Dos fatos geradores que fizeram o STF permitir aborto até o terceiro mês

Autor Mensagem
Insufferable Bear
Membro
# dez/16 · Editado por: Insufferable Bear
· votar


sandroguiraldo
Um teólogo criacionista como autoridade em ciência, boa ideia.

brunohardrocker
Veterano
# dez/16
· votar


Jack Holland
Tipo uma tal de bíblia?

O que a Biblia tem a ver com o tópico?

MENDIGO_PAISANA
Membro Novato
# dez/16
· votar


se hitler tivesse sido abortado o holocausto não existiria

Insufferable Bear
Membro
# dez/16
· votar


se jesus tivesse sido abortado a duplinha de crentes do fórum não postaria besteira em todos os tópicos

makumbator
Veterano
# dez/16
· votar


Cytotec nelas e fim de papo.

sallqantay
Veterano
# dez/16 · Editado por: sallqantay
· votar


Jack Holland

Não tem igreja nenhuma aqui: é tudo um bando de feminazi rameira do cais querendo se eximir da responsabilidade individual sobre os seus úteros, querendo ter a mesma prerrogativa dos homens de comer e sair fora

foda-se a igreja e foda-se essas feminazis do caraio, queima logo na fogueira essas v4dias

brunohardrocker

o texto da CF88 é progressista (igualdade de gênero) e coletivista (direitos coletivos antecedem os individuais), não tem nenhuma faca de dois gumes.

claro que um juiz conservador pode fazer milagres, mas o jogo está contra ele, ele já sai tomando de 7 a 1

desiste dessa luta, vai logo para a batalha cultural. As leis e as instituições estão tomadas pelos comunas

Jack Holland
Veterano
# dez/16 · Editado por: Jack Holland
· votar


dr. Rey
Não importa se são casos isolados. O ser humano tem livre arbítrio ou não tem?

Concordo plenamente. Um ser humano tem. Ninguém discute isso.
A discussão é em que momento da gestação um zigoto chega no ponto de ser considerado ser humano.
Vamos pegar os dois extremos:

Isto É um bebê.
Isto NÃO É um "bebê".

De um ponto a outro há uma longa transformação e os países desenvolvidos que já descriminalizaram o aborto estabeleceram como critério o terceiro mês. Ponto. Estes são os fatos, se foi embasado ou arbitrário, não me interessa e nem vou discutir. Se eu for falar meu achismo pessoal, eu diria que até dois meses é razoável.

O problema está em vcs insistirem nesta ginástica mental afirmando que tomar um remédio pra expelir um zigoto invisível é a mesma coisa que esquartejar um bebê branquinho de olho azul, querendo sensibilizar as pessoas e justificando um atraso desses com base em um argumento puramente emocional.


Se tem, então a vida dele só pertence a ele mesmo. Não cabe à mãe nem a ninguém adivinhar o futuro e decidir por ele se vale a pena viver ou não.

Se o sujeito, ao se tornar adulto, chegar à conclusão de que prefere morrer mesmo, então que se mate logo e não encha o saco. Mas ele só pode tomar essa decisão por ele mesmo, não pelas outras pessoas.



Perfeito!! Por que ninguém se lembra disso na hora de encher o saco com protestos contra a eutanásia? É um bom momento pra perguntar: se eu estiver com uma doença irreversível e manifestar minha vontade de ser eutanasiado, eu deveria ter este direito garantido com base no meu "livre arbítrio"? Ou não pode porque o papai do céu não vai gostar? Que tal você e todos que positivaram os seus posts dissertarem sobre isso?

General Patton
Membro Novato
# dez/16
· votar




sallqantay
Veterano
# dez/16
· votar


sublinhado e CAIXA ALTA como valor de verdade

Jube
Veterano
# dez/16
· votar


Jack Holland
Não importa se são casos isolados. O ser humano tem livre arbítrio ou não tem?

Concordo plenamente. Um ser humano tem. Ninguém discute isso.
A discussão é em que momento da gestação um zigoto chega no ponto de ser considerado ser humano.
Vamos pegar os dois extremos:

Isto É um bebê.
Isto NÃO É um "bebê".

De um ponto a outro há uma longa transformação e os países desenvolvidos que já descriminalizaram o aborto estabeleceram como critério o terceiro mês. Ponto. Estes são os fatos, se foi embasado ou arbitrário, não me interessa e nem vou discutir. Se eu for falar meu achismo pessoal, eu diria que até dois meses é razoável.

O problema está em vcs insistirem nesta ginástica mental afirmando que tomar um remédio pra expelir um zigoto invisível é a mesma coisa que esquartejar um bebê branquinho de olho azul, querendo sensibilizar as pessoas e justificando um atraso desses com base em um argumento puramente emocional.


Se tem, então a vida dele só pertence a ele mesmo. Não cabe à mãe nem a ninguém adivinhar o futuro e decidir por ele se vale a pena viver ou não.

Se o sujeito, ao se tornar adulto, chegar à conclusão de que prefere morrer mesmo, então que se mate logo e não encha o saco. Mas ele só pode tomar essa decisão por ele mesmo, não pelas outras pessoas.


Perfeito!! Por que ninguém se lembra disso na hora de encher o saco com protestos contra a eutanásia? É um bom momento pra perguntar: se eu estiver com uma doença irreversível e manifestar minha vontade de ser eutanasiado, eu deveria ter este direito garantido com base no meu "livre arbítrio"? Ou não pode porque o papai do céu não vai gostar? Que tal você e todos que positivaram os seus posts dissertarem sobre isso?


Interessante seu ponto de vista.

brunohardrocker
Veterano
# dez/16 · Editado por: brunohardrocker
· votar


sallqantay
desiste dessa luta, vai logo para a batalha cultural. As leis e as instituições estão tomadas pelos comunas

Soldado que vai pra guerra e tem medo de morrer é um covarde!

brunohardrocker
Veterano
# dez/16
· votar


Jack Holland
De um ponto a outro
países desenvolvidos
argumento puramente emocional.

dr. Rey
Membro Novato
# dez/16 · Editado por: dr. Rey
· votar


Jack Holland
Isto É um bebê.
Isto NÃO É um "bebê".


Não importa que não seja um bebê.

É um corpo humano vivo e em formação do mesmo jeito.

tomar um remédio pra expelir um zigoto invisível é a mesma coisa que esquartejar um bebê branquinho de olho azul,

Não importa se é um bebê de olhos azuis, ou um bebê cego, ou um corcunda surdo e mudo, ou um aleijado de braços e pernas, ou um feto de 6 meses, ou um feto de 3 meses, ou um negócio invisível a olho nu.

Se for um organismo dotado de vida e pertencente à espécie humana, matá-lo é assassinato, independentemente do estágio ou condição específica de desenvolvimento.

Não há nada de "emocional" nisso. É simplesmente uma questão de coerência: se o negócio é um ser vivo, tem código genético humano e está seguindo o ciclo biológico da espécie humana, então o negócio é humano.

Argumento puramente emocional é sair por aí dizendo que o negócio não é humano apenas porque a mãe é uma vadïa burra (para alguém se esquecer de colocar uma camisinha na piroca do macho hoje em dia, tem que ser muito estúpida) e, por isso, forçá-la a abrir mão de sua vida linda, leve e solta seria um moralismo intolerável.

sallqantay
Veterano
# dez/16 · Editado por: sallqantay
· votar


do ponto de vista da ética médica, um corpo saudável não pode ser submetido a nenhuma intervenção.

o aborto só é justificado por balelas psicológicas de quinta, coisa que dá sono só de ouvir. Saúde agora virou questão de quem consegue fazer mimimi mais alto, e saúde pública é de quem consegue jogar esse mimimi nas costas da sociedade

brunohardrocker
Veterano
# dez/16
· votar


sallqantay
do ponto de vista da ética médica, um corpo saudável não pode ser submetido a nenhuma intervenção.

o aborto só é justificado por balelas psicológicas de quinta, coisa que dá sono só de ouvir. Saúde agora virou questão de quem consegue fazer mimimi mais alto, e saúde pública é de quem consegue jogar esse mimimi nas costas da sociedade


Por muito tempo, conseguimos segurar os hedonistas nessa questão através do Estado. Agora o Estado tende a facilitar as coisas para eles.

Na guerra cultural, teríamos que reinventar a estratégia. Qual seria a sugestão? Diminuir ou superar o Estado nos ajudaria ou nos prejudicaria ainda mais?

sallqantay
Veterano
# dez/16
· votar


brunohardrocker

raio moralizador

sandroguiraldo
Veterano
# dez/16
· votar


undefinedInsufferable Bear
Um teólogo criacionista como autoridade em ciência, boa ideia.

Um ateu toddynho evolucionista como autoridade em ciência, boa idéia também!

Viciado em Guarana
Veterano
# dez/16
· votar


sallqantay
do ponto de vista da ética médica, um corpo saudável não pode ser submetido a nenhuma intervenção.

Ué? E como é que fica as plásticas das véias?

sallqantay
Veterano
# dez/16
· votar


Viciado em Guarana

mimimi auto estima

brunohardrocker
Veterano
# dez/16
· votar


sallqantay

eleger evangélicos em peso o/

CindyFerrari
Veterano
# dez/16
· votar


dr. Rey
O ser humano tem livre arbítrio ou não tem?
como um ser humano com 6 meses de nascido pratica seu livre arbítrio? nós, adultos, podemos decidir tomar uma vacina ou não.. e o recém-nascido?

General Patton
Membro Novato
# dez/16 · Editado por: General Patton
· votar






st.efferding
Membro
# dez/16
· votar


aborto só se for bebê chinês

brunohardrocker
Veterano
# dez/16
· votar


Opa, tá liberado gozar dentro agora, zakke.

Insufferable Bear
Membro
# dez/16
· votar


Nem tenho opinião sobre aborto, coisa muito complicada.

Um ateu toddynho evolucionista como autoridade em ciência
Meu ponto é que ele é formado em nada relacionado a ciência e quer dar pitaco no que não entende, e.g. evolução, não tem a ver com a sua crença.

LeandroP
Moderador
# dez/16
· votar


Que lindo! Chorei aqui.

Johnny Favorite
Veterano
# dez/16
· votar


o que eu acho interessante é alguém achar que uma grávida tem direito sobre uma vida. Não e direito, é dever. Ganha um dever de proteger aquela vida. Direito...pffff

Viciado em Guarana
Veterano
# dez/16
· votar


https://pbs.twimg.com/media/CypKF4KWgAAPd_P.jpg

sandroguiraldo
Veterano
# dez/16
· votar


undefinedCindyFerrari
como um ser humano com 6 meses de nascido pratica seu livre arbítrio?

Exerce seu livre arbítrio chorando quando tem vontade de comer, quando algo dói. Aliás, quem já teve um bebê em casa sabe muito bem como é exercido esse livre arbítrio.

Seguindo sua lógica, como um deficiente mental, em estado total de estagnação exerce seu livre arbítrio? Podem mata-lo também por isso?

sandroguiraldo
Veterano
# dez/16
· votar


Insufferable Bear
Meu ponto é que ele é formado em nada relacionado a ciência e quer dar pitaco no que não entende

ele deveria estar no OT então e não num blog? rsrsrsrs

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Dos fatos geradores que fizeram o STF permitir aborto até o terceiro mês