Teste Squier Bullet de compensado, tirando prova que guitarra barata não da timbre bom!

Autor Mensagem
r2s2
Veterano
# mar/07 · Editado por: r2s2
· votar


ToRReSMo
falo merda ein..

Esse é o Totô!!!
\o/

Mas tu tá tocando muito hein totô? Que que c tá tomando?

Mr.Guitar
Veterano
# mar/07
· votar


E é uma guitarra com bom custo benefício, todo mundo fala mal, mas na realidade os captadores usados nas fender USA tbém são fabricados na china ou coréia... Existe muito de psicológico, neguinho ve escrito fender e ja fala "que timbre!" . Claro que a squier tem madeiras, acabamento e captadores mais fracos que a fender, mas não é uma guitarra ruim não.
Aliás só se pode ver um guitarra boa ou não realmente plugando em um ampli valvulado.


Paguei nem 700 coloquei um DuncanDesigned e fico o ouro!
Tem muita gente que nunca toque com uma e fica falando mal e ainda por cima nao toca nem pedra!

Overdoser
Veterano
# mai/08
· votar


isso que ia dizer: pega uma squier bullet + um zoom 606 + um amp staner jam

hahahhaha aí eu quero ver o cara tirar um som bom

ClaudioSF
Veterano
# mai/08
· votar


ter Squier com hardware top é o mesmo que ter chevete com roda de audi e sonzera ... mas não deixa de ser chevete.

Zero Zen
Veterano
# mai/08 · Editado por: Zero Zen
· votar


ClaudioSF

ter Squier com hardware top é o mesmo que ter chevete com roda de audi e sonzera ... mas não deixa de ser chevete.

Menos Cláudio, bem menos !

Squier não é Chevette, é um instrumento bem honesto, feito por uma subsidiária de uma das mais reconhecidas fabricantes de guitarras no mundo, a Fender.

As festejadas Schecter e ESP são todas asiáticas como a Squier, o que demonstra a boa qualidade de manufatura dos países da região. Pior é elogiar as guitarras brazucas, quando se sabe que a mesma Fender desistiu de produzir no Brasil pela baixa qualidade e irregularidade nas peças.

Para estabelecer uma comparação mais justa, seria preciso saber qual o limite máximo estabelecido para as guitarras top e carros top? Mercado nacional ou internacional? Carros de sonho como Ferraris F-50, Berlinetas B-512, McLaren F1, Porsche "Koenig" CanAm entram na disputa?

Nos casos mais abrangentes, acho que compará-lo a um Fiat Uno ou Palio é mais adequado, até porque permanecem em produção, mas, se limitada a comparação aos automóveis produzidos ou montados no Brasil, acho que o Squier mereceria melhor parceria, pois não é de forma alguma um instrumento desprezível.
hehehe

Afinal de contas, muito poucos tem $$$$$$ para comprar uma F-50 ou uma Lamborghini Diablo do mundo das guitarras. rsrsrs

Saudações.

Nick_Oliveri_Guitar
Veterano
# mai/08
· votar


Na boa, não curti.

Achei o som sem corpo... alguma coisa pegou. Não ficou um lixo mas falta um chãozinho para ficar bom. O amp ajudou bastante tb.

ClaudioSF
Veterano
# mai/08 · Editado por: ClaudioSF
· votar


Zero Zen

Acho que você não entendeu nada do que eu quiz dizer, se você pega uma Squier e gasta com tarrachas, caps, ponte, elétrica, no final das contas sai quase o preço de uma Fender, mesmo que seja mexicana, então o que é melhor ? Ter uma Fender ou uma Squier ? Eu prefiro uma Fender do que uma Squier barata melhorada ... ambas podem até ter o resultado final parecido e custo tambem, porém uma é Fender e a outra Squier. Mas vai do gosto ... vai que você gosta mais de Squier do que de Fender, então, nesse aspecto, ninguem pode influenciar.

Zero Zen
Veterano
# mai/08 · Editado por: Zero Zen
· votar


ClaudioSF

A razão lhe socorre quanto aos investimentos exagerados em guitarras baratas.

Também acho que não vale a pena gastar mundos e fundos numa guitarra de preço baixo, mesmo que por afeição. No final das contas o valor total das partes será maior do que o preço eventualmente obtido numa venda.

Tenho uma Squier MIK e a única coisa que alterei foram as tarraxas, substituidas por um set Gotoh vintage. Considerado preço dela e as modificações, posso informar que não teria condições de comprar uma Fender MIM ou MIJ. Isto por ter sido modesto nas "reformas".

Apenas me manifestei quanto a sua comparação por acha-la um tanto depreciativa do instrumento. Pode não ter sido sua intenção, mas foi o que pareceu, pois um chevette, hoje em dia, tunado ou não, "sucks". heheheh.

Considero a Squier um instrumento bem honesto, pois mantém em linhas gerais as características da Fender, com alguns melhoramentos ou características mais agradáveis ao meu paladar, como por exemplo o "radius" maior da escala e a ponte com pitch menor entre as cordas.

Certamente uma Fender MIM ou American devem soar algo melhor, porém elas custam muito, muito mais. Acho que as vezes esta diferença pode não ser tão significativa em termos de resultado final, principalmente quando consideramos o restante do equipamento, que deve estar no mesmo nível, de forma que possamos extrair o melhor timbre.

Saudações.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 28/ago/19 08:53
· votar


Algumas considerações aqui:
As séries da Squier Bullets feitas de compensado são os modelos iniciais dos feitos na China (início dos anos 2000 e final dos 90).
Os modelos anteriores, feitos na Coréia que são de compensado são os que tem em seus números de série os prefixos: E9, S9, S9 Squier II(toda essa série de guitarras e baixos tem corpo de compensado), S10, J1, M1, M2 (a pior de todas), CN/VN com logotipo preto e Fender Squier Series.
Os modelos atuais de Bullets são feitas de várias peças coladas de madeira sólida.
Todas as séries de Squiers melhoraram MUITO ultimamente, sendo que as Séries Classic Vibe e Modified Vintage são MUITO boas.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Teste Squier Bullet de compensado, tirando prova que guitarra barata não da timbre bom!