu pegar, porem um com custo beneficio bom, pois NÂO tenho $$$$, hehehe.

Cara, custo benefício, vai de Landscape Spring Reverb ...

ogner
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

É. esse é um que esta na mira, hehehe.

Tenho uma pqna possibilidade de trazer de fora sem taxas,
pensei no Holy grail
http://guitars.musiciansfriend.com/product/ElectroHarmonix-Holy-Grail- Reverb-Pedal?sku=153319

Q seria a grana maxima q disponibizo.

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


ogner
Holy grail

Cara, ao lado do Boss RV-3 esse é o reverb mais usado no mundo ... Se conseguir um desse legal ...
Vai sair qto (em R$) pra vc????

ogner
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

tá 119,00 doletas, eu só pagaria o cambio..
Um amigo que mora lá esta vindo pro Brasil.

ogner
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

É, cara o rolo dos EUA nao ia rolar, peguei o Landscape hoje lá
na Teodoro. Testei aqui no valvuladão e gostei do resultado a principio, simples sem firulas e um clima vintage mesmo, nao tem muito brilho, mas pra mim ta bacana. Mais bacana ainda o preço, 178,00. Agora o que vou procurar saber é sobre a chave de acionamento, é eletronica e parece muito fragil apesar do vendedor dizer que nao tem reclamacoes quanto a isso.

Valeu.

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


ogner
Testei aqui no valvuladão e gostei do resultado a principio, simples sem firulas e um clima vintage mesmo, nao tem muito brilho, mas pra mim ta bacana.
Sim é um pedal honesto sem recursos extras ...

Drifter
Veterano
# mar/09
· votar


Fernando de almeida

Boss RE-20: Space Echo: Nova versão do clássico RE-201. É melhor para delay (vários parâmetros e recursos de delay) mas tem um reverb de molas incrível.

Olá! Pelo que citou acima, você já deve ter tocado em um RE-20, certo?
Gostou do pedal? É fácil de usar?

Fernando de almeida
Veterano
# mar/09
· votar


Drifter
Olá! Pelo que citou acima, você já deve ter tocado em um RE-20, certo?
Gostou do pedal? É fácil de usar?


Sim .. já toquei num desses ... Curti muito ... mas não é um pedal que eu deixaria no meu set e sim um pedal que eu usaria intensamente em estúdio ...

Fábio MG
Veterano
# mar/09
· votar


Belo tópico!

rafael_cpu
Veterano
# mar/10
· votar


Excelente tópico, assim como aquele sobre Equalizadores.

Parabéns!

A respeito do Boss RV-5, você já usou? É uma boa escolha?
É o único em fabricação atualmente pela Boss (além do FRV-1).

ogner
Veterano
# mar/10
· votar


Bom, já que uparam e eu comentei sobre o Landscape Spring Reverb, fiz mais testes nele e o esquema de chaveamento dele não é tããão legal, ele não é true by pass causando uma perda de volume e um pouco de brilho. Mas ainda assim, o custoxbeneficio desse pedal é considerável, um reverb bem bacana, quente, sem firulas...

rafael_cpu
Veterano
# mar/10
· votar


ogner

Preferi evitar de abrir um tópico novo só para perguntar sobre o RV-5, já que o Fernando Almeida parece conhecer bem o tema e ter falado pouco do atual reverb da Boss.

Desculpa aí o up. Vou atentar mais para isso.

T+

erico.ascencao
Veterano
# mar/10
· votar


Aproveitando o tópico...

Gostaria de saber se existem pedais de reverb de mola analógicos, ou seja, pedais que sejam iguais aos sistemas de reverb usados em amplificadores.

Já vi aqui no FCC que este tipo de pedal até existe, porém com o inconveniente de necessitar de uma "bicudinha" no pedal para que as molas se movimentem e o som apareça. Isso é verdade?

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Reverbs - Como escolher, como analisar e detalhes de alguns modelos.