tópico da betina (endorser da empiricus)

Autor Mensagem
Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 17/mar/19 01:02 · Editado por: Jonas Kahnwald
· votar


makumbator
E também ele nem é tão bonito.

vc nunca veio pra sampa para comprovar

Fidel Castro
regra de negócio = modelo de negócio

sou do reserva não <o>, tinha uns baguio para resolver por lá


ué, eu já acho completamente compreensível, só não sei se sustentável a longo prazo, já que 60% do sucesso* vem do marketing agressivo

* segundo IJKP: instituto Jonas Kahnwald de pesquisas

makumbator
Veterano
# 17/mar/19 02:07
· votar


Jonas Kahnwald
vc nunca veio pra sampa para comprovar

Basta me convidar que estarei aí pra conferir pessoalmente seus atributos físicos.

sallqantay
Veterano
# 18/mar/19 05:12
· votar


brasileiro manja muito de investimento. Tá sempre com a faca no pescoço em um país onde as regras mudam sempre, logo prefere liquidez, e investimento em coisas como bater laje. Prefere a informalidade como forma de escapar dos impostos idiotas, logo nem declara IR. Se possível nao paga imposto nenhum

playboizinho que vive no carpete manja nada

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 18/mar/19 07:27
· votar


mas ao menos um playboy que não é cuck

Joseph Conrad
Membro Novato
# 18/mar/19 09:00 · Editado por: Joseph Conrad
· votar


A empresa em questão sempre teve esse viés apelativo, de marketing baixo mesmo. Ultimamente, depois da saída de alguns analistas bons, a coisa degringolou. Os relatórios tinham alguma qualidade e muito sensacionalismo e apelação, agora é 90% apelação e 10% conteúdo. Mas o objetivo é esse mesmo: atrair clique e cliente incauto para gerar receita.

Quanto às tal cultura de investimento em bolsa, comparar Brasil e outros países é muito complexo, não é possível fazê-lo sem levar em consideração:

i - que o hábito e culto ao mercado no mundo anglo-saxão tem origem histórica, econômica e sociológica muito diferentes dos daqui. Os EUA, por exemplo, tem um processo histórico de protecionismo às empresas nascentes e fechamento de mercado com barreiras alfandegárias e tarifárias cruéis muito interessante. Isso propriciou lá atrás uma grande pulverização de indústrias e empresas relativamente ineficientes que buscavam financiamento no mercado acionário. Obviamente as empresas ineficientes morreram na medida em que o mercado abriu quando as empresas maturaram, mas mentalidade ficou, a história ficou esquecida. Ou seja, o grande número de empresas listadas hoje deve muito a políticas extremamente anti-liberais de proteção industrial e altos tributos sobre importação, por exemplo.

ii - a cultura de investimento em bolsa, principalmente nos EUA, além de estar ligada ao (i), deve muito às taxas de juros estruturais também histórica baixas por lá, tanto é que o Volcker foi um choque histórico cultural e hiato, que não voltou a acontecer. O QE de agora que tem empurrado o mercado para cima é outra evidência forte, e observável em outros períodos de taxas baixas.

iii - apesar dos déficits gêmeos, a poupança do país é alta, e financiada a juro praticante 0, e para onde vai o dinheiro? Mercado acionário.

Comparar Brasil e EUA sem levar essas diferenças sociológicas e históricas em consideração é simplesmente uma questão complexa a definições simples e vagas como "é falta de hábito", "é questão cultural". É claro que é. Mas a questão é: Por quê?

E outra: Brasil tem poupança baixa e renda média baixíssima, quando sobra dinheiro para jogar na bolsa e ainda tentar estudar o assunto? Bolsa no Brasil só enriquece ricos (forte efeito Mateus).

A relação PIB/Volume em bolsa não difere do Brasil para os países europeus centrais em geral, se ajustar pela renda média fica quase igual. EUA e Reino Unido têm toda esse culto ao mercado mas as origens são extremamente anti-liberais e a continuidade é altamente circunstcial (falei mais sobre os EUA, mas o Reino Unido têm história diferente mas com fim parecido, sendo hoje mais coração financeiro do que um polo de investimento especulativo).

Mas Conrad, você acha bolsa uma merda e que todo mundo deve ficar em renda fixa e poupança?

Não. Mas acho que culto a uma ideologia e custos de transação altos são uma sacanagem com quem ganha pouco e não tem noção do risco a que está exposto. A Bettina perder 20% numa posição mal montada é ruim, mas se ela começou com 100k, ao longo do ano ela recupera isso mole. O Zé das Couves que juntou 10k trabalhando 15 horas por dia perder 20% significa fim da linha.

E se ela começou com 100k, ela pertence ao 0,2% da população que tem isso de poupança. Se ajustar pela idade, pode por mais um 0 nesse percentual.

Nossa bolsa é muito diferente das outras por aí, e a modelagem de precificação et caterva que estudamos em finanças não se encaixa bem à realidade brasileira. A verdade é essa.

Pronto. Sou comunista.

Abraços camaradas e Viva Stálin.

john s mill
Membro
# 18/mar/19 11:11
· votar


Nossa bolsa é muito diferente das outras por aí, e a modelagem de precificação et caterva que estudamos em finanças não se encaixa bem à realidade brasileira. A verdade é essa.


nesse ponto agreed, mas se o ponto é uma carteira previdenciária a precificação nem é lá tão relevante pra 10 anos+.

não precisa ler damodaran, fazer fluxo de caixa descontado ou nem mesmo ler benjamin graham pra precificar quem faz aporte mensal pra longo prazo, umas operações aritméticas a la décio bazin ou no máximo um IFR 14 já ajudam e no fim das contas nem vai ser tão relevante assim.

mais importante imho é saber o impacto no portfólio de cada segmento e como eles se comportam com as movimentações do mercado e um básico de uma análise SWOT daquele tipo de empresa no segmento e análise fundamentalista.

john s mill
Membro
# 18/mar/19 11:17
· votar


itt/iat

nego falando sobre coisa que nem faz ideia de como funciona no aspecto mais 'básico

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 18/mar/19 11:52
· votar


john s mill
Joseph Conrad

vejo que vocês dois, o Joseph um pouco mais no caso, parecem não acreditar muito no value investing aplicado à bolsa brasileira. Vejo isso principalmente, no caso do John s mill, por gostar de ETFs e dizer que "preço não importa muito" e o joseph ao dizer o óbvio que a dinâmica aqui é diferente da dos EUA, mas levando a um extremo onde seria, pelo que eu entendi do que ele postou, impraticável o value investing por aqui.

Imho, eu discordo dos 2. Eu acho que o preço importa, e muito! E acho também que dentro do Ibov e do Smal existe muito lixo e/ou empresas caras demais como LAME4 E RADL3. Portanto, stock picking, por métricas fundamentalistas e análise SWOT não são somente importantes, são fundamentais para se bater o mercado.

E, só para reforçar ao Conrad, eu não comparei brasil com EUA, e eu fiz uma comparação bem shallow mesmo com Colômbia, pq acredito que, a despeito de todas as forças envolvidas, é possível muito mais que 0,5% dos brasileiros investirem em bolsa

john s mill
Membro
# 18/mar/19 12:07 · Editado por: john s mill
· votar


Jonas Kahnwald

pra buy and hold não é o mais relevante não, a não ser que você aporte uma quantia bastante significativa, pra quem faz aporte mensal e não for pensar em vender não é nem de perto um dos aspectos mais relevantes considerando as oscilações de longo prazo, muda só pelo fato de você adquirir algumas ações a mais, mas não vale o empenho de fazer um valuation decente. se você for pensar em girar aí já é trade. eu tenho aplicado uns 6k por mês e ganho muito mais usando esse tempo pro meu trabalho no dia a dia do que comprando 8 ações a mais porque esperei o momento certo de acordo com meu valuation.

eu não faço trade com minha carteira patrimonial, faço trade pra aumentar minha carteira mas com DT, operação a termo.

não sou um investidor de ETFs hahaha, eu só disse que é uma boa forma de variar a carteira com menor risco, assim como caso de FIIs, a maior gestora de recursos do mundo, a black rock, fez isso investindo em ETFs do mundo todo, tenho ações deles inclusive.

ele tem uma boa variação de betas do mercado e do mundo todo de forma "barata". mas tenho somente o que é relevante pra equilibrar o índice beta da minha carteira, compro ouro pelo mesmo motivo

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 18/mar/19 12:41
· votar


john s mill
bom, se vc pratica o B&H na sua carteira patrimonial imagino que vc não divide os 6k em todos os ativos da sua carteira, imagino que vc escolha 1 ou 2 ativos que vc julgue serem os mais atrativos no momento certo?
Por mais que vc não esteja dando muito pensamento a isso, é uma forma de mostrar que o preço importa. E eu faço exatamente isso, aporto todo mês.

Agora, sobre os ETFs, entendi melhor sua postura haahaha, e realmente para fazer trade parece fazer sentido. É que eu não manjo, só olhei esse lance de Beta uma vez para fazer L&S com GGBR4 x ABEV, apostando na alta da bolsa e sabendo que o Beta de ABEV3 é bem menor que GGBR4 (deu certo e foram 4x).

Mas uma coisa concordo, o mundo hoje está bem mais disruptivo, e por exemplo, essa onda de bancos digitais surgindo pode acabar comendo o market share e lucros dos bancões, não a toa parei de aportar em ITSA4

lamas92
Membro Novato
# 18/mar/19 12:54
· votar


Vcs me gastam! Eu só quero saber se aplico em Bitcoin, em avestruz, na AM Way ou se compro ações do Eike! Quanta indecisão!
Já a Betina, é maior de idade e que vem com 1Mi agregado... Mau negócio não é...

john s mill
Membro
# 18/mar/19 14:06 · Editado por: john s mill
· votar


Jonas Kahnwald
imagino que vc escolha 1 ou 2 ativos que vc julgue serem os mais atrativos no momento certo?

não no momento, eu sei quais ativos que eu vou comprar antes de ver o preço, essa é a ideia, tudo feito com base na nota que eles tem nos meus critérios de análise fundamentalista, SWOT, etc

dar um exemplo desse mês: depois de ter estudado bastante o setor elétrico durante o ano, ter falado bastante com o RI e estudado algumas projeções, aumentei minha nota na Engie que passou a ficar com 9

outro aporte que tinha pra fazer que tinha incluído na minha carteira mas com nota 5 foi a Fleury, apesar de ter bons indicadores e perspectiva de crescimento eu não manjo da área da saúde, mas queria uma empresa dessa área pra diversificar setorialmente também

se fosse balizar por precificação, teria comprado mais Fleury do que Engie, mas com base nos meus próprios critérios tinha mais aporte de Engie que de Fleury, eu simplesmente conheço e confio mais na empresa e os indicadores são melhores.

o que eu tenho feito só é antes de acessar o portfólio quando é uma empresa de dividendos como é o caso de ambas, verificar se o retorno dos últimos 5 anos foi maior que o da SELIC (e isso já ajuda a precificar o ativo) do ano respectivo, aí na hora da compra basta ver a força relativa de compradores e vendedores nas últimas duas semanas pra mim. se estiverem equilibrados ou se a força vendedora estiver mais forte eu compro, senão espero até segundo momento e vou pro próximo ativo que está na lista de prioridades.

já tive trabalho na época que tava lendo os livros de valuation de ficar neurótico sobre o melhor precificação, fazer projeção de fluxo de caixa descontado, ficar vendo EV/Ebitda setorial e etc, mas pra mim não compensa pela quantidade de valor que isso vai gerar e o tempo que eu vou perder pra fazer isso, mas se fosse aportar uma quantia consideravelmente maior de uma vez só me preocuparia mais.

Insufferable Bear
Membro
# 18/mar/19 14:12
· votar




sallqantay
Veterano
# 18/mar/19 17:15
· votar


90% apelação e 10% conteúdo

já é melhor do que 99% do que é publicado no BR

Joseph Conrad
Membro Novato
# 18/mar/19 17:33
· votar


Jonas Kahnwald
joseph ao dizer o óbvio que a dinâmica aqui é diferente da dos EUA, mas levando a um extremo onde seria, pelo que eu entendi do que ele postou, impraticável o value investing por aqui.

Considerando o que andam ensinando por aí, infelizmente não é tão óbvio assim para muita sardinha que entra achando que vai ganhar horrores e ser o novo Buffet.

Value investing aqui é possível, óbvio, mas em um ou dois macro-setores e olhe lá.

E, só para reforçar ao Conrad, eu não comparei brasil com EUA, e eu fiz uma comparação bem shallow mesmo com Colômbia, pq acredito que, a despeito de todas as forças envolvidas, é possível muito mais que 0,5% dos brasileiros investirem em bolsa

Onde você conseguiu os dados sobre o percentual de investidores da Colômbia? Você já viu o giro diário lá em dólar?

Joseph Conrad
Membro Novato
# 18/mar/19 17:38
· votar


john s mill
Jonas Kahnwald

Mas ainda sigo a sabedoria antiga:

"Gentlemen prefer b(l)onds". Rs

Brincadeira, mas eu sempre preferi brincar com os vértices da nossa curva de juros irracional a bancar trader-grafista-Gecko-Buffet-Master-of-Finance. Não dá para mim.

Discípulo do fogo preto
Membro Novato
# 18/mar/19 18:02
· votar


Ô Mestre, que história é essa de ficarem te chamando de cuck?

Lelo Mig
Membro
# 18/mar/19 20:55 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Porque você deve fazer campanha para Betina Presidenta... reflitam:

Se ela transformou R$ 1.520 em R$ 1.042.000 em 3 anos, daqui a 15 anos, observando os mesmos cálculos de rentabilidade, ela terá 37 anos de idade e um patrimônio de 157 quintilhões de reais.

2 milhões de vezes o PIB americano de 2018 e 316 milhões de vezes a fortuna de Jeff Bezzos, que é, segundo a Forbes, o homem mais rico do mundo.

Então, se ela for Presidenta, seremos a maior potência do mundo.

Poderemos nos aposentar com 5 anos de trabalho e salário mínimo de 18 mil reais, sem onerar a Nação, e que obviamente, emprestaremos parte para a Betina administrar e fazer render mais ainda.

Betina para Imperadora vitalícia do Brasil!

makumbator
Veterano
# 18/mar/19 21:07
· votar


Lelo Mig

Ela não precisa ser presidenta. Pode ser ministra da fazenda. O futuro presidento Moro irá convidá-la para essa tarefa.

sallqantay
Veterano
# 19/mar/19 05:59
· votar


é possível muito mais que 0,5% dos brasileiros investirem em bolsa

nego tá fora da realidade e o Joseph Conrad tá perdendo tempo dele

Buja
Veterano
# 19/mar/19 09:16 · Editado por: Buja
· votar


Betina bateu o grande JC.

O Cristo multiplicou 5 pães e 2 peixes de forma que conseguiu que 5000 pessoas comessem e ainda sobrassem 12 cestos cheios.

Imaginemos que 5 pães e 2 peixes conseguissem alimentar 2 pessoas.
Logo, alimentar 5000 precisaria de 12.500 pães e 5000 peixes.
Alem disso sobrou 12 cestos. Imaginemos que em 1 cesto cabem 5 pães e 2 peixes. Logo, ele fez 12524 pães e 5060 pães.

Então o grande JC cheio de poder divino sobrenatural conseguiu um aumento médio de 2.516%.


A Bettina conseguiu só 69.367% ... Ohhh JC, coitadinho.
A Bettina é a deusa maior da multiplicação.

Fidel Castro
Veterano
# 19/mar/19 09:49 · Editado por: Fidel Castro
· votar


Joseph Conrad
john s mill

Fazendo um suitability não cretino de 80% da população, galera só tem margem pra exposição a risco fora de B(l)ond tradicional para 5% do capital.

Esse pessoal que vende pra sardinha o sonho do value investing ou, muito pior, trade direcional alavancado com mini índice passa muito longe da ética e responsabilidade.


Eu, como sou muito ético e responsável (kek), to lutando num front para trazer mercado de ETFs e notas estruturadas gringo pra cá, ou dar acesso a esses pools de liquidez e principalmente produto, com suitability, daqui pra lá. Se der certo, viva o sonho da Bancor keynesiana, one step at a time, baby

killeryoda
Membro
# 19/mar/19 10:25
· votar


e a bovespa passa os 100000 pontos...

sandroguiraldo
Veterano
# 19/mar/19 11:19
· votar


Lelo Mig
"===RÉGUA-MORAL==="

Cara, não entendi?

Régual moral é uma avaliação de certo e errado balizado em seus conceitos pessoais. Eu to falando de economia de fatos econômicos ocorridos.

Economia sem moral vira isso aí que vcs tão cansado de ver

makumbator
'Num mundo paralelo, a Betina e o cara da trivago são casados'
Boa! E sabe quem é filho deles?

sallqantay
Veterano
# 19/mar/19 12:04
· votar


Régual moral é uma avaliação de certo e errado balizado em seus conceitos pessoais. Eu to falando de economia de fatos econômicos ocorridos.

nego se acha o próprio adão smith, livre do pecado original. HAHAHAH

Buja
Veterano
# 19/mar/19 14:41
· votar


Tem uma coisa ne....não sei se entendo errado, mas patrimonio não é grana.
Grana to falando de dinheiro no bolso.

Eu tenho um casa de 93m² no reboco, que deve ta valendo uns 100 mil.
E 3 boletos em aberto esse mes?

Cade a grana?

nao é muito dificil ir la, financiar 300 mil aqui, papai tem mais uns 100 mil, ganhou um lote do vô de 400 mil e falar que tem um patrimonio de 1 milhao.

Jonas Kahnwald
Membro Novato
# 19/mar/19 15:02
· votar


Buja
patrimônio não é dinheiro no bolso, é qualquer bem que você detiver, ex:
carro, casa, terreno, título de renda fixa, cota em fundo, ações etc...

então patrimônio basicamente é o calculo do quanto você teria em dinheiro caso vendesse todos os seus bens

sallqantay
Veterano
# 19/mar/19 15:09 · Editado por: sallqantay
· votar


calculo do quanto você teria em dinheiro caso vendesse todos os seus bens

um cálculo bem complicado, onde nego frauda a gosto e coloca no balanço coisas malucas, tudo para os índices subirem quando estão caindo na realidade

Buja
Veterano
# 19/mar/19 15:10
· votar


Tipo tabela fipe. O cara diz que tem 40 mil, e a agencia diz que ele tem 25, e olha la.

sallqantay
Veterano
# 19/mar/19 15:12
· votar


aí todo mundo finge que acredita. Essa é a base do esquema de pirâmide do mercado financeiro: ativos inflacionados, contabilidade fraudada e nego novo pra enfiar dinheiro nessa merda

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a tópico da betina (endorser da empiricus)