Tópico para acompanharmos a redemocratização de cuba

Autor Mensagem
ProgVacas
Membro Novato
# 03/ago/21 20:23
· votar


Eu nunca tive qualquer problema com o Correios.

Synth-Men
Veterano
# 04/ago/21 13:11
· votar


Aguardando redemocratização de Cuba...

brunohardrocker
Veterano
# 04/ago/21 16:32
· votar


Antes disso dá tempo do Guns lançar o novo disco: Cuban Democracy

JJJ
Veterano
# 04/ago/21 18:20
· votar


Pedro_Borges
Lá na Arábia o povo não é obrigado a viver lá, pode sair se quiser

Argumento válido e eu concordo. Mas, em geral, é válido para menos de 1% da população de um país. Eu, por exemplo, gostaria de viver na Europa, tenho cidadania europeia... e não consigo sair daqui.

o regime é aceito e sagrado para eles.
E ai de quem não concordar com isso, né? kkkkkkkk
Mas isso tem em toda ditadura. Não existe ditadura onde uma parte do povo não seja cúmplice do regime e até goste. Aqui mesmo, não tem uma meia dúzia de maluco querendo ditadura militar, volta do AI5, fechamento do Congresso e do Judiciário? Então...

ProgVacas
Membro Novato
# 04/ago/21 20:01
· votar


Esse tópico não era para estar no limbo?

makumbator
Moderador
# 04/ago/21 20:07 · Editado por: makumbator
· votar


JJJ
Eu, por exemplo, gostaria de viver na Europa, tenho cidadania europeia... e não consigo sair daqui.


Mas não conseguir sair por não ter dinheiro, ou falta de autorização de entrada em outros países é bem diferente de ser impedido de deixar o território de seu próprio país (que é o que ocorre na Coréia do Norte, Cuba e mais algumas outras porcarias travestidas de estados).


brunohardrocker

Guns esperou anos e anos pra ver se o título de Chinese democracy iria ser realizado, mas falharam. Vamos ver se Axl consegue lançar o Cuban democracy na new Havana após a queda dos comunas.

Lelo Mig
Membro
# 04/ago/21 21:38 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Quem também esta num processo de redemocratização é a Coréia do Norte.

Nos próximos anos mais uns dois ou três cortes de cabelo serão permitidos. Aguardem...

JJJ
Veterano
# 05/ago/21 12:36
· votar


makumbator

Sim, por isso eu concordei. Mas, na prática, seja qual for o motivo, pouca gente (percentualmente) pode deixar seu país de origem.

Wanton
Veterano
# 05/ago/21 13:13
· votar


É foda! Você tenta construir um país com base no seu capital humano, educa de graça e os caras saem do país. Viram mão de obra barata nos EE.UU. É a fuga de cérebros.

Aí, você vai nesses institutos de ponta dos Estados Unidos e só vê estrangeiro. Latinos, indianos, chineses e o escambau. Todos produzindo conhecimento para o Tio Sam.

makumbator
Moderador
# 05/ago/21 13:27
· votar


Wanton
É foda! Você tenta construir um país com base no seu capital humano, educa de graça e os caras saem do país. Viram mão de obra barata nos EE.UU. É a fuga de cérebros.

Livre concorrência. Não gostou? Quem mandou ser contra o muro do Trump? Hahaha!

Todos produzindo conhecimento para o Tio Sam.
E fazendo a América para eles mesmos e suas famílias. Coisa linda de se ver!

Wanton
Veterano
# 05/ago/21 13:29
· votar


makumbator
E fazendo a América para eles mesmos e suas famílias. Coisa linda de se ver!

Individualismo. Coisa de ratazana.

makumbator
Moderador
# 05/ago/21 13:35
· votar


Wanton

A melhora da vida de famílias se reflete em alguma melhora da sociedade como um todo. E o conhecimento produzido por essas pessoas que se destacam beneficia muita gente (não apenas nos EUA). Muitas dessas pessoas estariam sendo "desperdiçadas" se ficassem em seus países porcaria de origem.

Vida longa ao Império Estadunidense. Um dia cairá (como todo império, mas até agora não surgiu nada melhor).

Lelo Mig
Membro
# 05/ago/21 13:47 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Wanton

"É foda! Você tenta construir um país com base no seu capital humano, educa de graça e os caras saem do país. Viram mão de obra barata nos EE.UU. É a fuga de cérebros."

Há um certo romantismo nessa colocação hein camarada?

Se os caras preferem ser mão de obra barata nos EUA, imagine os salários de bosta que não pagam (quando pagam) dentro de seus próprios Países?

É só pegar o exemplo de ser cientista no Brasil, um País que não produz e nem tem interesse em desenvolver tecnologia e ciências... a situação é vexatória. Vai ser fiel à Pátria?

ProgVacas
Membro Novato
# 12/ago/21 07:00
· votar


Cuba: fazendo reaça de otário há mais de 60 anos!

entamoeba
Membro Novato
# 12/ago/21 09:03
· votar


Lelo Mig
Se os caras preferem ser mão de obra barata nos EUA, imagine os salários de bosta que não pagam (quando pagam) dentro de seus próprios Países?

Pois é. É a maldição dos países pobres! É paradoxal. Você só melhora o país melhorando o capital humano, mas quando você investe em capital humano, ele foge para o exterior para viver melhor. Aí, Cuba proíbe a saída dos seus cidadãos como uma tentativa de segurar o investimento. É uma solução bosta? É! Tem outra solução simples para o problema? Não tem.

Sei lá. Para dar mais liberdade ao povo, talvez as pessoas que quisessem fazer cursos universitários de alto investimento para o país devessem assinar o compromisso de prestar serviços lá por 20 anos.

Lelo Mig
Membro
# 12/ago/21 09:22 · Editado por: Lelo Mig
· votar


entamoeba

Mano, entendo. Mas falou em restringir liberdades eu não concordo, nunca! Por isso tenho tanto problema com governos totalitários.

Uma pessoa quando nasce não escolhe onde nasce, então a idéia de existir alguém ou algum partido que pretensamente "sabem e decidem o que é melhor para o "povo"", é uma idéia que nunca aceitei e sempre vi com desconfiança. Via de regra não confio em quem "sabe o que é melhor para o outro". Já tentaram me convencer de todas as formas mas nunca digeri.

Só sei que, historicamente, quando um País é "razoavelmente bom" seus cidadãos permanecem sem ter que assinar compromisso algum. Muito pelo contrário, a grande maioria ama seu País e fica enquanto pode.

O êxodo cubano é um fato histórico (exílio cubano, êxodo de Mariel, etc.), não é invenção de reaça. Existem mais de um milhão de Cubanos vivendo fora da ilha (mais de 10% da população). Não existem números parecidos em nenhum País (que não esteja em guerra), principalmente em um que proíbe a saída. Não dá prá banalizar estes números.

Prá você ter uma idéia o Brasil (que não é nenhuma maravilha) possui 2,5 milhões de pessoas vivendo no exterior, sendo que boa parte "não fugiu", foi legalmente. Não chega a 1,5% da população.

entamoeba
Membro Novato
# 12/ago/21 09:32 · Editado por: entamoeba
· votar


Lelo Mig
seus cidadãos permanecem sem ter que assinar compromisso algum.

Nessas condições, com fronteiras abertas (tanto para sair quanto para entrar), todo mundo fugiria para os países ricos.


Uma pessoa quando nasce não escolhe onde nasce

Ainda que alguém (religiosos, sobretudo) possa argumentar que quem trepa assume o risco, há muitos pais que não desejaram ter seus filhos. Isso não os desobriga da responsabilidade pela sua criação. Obrigações fazem parte do nosso arranjo civilizatório. Somos mais livres com obrigações do que sem elas.


sabem e decidem o que é melhor para o "povo"

Mas tal proibição também poderia ser democrática. O importante é o indivíduo não ser maior do que o coletivo. Quando o cara é sorteado para receber a oportunidade de receber educação diferenciada custeada pelo Estado, ele assume um compromisso com o seu povo. Fugir com esse investimento é colocar-se, como indivíduo, acima do seu povo - e não do seu governo!

entamoeba
Membro Novato
# 12/ago/21 09:39 · Editado por: entamoeba
· votar


Que fique claro: eu não sou um defensor do regime Cubano. Só acho que a situação do governo cubano é muito mais complicada do que costumam pintar.

Não dá um pouco de inveja ver que um país tão fodido consegue investir tanto em educação, enquanto a educação brasileira é sucateada? O Brasil é um país muito mais rico do que Cuba! Muito, mesmo! Com políticas educacionais semelhantes, poderíamos estar em outro patamar.

Mas imagine se todo estudante de universidade pública brasileira resolvesse se mudar para os Estados Unidos ou para a Europa! O investimento público se converteria em ganhos individuais de pessoas egoístas. Não é isso o que queremos evitar quando exaltamos o combate à corrupção? Por que essa espécie de traição seria diferente da corrupção?

Aí, o seu país (no caso, Cuba), fodido de pobre, faz um esforço para formar seus médicos. E as porras dos cidadãos que ganharam os diplomas passam a se achar sujeitos especiais e vão morar em um país melhor! Vá tomar no cu! É o mesmo espírito de merda de brasileiro que ganha uns trocados a mais e fica se achando o foda!

entamoeba
Membro Novato
# 12/ago/21 09:45
· votar


Olhem que interessante: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/08/12/por-que-miami-e-um-calde irao-de-conspiracoes-contra-governos-da-america-latina.ghtml

Lelo Mig
Membro
# 12/ago/21 09:45
· votar


entamoeba

"Nessas condições, com fronteiras abertas (tanto para sair quanto para entrar), todo mundo fugiria para os países ricos."

É proporcional. Veja a estatística brasileira que coloquei lá e compare nossos números com os de Cuba. E sair do Brasil é muito mais fácil que sair de Cuba. Nosso "êxodo" é dez vezes menor que o deles.

"Isso não os desobriga da responsabilidade pela sua criação."

E nem a receber nada em troca. Nessa sua comparação com uma família, é a mesma que citei: filho bom, geralmente, tem bons pais, boa educação e não vai abandonar os pais na velhice ou doença.

"Quando o cara é sorteado para receber a oportunidade de receber educação diferenciada"

Educação é investimento. A Coréia investiu pesado e ninguém se mandou de lá. A China têm feito o mesmo e a chinesada não vai fugir (fugia antes, justamente quando não tinha). Um erro da esquerda clássica é investir em estudo em Países que não investem em tecnologia e ciências. Lógico que haverá migração, cara estudou, a maioria é bom caráter, quer trabalhar, aplicar seus estudos.

entamoeba
Membro Novato
# 12/ago/21 10:04 · Editado por: entamoeba
· votar


Lelo Mig
Nosso "êxodo" é dez vezes menor que o deles.

Não dá para comparar. O Brasil é um país com ilhas de riqueza. Tem bairros aqui que não devem nada para países europeus, além de termos a "comodidade" das domésticas extremamente acessíveis. Brasileiro que foge para a Europa vai ter que lavar a própria cueca!


filho bom, geralmente, tem bons pais, boa educação e não vai abandonar os pais na velhice ou doença.

Pois é. Mas X% dos filhos vai largar os pais na pobreza e fugir para fugir com o sugar daddy/mommy. Só usei o exemplo dos pais porque há responsabilidades que não são contraditórias com a liberdade, ao contrário.


Coreia; China

Assim como o Brasil, Coreia e China tiveram suas bolhas de riqueza. O cara enriquece e migra internamente. Muda de casa, de bairro, de classe social. Essa é a tentação que Cuba não oferece. Cuba expõe as contradições da igualdade a qualquer custo, sobretudo, quando está inserida em um mundo que premia excessivamente as diferenças.

Lelo Mig
Membro
# 12/ago/21 10:12
· votar


entamoeba

"quando está inserida em um mundo que premia excessivamente as diferenças."

Pois é meu amigo. Um indígena vive bem em sua aldeia, sem querer um calção da Adidas vermelho e uma camiseta da seleção, até conhecer os produtos.

Ainda que eu e você e mais meia dúzia não sejamos consumistas e capitalistas o mundo é assim é isso que as pessoas querem, inclusive os cubanos.

Eu ainda acho que viver em uma harmonia satisfatória com o resto do Universo é mais fácil, mais produtivo e provoca mais bem estar, do que ficar dando murro em ponta de faca com utopias que se provaram, apenas, pano de fundo para ditadores megalomaníacos e vaidosos.

Wanton
Veterano
# 12/ago/21 21:23
· votar


Lelo Mig
utopias que se provaram, apenas, pano de fundo para ditadores megalomaníacos e vaidosos.

O capitalismo também é todo construído a base de utopias, da mão invisível do mercado que autorregula tudo ao sonho americano. O totalitarismo não é consequência da utopia, é consequência da revolução. Não é um problema com os fins, mas com o processo.


o mundo é assim é isso que as pessoas querem

Já quiseram outras coisas, em outros tempos. O apelo ao consumo é mais visceral, mas isso não significa que estejamos condenados a ele. Até porque o consumismo é autodestrutivo e já está colapsando o sistema.

Lelo Mig
Membro
# 12/ago/21 21:46 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Wanton

"Já quiseram outras coisas, em outros tempos."

Bem ou mal, entre erros e acertos, o mundo só têm melhorado para o homo sapiens (o problema é que é só para ele). Nem cristão acredita mais que o mundo "jaz no maligno", porque há 300 anos atrás era muito pior e há 2.000 era muito mais do que muito pior. Talvez tenha sido melhor há uns 25 mil anos, mesmo assim para nós, para os neandertais foi uma catástrofe.

Somos ansiosos, mas não vamos viver para assistir mais melhoras, ou muito poucas. Eu na verdade, por ser dos anos 60, onde as coisas aconteceram muito rápido, ainda tive a oportunidade de ver melhorias incríveis.

Mas não dá prá tanta gente no mundo viver e progredir com tecnologia, saúde e vida longa. O custo disso é esgotar os recursos naturais. A ciência não vai fazer milagre.

Vamos chegar lá, vai sobrar 10% que voltará a viver como selvagens e assim vamos levando até o sol nos engolir.

O ser humano é um animal que virou uma praga no planeta, não têm volta.

brunohardrocker
Veterano
# 13/ago/21 08:54 · Editado por: brunohardrocker
· votar


Lelo Mig

https://www.worldometers.info/world-population/

Imagine o mundo avançando tecnologicamente como avançou pós revolução industrial, mas mantendo a taxa de crescimento populacional ali do ano 1800 para 1900, sem aquela decolagem absurda dentro de cem anos.

Hoje não seriamos 7,8 bilhões. Poderíamos ser, sei lá, uns 3 bilhões. Caminhando para a energia limpa e com todos os recursos da terra ainda abundantes.

Iria dar para correr pelado.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Tópico para acompanharmos a redemocratização de cuba