[Duvida] Montar bateria ou comprar uma pronta?

    Autor Mensagem
    aandrias
    Membro Novato
    # 20/mai/20 17:22


    Bom, comecei com as aulas de bateria em 2016 e continuei até final de 2019. Meus pais me deram de aniversário uma bateria acústica da Planet Neptune, que veio com um surdo, bumbo, uma caixa, dois tons, chimbal e o prato de ataque.
    Nunca toquei ela, nunca afinei, mas agora com essa quarentena eu estou pensando em voltar a praticar. Só que eu queria comprar pratos novos e adicionar um de condução, fiz uma pesquisa e pensei em comprar o Kit Stagg Axk. Mas o problema é que não sei se devo trocar a pele do surdo, tons, etc. Ou se vale mais a pena eu comprar uma bateria nova, acustica ou eletronica, que não passe de R$4.000, de preferência mais barato que isso, pois não toco profissionalmente.

    A questão é, gostaria de saber se o Kit de pratos é de qualidade boa e se vale mais a pena eu "renovar" essa minha bateria ou se devo investir em outra. E caso eu invista em outra, qual modelo seria interessante?

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 21/mai/20 08:17
    · votar


    Nunca toquei ela, nunca afinei, mas agora com essa quarentena eu estou pensando em voltar a praticar.

    Mano, vc nem ao menos conhece o instrumento que tu tem e já quer trocar? Na boa, afina essa merda e vai tocar! Em pouquíssimo tempo tu vai querer pratos, daí cê compra. Toca mais algum tempo e vc vai saber o que te agrada e o que te incomoda nela, daí sim cê ve se é mais negócio trocar a batera toda ou mudar essa.

    Ismah
    Veterano
    # 22/mai/20 03:26
    · votar


    Como tu mesmo disse, o instrumento não faz diferença. Então o que mudaria com uma bateria nova, ou a atual?

    Não vejo sentido em comprar outra. Mesmo uma nova, precisa de afinação, e talvez alguma manutenção - é normal algum parafuso soltar no transporte.
    No processo de afinação, pode sim acontecer de uma pele da atual estourar, dependendo de como esteve armazenada e ao que esteve exposta.

    Sugiro que desmonte ela inteira e limpe. E considere investir uma grana, para alguém para remontar e afinar ela, aí na sua casa. Não é difícil, mas não é tão simples quanto parece também.

    Se decidir fazer por si mesmo a afinação, sugiro que encoste os parafusos de maneira cruzada até sentir que a pele, está mais ou menos uniforme. NÃO GIRE MAIS QUE 1/4 de volta por vez cada parafuso. E aí conte as voltas. É mais eficiente que fazer de ouvido, quando não se está treinado.
    Aí vá esticando até o som agradar, mas tenha em mente que um tambor grande, tem som grave.

    Eu pessoalmente, afino para meus assessorados a de resposta de maneira técnica (contando voltas) e uso o ouvido, ou um afinador de celular para checar cada parafuso, e deixar na mesma nota.

    SÓ QUE, eu já sei em que nota estava, ou que nota é recomendada (algumas baterias vem escrito dentro do casco). Afinar do zero é ouvido+gosto.

    Então monto a pele de ataque (batedeira) e afino com o afinador ou de ouvido. Logicamente abafando a de resposta primeiro, e depois testo pra ver como soa.
    Varia de gosto a afinação e o intervalo entre de ataque e resposta. Alguns intervalos musicais, ressonam mais do que outros. Eu gosto de tambores graves, e intervalos de quartas entre ataque e resposta, e quintas entre os tons. Pode mudar, dependendo da configuração.

    É normal que uma pele desafine um pouco, depois de ter afinado. Algumas peles desafinam muito no começo, e depois estabilizam.
    Outras não param afinadas mesmo. Não tem o que fazer aí!
    Se seguir esticando, uma hora ela estoura. Então ou afina mais baixo, ou afina ela mais ou menos, e convive com isso.
    Na duvida, sempre deixa uma pele mais solta do que mais esticada.

    Existem também afinadores próprios, mas eles podem dar a mesma tensão, o que não necessariamente é a mesma nota. Não precisa chegar a tanto, mas acho que pode ser interessante para estudo de afinação - e velocidade, apesar que tempo não é bem o problema, dado as circunstâncias atuais.

    Aliás, não precisa nem remover as duas peles! Só retire a de ataque (que desafina bem mais), caso esteja inseguro pra afinar.
    Pode usar o celular para treinar afinando a de reposta - deduzo que saiba como fazer pra tirar o harmônico de cada parafuso.

    Numerar cada parafuso, ajuda muito a não se atrapalhar! Sugiro que numere na ordem que for afinar, pois aí segue-se a mesma ordem.
    Alguns bateristas escrevem na própria pele os números e deixam lá. Outros abominam isso, pela estética. Se não quiser escrever na pele, use um pedaço de fita crepe.

    CUIDADO COM A PELE DE ATAQUE (BATEDEIRA) DA CAIXA! Ela geralmente é porosa, e se estiver velha, pode ser que ao tirar a fita arranque uma camada do tratamento.

    Não esqueça de lubrificar - nem que com óleo Singer, para máquina de costura! - os mecanismos. Sugiro aliás que limpe-os com algum solvente e então lubrifique.
    Os lubrificantes do tipo aerosol (WD40, Starrett M1, etc) são interessantes. Práticos de aplicar e remover. Porém, existem outros. E nesse ponto, é tentativa e erro.

    Não se apresse, manutenção de bateria é uma semana de serviço, mesmo pra mim, que tô a alguns anos lidando com isso.

    É uma péssima hora pra vender, mas uma excelente hora pra comprar. Sugiro que dê uma olhada no mercado de pulgas, e nas lojas... Quando vê aparece o que tu busca, de barbada.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a [Duvida] Montar bateria ou comprar uma pronta?