A ingratidão da música Erudita.

Autor Mensagem
T-Rodman
Veterano
# jul/11
· votar


Die Kunst der Fuge
Eu tenho uns 3000 cds de música em casa. Eu cito todos eles?
rs.
Na dúvida, o jeito é falar o suficiente, ou andar no bolso com uma pasta, com todas as obras que você conhece, pra nunca se esquecer delas e não ser surpreendido por outra pessoa, rs.

AnaClara
Veterano
# jul/11
· votar


Die Kunst der Fuge
Além de cantar as músicas eu gosto de batucar as notas nas pernas, como se fosse bateria.
De vez em quando eu toco como se alguams notas fossem a caixa da bateria e outras os pratos e inclusive tem viradas também.
É uma bateria melódica, bem legal, mas bem louco, ninguém entenderia =/


hueuehuehuehuehueheheuheheuhe

Se eu te contar que eu tambem faço isso vc nao acreditaria. =/

AnaClara
Veterano
# jul/11
· votar


T-Rodman
Gosto de peças.

Po, tbm penso assim.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# set/11
· votar


makumbator
Desse tipo de coleção, o máximo que eu tenho é uma com todas as sinfonias de Mozart, em gravação com instrumentos de época(são 19 Cds):

Estou terminando de adquirir uma integal das sinfonias do Mozart, também em instrumentos de época, só que a minha é do "The English Concert".
Eu já tinha as duas primeiras partes - que nesta coleção são denominadas "Early" e "Salzburg", cronologicamente - agora estou adquirindo a terceira parte.

makumbator
Veterano
# set/11
· votar


Die Kunst der Fuge
Estou terminando de adquirir uma integal das sinfonias do Mozart, também em instrumentos de época, só que a minha é do "The English Concert

Ah sim! Essa gravação integral do English concert também é ótima. Já ouvi um ou outro movimento dessa coleção isoladamente.

TG Aoshi
Veterano
# set/11
· votar


Eu nem ligo. Se na minha area de interesse, que é o piano, eu já acho que não conheço nada, imagina englobando tudo...
Por exemplo, só do pós-romântico eu conheço tanto quanto uma anta.

Olha que vocês estão falando só de conhecer as obras. Imagine então quando o assunto chega nos (grandes) intérpretes! <O>

Die Kunst der Fuge
Veterano
# set/11
· votar


makumbator
Ah sim! Essa gravação integral do English concert também é ótima. Já ouvi um ou outro movimento dessa coleção isoladamente.


Estou gostando bastante!
Maneiro que essa orquestra é regida pelo cravista, deve ser bem legal de assistir.

TG Aoshi
Eu nem ligo. Se na minha area de interesse, que é o piano, eu já acho que não conheço nada, imagina englobando tudo...

Se fosse Viola da gamba, acho que sua tarefa seria mais fácil eheheh


Por exemplo, só do pós-romântico eu conheço tanto quanto uma anta.

UASHUASHAU Que exagero, cara.

Olha que vocês estão falando só de conhecer as obras. Imagine então quando o assunto chega nos (grandes) intérpretes! <O>

Oh yeah, ainda tem isso.
Ouvir a mesma obra por diferentes intérpretes... As vezes eu fico perdido nesse oceano de possibilidades.

TG Aoshi
Veterano
# set/11
· votar


Ken Himura
Se pra ouvir já é ruim, imagina tocar então!

Tá aí algo interessante. Pouca gente pára pra pensar em quanto tempo de estudo se gasta em cima de, por exemplo, uma gravação completa das 32 sonatas do Beethoven. Se uma só tem em torno de 20/30 minutos.
Levando isso em consideração, parece até meio surreal, olhar a discografia/repertório de alguns intérpretes... Isso sem contar o tempo pra memorizar 15, 20 páginas por obra.

Mas já ouvi falar que o "approach" de um profissional, principalmente os grandes intérpretes, pra aprender/memorizar/preparar/etc uma peça é completamente diferente do de um "iniciante".

O Glenn Gould e o João Carlos Martins gravaram toda a obra pra teclados de Bach, de cor.
Putzz... Sobre o JC, tinha algumas dessas gravações no tubo, acho que tiraram.... Uma perda, porque pelo pouco que me lembro, eram de um pianismo ímpar.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# set/11 · Editado por: Die Kunst der Fuge
· votar


TG Aoshi
Pouca gente pára pra pensar em quanto tempo de estudo se gasta em cima de, por exemplo, uma gravação completa das 32 sonatas do Beethoven. Se uma só tem em torno de 20/30 minutos.

Eu tenho mó curiosidadepra saber quanto tempo leva isso...
Não só de intérpretes, mas sei lá, quanto tempo leva pra uma orquestra ensaiar uma Sinfonia do Mahler? Coisas assim.

Aqui no fórum tive a oportunidade de receber uma resposta do violonista Alvaro Henrique, me dizendo quanto tempo ele levou pra arranjar e gravar uma peça:

http://forum.cifraclub.com.br/forum/4/267118/#7757168

TG Aoshi
Veterano
# set/11 · Editado por: TG Aoshi
· votar


Die Kunst der Fuge
Eu também queria saber mais, conhecer mais concretamente.
Legal esse post do Alvaro, aliás, imagino que no caso de um arranjo deve levar um bom tempo. =)

Enfim, do pouco que já li, imagino que varia muito. Escuto mais é de "aberrações" como o Josef Hofmann, aquele pra quem o Rachmaninoff dedicou o 3º concerto, que, assim como o Liszt e o Saint-Säens, executava peças de ouvido, nota por nota, escutando apenas uma vez.

Uma das histórias do Hofmann é que uma semana depois de ter escutado a Paráfrase de "Fledermaus" feita pelo Godowsky, ele tocou a peça inteira na casa do próprio Godowsky. O detalhe é que a peça ainda nem tinha sido passada pro papel.
Aqui o monstrinho:


Die Kunst der Fuge
Veterano
# nov/11
· votar


Uma ingratidão que estou sofrendo na pele é que estou com o trecho de uma música na cabeça e não sei qual é e nem qual é ou de quem é...

Adler3x3
Veterano
# nov/11
· votar


Die Kunst
Isto não é ingratidão, e sim um previlégio, escutar músicas na cabeça, ou mais corretamente na mente.

fedrizze
Veterano
# nov/11
· votar


Minha sincera opinião, a questão "ficar na minha" ajuda evitar muitos desses conflitos, mais isso apenas faz parte do caminho a percorrer para vitória, você pode ser visto como um poser hoje, mais haverá um dia que vão falar "ele deu sorte" (mal sabe esse indivíduo o quanto batalhamos).

TG Aoshi
Veterano
# nov/11
· votar


Die Kunst der Fuge
Uma ingratidão que estou sofrendo na pele é que estou com o trecho de uma música na cabeça e não sei qual é e nem qual é ou de quem é...

uhauahua! Normal! =p

Die Kunst der Fuge
Veterano
# nov/11 · Editado por: Die Kunst der Fuge
· votar


TG Aoshi

Caraca, neste exato momento, depois de uma longa jornada de investigação, consegui achar qual era a música! Estava me corroendo por dentro.
Um trecho de 9 segundos, que não dava pra saber se era Mozart, Paganini, Beethoven ou Tchaikovsky (pra tu ter uma idéia).

E a instrumentação dele na minha cabeça não estava muito definida, minha mente pregando peças em mim, cada vez que eu entrava na pasta do Tchaikovsky pra procurar, o trecho ficava orquestrado bem no estilo dele, com toda certeza que tinha trompas reforçando a tônica e um oboé fazendo a melodia. Aí eu ia pra pasta do Mozart e ficava no estilo dele...
Aí eu entrava na pasta do Paganini e a mesma coisa acontecia...

Por fim, pesquisei no meu Last.FM sobre as músicas que eu ouvi poucas vezes nos últimos 3 meses de cada um deles e encontrei a danada!
Era uma sonata pra violino e violão do Paganini! Safado!

fedrizze
Veterano
# nov/11
· votar


Die Kunst der Fuge
Não fique abalado por causa disso, cara essas coisas acontecem. Quantas vezes já não fiquei com uma musica na cabeça e não sabia nem que mera o cantor/a.

Como você disse, existe trocentas musicas de um autor que não conhecemos, como poemas, um autor tem vários só que apenas um ou dois no meio desse monte se tornam marcos.

Você não pode enviar mensagens, pois este tópico está fechado.
 

Tópicos relacionados a A ingratidão da música Erudita.