"A Estrada" (mini álbum conceitual, meio progressivo, blues, com letras/instrumentais)

    Autor Mensagem
    sergiorojo
    Veterano
    # 20/nov/19 18:19


    Fala aí, pessoal!

    Tô deixando aqui meu mini álbum conceitual "A Estrada", 100% caseirão.

    O album é curto; tem uns 16 minutos. Até poderia ser um EP, mas ele tem um conceito com início, meio e fim, então achei que faz mais sentido como álbum (embora eu não grave álbuns longos pois acho que ninguém mais pega pra ouvir, além de que demora muito mais pra fazer). Não sei definir um estilo só para ele porque dá uma boa variada, conforme a setlist abaixo:

    1) A Estrada: faixa instrumental curtinha, mais introdutória, com um trecho de uma fala do Chalie Chaplin.

    2) Eu Vou Cantar: é uma baladinha estilo Roger Waters.

    3) Não Pise na Grama: é meio anti-folk rock... quase um punk acústico, talvez.

    4) Blues da Hipocrisia: um pequeno blues acústico.

    5) Por Quem os Sinos Dobram: outra instrumental, como se fosse uma mistura das duas primeiras músicas. Bastante inspirado nas batidas do Pink Floyd, como pode ser ouvido na bateria.

    Já aviso que eu gravo tudo como hobbie em minha casa, com um notebook e um gravador portátil da Zoom, mixando e editando tudo no Audacity... então a qualidade não tá de estúdio.

    Além disso, gosto muito de compor e gravar, MAS meu forte não é tanto cantar. Para isso já comecei minhas aulas de canto.

    De qualquer maneira, segue aqui abaixo meu trabalho e, quem quiser me dar uma força, estou no Spotify, Deezer, iTunes, enfim, praticamente todas as plataformas de músicas mais famosas. Dá pra me encontrar clicando aqui (https://linktr.ee/sergio.rojo_). O link também tem minhas redes sociais.

    Desde já agradeço quem puder opinar e toda a galera que ajuda bastante nas mixagens e nas dicas.

    Abraço!

    1) A Estrada:



    2) Eu Vou Cantar:



    3) Não Pise na Grama:



    4) Blues da Hipocrisia:



    5) Por Quem os Sinos Dobram:



    Ningen
    Veterano
    # 20/nov/19 18:31 · Editado por: Ningen
    · votar


    1) A Estrada: Sonzeira! Só subiria o volume geral, aqui no meu note, pra ficar agradável, adicionei 7db.. Mas talvez não exija tanto.

    5) Por Quem os Sinos Dobram: (Comentário provavelmente descartável a seguir) Tava gostando mas aos 1:57 eu fiquei pensando... "de novo?" senti o tema repetitivo nesse momento, talvez eu desse uma "fritada" na bateria + guitarra, algo assim, pra dar um climax.. aos ~3:00 perdi o interesse... Como eu disse, descartável (minha opinião). Você que sabe rsrs

    tito lemos
    Veterano
    # 21/nov/19 10:19 · Editado por: tito lemos
    · votar


    sergiorojo
    Cara, tô ouvindo aos pedaços, aqui no trampo. Eu gosto muito dos teus instrumentais, muito mesmo! O grande gargalo é o vocal... Não é que vc cante terrivelmente mal, mas vc sabe que há falhas... Tuas letras também não me empolgam... Quer um conselho? Segue teu trampo instrumental, tuas ideias são muito boas, de verdade!

    Abraço e parabéns mais uma vez!

    PS: Te fiz um convite no privado há um tempo atrás, mas vc não me respondeu... De toda forma, o convite ainda está de pé!

    TendTudo
    Membro Novato
    # 21/nov/19 10:49
    · votar


    Tu vai esquecer de ser jovem apenas quando alguém tu mandar uma nota por coerção de alguém.
    Ou quando tu secar a fonte da juventude.
    Cantar Monalisa é disco de música só camarão.
    Excelente trabalho cara.
    Este disco se parece muito com o V do legião urbana.
    Muito bom.
    Tito, o cara tem influência de Beatles e tu acha ruim?
    Ouvi ao lado de minha mãe o álbum inteiro e foi muito elogio mesmo.
    Som agradável
    Belo instrumental
    Parabéns

    tito lemos
    Veterano
    # 21/nov/19 11:02
    · votar


    TendTudo
    Onde foi que eu falei que achei ruim, Odion?

    TendTudo
    Membro Novato
    # 21/nov/19 11:19
    · votar


    Tito, as letras do cara tu falou que são ruim
    Só porque não são das tuas influências?

    TendTudo
    Membro Novato
    # 21/nov/19 11:36
    · votar


    tito lemos
    The James Solution foi muito compartilhada.
    Tu não pode ser o dono da verdade pois arte não tem preço.
    Se o cara é playboy ou não se tu já passou necessidade na vida não importa para a estética.
    Mas um trabalho pode ser interessante por quem faz a arte.
    É a minha opinião. É fácil falar de coisas tão belas de frente do mar mas de costas pra favela

    sergiorojo
    Veterano
    # 21/nov/19 18:06
    · votar


    Ningen

    1) A Estrada: Sonzeira! Só subiria o volume geral, aqui no meu note, pra ficar agradável, adicionei 7db.. Mas talvez não exija tanto.

    Alguém mais notou essa diferença? Tinha regulado as faixas nos 89db; pelo menos pra mim soou nivelado. Mas pode ser porque o instrumental dela é mais cru.

    5) Por Quem os Sinos Dobram: (Comentário provavelmente descartável a seguir) Tava gostando mas aos 1:57 eu fiquei pensando... "de novo?" senti o tema repetitivo nesse momento

    Hmm bom saber. Eu tava com essa dúvida; pra mim acabou ficando de boa esa repetiçaõ, MAS entendo que pra você deve ter soado bem cansativo. Até tava pensando e colocar algum áudio como na faixa 1 (ou algum solo); quem sabe mais pra frente. Obrigado pelos comentários!

    tito lemos

    Obrigado pelos comentários, Tito! Não vi (ou esqueci) sua mensagem, foi mal; acabei de te responder aqui e topo sim uma parceria! Quanto ao vocal, realmente, nunca fico 100% satisfeito, mas espero ir melhorando enquanto faço aula de canto.

    TendTudo

    Este disco se parece muito com o V do legião urbana.

    Fico feliz que você e sua mãe tenham gostado! Gosto bastante de Legião, talvez o V seja o álbum que eu mais goste, então com certeza acaba me influenciando.

    tito lemos
    Veterano
    # 22/nov/19 11:05
    · votar


    sergiorojo
    Te respondi no privado.

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 22/nov/19 11:15
    · votar


    Vou marcar aqui pois o outro trampo seu que eu ouvi, notei uma forte influência do Pink Floyd e isso me agradou demais.
    Antes até de ouvir e dar opinião aqui, gostaria de te sugerir usar uma DAW que contenha mais recursos, como Reaper, por exemplo. Tenho certeza que seus trabalhos soarão muito melhor. O Audacity é muito engessado e funciona bem apenas como editor de áudio.

    Vou ouvir em casa e passar minhas impressões.

    Ningen
    Veterano
    # 22/nov/19 13:19
    · votar


    sergiorojo

    Realmente... não está tão baixo... acho que eu estava ouvindo músicas em volume alto.. acabei sentindo um pouco pelo fato de a sua ter um som mais "solto".

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 22/nov/19 14:10 · Editado por: Beto Guitar Player
    · votar


    Eu ouvi uma vez cada música e gostei bastante no geral, você está realmente de parabéns.
    Apenas alguns comentários:

    1) A Estrada: faixa instrumental curtinha, mais introdutória, com um trecho de uma fala do Chalie Chaplin.

    Gostei especialmente dessa. Influência do Pink Floyd clara pra mim. Adoro isso de colocar áudios de falas e conversas na música, me lembra um pouco Keep Talking. Ótima abertura para o álbum.


    2) Eu Vou Cantar: é uma baladinha estilo Roger Waters.

    Ótima canção acústica. Gostei bastante da letra e a sua voz casou bastante com o instrumental.


    3) Não Pise na Grama: é meio anti-folk rock... quase um punk acústico, talvez.

    Essa me lembrou um pouco de Legião Urbana. Me desagradou um pouco a voz. Não sei se é um efeito que você pôs, ou se é uma característica do gravador que você usou, mas é como se você estivesse abafando a voz com as mãos.


    4) Blues da Hipocrisia: um pequeno blues acústico.

    A ideia de fazer um blues é sempre interessante. No caso dessa música, só acho que faltou ser melhor desenvolvida. E as palavras da letra melhor encaixadas. Sem contar o efeito abafado da voz citado na música anterior.


    5) Por Quem os Sinos Dobram: outra instrumental, como se fosse uma mistura das duas primeiras músicas. Bastante inspirado nas batidas do Pink Floyd, como pode ser ouvido na bateria.

    Boa música para fechar o álbum. Senti um pouco de falta de um solo de guitarra melhor elaborado, mas no geral, fechou muito bem seu álbum.



    No geral, na minha opinião, seu álbum tem mais pontos positivos que negativos, não diria nem pontos negativos, mas pontos a melhorar. Parabéns pelo ótimo trabalho, com certeza você está no caminho certo, ainda mais utilizando ferramentas tão limitadas como o Audacity.

    sergiorojo
    Veterano
    # 25/nov/19 09:56
    · votar


    Beto Guitar Player

    Ouvindo de novo agora, nas que você falou a voz soa abafada mesmo. Não sei se comi alguma frequência errada na hora da equalização, mas acho que foi o gravador, porque como são músicas com a voz mais alta, precisei "abafar" (com uma gambiarra -- um pedaço papelão rs) o microfone pra não dar aquelas pipocadas e estalos do ar que sai da boca.

    Muito obrigado pelos demais comentários/críticas/elogios! Vou dar uma olhada nos RAW também; confesso que estou no Audacity por pura comodidade agora.

    Abraço!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a "A Estrada" (mini álbum conceitual, meio progressivo, blues, com letras/instrumentais)