Alan Domingues - Papo da semana

Autor Mensagem
Alan_Domingues
Veterano
# mar/13


Olá pessoal,

Abri um tópico com uma dúvida que me persegue a muito tempo.

Sou de uma outra época da guitarra e da informático. Vi este mundo "mudar" nestes dois termos.

E queria abrir um debate saudável sobre os guitarristas, empresas, etc.

Um bom exemplo:

Sempre existiu aquela camaradagem e tapinha nas costas. Mas porque hoje em dia isto está tão desacerbado?

O cara para fazer amizade com o outro elogia o trabalho (horrível por sinal) e quando vem um criticar vem uma horda de pessoas que não entendem e sabem de nada para defender e criticar quem falou que é ruim.

É igual a história das amigas em fotos. A guria pode ser feia, mas as amigas estão lá, "nossa que linda amiga, arrasou".

Vejo isto acontecendo muito no Youtube, e o pior! Em empresas brasileiras que deveriam apoiar os grandes talentos que temos por ai Brasil a fora.

Muitos me perguntam porque eu não comento, porque eu não falo com ninguém. Bem, eu sou resguardado, e ultimamente muito ressabiado de falar de um vídeo ou música de alguém. Muito menos um trabalho completo. Posso ser apedrejado por estes zumbis da internet.

Eu queria ouvir a opinião da galera.

Porque um vídeo é tão ruim, e recebe tantos elogios? Porque FULANO não recebe uma opinião contrária a muito bom? Que foda?

Aqui mesmo no fórum a muitos anos atrás me rotularam como sendo um cara assim. E na verdade não sou, muito pelo contrário. Quem me conhece pessoalmente pode falar melhor. E temos alguns aqui no fórum que podem falar.

Então, que fique aberto o tópico. Vamos evitar falar nomes. Vamos apenas debater o assunto.

Abraços

xcidoxx
Veterano
# mar/13
· votar


Concordo com vc alan, acho muito feio vc nao falar a verdado pro cara, ainda mais se for amigo, conhecido, vc esta colaborando com o fracasso dele. Acho q temos q ser sinceros, na musica tbm, se esta ruin tem q ser dito para q haja uma evolução. Vejo muito as pessoas falarem bem de fulano, e depois, longe da pessoa fala mal, ainda mais quando chega um terceiro com uma opinão negativa, entra na corda e fala mal tbm... O famoso "maria vai com as outras".

Nao suporto pessoas sem opiniao e pessoas q aceitam tudo e tudo esta bom. Isso é mentira, sempre há algo a ser melhorado, ser explorado ou aprendido.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


xcidoxx

Exato. E ainda completo o tópico acima.

Isto está ficando viral, que grandes guitarristas estão sendo esquecidos. Tem uma nova safra que não agrega em nada, não produz, apenas faz uma legião de pseudo fãs.

john Norum
Veterano
# mar/13
· votar


voce vai ficar botando na cabeça do cara que ele e bem fodão toca muita guitarra ou outro instrumento vai ta iludindo o cara.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


john Norum

Olha, vamos olhar mais além. Digo pessoas já carimbadas.

Não vamos falar de desconhecidos.

john Norum
Veterano
# mar/13 · Editado por: john Norum
· votar


ai vou ta repetindo o que vc disse : as empresas brasileiras não apoiam os grandes talentos,mas sim os cara ja carimbados.

xcidoxx
Veterano
# mar/13
· votar


Exatamente. Existe muitas pessoas q conquistam o posto de "bom" pq ele faz o "marketing" dele sabe, tipo ele fica falando q é o bom, é esperto e objetivo, e isso nao só a guitarristas e a musica mas em todas as profissões e expressões artisticas ou nao.

Ai os "mentes fracas" acreditam q ele é bom, pq ele disse q é bom e nao pq ele faz por merecer, e normalmente essas pessoas nao tem experiencia ou algo tecnico para julgar se é verdade ou nao.

´E triste isso mas é verdade, os bons de verdade estao sendo esquecidos, muitas vezes eles nao tem esse trabalho de estar ativo o tempo todo e se mostrando e fazendo o boca a boca com esses "bons" fazem. Ele mostra na pratica, e como as pessoas hj em dia nao levantam da cadeira pra ver um show, preferem ver no youtube ou twittcam esses "espertos" deitam e rolam.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


john Norum
xcidoxx

A algum tempo atrás, o Faiska fez um Work muito legal pela internet pela Guitar Load. Achei o máximo. Qualidade perfeita e um excelente trabalho de todos.

Mas...

Nem na internet o público apareceu.

Eu fico triste, e ao mesmo tempo preocupado, já que os formadores de opinião tem ganhado mais espaço e vem cada vez mais fazendo "zumbis". Então realmente, a nova safra pode sair perdendo muito.

Apenas para fazer um comparativo. Recentemente aqui no RJ fizeram um show com duas bandas. Uma que tinha sucesso nos anos 90 e outra "nova" que possuiu um "gás" diferente se vocês me entendem. Se falar em qualidade, nem preciso falar que a banda antiga domingou o pedaço, mas no quesito público perdeu de lavada.

Sei que é complicado um artista manter durante o tempo sua notoriedade e respeito. Mas hoje vejo que a qualidade foi deixada muito de lado.

tchedovollosky
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues
cara vc meio que respondeu suas perguntas


O cara para fazer amizade com o outro elogia o trabalho (horrível por sinal) e quando vem um criticar vem uma horda de pessoas que não entendem e sabem de nada para defender e criticar quem falou que é ruim.

É igual a história das amigas em fotos. A guria pode ser feia, mas as amigas estão lá, "nossa que linda amiga, arrasou".

Vejo isto acontecendo muito no Youtube


tudo isso faz parte dos novos tempos, é tudo parte da modinha das redes sociais é creio que uma nova forma de relacionamento social. Pode parecer loucura mas faz sentido.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


tchedovollosky

Sim, é a minha opinião.

Mas queria saber dos membros do fórum o que acham.

xcidoxx
Veterano
# mar/13
· votar


Pois é, o faiska é um estrondoso.
Uns anos atras teve um work dele aqui na minha cidade, e fiz um corre para pode ir pq foi a noite e eu estava em horario de trabalho, troquei os horarios para pode ir e fui otimo.... O cara é incrivel, gente boa, engraçado, um mestre realmente. Ah, e BOM de verdade.rs


Acho legal os novos aparecerem com tudo, mas perai, são novos ainda e os experientes?
Vc pode tirar um aprendizado do cara q esta conquistando seu espaço agora, mas com certeza ele tem uma referencia, e se vc procurar saber quais sao essas referencias vc vai aprender muito mais e vai aprender o pq q seu "idolo" é assim, usa assim ou assado.

tchedovollosky
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues
xcidoxx
eu só sei de uma coisa

Tenho medo desses novos tempos, e mais medo do futuro!

é uma época onde nada faz sentido!!! principalmente na musica, é como se tudo tivesse ficado ao avesso!

por que antigamente (imagino, não vivi nesses tempos) um cara começava a descobrir música, primeiros acordes, primeiras referencias ai o cara encontrava uns amigos que curtiam o mesmo que ele e montava um banda, bom ai entra os "caminhos para se viver de música" do nosso colega Lelo Mig, ai vai que cara faz sucesso é acredita mesmo na música, tendo consciência de que esse é um caminho dificil, mas vê que é o seu caminho e que já tem um publico fiel e alguns fãs, e então se dedica mais e mais, e com isso se torna um grande instrumentista e músico.

Bom o que quero dizer é que o mundo da música ta muito diferente, o espaço que um cara que passou por tudo isso e o de um cara que esta começando nesse mundo é praticamente o mesmo ( principalmente na internet ). E isso se comparado com música que tenha algum conteúdo, por que esse sertanejos universitários tsc,tsc,tsc...

ALF is back
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues
essa coisa de "zumbis da internet" é mesmo muito engraçada...alias, o mais engraçado disso tudo é como as pessoas sobem a cabeça e se acham as mais entendidas do mundo em um determinado assunto simplesmente por ser inscrito no canal de fulano de tal, q lança videos semanais sobre aquele assunto!
acho triste o fato de a internet as vezes atrapalhar mais do q ajudar...tem mtos guitarristas fantasticos no nosso cenario q endorsam marcas respeitadas e todos curtem mto o trabalho deles, mas NGM sabe nem dizer o nome de uma musica sequer do cara...ele apenas se interessa nos videos sem rotulo, tipo "fulano de tal solo fusion", "Fulano de tal utilizando o conceito de triades diminutas"...ai o cara favorita, da subscribe e nao sei o q lá...joinha e tal...mas nao conhece nada do guitarrista além daquilo...
nao acho q a culpa sejam dos "tube pops", mas da cultura q vem sendo cultivada online...
as pessoas se preocupam mais em ver o video do cara pra pegar as ideias e, quem sabe um dia, se tornar igual ao cara (já q ta facil, é só eu ver o video e copiar o q ele faz), do q apreciar a musica dele...acaba sendo um conceito egocentrico o fato de as pessoas absorverem o conteudo do you tube pra melhorar sua tecnica...e os q nao tem essa pretensão, apenas admiram a atração como se fosse um cara fazendo malabarismos com facas...

Bom o que quero dizer é que o mundo da música ta muito diferente, o espaço que um cara que passou por tudo isso e o de um cara que esta começando nesse mundo é praticamente o mesmo ( principalmente na internet ).
tchedovollosky
é cara acho q é essa a ideia mesmo!

Bereta
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues

Cara, você tocou num ponto que é a mais pura verdade!!! Como tem gente ruim, pra não dizer péssima, no ytb!!! Mas ainda assim, vem uma orda de fdp pra elogiar e babar o ovo do cara! Às vezes a guitarra tá desafinada, o cara tá tocando tudo errado, tá falando merda pra cacete, dae tu vai tentar dar um toque e os putos caem de porrete em você ainda. Mundinho hipócrita igual a esse virtual não tem!!!

Por conta disso, como tem sujeito merda fazendo sucesso nessa bosta de país!!!

[modo desabafo off]

Abç

Lelo Mig
Membro
# mar/13 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Alan_Domingues

Alan..querido..grande músico!..

Tendo eu, passado por 3 gerações distintas de músicos, em especial à classe "guitarrística", se me permite, eu acho o seguinte:

Antes de emitir, realmente minha opinião, um pequeno lembrete, para ficar mais claro onde quero chegar......

"Se você ouvir um solo dos anos 60, por mais que goste, perceberá que técnicamente é pobre e com desenvolvimento ingênuo, se comparado com um solo atual. E isso explica o porque de tanta evolução técnica no instrumento. Existe a sabedoria acumulada, ou seja, um moleque de hoje, começa melhor do que eu comecei, porque a referência técnica dele é superior. Ele não toca, ainda, mas seus ouvidos já tem um filtro mais apurado."

Tudo isso para dizer, que nos anos 70, o grande início da guitarra técnica + criativa, foi fundamental, principalmente no rock, para a guitarra deixar de ser "mais um" instrumento e se tornar "o instrumento" do rock. Mas os guitarristas dos 70 são na maioria autodidatas ou com estudo erúdito. Não havia "escola de guitarra".

Nos anos 80, inicia-se um ensino voltado a esse instrumento e começam a surgir estes caras que técnicamente são absurdos...e elevam o instrumento a uma nova condição.

Por conta disso, nos 80 e 90, o guitar hero tornou-se popular e a grande referência, mas tem um lado ruim...Criou-se uma "ditadura" da técnica. Quem não há tinha era desprezado. O cara podia fazer música legal, mas se era tosco, todos os guitarristas diziam: "esse cara não toca nada!"

O ruim disso é que se estabeleceu uma ruptura: Os leigos curtiam essas bandas "toscas" numa boa, sem dó na consciência. Os "guitarristas" curtiam os guitar hero e não admitiam os que "não tocavam bem".

Nessa ruptura, quem perdeu foi a música. Tivemos uma leva de músicos menores com bons trabalhos "desprezados" e uma leva de guitar heros "tocando barbaridade" e fazendo trabalhos ruins.

Nós guitarristas perdemos a capacidade de analisar a música além do nosso instrumento, além de nosso umbigo. Passamos por um momento chato que "ninguém era bom"..eu só ouvia críticas e guerras sobre quem era o mais fodão do pedaço.

Vivi uma fase de minha vida muito próximo a Faiska, Vander Taffo, Tomatti, Jo Mograbi, Alfredo Lemos...e acredite, eram papos insuportáveis.

Alguns destes nomes, mudaram, reviram conceitos, amadureceram, outros não.

Hoje, vivemos uma divisão e uma indefinição nesse sentido. Bandas teoricamente simples como Nirvana, Foo Fighters, Red Hot e etc, conquistaram o coração da nova geração e essa geração não "paga mais pau" prá guitar hero.

O mercado, as empresas, precisam de popularidade. Não vão apoiar fulano porque toca muito, técnicamente....vão apoiar ciclano porque ele é popular com a moçada.

Acredite, vejo mais discussão sobre as "qualidade e defeitos técnicos" de Jimi Hendrix hoje, do que na minha adolescência.

Naquela época, a gente apenas gostava ou não.

E acredite, após pensar muito diferente, hoje com 50 anos eu começo a acreditar que música se resume a "gostar ou não gostar".

Discussões sobre "fulanos toca muito", "ciclano não toca nada", "isso é rock de viado", "aquilo é rock de otário" e etc....não me interessam mais.

Acho que de certa forma a nova geração, espera mesmo é algo novo e que a surpreenda, e não tá mais se impressionando com técnicas mirabolantes... ainda que quem venha a fazer esse novo som, tenha técnica mirabolante...rs

Uma coisa que contribui imensamente prá esse marasmo é o grande número de bons guitarristas, mas que nunca subiram num palco na vida. Guitarrista de quarto é o que mais têm e alguns técnicamente surpreendentes. Só que isso não adiciona nada a música.

Têm muito cara técnicamente bom, mas que além de seu instrumento, não sabe nada de música.

Se eu fosse um guitarrista forjado na escola dos 80-90, com capacidade técnica de tocar esses grande "guitar heroes", pensaria seriamente em rever alguns conceito e partir para algo novo. Até porque, dominando essas técnicas, eu largaria muito na frente.

Infelizmente, não tenho mais vontade nem capacidade técnica para essa empreitada.

Essa nova molecada esta iludida que a novidade virá de uma guitarra de 10 braços, de um novo ampli, ou uma pedaleira revolucionária.

Eu continuo apostando que a novidade virá da mão direita!

Rabbit
Veterano
# mar/13 · Editado por: Rabbit
· votar


E acredite, após pensar muito diferente, hoje com 50 anos e começo a acreditar que música se resume a "gostar ou não gostar".

Discussões sobre "fulanos toca muito", "ciclano não toca nada", "isso é rock de viado", "aquilo é rock de otário" e etc....não me interessam mais.


Concordo plenamente.

Eu cheguei a esse ponto a um certo tempo já. Simplesmente não aguento mais esse tipo de assunto onde se analisa quem toca mais, quem é melhor músico, quem merece mais estar fazendo sucesso e etc.

Como é que, eu como uma pessoa que faz música, posso chamar outra pessoa que faz música de ruim sem ao mesmo tempo estar me chamando de bom?

Sendo assim, imagina o quanto é triste ver um músico estar se chamando de bom. Que ele merece estar no topo. Que ele é quem merece ser prestigiado. Que o trabalho dele é melhor. Bem chato isso.

A 20 anos atrás eu já escutava essa mesma conversa que escuto hoje. Que a música está decadente, que só quem faz música ruim é quem faz sucesso e etc. Hoje da pra ver claramente que o problema não está na música e sim na capacidade de cada um de se adaptar as mudanças do tempo. Ao progresso.

Eu acho, que tem muita gente um pouco chateada hoje pois eles estão tendo uma crise de identidade. Muita gente se dedicou demais a técnica de guitarra pois era a moda, depois de ter estudado e praticando tanto isso hoje estão vendo que é meio coisa do passado e estão se sentindo traídos.

Quem sabe entender que o mundo sempre girou, que está girando e que sempre vai girar percebe que não vale a pena tentar achar erros nos outros, e sim que depende dele mesmo se adaptar.

Ficar perdendo tempo apontado dedos e acusados os outros, a mídia, a sociedade pela sua própria falta de sucesso não resolve nada. Ou você entra no trem do progresso ou ele passa por cima de você.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13 · Editado por: Alan_Domingues
· votar


Agora uma pergunta!

Porque eu não posso achar ruim? Porque para falar que é ruim eu tenho que fazer melhor?

Nada de fulano x ciclano. Só levantei a dúvida de porque eu não posso achar algo ruim sem ser taxado com adjetivos maliciosos e ter minha imagem queimada.

O que queria que vocês opinassem fosse neste falso moralismo que temos hoje nesta nova "mídia" musical.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


Lelo Mig
Rabbit

Vocês foram muito além. Não precisa abrir tanto o leque. Nenhum momento falei de técnica, quero debater sobre guitarristas e a nova ordem mundial da Guitarra.

Mas gostei do que li.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


Rabbit

Ficar perdendo tempo apontado dedos e acusados os outros, a mídia, a sociedade pela sua própria falta de sucesso não resolve nada. Ou você entra no trem do progresso ou ele passa por cima de você.

Rapaz, isto não é mimimi de minha parte não. Agradeço muito a guitarra. Com ela tenho casa própria, carro, e tudo de bom em minha casa. Meu sucesso pessoal foi muito grande. Alias, ainda é. Levanta a mão aqui quem conseguiu algo parecido no FCC, acho que muito poucos.

Eu por exemplo, decidi não viver intensamente de música. Prefiro dar uma vida boa para minha esposa e filho. Não posso dizer que hoje poderia estar bem com música, já que larguei.

O sucesso para mim é algo muito subjetivo. Vi muito isto na faculdade.

Queria mesmo que a galera venha trocar ideias sobre este "novo mundo".

Quer ver um exemplo? Porque eu não posso falam que tal fulano que fez uma apresentação da Expo tocou mal? É ruim da minha parte? Porque podem opinar sobre o meu trabalho e eu não posso me expressar?

Isto tudo é para preservar a minha imagem. Mas como falei. Hoje vejo tanto tapinha nas costas que fico um pouco assustado. E queria saber a opinião do povo.

Rabbit
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues
Porque eu não posso achar ruim?

Quem disse que não pode?

Posso emitir alguma opinião porque vivi, presenciei e ouvi anos 80, 90, 2000 e esta última década.

Claro que pode. Ninguém está ditando regras aqui. Contanto que você entenda que a sua opnião vai ser baseada no contexto que você viveu. Nada além. E isso não dá mais autoridade a ninguém quando se trata de gosto musical.

É o seu gosto, seu sentimento, o que você sente dentro de você. Se alguém sente necessidade de exprimir isso, numa boa. Só acho que com isso você vai estar falando mais sobre você do que de quem você está criticando.

Nenhum momento falei de técnica, quero debater sobre guitarristas e a nova ordem mundial da Guitarra.


Foi exatamente do que falei também. Com separar as duas coisas?

Rabbit
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues
Ficar perdendo tempo apontado dedos e acusados os outros, a mídia, a sociedade pela sua própria falta de sucesso não resolve nada. Ou você entra no trem do progresso ou ele passa por cima de você.

Rapaz, isto não é mimimi de minha parte não. Agradeço muito a guitarra. Com ela tenho casa própria, carro, e tudo de bom em minha casa. Meu sucesso pessoal foi muito grande. Alias, ainda é. Levanta a mão aqui quem conseguiu algo parecido no FCC, acho que muito poucos.



Não me referi a você. Não estamos discutindo o Alan Domingues aqui. Você levantou o assunto e estou comentando sobre.

Alan_Domingues
Veterano
# mar/13
· votar


Rabbit

Concordo que não posso ditar o gosto de cada um.

Mas porque fazer média elogiando.

Tem cada camarada ai tocando mal e o pessoal chove com elogios. E hoje para você se "enturmar" virou rotina.

Desculpa se não me expressei bem.

makumbator
Veterano
# mar/13
· votar


Alan_Domingues
Mas porque fazer média elogiando.

Tem cada camarada ai tocando mal e o pessoal chove com elogios. E hoje para você se "enturmar" virou rotina.


Mas não podemos controlar as atitudes das outras pessoas. Se fazem isso, o que você pode fazer? Nada! Absolutamente nada! Continue agindo de sua maneira e pronto.

Nada de fulano x ciclano. Só levantei a dúvida de porque eu não posso achar algo ruim sem ser taxado com adjetivos maliciosos e ter minha imagem queimada.


Mas tem isso? Eu não lembro de ter visto algo assim relacionado a você por aqui, imagino que seja em outros lugares, ou não?


No geral eu concordo com o Lelo e o Rabbit, apesar que me parece que o que o incomoda não é bem o que eles levantaram.

Rabbit
Veterano
# mar/13 · Editado por: Rabbit
· votar


Alan_Domingues
Mas porque fazer média elogiando.

Sei lá! Se enturmar, querer ser bacana, ser educado. Não me incomoda nem um pouco. Eu pessoalmente prefiro ver uma pessoa elogiando por nada do que criticando por nada. Mas isso é coisa pessoal minha.

Eu quando gosto continuo ouvindo e quando não gosto simplesmente não ouço mais. Simples assim. Não preciso descer a lenha em ninguém pra impor meu gosto e nem preciso bajular ninguem. Mas cada um tem seu jeito.

Acho que no final o que dita o sucesso de uma pessoa está muito além de apenas tocar bem ou mal.

Lelo Mig
Membro
# mar/13 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Alan_Domingues

Porque para falar que é ruim eu tenho que fazer melhor?

Se eu for seguir essa regra tava ferrado...kkk porque não toco 10% de muitos caras que eu falo que não gosto.

Mas, hoje, lido bem com isso. Percebi, com amigos que não são músicos, que saber avaliar tecnicamente não requer que você saiba tocar.

Mas, também sempre friso "se o cara toca bem", mesmo que não goste, porque gosto de deixar as coisas em dois planos. No campo do gosto pessoal e no campo da análise técnica. O foda é não gostar e falar que toca mal....ou falar que toca bem porque gosta, são coisas distintas.

Sei que fugi um pouco do tema proposto na primeira postagem, mas era necessário para reforçar minha forma de enxergar a música hoje.

Quanto a fazer média, existe uma merda de uma cultura estaduniense que invadiu o Brasil, chamada "politicamente correto" que no fundo significa ser hipócrita e até mesmo covarde. Isso porque lá nos E.U.A se você der um peido no elevador é processado...

Não é preciso ofender ninguém, ser grosseiro... mas se eu não gosto eu não gosto e pronto e procuro ser sincero.

janick
Veterano
# mar/13
· votar


Posso descrever a causa dos problemas descritos no cenário atual da "guitarra da internet" com duas palavras:

Roberto Torao. Esse cara criou uma tremenda onda de babaquice no instrumento. Uma lambeção sem fronteiras entre uma panelinha de pseudo músicos, em que o talento não é necessariamente o mais importante.

PRONTO, FALEI!

Unknown
Veterano
# mar/13 · Editado por: Unknown
· votar


Mas porque fazer média elogiando.

Tem cada camarada ai tocando mal e o pessoal chove com elogios. E hoje para você se "enturmar" virou rotina.


Você chegou a cogitar a possibilidade de que o cara que toca "mal", agrada esse povo que chove de elogios? Ex.: Ninguém quer fazer média com o Kurt Cobain, mas chega numa galera que não é músico, e fala que ele toca mal... Vão te excomungar até amanhã... Enquanto isso, temos um guitarrista competente, que estudou e domina tudo que se relaciona a música, mas não expressa emoção nenhuma e cria apenas músicas que o guitarpro pode reproduzir perfeitamente (efeito blu-ru-ru)...

Enfim... É difícil julgar se realmente é média, é díficil ter certeza se os elogios são verdadeiros... Mas só porque o cara toca "mal" para alguns ouvidos, não significa que ele toque "mal" para os demais...

P.s.: O negócio é tão doido que tem tópico de carinha ai tocando desafinado, cantando desafinado, com vídeo filmando o nada, e bombando mais que tudo aqui no cifraclub... rs

ALF is back
Veterano
# mar/13
· votar


janick
mas o Torao não é tao antigo assim né. Acho q o problema da guitarra na internet nao é "de hoje"...a uns 6 anos atras o cenário era muito diferente de hoje? se sim, nao o suficiente pra atribuirmos a culpa toda ao Torao....entendo q seu comentario foi generalizando, o Torao entre outros exemplos, mas nao acho q tenha sido exatamente isso...
agora....mesmo que fosse, tbm nao acho q a culpa é dele, mas da cultura confortavel do "joinha", do "subscribe"...
se eu ponho uma caneta bic pra vender por 100 reais eu nao sou culpado por isso...quem quiser, q compre! no nosso exemplo, ta todo mundo comprando! (inclusive eu, q vejo tudo de home studio q o Torao posta e continuarei vendo pq é a unica forma q eu - q nao vivo nem viverei de musica - tenho de aprender alguma coisa disso...rs)
o exemplo do Torao é muito interessante, pq ele nao é o cara ultra tecnico...está bem longe disso...nem tem a musica como principal profissão...mas é extremamente popular e ai naturalmente cai na turma do "ame ou odeie"
acho q separar musica arte da musica matematica (tecnica) é q é o mal da geração...se um cara faz uma triadezinha maior, pra alguns nao importa o som q aquilo causa, mas sim o grau tecnico...pra essa triade soar "bonita" tem q ter 8 notas no pé de um arpejo de 6 cordas, tocadas com 4 dedos de tapping...ai soa linda aos ouvidos de uns...se nao for assim, entao o cara é ruim, pq tem o outro lá q faz assim...
sobre o assunto principal levantado pelo Alan, acho q sempre é possivel fazer criticas de forma sutil, educada e construtiva...pode ser q alguma critica alguem nao saiba aceitar, mas num forum aberto todos estarão de prova q a sua critica nao foi mal colocada, nao tem pq vc se queimar com isso...mas tem coisa q tbm não é necessario dizer...forum aberto é isso, senso comum, senso publico, bom senso...
uma frase q o MauricioBahia ja disse uma vez por aqui (mas lembro q a frase não é dele, ele mesmo menciona o autor e talvez alguem aqui saiba): "é possivel criticar sem ser arrogante e elogiar sem bajular"
alguma coisa nesse sentido! rs

Rednef2
Veterano
# mar/13 · Editado por: Rednef2
· votar


Podemos criticar de boa, mas o lance é que tem uns que criticam por pura inveja.

Tem caras por ai, que se você mandar um video de Allan Holdsworth, vai dizer que Allan tem pegada fraca, ou que os legatos são sujos, e etc, com o unico intuito de rebaixa-lo.

Mas também tem aquele lance: Os leigos em musica querem musicos tecnicos, ou musicos que criam uma "ponte" com o publico?

Podemos até dizer: Nirvana é uma merda.
Mas fez sucesso e marcou epoca. E se muita gente curtia a banda, será que eles eram uma merda mesmo?

Ou alguns podem dizer: Slash é um bosta que só usa penta e nem tem tecnica.
Mas o cara influenciou uma geração inteira.
Será que ele é um bosta mesmo?

Ou então, porque aquele cara que toca num barzinho pra 20 pessoas é "musico de verdade" e o cara que toca pra 90 mil pessoas no Estadio de Wembley, é "vendido e não toca nada"?

Sei la, é um assunto complexo hehehe

Bigtransa
Veterano
# mar/13
· votar


É natural que a galera queira se enturmar, fazer contatos e entrar nas panelinhas. Acho que existe bastante gente iludida com a ideia de "novo cenário guitarrístico" do youtube e acreditando ser possível viabilizar uma carreira a partir daí. No fundo é uma grande palhaçada, não acho que estejamos diante de uma cena musical, o que existe é a um grupo de pessoas que tocam guitarra, se prendem a um padrão estético de 30 anos atrás e ficam lambendo o saco uns dos outros.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Alan Domingues - Papo da semana