levei a um luthier mas não achei a causa do trastejo

Autor Mensagem
RafaelC666
Membro Novato
# jul/17


tenho uma les paul tanglewood, até então uma maravilha de guitarra. de certo tempo para ca ela começou a trastejar a corda sol, ré, e la em todas as casas. levei a um luthier pois nunca tinha a levado. voltei de la e o trastejo continua, mesmo apos retifica de trastes, regulagem de tensor e altura de cordas. as cordas estao muito altas e ainda assim trastejam as cordas soltas ate. alguem aqui passou por problema parecido?
ps:não pretendo vender essa minha guitarra, pois gosto muito dela e da tocabilidade que ela sempre teve.

Ismah
Veterano
# jul/17
· votar


Nut...

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


Ismah: trocar o nut ent?
no nut nada foi feito ainda

makumbator
Veterano
# jul/17
· votar


RafaelC666

Mas mesmo depois do luthier a guitarra trasteja em TODAS as casas das cordas sol, ré e lá?

Se for em muitas casas ao longo do braço não acho que seja falta de regulagem do nut (ele é mais decisivo na ação e tocabilidade das primeiras casas, além da corda solta.

O que o luthier disse que era? Você não testou lá com ele?

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jul/17
· votar


RafaelC666
Tem certeza de que você levou a um luthier?
Digo isso pois guitarra nenhuma sai de minha oficina assim. E, se por acaso o cliente nota um ou outro trastejamento e alguma corda e em alguma casa, ele retorna e eu faço o ajuste sem custo algum...

Insufferable Bear
Membro
# jul/17 · Editado por: Insufferable Bear
· votar


voltei de la e o trastejo continua
as cordas estao muito altas
Volta pra lá e manda ele fazer o trabalho dele.

E na verdade tirando o negócio dos trastes o resto você deveria aprender a fazer sozinho.

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


então... na corda sol são todas praticamente com raríssimas exceções. na corda la só algumas. corda ré tem mais de 6

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


eu levei a um bom luthier, muito atencioso. ele regulou o tensor e altura das cordas na minha frente na esperança de combater esse trastejamento. alguns guitarristas dizem ser normal, ja eu tenho TOC cm isso e me incomodo mt com essa inconstância no som.

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


Insufferable Bear. eu quero muito aprender, mas meu tempo infelizmente é curto visto que to no ultimo ano do colegio e vestibular ta ai kkk

ejames
Membro Novato
# jul/17 · Editado por: ejames
· votar


RafaelC666
ele regulou o tensor e altura das cordas na minha frente
Como que ele regulou na sua frente e ainda assim você saiu de lá com a guitarra trastejando?

alguns guitarristas dizem ser normal
Acontece que não é. Se o nut e a ponte estão na altura certa, trastes nivelados e tensor regulado, não é para isso acontecer. Alguma dessas etapas foi feita incorretamente.

Cara, tem como você gravar esse trastejamento aí? Porque ou seu relato tá errado ou esse luthier é um grande picareta.

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


ejames
ent cara, n tenho como gravar agr. só poderei gravar amanhã a noite, mas eu vou gravar um video no yt por priv e envio o link aqui.(n sou mt bom mexendo com isso mas eu dou um jeito kkk). o luthier é bom, pode acreditar em mim. o que eu mais tive foi experiencia ruim com luthier.(foram só 3 vezes). o primeiro quase quebrou a minha stratocaster condor que esta com trastejo ate hj. o outro que levei minha flying v tld cobrou um absurdo para fazer meia retifica e quase quebrou o braço da guitarra(sem falar que ficou falando que minha pegada tinha que ser mais leve e tocar como uma pluma. eu n quero queimar o nome de ngm n, mas eu toco metal,, ate entendo que em solos devido a velocidade usamos menos força, mas eu n sou leigo e ja toco a quase 6 anos e sei muito bem como tocar e cuidar da minha pegada kkk). e ambos eu ja tinha visto trabalhos em guitarras de amigos pessoalmente e ficaram otimas. esse ultimo foi a ultima esperança. n cobrou caro, foi mt atencioso e deu um jeito na minha v que infelizmente foi necessario corda 011 para trazer o braço de volta. de qualquer modo eu to atras de uma solução para trastejo nas 3 guitarras e me parece ser o mesmo motivo para todas elas, porém ninguem me deu uma resposta clara de como eliminar isso. desculpa o texto grande, mas eu gosto de ser especifico explicando coisas kkkk. a v e a les paul foram p esse ultimo como mencionado antes e as duas tiveram o mesmo tratamento, e bem cuidadoso com ambas as guitarras. nesse ponto n posso reclamar, mas eu procuro uma solução de vdd em meio a esse mundo complicado em q vc n sabem em quem pode ou n confiar

HortaRates
Membro
# jul/17
· votar


RafaelC666
Cara, existe uma grande diferença entre um trastejamento residual que ocorre em um braço bem regulado com cordas baixas, que não aparece com a guitarra plugada, e um trastejamento que atrapalha de tocar, mata as notas quando você faz bend e etc. Como você falou que levou a guitarra num luthier que acredita que é bom, eu acredito que você esteja lidando com o primeiro caso.
É bem normal ter um trastejamento quando se toca forte e a guitarra tá com cordas baixas. Isso não atrapalha em nada e não aparece com a guitarra plugada no amp.
O vídeo a seguir mostra o James Hetfield tocando a com a guitarra desplugada e dá pra ouvir os trastejamentos por causa da pegada dele.
https://www.youtube.com/watch?v=JANi5DFxSD0
Se esse o caso mesmo, você tem duas opções: ou você acostuma, ou você fala pro luthier que não quer trastejamento nenhum mesmo com a guitarra desligada, o que vai resultar em uma ação mais alta inevitavelmente.

makumbator
Veterano
# jul/17
· votar


HortaRates
Cara, existe uma grande diferença entre um trastejamento residual que ocorre em um braço bem regulado com cordas baixas, que não aparece com a guitarra plugada, e um trastejamento que atrapalha de tocar, mata as notas quando você faz bend e etc.

Pode ser bem isso também. Aliás, no baixo eu gosto da ação baixa até ser possível dar uma leve trastejada se eu quiser (basta colocar bastante força na pegada). Vira um toque parecido com uma mistura de slap com palhetada forte, mas feitas no pizzicato.

MatheusMX
Veterano
# jul/17
· votar


Olha, se a guitarra está com o braço bem regulado e trastes nivelados, e mesmo com cordas altas está trastejando em todas as casas, fisicamente é quase impossível que seja trastejamento!

Mas faça o seguinte, em cada uma das cordas que vc citou:
- Pressione a corda na primeira e na última casa simultaneamente, e veja se está encostando no 7º traste. Se estiver encostando, a regulagem do braço não está legal. Deve haver um pequeno espaço entre a corda e o traste.

Se não for o caso...

Existe um outro probleminha que já tive com algumas guitarras, que deixa o som parecido com o do trastejamento, mas na verdade não é.
É um problema que pode ocorrer tanto no nut quanto na ponte. No nut é mais simples, pois só afeta o som da corda solta. Já na ponte, afeta todas as notas.
É o seguinte: às vezes a superfície de contato da ponte com a corda não está devidamente ajustada, e isso interfere na vibração da corda, como se fosse um trastejamento na ponte. Normalmente uma "reforçada" com uma lima no sulco pelo qual passa a corda resolve o problema. Mas se não souber o que está fazendo nem tente, pois pode acabar danificando a peça. Se for esse o sintoma, explique pro luthier, que ele deve saber fazer o procedimento.

Fábio Santiago
Veterano
# jul/17
· votar


RafaelC666
Ou você está palhetando muito forte, a minha guitarra tb foi regulada por luthier recentemente, e se eu palhetar muito severamente trasteja tb, tem um nível de tolerância, algo que não sai no falante do amplificador e um trastejamento zumbido que chega a ser captado no falante.

Já aconteceu comigo em igreja quando um Tio veio veio pegar minha guitarra pra tocar um hino, e os trastes eram extra jumbo com ação baixa, tudo que ele tocou semi tonou, e trastejou tudo, no final ele veio reclamar que a guitarra estava com problema. Não era a guitarra e sim a pegada pesada do Tio.

Delson
Veterano
# jul/17 · Editado por: Delson
· votar


Pode ser que tenha ocorrido isso com sua tune-o-matic: http://jacksinstrumentservices.com/shared/images/info-and-advice/bent- abr-1-bridge.JPG

Se sim, é só desentortar COM MUITO CUIDADO PELO AMOR DE DEUS! Se não tiver coragem, compre uma nova.

JJJ
Veterano
# jul/17
· votar


Delson

Como é que entortaram esse troço? Passou um caminhão em cima? o.o

acabaramosnicks
Membro Novato
# jul/17
· votar


JJJ
Delson
estava me pergntando a mesma coisa rsrsrs

MMI
Veterano
# jul/17
· votar


RafaelC666

Minha opinião, o que é um tanto feio de falar, mas vamos ficar aqui sem citar nomes, por favor... Também não é o caso de denegrir toda uma classe profissional.

Já tive vários problemas com serviços de luthiers. Erros, enganos, mancadas acontecem com todos nós. Se eu falasse aqui os nomes dos caras que já deram mancada nos meus instrumentos nestes anos todos, ia dar revolução. Só um que realmente acho que merece que recomende para qualquer pessoa que me pergunte, não vá nele porque a coisa é gravíssima lá. E olhe que me refiro a caras grandes daqui de São Paulo, gente que inclusive cuida dos instrumentos de caras muito famosos. Pode ser um engano do cara, pode ser a pressa, pode ser um funcionário não aprendeu direito ainda, pode ser o frio que alterou a regulagem nesta época...

Já paguei caro para um cara bem conhecido regular e ao chegar em casa a guitarra estava impossível de tocar, tive que regular eu mesmo para a gig importante que usaria no fim de semana. Na segunda feira levei lá para reclamar e o cara disse que estava bem regulada, não precisava mexer. Desde então é muito eventual que eu leve para algum luthier fazer uma regulagenzinha. Mas como, admito, tenho instrumentos demais para eu dar conta, hoje só permito que dois caras botem a mão nas minhas coisas e mesmo assim são humanos e passíveis de falhas.

Tudo isso para dizer que até que me prove o contrário, deve estar com algo errado - e eventualmente errado de modo grosseiro até. o jeito é levar de volta ou verificar isso direito.

Delson
Veterano
# jul/17
· votar


JJJ
acabaramosnicks
Como é que entortaram esse troço? Passou um caminhão em cima? o.o
Nada, kkk. Esse problema é mais comum do que se imagina. Notei isso na minha LP (também uma Tanglewood). juntando o material não muito confiávvel das guitas chinesas, com o passar dos anos, e com a tensão das cordas temos o fenômeno parecido com "água mole, pedra dura, tanto bate até que fura".
Mas nem sempre é questão da qualidade do material. As ABR-1 e as Nashville da Gibson dão esse problema também. Inclusive a foto que postei é de uma ABR-1.

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


HortaRates
nem. eu conheço ambos, e infelizmente rola com a guitarra plugada

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


MatheusMX
n apenas a corda solta, mas outras casas também

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


Delson
a da minha les paul é uma gotoh top de linha. na régua n tem esse desnível como na foto. a da minha v é uma ponte nova zerinho que tambem n possui tais caracteristicas

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


Fábio Santiago
minha pegada eu admito ser um pouco forte, mas dentro de um limite pois percebo quando isso me prejudica. uso palhetas dunlop nylon 094 ou jazz 3 como segunda opção. mas minha pegada nunca me trouxe problemas quanto a trastejo pois nesses meus casos independe da força que uso. meu proprio professor ja me comprovou isso. essa les paul esta comigo ha 4 anos praticamente e nunca levei p regular pois n vi necessidade, o som n tinha nda de errado. o trastejo foi de 3 meses p ca

acabaramosnicks
Membro Novato
# jul/17
· votar


Cara, eu acho que esse ruido que vc tá escutando talvez não seja trastejamento.
Digo isso porque a minha guitarra tem um ruidinho chato que aparece só na corda 3, somente com ela solta e no sexto traste, mas só aparece nela desplugada. Já fuçei em tudo quanto é coisa nela, coloquei espuma apertei parafuso, abri e fechei tudo de novo e não encontro a fonte do ruido. Como só aparece com ela desplugada, eu simplesmente ignoro.
Tem guita ás vezes que tem alguma pecinha que entra em ressonância com a corda, ás vezes uma mola de captador, parafuso frouxo, mola de ponte sei lá...

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


MMI
infelizmente eu perco a confiança que eu ja n tinha, pq ja é dificil deixar algo tao caro e importante nas maos de alguem que nem se conhece direito. mas td bem, aprendemos com nossos erros e sei q errar é algo humano. mas se tem algo q eu n admito é alguem que tem menos experiencia que eu no quesito tocar guitarra, chegar e falar que minha pegada é pesada e que guitarrista de metal toca leve como uma pluma a ponto de n sair som da palhetada na corda. afinal eu to pagando p cara fazer o serviço que eu quero e eu decido como a guitarra deve ou n ficar kkkkk. esse foi um dos fatos q mais me incomodou alem claro, da guitarra ter ficado uma bosta, no caso me refiro a minha v.

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


acabaramosnicks
pode ser em qualquer uma das minhas 3 guitarras. as 3 passam pro amp e passam muito.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jul/17
· votar


RafaelC666
Suas guitarras estão desreguladas.
Simples assim.
Abç

RafaelC666
Membro Novato
# jul/17
· votar


Mauricio Luiz Bertola
recomendações de luthiers perto do recreio de preferencia??? os q eu levei foram na tijuca e nesse vai e vem o tempo todo fica dificil

acabaramosnicks
Membro Novato
# jul/17
· votar


RafaelC666
na boa, o cara regula uma flying V e fala pra vc tocar leve, só pode ser brincadeira né kkkkkkk pra ser mais engraçado que isso, só se ele te dizer isso enquanto vc toca meshuggah em Drop H kkkkkkkk

Mas na boa, ter 3 guitarras diferentes e todas trastejando deve ser no mínimo triste.

Eu gosto de palhetar bem forte e toco metal na maior parte do tempo, tanto que quebro mais mizao e lá do que a mizinha, por causa de acorde abafado, acho que vai oxidando a corda na altura da ponte, sei lá. Eu sempre tive problema de trastejar por palhetar forte, mas é como disseram aí, desde que isso não esteja matando a nota (perdendo sustain) ou atrapalhando demais o timbre, não é de se preocupar. Pelo que vc tá falando, o teu caso e grave, vc tbm deve estar com um azar lascado com luthier rapaz, vai se benzer.

E tenta aprenser sozinho a fazer pelo menos a regulagem básica, não é difícil. Eu nem sou muito de ficar fuçando e lendo toneladas de informações sobre música, e mesmo assim sou eu mesmo quem regula minhas guitas, baixo, bateria etc. Entonação, ação das cordas, altura da ponte, tensor... isso tudo eu fui meio que pegando por osmose, e por gostar de física vc começa a "ligar os pontos", saca?

Mas novamente, considere que o problema talvez não seja trastejamento.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a levei a um luthier mas não achei a causa do trastejo