aviso aos computeiros

Autor Mensagem
sallqantay
Veterano
# 05/jun/19 07:27


parem de usar o termo linguagem, vocês manipulam códigos. Linguagem é bem mais amplo e complexo que instrução para macaco puxar a alavanca

grato

a direção

JJJ
Veterano
# 05/jun/19 07:54 · Editado por: JJJ
· votar


O termo é usado há décadas... Inclusive há várias linguagens que tem o termo no próprio nome:

APL - A Programming Language
PL/I - Programming Language One
Algol - Algorithmic Language
Cobol - Common Business Oriented Language

... e muitas outras.

Sua luta é inglória...

acabaramosnicks
Membro Novato
# 05/jun/19 08:11
· votar


Dicionário

linguagem
substantivo feminino
1.
LINGÜÍSTICA
qualquer meio sistemático de comunicar ideias ou sentimentos através de signos convencionais, sonoros, gráficos, gestuais etc.
"l. humana"
2.
POR EXTENSÃO
qualquer sistema de símbolos¹ ou sinais ou objetos instituídos como signos; código.
"l. da dança"

A partir do conceito de que a linguagem C, por exemplo, é um sistema de símbolos convencionais para se expressar ações que ocorrerão em um SW, fica claro que é uma linguagem.


código
substantivo masculino
1.
compilação sistemática ou compêndio de leis, normas e regulamentos.
"c. civil"
2.
conjunto de disposições, de regulamentos legais aplicáveis em diversos tipos de atividades.
"c. de edificações"

Quer dizer, há um código que regulamenta a linguagem, e pode ser ele formalizado ou não. Da mesma maneira que há um código formal pro idioma portugues mas nem todo mundo segue (e neste caso há um código informal), para a linguagem C há um código, e o texto produzido (o programa) foi um texto produzido com uma linguagem a partir de um código (que são as regras desta linguagem).

Pleonasmo
Membro Novato
# 05/jun/19 08:34
· votar


acabaramosnicks acabou com o sallqantay no 3 post, close.

Pedro_Borges
Veterano
# 05/jun/19 09:16
· votar


Pleonasmo
acabaramosnicks acabou com o sallqantay no 3 post, close.


E pra sacramentar ainda usou aspas.

Insufferable Bear
Membro
# 05/jun/19 09:17
· votar


linguagens formais são linguagens, apesar de não serem linguagens naturais, seu burro

st.efferding
Membro
# 05/jun/19 10:02
· votar


Linguagem é bem mais amplo e complexo

Linguagem natural é o comentário impreciso que você coloca após o // para modelar aquilo que o senhor supremo do universo computacional (aka gcc, aka Deus) irá deixar passar ou não. Este é o último resquício do medo que nós, computeiros, iremos enfrentar antes de encarar a verdadeira trincheira da lógica pura.

A instrução para macaco puxar a alavanca, portanto, é a coisa mais próxima de Deus que você nunca irá conseguir fazer, pois está apegado a linguagens naturais, que são basicamente coisas de zé frutinha desconstrucionista relativista. Código é 8 ou 80, ou passa ou o gcc manda vocẽ tomar no cu.

printf("Man up, little fag");

entamoeba
Membro Novato
# 05/jun/19 10:12
· votar


As vezes o sallqantay me surpreende.


st.efferding
encarar a verdadeira trincheira da lógica pura.

Lógica pura não diz nada sobre nada. Nem no círculo de Viena eles tinham tanta pretensão.

john s mill
Membro
# 05/jun/19 10:20
· votar


mais amplo e complexo

M!

fechem os compiladores que chegaram os relativistas

st.efferding
Membro
# 05/jun/19 10:26
· votar


Lógica pura não diz nada sobre nada

Relativistas relativizando.

entamoeba

Sua alma vai queimar no inferno, herege.

entamoeba
Membro Novato
# 05/jun/19 10:38
· votar


john s mill
st.efferding

Você assumir que um problema tem mais variáveis do que você gostaria não passa nem perto de relativismo.

Lelo Mig
Membro
# 05/jun/19 11:10
· votar


Melhor apelar prá fé porque no racional a teoria foi refutada geral.

st.efferding
Membro
# 05/jun/19 11:29
· votar


entamoeba

Foda-se o número de variáveis, pegue aquelas que você consegue enxergar, implemente a porra, otimize-a online e deixe-a rodando até explodir or gtfo

Buja
Veterano
# 05/jun/19 11:43
· votar


So nao perguntando pra um dev "com qual programa voce mexe" ta bom...chamo linguagem de codigo mesmo hahaha.

LeandroP
Moderador
# 05/jun/19 11:48
· votar


Ø,Ø

acabaramosnicks
Membro Novato
# 05/jun/19 11:52
· votar



Você assumir que um problema tem mais variáveis do que você gostaria não passa nem perto de relativismo.


Não, pera aí...

No exemplo hipotético do st efferding, o código (programação) seriam as leis divinas (as leis naturais que fazem com que as coisas sejam como são), e o dev seria Deus.

Num sistema que tenha tantas variáveis a ponto de ser pouco ou nada previsível, a gente chama convencionalmente de sistema caótico. O fato de um sistema ser caótico não significa que ele não segue lógica alguma, significa OU que o nível de complexidade é tão alto que não dá (ou não compensa) vc fazer os cálculos para prevê-lo, OU que as variáveis do sistema não podem ser medidas, ou as duas coisas ao mesmo tempo.

Isso não significa que não haja lógica, a lógica pura explica as coisas SIM.

Dito isso, está havendo aqui um problema de comunicação, porque de um lado, o entamoeba não entendeu o que o stefferding falou (ou não entendeu o conceito do bagulho), e do outro lado, o stefferding categorizou erroneamente a fala do entamoeba.

ces num tao conseguino se fala nao jovens

Viciado em Guarana
Veterano
# 05/jun/19 11:54
· votar


A instrução para macaco puxar a alavanca, portanto, é a coisa mais próxima de Deus que você nunca irá conseguir fazer, pois está apegado a linguagens naturais, que são basicamente coisas de zé frutinha desconstrucionista relativista.

Que lindo, véi!

entamoeba
Membro Novato
# 05/jun/19 11:57 · Editado por: entamoeba
· votar


acabaramosnicks
a lógica pura explica as coisas SIM.

Não, não explica. A lógica pura é formal. Não fala sobre o mundo.

Veja o caso dos números, que também são formais. Se eu digo "2", é "2" o quê? O dois sozinho é uma quantidade de coisa alguma.

acabaramosnicks
Membro Novato
# 05/jun/19 12:07
· votar


entamoeba

Tá, vamos por partes. A lógica é filosófica e pode ser representada matematicamente (seus resultados podem ser quantizados, mas não necessariamente são).
A lógica explica muitas coisas, não sobre o mundo, mas sobre como ele funciona e por que algo faz o que faz, é o que é, ou acontece de tal maneira.
Não, ela não explica tudo sobre todas as coisas, mas ela tem muito a dizer sobre muitas coisas, ao contrário do que vc disse aqui: "Lógica pura não diz nada sobre nada".

O ponto é que pra lógica existir, antes dela devem existir outras convenções, os conceitos básicos de o que é o que, e depois disso, a lógica discute (define) por quê outra coisa é de tal maneira, a segunda é assim porque a primeira é assado. Como num sistema de funções. Daí começa a entrar as representações matemágicas.

entamoeba
Membro Novato
# 05/jun/19 12:09
· votar


acabaramosnicks

Você usa a lógica para explicar, aí ela deixa de ser pura. Qualquer semântica que entrar no jogo azeda a noção de lógica pura.

sandroguiraldo
Veterano
# 05/jun/19 12:16
· votar


Você tá brigando pelo direito de só você usar a língua? É isso?

st.efferding
Membro
# 05/jun/19 12:47
· votar


Você usa a lógica para explicar, aí ela deixa de ser pura.

O que pode deixar de ser puro é o objeto que a lógica tenta explicar. A lógica permanecerá pura desde que as regras que a compõe não serão modificadas durante o percurso de avaliação do objeto realizado pela lógica.

acabaramosnicks
Membro Novato
# 05/jun/19 13:00
· votar


sandroguiraldo
O sall tá metendo o loco e dizendo que linguagem de programação não merece estar na categoria de linguagem, o que já foi refutado por muitos aqui.
O entamoeba tá dizendo que a lógica não explica nada de nada, eu e o st efferding somos contrários a isso.
Escolha seu lado.

lamas92
Membro Novato
# 05/jun/19 13:38 · Editado por: lamas92
· votar


Então a linguagem de programação não é linguagem...
#pas

sandroguiraldo
Veterano
# 05/jun/19 13:58
· votar


acabaramosnicks
Escolha seu lado.

O meu lado é o de fora.

entamoeba
Membro Novato
# 05/jun/19 14:13
· votar


st.efferding
O que pode deixar de ser puro é o objeto que a lógica tenta explicar. A lógica permanecerá pura desde que as regras que a compõe não serão modificadas durante o percurso de avaliação do objeto realizado pela lógica.

Sem o objeto, não há explicação. Para explicar algo, a lógica se contamina com a interpretação. É por isso que as tentativas de racionalização excessiva fracassaram. O mundo real não se ajusta perfeitamente às categorias.

Não estou dizendo que a lógica ou a matemática são inúteis, estou dizendo que elas não funcionam sem a interpretação.

Mariazinha tem 3 laranjas e vai dividi-las igualmente entre Joãozinho, Pedrinho e Aninha. Joãozinho ficou com uma laranja de 102,48g, Pedrinho, com uma de 129,81, enquanto Aninha ficou com uma de 518,13g. Mariazinha pode ser feminazi, lésbica ou talvez ela só esteja levando as quantidades da coisa "laranja" ao pé da letra.

Aninha vai alegar que a laranja dela é uma toranja amarga e metade do peso é só de casca, Pedrinho não gosta muito de laranja e Joãzinho tá se sentindo preterido pelos demais por ter pego a menor.

Buja
Veterano
# 05/jun/19 14:58
· votar


O.o

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 05/jun/19 14:59
· votar


haja saco para discutir com o Mauro Cezar do OT

Viciado em Guarana
Veterano
# 05/jun/19 15:20
· votar


sandroguiraldo
Não se acanhe, bote pra dentro neles!

Pedro_Borges
Veterano
# 05/jun/19 16:29
· votar


O Sallqantay não sabia que o seu tópico se transformaria numa divagação de ideias.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a aviso aos computeiros