Baixo Ativo - High ou low?

Autor Mensagem
Shakal
Veterano
# jun/07
· votar


Gravetto, na boa, vc leu algum post daqui? Acho que não né.

Oq vc falou não está certo, e não está errado. Pois como vimos aqui mesmo, depende de AMP pra AMP. Como eu disse mais acima, tem que testar pra ver.

eltonbass
Veterano
# jun/07
· votar


Gravetto
Gravetto, na boa, vc leu algum post daqui? Acho que não né.
(2)

Logo se vc ligar um instrumento passivo no high, seu ganho será baixo e a contrário senso ligando um ativo no low, o som ficará saturado pois haverá uma cumulação de pre amplificadores, o que poderá dependendo do sinal gerar um efeito "overdrive" ou até mesmo queimar a entrada low.
o meu é ao contrario cara...

conehc
Veterano
# jun/07
· votar


Gravetto
isso que vc falou faz sentido pra alguns amplis... mas vc generalizou demais... temos 3 possibilidades:

- High e low significando ganho do instrumento: instrumento ativo, de alto ganho, vc liga na entrada high, entanto instrumento passivo, de baixo ganho, vc liga na entrada low

- High e low significando ganho que a entrada fornece: a entrada high oferece um ganho de XdB a mais do que a low, logo, vc liga o baixo passivo (menor ganho) nela, enquanto o maixo ativo, vc liga na low, pois ele nao precisa dos XdB a mais de ganho pra poder excitar o tone stack e o power

- High e low significando impedancia: Captadores tem uma impedancia muito grande, logo vc liga no high de (high impedance), ja quando o cap passa por um circuito, esse circuito tem uma impedancia menor do que a do cap passivo, logo vc liga ele no entrada low de (low impedance)


Como nao existe um padrao na industria de amplis, pode ser qualquer uma das 3 explicações... o lance é ler o manual e ser feliz...

GuilhermeBaixista
Veterano
# jun/07
· votar


Shakal
eltonbass
conehc

Tratei da regra para amplificadores que se encontram no mercado e a maioria deles tem as indicações "input", "in", "audio in" e por aí vai. E nestes casos o que disse é regra.

Excepcionalmente, o que creio ser o amp de vcs, em se tratado de impedancia deverá estar escrito o mesmo na entrada, o que também ocorrerá se o referencial da entrada for ganho.

Logo teremos de ter "impedance" ou "gain", e logicamente seguiremos as entradas low e high fazendo referencia a um dos termos acima, e nisto não há o que ter dúvida...já está escrito.

Em tempo: atualmente temos nosso mercado de amplificadores ampliado variando de artezanais aos tops, podendo sim haver excessões, mas na maioria dos modelos correntes há mais tempo no mercado a regra do pos anterior é o que normalmente se aplica.

Abç !

Shakal
Veterano
# jun/07
· votar


Não há exceções nem regras. É totalmente aleatório e eu aconselho a fazer o teste antes de seguir qualquer palpite. Até pq seu amp não vai explodir por trocar as entradas.

Meu amp diz Input para as duas entradas, e abaixo de cada uma tem High ou Low. No próprio manual da Warm Music indica como usar, e é totalmente o contrário do que vc disse, ou seja, indica colocar Passivo no High que é entrada de alto ganho e Ativo na Low que é baixo ganho na entrada.

Mas há ainda relatos de companheiros do fórum onde seus amps são o contrário. Oq comprova não haver qualquer regra ou exceção.

T+

eltonbass
Veterano
# jun/07
· votar


conehc
pois ele nao precisa dos XdB a mais de ganho pra poder excitar o tone stack e o power
cara, o que é tone stack?

conehc
Veterano
# jun/07
· votar


eltonbass
é uma parte dentro do pré que cuida da equalização do instrumento... é praticamente ele que molda seu som, porque muitas vezes ele nem é linear (nem sempre tudo flat = equalização inativa)... por exemplo, a parte de equalização do gk800rb é feita pra que vc possa ter o melhor som (sob condições ideais de sala e com caixas da propria gk) com a equalização toda em "flat"... ai a eq fica a cargo de consetar as nuances da sala.

TugaBass
Veterano
# jun/07 · Editado por: TugaBass
· votar


Olá pessoal!

Desde há muitos anos que uso baixos activos e passivos e em todos os amplificadores que uso, sirvo-me SEMPRE da entrada High por uma questão de melhor sinal de resposta e nunca queimei nenhum amplificador por isso. O problema que se põe entre utilizar entradas high ou low é tudo uma questão de filtragem. Quando se usa uma entrada com maior resposta de sinal, implica que, dependendo do baixo que se está a usar e em relação à qualidade dos circuitos eléctricos, quer do baixo, quer do amplificador, poderemos deparar-nos com alguns ruídos estranhos derivados da falta de filtragem no equipamento que em nada têm a haver com saturação de sinal, a não ser que se aumente excessivamente o ganho e/ou volume do amplificador.

Como sabem, existem vários amplificadores (cabeças ou combos) de várias marcas em que uns têm duas entradas (high e low) e outros apenas têm uma única entrada, independentemente de ser high ou low, e será essa apenas que poderemos usar, quer seja com baixo activo ou passivo. O resultado é de facto como muitos dizem e bem: se o baixo for activo, o sinal é mais forte e naturalmente o ganho e volume do amplificador terão um nivel de registo diferente em relação a se usarmos um baixo passivo em que neste caso de certo teremos que os subir um pouco mais, quer seja na entrada high ou na low. Apenas isso.

Também é verdade que existem muitos baixos passivos que embora o sejam, conseguem ter um sinal tão forte ou até maior que muitos outros activos. É tudo uma questão de caracteristicas de fabrico e qualidade do equipamento que se está a usar e sobre tudo a filtragem que esse equipamento tem.

Trata-se apenas da frequência de sinal e do respectivo andar de potência a ser usado no amplificador em questão.
"(a state-variable pre-amplifier responsive to a program input signal having high, low and mid-range frequency signal)".

http://www.patentstorm.us/patents/5736897.html

Não encontro nenhuma lei que obrigue usar uma entrada high ou low consuante o baixo que vamos usar, até porque a partir do momento em que trabalhamos com uma pedaleira de efeitos intercalada entre o baixo e o amp, isto vai invalidar todas e quaisquer razões para se usarem obrigatóriamente entradas high e low.

Os baixos são activos ou passivos e as entradas são de alta frequência ou de baixa frequência... apenas isso, independentemente de alguns fabricantes de amplificadores colocarem nas respectivas entradas os termos "passive" e "active" simplesmente para facilitarem ao utilizador menos familiarizado com os controlos do amplificador obter um som mais regular.

Poderá fazer algum sentido ligar um baixo activo na entrada low e um baixo passivo na entrada high, mas não há regra nenhuma que o obrigue. Depende apenas da vontade e gosto do músico.

Abraços.

Varg
Veterano
# jun/07
· votar


TugaBass
bom texto cara agora perdi o medo mesmo de tar usando a entrada errada hehe

Shakal
Veterano
# jun/07
· votar


Cara que sabe falar é outra coisa hein portuga! :P

Varg, poe em qualquer entrada mesmo! Dá nada! O máximo que pode acontecer é queimar o amp, o baixo, dar curto na fiação elétrica da sua casa, explodir o transformador da rua, causar instabilidade na central de distrubuição de energia elétrica e acarretar em um apagão geral na sua cidade ou estado... Nada que paciência e dinheiro não resolvam...

uahuaHuahuahuahaUaH

FLW!

Varg
Veterano
# jun/07 · Editado por: Varg
· votar


Shakal

vlw cara, agora sim estou realmente tranquilo aehauehaheaue

TugaBass
Veterano
# jun/07 · Editado por: TugaBass
· votar


Shakal
Varg

Ahahahahahahahahahah! São o máximo, vocês!

Esqueceram-se do gato a voar pela janela, todo chamuscado! Eheheheheheheh!

Na boa! Não tem problema usar qualquer entrada. Não se pode é ultrapassar os limites do amplificador/altifalantes, mas isso é com qualquer baixo, seja activo ou passivo.

É preciso é descontração e boa disposição!! Ahahahahahahah!

Abraços.

João Carlos Lidório
Veterano
# jul/07
· votar


A Grande Maioria dos Amplificadores seguem o padrão:

High para passivo e low para ativo, mais o jeito mais facil é testar na hora do uso, para não haver erro, acredito que não faça nenhum mal plugar o ativo na entrada do passivo, mais com um tempo pode vir a danificar o amplificador!

FCLBass
Veterano
# jul/07 · Editado por: FCLBass
· votar


Pessoal, a descrição abaixo encontra-se no manual da Bold 60 da Staner.

INPUT HIGH - Jack de entrada de alta sensibilidade, apropriado para receber contrabaixos com captação passiva.

INPUT LOW - Jack de entrada de baixa sensibilidade, apropriado para receber contrabaixos com captação ativa e módulos de efeitos.

Vlw.

conehc
Veterano
# jul/07
· votar


FCLBass
eu estava ligando o meu baixo na high, na low, destrocando, tocando, e adivinha a diferença? nenhuma...

FCLBass
Veterano
# jul/07
· votar


conehc

Apenas informei o que o fabricante recomenda. As palavras descritas não são minhas. Na verdade, sempre usei a "entrada para baixos ativos" por questão de sofrer uma excitação no sinal. Afirmo que isso não queima nenhuma caixa.

conehc
Veterano
# jul/07
· votar


FCLBass
é o que falaram no forum de amplis... pra projetos simples, amplis baratos isso nao faz diferença... mas nao faça o mesmo em um ampeg svt classic...

Shakal
Veterano
# jul/07
· votar


conehc, acredito que meu Warm Music rb108 de 30W seja um amp simples. E faz uma diferença nele as 2 entradas.

Sempre coloco o meu JB passivão na High, mas quando eu passo ele pelo pedal ele se comporta como se fosse ativo e aí eu posso colocar na Low que fica ótimo.

flw

FCLBass
Veterano
# jul/07
· votar


Já toquei em SWR (estradas ativa e passiva) e GK (este possuía uma chave para ligar/desligar o ganho de 10dB). Não fritou, distorceu ou comprometeu seu funcionamento. O nível de saída do baixo, na minha opinião, não afeta em nada o ampli. Agora, penduar um Bass Booster, Bass Equalizer, Distortion e o volume desses caras ficam no talo, concordo que pode ocorrer algo. Ainda não vi. No meu set da Behringer, uso no ativo o tempo todo, com ou sem efeitos e, pelo menos até agora, nada aconteceu de errado em seu som.

Beatlemaniac
Veterano
# jul/07
· votar


custava nada os fabricantes padronizarem isso ou ao inves dos termos high e low colocassem Active e Passive
facilitaria a vida dos baixistas

conehc
Veterano
# jul/07
· votar


Beatlemaniac
a hartke ja faz isso... a gk tem uma chave que corta -15db... alguns amplis tem uma entrada 0dB e outra -15dB... a padronização é nula...

FCLBass
Veterano
# jul/07 · Editado por: FCLBass
· votar


Beatlemaniac
conehc

Na minha visão (de técnico em eletrônica), não necessitaria tal diferenciação de entradas. Explico: por "convenção", um sinal de instrumento é considerado passivo se atingir a tensão máxima de 350mV. Já o ativo, varia de 350 à 670mV. Portanto, se no circuito de pré-amplificação de cada ampli o range de tensão suportável poderia ser de 300 à 700mV, por exemplo. Não afetaria em nada o funcionamento e não daria margem para o assunto em questão.

FCLBass
Veterano
# jul/07
· votar


Padronização faz a maior falta...

Shakal
Veterano
# jul/07
· votar


FCLBass, cara, não é bem assim... Passivos chegam a atingir 1-1,5V de saída!!

E a diferença entre colocar no High ou Low é bem grande. Se eu coloco o meu baixo passivo no Low preciso dobrar o volume...

FCLBass
Veterano
# jul/07
· votar


Shakal

Me fala qual passivo chega a essa tensão que eu o compro na hora e jogo os meus ativos no lixo.

Shakal
Veterano
# jul/07
· votar


Vi um site onde o cara mede com osciloscópio a tensão de saída dos seus instrumentos... O baixo passivo dava 0.8V com 1 captador e 1.2V com outro. Não lembro o site agora, mas qq hora eu lembro :P

rrancan
Membro Novato
# 11/fev/19 11:24
· votar


High -> Passivo
Low -> Ativo

Conforme manual do Stanner BX-200. Para outros pode ser diferente.

http://www.staner.com/downloads/manuais/amplificadores_instrumentos/BX -200.pdf

O doc ainda fornece um exemplo aonde um baixo com pedais é ligado na entrada HIGH.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Baixo Ativo - High ou low?